segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Porque leio blogs?

Porque, em lendo blogs, aprendo que é totalmente imperdoável dizer que a felicidade engorda, coisa mais feia e pobrezinha, fazer uma piada fácil a propósito de banhas, isso é que não! Onde já se viu? Em lendo blogs fico também a saber que prantar a fotografia de um Mula Velha tampouco é admissível, que isto aqui na blogolândia os habitantes são pessoas tremendamente educadas e sociáveis, tratam-se todos por minha querida ou minha boa amiga.
Mas, em compensação, podemos dizer asneiras em línguas estrangeiras, sempre nos dá um certo ar intelectual, afinal quem sabe línguas é porque estudou e deve saber das coisas, aqui nos blogs podemos chamar "cunt" a alguém que isso apenas nos trará uma aura levemente divertida e tremendamente sabedora.
Eu também sei uns nomes giros em estrangeiro, gilipollas, por exemplo.

15 comentários:

  1. Respostas
    1. Uma vez sem excepção, Mirone, uma vez:
      DDDDDDDDDD

      (pronto, já passou)

      Eliminar
  2. Quem??? Bitch, ouvi eu aquando as bloguettes fizeram um retiro espiritual lá naquela coisa que se passou em Paris de França. Fiquei boquiaberta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pipocante Irrelevante Delirante23 de janeiro de 2017 às 15:55

      Bitch?
      Entre mulheres é permitido, digo eu versado nessas coisas da etiqueta politicamente correcta.
      É como os pr... afro-americanos chamarem a n-word uns aos outros. É permitido.

      Eliminar
    2. Elas tratavam-se por bitch? Sério? Tão fofis...

      Eliminar
  3. Scheisse... ó para mim a ficar catita e toda top.

    Eu por acaso certa vez numa situação social um pouco embaraçosa estava com um casal que repreendia os pais que estavam a ensinar o neto a dizer asneiras (e eu a concordar silenciosamente) para uns 5 minutos depois ouvir o mesmíssimo pai ensinar o filho a dizer "fuck". Fiquei parva.

    (não faço ideia de quem fala)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em estrangeiro é mais bonito, não é?
      Haja paciência...

      Eliminar
  4. Minha boa anónima, não está à espera que lhe publique um comentário com uma calúnia, pois não? Pois não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, mas...


      Anónimo23 de janeiro de 2017 às 15:36

      Quem??? Bitch, ouvi eu aquando as bloguettes fizeram um retiro espiritual lá naquela coisa que se passou em Paris de França. Fiquei boquiaberta...
      Responder

      Respostas






      Pipocante Irrelevante Delirante23 de janeiro de 2017 às 15:55

      Bitch?
      Entre mulheres é permitido, digo eu versado nessas coisas da etiqueta politicamente correcta.
      É como os pr... afro-americanos chamarem a n-word uns aos outros. É permitido.







      A Mais Picante23 de janeiro de 2017 às 16:01

      Elas tratavam-se por bitch? Sério? Tão fofis...

      Eliminar
    2. perdigota

      ca·lú·ni·a
      (latim calumnia, -ae)
      substantivo feminino
      1. [Jurídico, Jurisprudência] Acusação falsa que fere a honra ou a reputação.
      2. Mentira, invenção, embuste.
      Num dos videos postados no instastories, ouvia-se nitidamente a chamar bitch. Mas, posso estar totalmente errada e se estiver peço desculpas, também há a possibilidade de terem avistado uma beach no horizonte, se assim for perdoem-me. Não se volta a repetir tal falha da minha pessoa.

      Eliminar
    3. Então, mas se estavam na Paris da França deviam avistar uma plage, não era uma beach. E mesmo assim, só com um grande alcance de visão, que plage por lá só em pleno Agosto à beira do Sena. A não ser que estivessem a fazer uma publicidade a uma óptica e aí, então, com os óculos certos, já era possível em Paris da França avistarem uma beach em Manhattan.

      Eliminar
  5. Ó pá, eu leio os Blogs para me divertir (como é este o caso ;) ), por sentir que existe ali qualquer coisinha com que me identifique ou assim...
    Quanto a esses anónimos mui engraçados, que já comentaram o texto anterior, mais umas pessoas que, pelos vistos, guerreiam com metade do pessoal dos blogs, já tive umas visitas ali no meu cantinho (num deles, vá! ). Ou o pessoal não tem vida ou querem infernizar todos - acontece que ali em http://cronicasdavitima.blogspot.com já há um textinho para esse pessoal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As minhas donas Joaquinas nunca desiludem, podemos sempre contar com elas para fazer uma gracinha ou duas. São muito fofinhas, quase apetece coçar as orelhas e dar umas palmadas no lombo. Quase.

      Eliminar
    2. Ó, quer-me parecer que a origem dos comentários anónimos foi outra. Isto, pelo teor do mesmo. Mas apaguei o dito e nem aceitei o último, desta vez,devidamente identificado, mas cujo e-mail de notificação eu guardo - não sou da Amadora, mas sou lá de perto! 😉

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.