segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Picante também fala das eleições

Em tendo  tempo eu explico por que razão um condenado consegue obter maioria em Oeiras, por agora vinha só aqui dizer que aquilo de a Catarina Beato concorrer pela CDU é capaz de explicar muita coisa...

64 comentários:

  1. A mim só me surpreende que ela se apresente como escritora.

    http://www.dorl.pcp.pt/index.php/aml/11368-catarina-beato-e-candidata-da-cdu-a-assembleia-municipal-de-lisboa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ora!, se a pipoca faz o mesmo, porque não qualquer um/uma?

      Eliminar
    2. Hum... porque a MD tem efectivamente livros publicados? E porque sabe escrever? Assim de repente são duas razões que me vieram à cabeça...

      Eliminar
    3. assim de repente são duas razões de pouco valor para se ser escritor. publicar um livro?! quer uma listinha de gente que os tem publicados e de escritor nada tem? saber escrever? quer outra listinha sobre o que é isso de saber escrever o "suficiente" para se ser escritor?

      Eliminar
    4. Tem razão. Efectivamente a MD não será, nem se define, acho eu, como escritora. Mas ao pé das outras é um Eça, o meu comentário era mais nesse sentido.

      Eliminar
    5. Anónimo2 de outubro de 2017 às 16:56, a si só lhe surpreende que ela se apresente como escritora? Só?

      Eliminar
    6. Sim, a MD apresenta-se como escritora. Hoje em dia, basta escreverem um livro ou dois e já se acham escritores. Outros, consagrados, continuam a dizer que estão longe de serem escritores. Tem somente que ver com humildade, não?
      Tanto a MD como a Catarina têm ambas a mesma formação base, creio.

      Eliminar
    7. A MD e licenciada em comunicação social, a Princesa não terminou a licenciatura em Economia, é um work in progress.

      Eliminar
    8. A Catarina publicou livros.

      Eliminar
    9. ser licenciado, ainda mais nos dias de hoje, acresce zero a praticamente tudo.

      Eliminar
    10. A Catarina Beato é uma escritora de calibre, que calibre, do das que escrevem coisas como "alimentos frescos, sazonais e menos processados possíveis." ou "Na correria do dia à dia ".
      Presunção e água benta, cada um toma a que quer.

      Eliminar
  2. Então, mas a Catarina também publicou livros, um deles até é de contos: https://www.wook.pt/autor/catarina-beato/3029931.
    A Mais Doce escreve melhor mas é no blog. Os "livros" que publicou, enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O primeiro não podia ser muito mau, eram textos do blog, se bem me recordo. Os outros não sei.

      Eliminar
    2. " Os "livros" que publicou, enfim..."
      Os livros que publicou são muito bons e gostei bastante.
      A anónima se calhar nem leu nenhum, e escrever muito menos mas vem opinar depreciativamente sobre a escrita da rapariga, o que é normal nas anónimas incapazes de pôr um pé à frente do outro sem tropeçar.
      E se, de quando em vez uma vez por outra metessem a inveja no saco e reconhecessem o valor e mérito a quem o tem.
      Iam ver que a vossa vida melhorava buéééés. Para começar mais risos e consequente felicidade, sabido que é que riso e felicidade são indissociáveis, e menos rugas prematuras e consequente maior infelicidade.
      Pensem nisso antes de expirar o vosso prazo respiratório neste planeta

      Eliminar
    3. ó corvo..., acha que ainda há alguém que leve a sério o que para aqui vem escrever?

      Eliminar
    4. Qualquer um publica livros, não é Corvo? Você sabe em primeira pessoa que sim!
      Escreve umas fabulazecas e se nenhuma editora de prestígio as quiserem publicar há-de haver uma outra editora qualquer que o faça. Em último caso há a edição privada.

      Eliminar
    5. Não falei de mim; não sou escritor, nunca disse que o era ou me assumi como tal. Sou apenas autor de dois livros que, por acaso, não saíram por recurso à edição privada e foram publicados por duas editoras de renome.
      Não que interesse mas não por acaso e porque lhes descortinaram algum valor, o mínimo que lhes atribuíram foram três estrelas, quatro e cinco.
      Sem direito a mais resposta, a menos que se identifique a fim de que possamos discutir, se a senhora amiga estiver para aí virada.

      Eliminar
    6. E reitero. PMD pode outorgar-se o direito de escritora porque escreve muito bem, coisa que vos dói e mata de raivinhas interiores.
      Ou menos disfarcem, que diabo.

      Eliminar
    7. ó corvo, como é que se coloca uma gargalhada, ou duas vá, por escrito e sem emojis?

      Eliminar
    8. Então, é só escolher.
      ah ah ah ah ah ah!!! Gargalhada de gente ajuizada, tipo eu
      ih ih ih ih ih!!! Sogronis intragavus a gozar com a nora que queimou o jantar do filhinho querido dela
      kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!! Riso escarninho de gente mal intencionada, tipo quem vem denegrir a MD e a C Beato
      rsc rsc rsc !!! Risada sarcástica do Muttley ao ler os vossos comentários na Picante
      Particularmente alinho por esta.
      Eheh...
      Mas só em ocasiões especiais em que a seriedade se impõe, como é agora o caso.
      :)

      Eliminar
    9. esse emoji fica-lhe tão bem

      Eliminar
  3. Este país é fértil em "escritores".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em se escrevendo é-se escritor, deve ser este o racional.

      Eliminar
  4. Como alguém disse, nessa bela coisa que são as caixas de comentários "mas ele fez muita coisa pelo concelho de Oeiras". E esta a mentalidade do povinho, em que é inconcebível que alguém seja capaz, eficiente, que faça o trabalho a que se propôs sem ser corrupto. É vergonhoso, infelizmente demonstra muito deste país.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas acham que os políticos são todos corruptos. Corrupto por corrupto este sempre faz obra. Vai daí...

      Eliminar
  5. Para um cidadão trabalhar na função pública tem de apresentar o registro criminal. E para concorrer a presidente não precisa. Oh céus!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É vergonhoso. Não percebo como não há uma lei que proíba candidaturas deste tipo de gente.

      Eliminar
    2. Nota prévia:
      Não votei em Isaltino nem nutro por we especial simpatia.
      Agora as outras notas:
      1. O facto de ser preciso apresentar o crc para ocupar um cargo na FP não quer dizer que ele tenha de estar "limpo". Isto vale para professores, enfermeiros, jardineiros, administrativos, cozinheiros, etc...
      2. Em regra, depois de cumprir a pena, o cidadão está reabilitado, nada "deve à sociedade".
      3. De acordo com a lei em vigor, não estando inibido de nenhum direito civil ou político qualquer cidadão pode ser candidato a cargos nas autarquias.
      E, para terminar, que hoje tenho um dia grande pela frente:
      4. O voto de Isaltino vale um voto, tanto como o de qualquer outro cidadão "exemplar", claramente insuficiente para o eleger para o que quer que seja. Foram muitos milhares de votos - de pessoas com o crc limpo, por sinal - que o elegeram. Se calhar era importante refletir sobre isto, não tanto sobre um condenado por crimes de corrupção entender candidatar-se, mas sobre os milhares de pessoas "exemplares" que votaram nele.

      Eliminar
  6. Sabe, aqueles fans cegos do partido? Não é só na esquerdalha😉

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas não são fãs cegas, penso eu. O facto é que ele deixou obra feita, infelizmente o descrédito na classe é tanto que isso é preferível à integridade.

      Eliminar
    2. Anónimo, o seu comentário não faz qualquer sentido porque o Isaltino não se candidatou pela direitalha. Quem votou nele não votou por ser cego num partido. A ser assim, teriam elegido Ângelo Pereira, o candidato dos "fans cegos do partido" da direitalha.

      Eliminar
    3. Não se candidatou pela direitalha porque esta quis distanciar-se do ex-presidiário, já o eleitorado na condição de anonimato manteve a fidelidade.

      Eliminar
    4. Anónimo3 de outubro de 2017 às 16:26, exacto, deu-me razão: manteve a fidelidade ao homem (e ao seu passado de direitalha, quando muito). Não ao partido. Logo, não faz sentido a sua afirmação de "fans cegos do partido". Não há, neste caso, qualquer partido envolvido.

      Eliminar
  7. Pipocante Irrelevante Delirante3 de outubro de 2017 às 09:30

    Isaltino Morais é a prova de que o sistema prisional funciona enquanto mecanismo de reinserção na sociedade.
    Ora...
    Isaltino tem tanto direito de concorrer a eleições, seja para a Câmara, para Presidente da República, ou para a Associação Filarmónica da rua dele, como a Pipoca Doce, a Pipoca Picante ou o Pipoco Salgado. Cometeu um crime, cumpriu a sua pena. Que saiba, não é um perigo para a sociedade com um discurso perigoso (bem pior era o urso de Loures), de ódio ou extremismo. Se as pessoas optam por elegê-lo, cada um com a sua convicção.
    Isaltino so vence porque a ideia é que são todos iguais, uns ladrões. Este teve o azar de ser apanhado. E fez obra. Rouba, mas faz. Acho que não é necessário grande debate filosófico.

    Da Sra. Beato (tive de ir ver quem era), apenas tenho a dizer que não conta como vip. Li um artigo sobre famosos idos a votos, estavam lá a Ágata e o Tino, entre outros, essa não. Temos pena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah ah ah ah ah ah ah. O meu querido Tino a passar a perna à Beato é lindo!

      Eliminar
    2. Isaltino Morais é a prova de que o sistema político está podre e de que a integridade ou honra não têm qualquer valor. E mais não digo.

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante3 de outubro de 2017 às 10:53

      Qual sistema político?
      O homem até correu sozinho e tudo... nem se precisou colar a um PAS, ou POUS, ou MDP-CDE.
      As pessoas votaram nele. Diz mais sobre as pessoas do que sobre o sistema. Não defendo que o povo é demasiado burro para votar, ou que têm de ser "ensinados". Educador do povo era o camarada Arnaldo Matos, ou as Capazes, como prova a recente nomeação para os BlogOscares.
      Piores que o Isaltino são os boys que nem dão a cara, a fazer negócios e carreira às custas do cargo público. Se um Passos, futuro ceo-não executivo da Mota Engil, ainda desgasta a imagem, já esses milhares, ninguém sabe quem são.
      Posto isto, claro que jamais votaria Isaltino.

      Eliminar
    4. Qual sistema político, Pic? Foram os eleitores que o puseram lá, pessoas "comuns", com quem nos cruzamos todos os dias, no nossos trabalhos, na escola dos nossos filhos, no supermercado... Que ele tem uma bitola diferente da que a lei define aceitável ficou bem parente, e acabou por ser condenado. Que Tantos eleitores de Oeiras alinhem pela mesma bitola, isto é, que aceitem a corrupção como fenómeno menor e inevitável, é que me choca.

      Eliminar
    5. Sistema político, sim. As pessoas estão descrentes dos políticos, acham que são todos uma cambada de corruptos que apenas estão lá para se encherem à sua custa. Isaltino e Vale Azevedo (ok este não sendo político é como se fosse) foram dos poucos condenados. Achando que são todos corruptos votam nos que, sendo corruptos, deixam obra feita. Simples assim.
      Além do mais o povo é ignorante e mal informado. E não é só o povo Português, basta ver o que aconteceu na Inglaterra com o Brexit.

      Eliminar
    6. Não sei, chamas-lhe descrença no sistema político, mas eu acho que é o oposto, é a crença enraizada de que a corrupção é um mal menor e necessário, um meio justificado pelo fim. Não vejo que existisse uma crença inicial num sistema "impoluto" que se tenha perdido, é a velha questão de não se perder o que nunca se teve.

      Eliminar
    7. Acho que a nossa divergência de opinião é um bocado como o ovo e a galinha...

      Eliminar
    8. Pipocante Irrelevante Delirante3 de outubro de 2017 às 13:15

      E porque no fundo o portuga é conivente com a "pequena" corrupção. Convive bem com ela. Porque, estivesse lá, ate metia uma cunha à cunhada para assistente, adjudicava uma obra ao amigo com o negócio em baixa, e que mal faz levar uns tijolitos que sobraram para compor o muro lá do terreno?

      Eliminar
    9. Certo, são pessoas da nossa esfera de conhecimentos, pais dos miúdos da escola dos nossos, amigos lá de casa, gente que estudou no ensino superior quem elegeu o Tininho com maioria absoluta. E não é Oeiras o concelho com mais licenciados do país? Portanto, sim, o povo burro não será. Terá é a cadeia de valores alterada...

      Eliminar
    10. Desculpem lá, não me interpretem mal, mas isso do concelho com mais licenciados do país, quer dizer exactamente o quê? É que eu estou farta de ouvir essa conversa nos últimos dias e não percebo porquê. Hoje em dia qualquer palerma (desculpem, mais uma vez) tem uma licenciatura, as licenciaturas são a 4ª classe de outros tempos, por isso expliquem-me lá em que é que as licenciaturas dão um estatuto especial aos moradores de Oeiras (e votantes no Isaltino, já agora).

      Eliminar
  8. Explica a imensa hipocrisia que por aí anda. E, parecendo que não, tem muito a ver com isso de o Isaltino conseguir eleger-se, isto anda tudo ligado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acho que seja hipocrisia. É bem pior, é a desesperança.

      Eliminar
    2. Hipocrisia dela. Sempre a proclamar os ideiais de esquerda, sempre a apelar à lágrima fácil com as memórias do pai (esse, sim, um verdadeiro homem de esquerda), mas uma autêntica wannabe Rosinha, sempre pronta a vender-se a troco de um qualquer artigo de luxo ou férias nos Hoteis Grande Real ou quejandos.
      Sempre ao lado do povo, portanto. Uma hipócrita, que se tivesse vergonha na cara jamais se candidataria por aquele partido, a quem só dá mau nome.

      Eliminar
    3. O partido já é mau que chegue, acho que a Catarina está lá muito bem.

      Eliminar
    4. Sim, sim, com isso eu concordo totalmente. A minha questão era do ponto de vista do partido, mas por mim quantos mais maus elementos lá estiverem, melhor. É o caso.

      Eliminar
  9. A Catarina Beato faz parte da lista para Assembleia Municipal da CDU em Lisboa. Assumiu a sua cor política numa publicação transparente e corajosa. Não entendo o choque e as críticas....
    Por que razão um condenado consegue obter maioria em Oeiras? Por ter votos de pessoas com mente pequenina, daquelas que se chocam por alguém ser da CDU, e que acham muito certo que alguém que roubou AQUELA Câmara se candidate para continuar o roubo!
    Chama-se discriminação partidária...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebo o seu comentário. Quem é que acha muito certo que alguém corrupto se candidate e seja eleito?
      Quanto à Catarina, vai desculpar-me mas não passa de uma tolinha que ainda por cima tenta enganar os demais. Se engana as pessoas com publicidade encapotada no blog, se passa a vida a falar de comida saudável para a seguir se vender à trampa dos manhanzitos, como é que quer que eu confie nela para um cargo político? Diz-me?

      Eliminar
    2. Corajosa era ela se assumisse que teve uma educação de base de esquerda, mas que renegou totalmente essa educação, porque viver do outro lado da barreira é que é bom e confortável. Viver ao estilo esquerda caviar e proclamar uma moral de ideais de esquerda e ainda vir arrogar-se ser corajosa por isso, é só de uma hipocrisia tremenda. Onde a anónima vê coragem, eu vejo hipocrisia.

      Eliminar
    3. Exato! E a do leite, sendo a maior defensora da amamentação? Com o argumento de que "pois por amamentar é que sou insuspeita"? (a sério?) Também não tenho pachorra.

      Eliminar
    4. Tem razao na incoerência dela,por isso é que deixei de seguir o blog da "ás 9"!Passava a vida a apregoar e mostrr as mesas saudáveis, e eu que moro no bairro dela,e vejo o que compra....fiquei pasma!Chamou-me a atenção precisamente por não bater " a bota com a perdigota"!E com tanta coisa" saúdavel",devia estar mais elegante....

      Eliminar
    5. Anónimo3 de outubro de 2017 às 12:32, não sei há quanto tempo segue a Beato, mas ela anda há anos a apregoar ser de esquerda. Desde sempre, portanto. Não vive é como tal (e, sobretudo não orienta o blogue dela como tal), mas lá apregoar, apregoa.

      Eliminar
    6. Vão desculpar-me mas já chega de conversa sobre como vive ou deixa de viver, ok? Não tem assim grande interesse para ninguém a não ser para a própria.

      Eliminar
  10. Pois eu acabei de ver isto escrito num blog que tem bastante destaque no sapo:
    “já há muito que venho dizendo que a “direitola” que tomou de assalto as democracias europeias através do voto [...]”

    Acho que está tudo dito e não há mais nada a acrescentar. Tenho pena que isto seja o meu país, cada vez mais.
    Maria

    ResponderEliminar
  11. Tenho alguma curiosidade (genuína) em perceber o que é “viver como tal...” sendo de esquerda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. em primeiro lugar, passar fome. depois, olhe, nem sei. o partido comunista já não existe há muito tempo, a não ser, claro, em Portugal. quanto à "direita"... é o quê?

      Eliminar
  12. Não devemos andar a fazer a mesma leitura dos blogues. Onde é que a Catarina vive bem ou é ostensiva? Vive em Lisboa numa casa arrendada, não a vejo cheia de marcas nem carteiras nem sapatos nem em restaurantes caros nem a fazer viagens semana sim semana sim nem a oferecer viagens de helicóptero ao marido.
    Até se casar sempre se queixou que o dinheiro era à conta e que tinha de fazer o dinheiro esticar.
    Depois casou, é mais uma pessoa a contribuir, ele deve ter um ordenado simpático, vivem normalmente como a maior parte das pessoas.
    Agora de lhes oferecem uma semana num Real, ora bem, não ia, querem ver?
    E ela própria já afirmou que segue um regime de vida saudável mas que. Ao é fundamentalista. Sinceramente não percebo tanta embirração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que concordo consigo. Acho que é uma tolinha mas isso são outros cinco tostões, não tem nada a ver com o estilo de vida que passa no blog.

      Eliminar
  13. Sendo de esquerda tem que comer sopas de cavalo cansado ahahahahah...santa direitalha!!!

    ResponderEliminar
  14. O Isaltino agora é o Robin Hood, querem ver?

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.