quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Ah! As maravilhas do multiculturalismo!...

Diziam-me uns posts atrás, que não havia qualquer problema com a Suécia, a comentadora estava farta de ouvir falar da situação da Suécia, isto a propósito de problemas originados por muçulmanos e pela sua recusa em integrarem-se, e não via nada de problemático na Suécia.
Realmente a Suécia é maravilhosa, respeita de tal maneira os costumes e culturas que mantém casamentos ilegais, de adultos com meninas.
 Mais aqui.

33 comentários:

  1. isso vai ser completamente abafado pelas votações dos "blogs do ano":PP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pfff o Blog da Carlota nem foi nomeado. Ou a Maria Guedes, já agora. E puseram a Leonor Poeiras em decoração e o Cláudio em entretenimento, por Deus.

      Eliminar
    2. As Capazes... blhéc...

      Eliminar
    3. Portugal é tão pequeno que muda de ano e toca aos mesmos

      Eliminar
    4. E temos blogs tão giros e com + conteudo do que.."aquilo"

      Eliminar
    5. O blog "aos pares" nomeado, really? Aqueles posts da treta sem conteúdo absolutamente nenhum... Ela tem sorte porque os miúdos são amorosos e parece que isso basta.
      A Cócó, pá, já não a aguento... Estou farta de tanta sonsice...

      Eliminar
    6. Quem é o "blog aos pares"??

      Eliminar
    7. A coco é uma wanna be. Aquela conversa da alimentação saudável, era tão óbvio que ia resultar em patrocínio tão óbvio... Já nem se dá ao trabalho.
      E este ano alguém andou a mandar e-mails a pedir para votar ou não?

      Eliminar
  2. que seca!
    agora deu-lhe para falar de assuntos sérios?

    ResponderEliminar
  3. Você é mesmo imbecil!!!! Não sabe o que dizer? Cale se !!!!

    ResponderEliminar
  4. Picante em versão Correio da Manhã, só quer tentar chocar e vender conversa fiada.....
    É ler o artigo e não generalizar sobre a Suécia ou qq outro pais de acolhimento que está a tentar ajudar numa crise humanitária, para a qual não estava tão preparada como se julgava ou queria estar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu li o artigo e limito-me a relatar factos. Aliás o artigo é bastante factual: não só não há integração, como não se hesita em atropelar leis ocidentais permitindo que meninas fiquem casadas com homens adultos. Por cá chamamos a isso violação ou estupro.
      (mas aposto que a anónima é daquelas que grita muito alto pelos direitos da mulher...)

      Eliminar
    2. Se os casamentos com menores ou a poligamia são ilegais na Suécia, quão impreparado se pode estar para fazer cumprir esta lei?
      Que generalização é que se fez aqui?
      Maria

      Eliminar
  5. Vamos falar é da grande premiação dos blogs do ano, nomeações surpreendentes (só que não).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sim, SIM, falemos dessa pérola. As Capazes nomeadas numa categoria como Educação. Não é tão lindo?

      Eliminar
    2. E querem ver que ainda ganham? É só a mim que parece compadrio?

      Eliminar
    3. ahahahahahah As Capazes na educação é maravilhoso.

      Eliminar
  6. FYI... Sputink News é um site de propaganda russa especializado em espalhar "fake news".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. EXACTO!!!! ia referir o mesmo. A picante parece o Trump a dizer: "vi na internet por isso deve ser verdade".

      Eliminar
    2. Por acaso penso até ter sido eu que falei da questão da Suécia e com algum conhecimento de causa já que vivo. Reitero o que disse antes e que não é um artigo num site russo conhecido por espalhar desinformação que me vai fazer alterar: há uma enorme ignorância sobre o panorama sueco de integração dos migrantes e refugiados. Há muitos, muitos anos que a Suécia é um país conhecido pela sua política de apoio aos refugiados e minorias. Em tempos ido foram sul americanos vindos das ditaduras da América Latina, iranianos, alguns portugueses fugidos do salazarismo. Há problemas com a integração? por vezes sim mas creio que não é de estranhar dado a experiência traumática que muitos dos que aqui chegam viveram. Na maioria integram-se e tornam-se membros ativos e válidos da sociedade. A questão particular do tratamento das mulheres já se colocou nos anos 70 com a chegada de refugiados e migrantes de países muito menos liberais que a Suécia e, pode demorar o seu tempo, mas é tratado com seriedade e consciência.

      Eliminar
  7. Não vale a pena opinar sobre assuntos que não conhecemos bem. Esse artigo é altamente tendencioso e vindo de um site russo, especialista em espalhar rumores falsos.
    O governo sueco, que por acaso até se auto-intitula de feminista (sugiro que se vá informar sobre o que isso realmente significa), está a rever a lei de forma a poder proibir o casamento infantil, inclusive os matrimónios celebrados no estrangeiro. A lei já proibia o casamento antes dos 18 anos, mas não protegia as crianças que se casaram fora do país. A ideia é proibir o reconhecimento de qualquer casamento infantil.
    Pode haver muitos problemas de integração na Suécia, que os há, e não é só no caso dos muçulmanos, mas essa notícia é falaciosa.
    Mais sobre o assunto na imprensa fiável: https://www.sydsvenskan.se/2017-02-17/lag-mot-barnaktenskap-ska-snabbutredas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo/ das 17:55, tem de entender que a Picante pouco fala a sério, usa este espaço para se divertir enquanto diz umas coisas. Ela não é jornalista, não se sente minimamente na obrigação de ir verificar todos os factos do que para aqui vai debitando. Não se faz aqui trabalho de investigação. ;)

      Eliminar
  8. Pipocante Irrelevante Delirante29 de setembro de 2017 às 13:46

    Picante
    É um erro (por vezes deliberado) usar um único artigo como argumento. Por diversas razões.

    Aliás, uma das "estupidezes" internauticas é provar que se tem razão usando um site ou artigo. Como diria o Vasquinho, artigos há muitos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conhecia o site. Foi partilhado por dois amigos e eu abri. Como não me pareceu nada de estranho ou inverosímil, bate certo com muita coisa que tenho lido, não achei que fosse mentira.

      Eliminar
    2. Pipocante Irrelevante Delirante3 de outubro de 2017 às 09:24

      Pode não ser mentira. Algo oposto à verdade.
      Mas muitas vezes basta distorcer ou manipular um facto para inquinar o resultado final.
      Ou então colocar um facto não verificado (que até pode ser real) no meio de factos concretos para o legitimar.

      Eliminar
  9. Ahahahahah...é melhor voltar ao assunto "falar mal das rosinhas" ...é mais a sua praia ;)

    ResponderEliminar
  10. Parece que lá para os lados de Barcelona os terroristas são lá da terra.😉

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que se passa em Barcelona só pode trazer maus resultados. Se o referendo é ilegal, o uso de força bruta sobre civis é desumano.

      Eliminar
  11. O Sputnik News... ahahahahahahahahahahhahahahah.
    Ai Picante é com cada tiro no pé que dá...

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.