quinta-feira, 13 de abril de 2017

Dúvidas, a minha vida é isto

Não sei se fale sobre aquela vez em que beijei o professor Cavaco Silva, se daquilo dos estudantes lá em Espanha ou se do comentário que tenho aqui para aprovar e ainda não sei que destino lhe dê. É tão estúpido que daria um post razoavelmente divertido, assim me apeteça escrevê-lo. É certo que também poderia falar de comentadores que acham saber o que vai na alma dos bloggers de quem gostam mas isso far-me-ia suspirar, provavelmente a vocês também. De tédio, acertam sempre ao lado,
De maneiras que é isto, estou para aqui cheia de dúvidas, talvez não escreva mesmo nada.

terça-feira, 4 de abril de 2017

Acabou de acontecer

E lá estava ela, irritadíssima, feições alteradas, a gesticular, automóvel em contramão, parado na minha faixa de rodagem. E lá estava eu, sorriso nos lábios, enquanto aumentava o volume da música o suficiente para não lhe ouvir a voz, pé no travão no último instante, aquele instante que significa a diferença entre bater ou não, e lá continuou ela a gesticular, muito zangada porque eu não fazia marcha atrás para ela poder usar a minha faixa, e eu continuava a sorrir e, em verdade vos digo, não há nada que me divirta tanto quanto deixar alguém a gritar sozinho.