sábado, 9 de julho de 2016

Ando muito angustiada, nem queiram saber

É que eu gostava muito, mas mesmo muito, de também participar naquela brincadeirinha dos bloggers que recitam poesia, cheguei a gravar o meu poema preferido de todos os tempos e tudo, estava tão tremendamente feliz por partilhar a minha bela e dulcíssima voz convosco que nem cabia em mim, tamanha a felicidade.
Mas, isto há sempre um mas a complicar a coisa, mas, dizia eu, que acontece que tenho para aqui dois contratempos que me estão a impedir de aderir a este magnífico e soberbo desafio. O primeiro é que gravei a minha tremendamente bela récita no ditafone e agora não a sei passar para aqui. O segundo é que fiquei a pensar que talvez isto seja coisa perigosa e leviana, que talvez me descubram o IP da voz ou do vídeo ou lá o que é, e que depois as pessoas a quem faço bullying, as minhas pobres vítimas, portanto, poderiam ir a correr à PJ fazer queixa desta que vos escreve, que goza com aquilo dos puns, da depilação genital e dos tops que vai-se a ver e afinal são pijamas e isso.
De maneiras que estou para aqui sem saber que faça.

20 comentários:

  1. Pode sempre usar a Soundcloud :D.

    ResponderEliminar
  2. Se tens dúvidas mete um filtro nisso, mas manda-te, vá!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filtro? Na gravação? Vós não estais a ver a criança que eu sou nisto das tecnologias...

      Eliminar
  3. Ahahahahah.Top! ( mesmo assim tenho pena, gostava de a ouvir )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era preciso eu saber passar isto para aqui. No telf não consigo. Não consigo fazer nada com a porra do ficheiro! Que desespero, Senhores!

      Eliminar
  4. Gravaste o poema o telemóvel? Se o fizeste, podes pô-lo no Google Drive e chegas ao computador e pões no blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gravei no dictafone do tm.
      Como é que o ponho no Google drive? Expliquem-me tudo, vá.
      Já me vieram dizer que teria de o gravar novamente, desta feita em vídeo..
      Vocês não me desassosseguem...

      Eliminar
    2. Quando estiver no Drive, no canto inferior direito aparecer um botão vermelho, clica lá e depois em carregar. Depois, no lado esquerdo aparece vários sítios para irmos buscar ficheiro e penso que nos "recentes" aparece lá a gravação.

      Eliminar
    3. Bom, já tenho o ficheiro no Google drive. A ver...
      (obrigada!)

      Eliminar
  5. O mais fácil de tudo acho que será gravar um poema a filmar mesmo, nem que seja para uma parede, depois passar o ficheiro para o pc e colocá-lo no blog.

    ResponderEliminar
  6. Esquece. O prémio "voz dulcíssima" já foi atribuído.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não venhas cá com merdas, a tua voz é só fininha. Fininha é muito diferente de dulcíssima, não percebo como raio é que confias naquilo que o primeiro manfio que aparece te diz. Bah!

      Eliminar
  7. Ó Picante, deixe-se de modernices e dedique-se ao que sabe fazer bem... Então quando é que vai discorrer sobre a nova moda dos casais terem blogs, ie, cada um ter o seu blog? E duma parte aproveitar descaradamente para promover a outra?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faço ideia do que fala, o assunto de ordem são os nossos meninos d'ouro.

      Eliminar
  8. Acho que não te fica bem a forma como te tens furtado a participar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tentei. Sério que tentei. Das raras vezes em que falhei os meus intentos, nem estou a perceber como, ando muito apoquentada, não estou habituada a falhar.

      Eliminar
  9. Pergunta à Palmier!
    Foi ela que me conseguiu resolver esse problema do dictafone.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sei como se faz, Cuca. Já tenho o ficheiro no google drive, graças ali à prestável Galinha. Mas agora já iria fora de prazo.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.