sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Podia perfeitamente ser uma mummy blogger

Mas depois teria de fazer uma série de beicinhos e boquinhas e olhinhos e trejeitinhos e o caracinhas e, em verdade vos digo, que acho os tiques "ai eu sou tão gira e engraçada" um nadinha ridículos em demasia. 
(só um nadinha, hã? nada de muito grave...)

46 comentários:

  1. Pensei o mesmo quando vi o video... completamente ridicula!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. onde onde onde onde?

      Eliminar
    2. estamos a falar da princesa e dos lanches saudáveis...?! não me obriguem a procurar mais... :) :)

      Eliminar
    3. Quem??? A que tem ares de realeza?

      Eliminar
    4. Digamos que é um video de caca

      Eliminar
  2. Tu até podias fazer o pino, andar na rua só de suspensórios, comer as próprias peúgas. O pior é que metem as pobres crianças a fazer essas figuras por elas. Credo. Ridículo é seres muito boazinha. Para mim é um nojo, e ainda hei de desencantar uma maneira de acabar com esta podridão de venderem os filhos em blogs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A super uva... conte-nos tudo.

      Eliminar
    2. Isto é cíclico. Lá virá o tempo em que as pessoas se voltarão a resguardar e acharão que as suas vidas não devem ser livros abertos a desconhecidos.

      Eliminar
  3. ...e mostrar as manas, não esqueça!

    ResponderEliminar
  4. (mamas. Ainda a tempo de corrigir)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizia que mostrar as mamas (amamentação em claro) é ainda mais ridículo.
      Já agora, o que lhe apraz dizer sobre workshops de brunchs?

      Eliminar
    2. Mais úteis que os de papas de aveia ou os de felicidade.

      Eliminar
  5. Espreita o último post da As minhas pequenas coisas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que tem? Por achar que os outros têm obrigação de aturar os animais alheios? Ora...

      Eliminar
  6. E a parte de ter de fotografar as crias de todos os ângulos possíveis, obrigá-las a vestir roupas a toda a hora para fazer as sessões fotográficas e ainda escarrapachar tudo pela internet fora... Eu também podia ser uma mummy blogger, mas para além de ainda não ser "mummy", não me cheira que conseguisse fazê-lo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas ao menos as crias dão fotografias giras. Algumas delas, pelo menos.

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Também não sei. Desde que a moda pegou eles são tantos que não sei a quem e a qual se referem.

      Eliminar
    2. Pois. É mesmo por aí. São tantas...

      Eliminar
  8. Quando se é feia, velha e pobre, deve ser realmente difícil aceitar e respeitar os blogues da moda..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha boa dona Joaquina, estou longe de ser qualquer delas mas, ainda que o fosse isso não seria vergonha nenhuma.
      Já pensar e verbalizar uma barbaridades dessas...

      Eliminar
  9. E depois tinhas de colocar as galochas das meninas no instagram e comentar " Amanhã pode chUver"...sim, chuver e não chover ok???

    ResponderEliminar
  10. De repente assustei-me com um pensamento. O que vai acontecer aos putos, quando os post sobre miúdos passarem de moda, como passaram os post sobre os canídeos. Calma, não há crise, não há necessidade de os fazer desaparecer porque eles crescem deixam de ser putos e deixam de querer participar nestas fantochadas das mummy.
    Outro pensamento dramático. Aqueles miúdos só tem mães irresponsáveis não têm pais com algum juizinho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para as mães irresponsáveis se terem juntado/casado com o respectivo par é porque encontraram algum tipo de afinidade, não? :) No caso da "Princesa" ainda pensei que, pelo marido já passar dos quarenta, ele pudesse ter algum bom senso mas, afinal, parece que "joga" ali o factor afinidade. Agora não sei se será mesmo dele ou se será apenas durante o período lua-de-mel.

      Não percebo como é que, com três
      filhos, sendo um deles bebé, conseguem gerir as horas do dia entre o trabalho que um bebé de dois meses dá e toda aquela palhaçada de fotos, vídeos, pestanas, papas de aveia, mamas and so on. Isto para não falar em toda a exposição que faz da miúda, mas há dias que dei por mim a pensar que deve passar o dia inteiro à volta de poses, fotografias e vídeos.

      Eliminar
    2. Nao fui só eu a reparar na questão das mamas, Picante.

      Eliminar
    3. É fácil, quando ao jantar se coloca um bebé recém nascido no colo do irmão que janta arroz (com colher) ,enquanto ouve música, ao lado do mano que tecla, bebe leite e Comé m&ms...

      Eliminar
    4. E tu a ver, que é o que ela precisa.

      Eliminar
  11. eu até podia, mas aqui em casa a criança anda sempre despenteada, rói a unhas, e andava quase sempre vestido com o equipamento de futebol vestido e nunca diria nada simpático sobre mim! Raios partam! Não tenho futuro

    ResponderEliminar
  12. Picante aguardo um post sobre a problemática do momento.
    O que vai acontecer na blogoesfera, quando todas as princesas e plebeias se estão a dedicar à produção de "vídeos caseiros", e a rainha num rasgo de originalidade e de genialidade parte para NY para fazer um curso de fotografia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o youtube esta a chegar tarde a Portugal, lá fora existe quem viva disso e faça os diários das suas vidas, há anos (pelo menos a maior parte à 6 anos).
      a cena de foto parece ter sido a canon a apostar todas as suas fichas, quando há pessoas mais direcionadas para tal... mas temos de ver quem chega a mais publico. (duvido que alguém vá comprar uma maquina de 3 mil euros para fotos de vez em quando)

      Eliminar
    2. Esse curso só pode ter sido de graça ou uma desculpa para qualquer coisa, porque não faz sentido algum, sobretudo de alguém que ganha a vida a ser fotografada... E fotógrafa não rende grande coisa.

      Eliminar
    3. Há pessoas que só estão bem a dizer mal. Se a mulher pode, qual é o problema? Se você tivesse dinheiro, tempo disponível e vontade de fazer algo só por si, também não o faria?

      Eliminar
    4. Ou pode ser só uma pessoa que gosta de fotografia a tirar um curso.
      Se foi oferta ainda melhor, esta até eu a aproveitaria. Bem giro.

      Eliminar
    5. Tempo disponível? Hummmm, não deve ser bem assim. Ela tem é um marido 5 estrelas! Que o estime bem! :D

      Eliminar
    6. Marido de cinco estrelas porque? Porque contribui em metade das coisas. Isso não é um marido de cinco estrelas, é um marido normal;)

      Eliminar
    7. Por amor de Deus... Marido cinco estrelas porquê? Hoje em dia as mulheres têm tanto direito como os homens a fazer actividades fora do ambiente familiar. Se fosse o marido a ir para NY fazer o curso já estava tudo bem, mas por ser ela o marido é que é um porreiro? Eu diria que não faz mais que a obrigação dele ajudar e cuidar das coisas na ausência dela.

      Eliminar
    8. Ele já foi ter com ela.

      Eliminar
  13. E as sandes de coco??!!!
    Sou a única a achar que é horrível?!

    ResponderEliminar
  14. Acabei de ver uma mummy blogger colocar uma foto no insta da filha com uns sapatos de mendigo calçados (rotos e com a sola toda descolada). Pior foi que ainda fez referência à marca que deve adorar aquela má publicidade!

    ResponderEliminar
  15. Ora, não vejo qual é o choque. entre o dinheirão que uma pessoa gasta com os miúdos e a trabalheira que nos dão acho muito bem que contribuam para "adocicar" esta dura vida de mãe e para aumentar o erário familiar. e têm estes muita sorte, que é só fazer de bonecos e deixar a mamã vestir e despir a seu belo prazer e fazer olhinhos para a fotografia; se fosse noutros países menos amigos da criançada estariam a trabalhar numa fábrica qualquer... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou a ser vendidos para a prostituição/escravatura pelos próprios pais.
      E eu a pensar que nos devíamos reger pelos bons exemplos e não por ideologias de países do 3º mundo...

      Eliminar
    2. Não sei se percebeu a ironia e sarcasmo ou se falhou aí qualquer coisa...

      Eliminar
  16. E vestir casacos de malha, mas caídos, que não protegem mais do que os antebraços. Alguém que me elucide por favor, porque eu não vejo a utilidade de um casaco que fica ali "amontoado" no fundo das costas.

    ResponderEliminar
  17. Podia mas não era a mesma coisa, seguramente.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.