quinta-feira, 13 de abril de 2017

Dúvidas, a minha vida é isto

Não sei se fale sobre aquela vez em que beijei o professor Cavaco Silva, se daquilo dos estudantes lá em Espanha ou se do comentário que tenho aqui para aprovar e ainda não sei que destino lhe dê. É tão estúpido que daria um post razoavelmente divertido, assim me apeteça escrevê-lo. É certo que também poderia falar de comentadores que acham saber o que vai na alma dos bloggers de quem gostam mas isso far-me-ia suspirar, provavelmente a vocês também. De tédio, acertam sempre ao lado,
De maneiras que é isto, estou para aqui cheia de dúvidas, talvez não escreva mesmo nada.

13 comentários:

  1. Acordar às 4 da manhã, de férias, para vir postar é de valor.
    Não precisa publicar querida Sonia, a seu tempo tudo vira ao de cima. Posso dizer que já está em andamento.
    Temos aliados de peso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se a anónima não fosse tão estupida que nem sabe que Itaparica é no Brasil, se não fosse tão mesquinha e pequenina a ameaçar as pessoas, eu até era pessoa para lhe dedicar um post. Assim sendo pardon my french mas puta que pariu.

      Eliminar
  2. Pipocante Irrelevante Delirante13 de abril de 2017 às 11:46

    Este post é um ensaio sobre a preguiça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PID, falar sem dizer absolutamente nada é uma arte, este post deveria estar na corrida ao Nobel.
      Santa Páscoa !

      Eliminar
    2. Na República Dominicana 🇩🇴 sabe mesmo bem descansar.

      Eliminar
    3. Sabe? É sítio onde nunca pus os pés.

      Eliminar
  3. O linguadão no Cavaco!

    ResponderEliminar
  4. E é o que faz melhor...pode crer!!!

    ResponderEliminar
  5. Não não fale no comentário. Depois mais gente vai concordar com isso é é um ver se te avias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é coisa para me fazer tremer. Tem razão, mas é que tem mesmo muita razão.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.