quarta-feira, 22 de junho de 2016

Grandes dúvidas disto daqui dos blogs V

E a renda? Será que vão pagar a renda?

63 comentários:

  1. Também me questionei sobre isso. XD

    ResponderEliminar
  2. Não é da conta de ninguém, além da do proprietário do espaço e e quem o vai ocupar. Os contratos e comodato existem para alguma coisa..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. de* quem
      contratos de* comodato
      (não sei o que se passou com os d)

      Eliminar
    2. Sério? É assunto privado? Mas... mas...

      Eliminar
  3. Também tenho essa dúvida... E depois ainda sobra a luz e água! Coitadas :/

    ResponderEliminar
  4. Vão fazer uma "parceria" com o senhor das rendas.

    ResponderEliminar
  5. Já acredito em tudo. E que raio de escritório é que elas alugaram que precisa de tanta obra?
    Eu devo andar numa fase muito má da vida, mas o que é certo é que criei uma espécie de reação alérgica a esta mal a comunicação, todos muito urbanos, engraçados e cheios de projetos.
    Safa, que raio de mundo este em que se perde tempo com esta malta!
    Da minha parte, estou a fazer uma detox de blogs. Excepção, claro está, à Picante:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que será q está atrás dum comentário destes akkakaka

      Eliminar
  6. Com esta é que me baralhou....

    Filipa, preciso da sua ajuda! "Directissíma" Filipa help :-)

    ResponderEliminar
  7. Eu acho que a grande dúvida é mesmo quanto tempo se vão aguentar todas juntas lá no cubículo...há por ali grandes egos e não me parece que estejam todas em modo "pequeno pónei"!

    ResponderEliminar
  8. Outra dúvida, mas aquilo vai servir mesmo para que?

    ResponderEliminar
  9. Será que vão pagar alguma coisa?! Com tanta referência e bajulação a marcas...

    ResponderEliminar
  10. É a única coisa que vão pagar, penso eu... é fazer mais publicidade nos blogues e fica paga.

    ResponderEliminar
  11. Ahahahahha, aguardo por publicidade à Remax nos 4 blogues

    ResponderEliminar
  12. Espero que não porque se pagarem, estão a cometer um grande disparate. Então desperdiçar dinheiro todos os meses para continuarem a fazer o mesmo que fazem em casa?! É só para dizer que tem um escritório é que vão para lá trabalhar em vez de dizer que trabalham a partir de casa....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito diferente trabalhar em casa ou num escritório. E estar com mais pessoas, poder trocar opiniões, abre horizontes.

      Eliminar
  13. A La Redoute paga!

    A sério, também já me questionei acerca disso.

    E nem sei quem são as outras duas bloggers. A não ser que seja numa transversal escondida, já muito pouco Chiado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma não é blogger, é a fotógrafa da Pipoca.

      Eliminar
  14. Pois, grande dúvida! O resto já se viu que vão pagar! Qualquer dia é como a loja, deixa de existir e (quase) ninguém dá por nada! Bem, no facebook diz que está fechado permanentemente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já me tinha questionado sobre o que teria acontecido com a loja...
      Já fechou?

      Eliminar
    2. Não era agora uma loja de móveis?

      Cálculo que isto dure o tempo de fazerem mais publicidade.

      Eliminar
    3. Faz tempo que fechou!

      Eliminar
  15. A coco vai abrir um consultório médico... Ah espera, ela é jornalista XD

    ResponderEliminar
  16. é só a mim que não faz sentido absolutamente nenhum pagar água, luz e renda para trabalhar?! Nos diz de hoje, em que o mercado de trabalho e salários estão como estão, que sentido é que faz pagar para trabalhar? Não deveria ser ao contrário???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente... É só mesmo para dizerem que têm um trabalho a sério...

      Eliminar
    2. Acontece aos trabalhadores liberais, por exemplo médicos, contabilistas ou advogados que não querem trabalhar em casa e não têm escritório/consultório próprio (e mesmo que seja o espaço pertença ao próprio, convém pagar água e electricidade, se quiser trabalhar em condições sanitárias mínimas)

      Eliminar
    3. Daí as parcerias. Elas não vão pagar, ponto.

      Eliminar
    4. E a mirone considera que jornalistas/ bloggers tem o mesmo "valor" que um médico/advogado?! É claro que um médico/ advogado tem mais que razões para abrir um consultório ou escritório, agora donas de casa entediadas que brincam aos blogues não.

      Eliminar
    5. Querem lá ver que a Mirone já viu uma sala com vários médicos a darem consulta ao mesmo tempo?!?
      Tens razão anónima, isto não faz sentido absolutamente nenhum!

      Eliminar
    6. Sério, Mirone, a argumentação anda a banhos? Com este calor...

      Eliminar
    7. Elas não brincam aos blogs. Ganham dinheiro a sério com isso. Quem brinca aos blogs sou eu.

      Eliminar
    8. Anónimo das 18:40, ainda estou um pouco atordoada com a pergunta que me fez. Penso que não percebi bem o seu alcance, mas é evidente que sim, que para mim um jornalista/blogger tem tanta importância como um médico/advogado, como um padeiro e um calceteiro, um cientista e pescador.
      Também há médicos e advogados que trabalham em casa.
      Cada profissional tem os seus motivos para não querer ver o seu espaço íntimo misturado com o espaço profissional. Eu detestaria receber em minha casa os meus clientes e fornecedores para tratar de assuntos de trabalho. Se há quem viva bem com essa mistura. haverá também quem não viva e aí tão válida a opinião de um jornalista/blogger como a de outra pessoa. Quanto a brincar aos blogs, penso que aquelas bloggers serão das poucas que em Portugal não o fazem, são bloggers profissionais, tiram dos blogs o seu rendimento.
      Anónimo as 19.33: Não, nunca vi duas consultas médicas distintas decorrerem em simultâneo na mesma sala, mas já vi a mesma consulta decorrer na presença de mais que um médico. Também sei de advogados que trabalham em open space, quando precisam de reunir com o cliente em privado têm uma sala para o efeito, mas durante o resto do dia partilham gabinete.
      O escritório em questão tem uma sala de reuniões, penso que quando o sigilo profissional o exigir, a privacidade e confidencialidade estarão asseguradas.
      Profissões de primeira e de segunda? Não, muito obrigada, se for essa a razão prefiro ter a argumentação a banhos.

      Eliminar
    9. Relatar experiências fazendo crer a quem as lê serem de escolha pessoal, quando na verdade se é pago para isso. Utilizar os filhos e demais família para angariar leitores, não tendo pejo em mostrar a intimidade para ganhar dinheiro. Mostrar todas as dorzinhas e maleitas para sensibilizar leitores.
      Isso é profissão? O conceito de profissão terá a ver com o facto de se ganhar dinheiro independentemente do que se faça para o conseguir?
      "Cada profissional tem os seus motivos para não querer ver o seu espaço íntimo misturado com o espaço profissional". Mirone, a menina é uma brincalhona!

      Eliminar
    10. Sou brincalhona, mas não neste caso. São bloggers profissionais, sim, alomentar o blog é a sua principal ocupação e é dessa actividade que vem o seu principal rendimento, independentemente do conteúdo do blog ou da opinião que eu possa ter sobre o mesmo. Por exemplo o blogger João Cajuda, tem um blog de viagens, tendo sido, inclusive, considerado recentemente um dos 10 Bloggers mais influentes do mundo naquela área. Actualmente o João vive do blog. Também posso questionar "andar o ano inteiro a viajar e a escrever sobre viagens? Contar onde se foi, o que se viu ou comeu, onde se formou? Isso é profissão?". É, e digo-lhe mais, não me importava nada que fosse a minha.
      Há trabalhos com os quais simpatizamos mais, outros que nem por isso. Eu, por exemplo, acho abominável a profissão de cartomante. Ainda assim ela existe e quem a pratica até está colectado e paga impostos.
      Outro exemplo: a minha filha ainda há dias me perguntava incrédula como é possível que uma amiga minha que é veterinária trabalhe num matadouro, poises é veterinária não devia antes lutar pela vida dos animais em vez de trabalhar num local onde os matam?
      O facto de se concordar ou não com o conteúdo de um blog não retira o carácter profissional com que o mesmo é desenvolvido.
      Quanto à partilha do espaço íntimo, lamento não me ter exprimido de forma suficientemente clara para que se percebesse que me refiro à partilha física. Percebe que existe uma diferença entre mostrar num blog fotografias da minha sala e receber efectivamente clientes ou fornecedores em minha casa, certo?
      O meu primeiro comentário era a resposta a uma pergunta clara. Justifica-se que se pague renda, água e electricidade para trabalhar? E eu disse que sim, que é o que a grande maioria dos profissionais liberais faz.

      Eliminar
    11. Ok, acha então que o João Cajuda entra no grupo de bloggers que vivem à conta da exposição das criancinhas da família e restante panóplia de situações a puxar à lágrima.. Se precisa de mostrar o exemplo de um blog correcto de viagens e equipará-lo às situações que eu descrevi é porque está mesmo sem argumentação válida. Passe muito bem que eu tão baixo não desço.

      Eliminar
    12. O que a Mirone está a dizer é que independentemente de no blog se poderem partilhar pormenores mais ou menos íntimos, isso não implica que a blogger esteja disposta a receber estranhos na sua casa. Que só por isso se pode justificar a questão de alugar um espaço.
      E há outra razão, Basta que elas queiram, que sintam vontade de trabalhar fora de casa. Simples.

      Eliminar
    13. Exacto. A questão é a da validade de se trabalhar fora de casa, o que é sempre mais saudável, já agora.

      Não se está a discutir o valor das profissionais e sim o seu desejo de trabalharem em conjunto.

      Eliminar
    14. É claro que não coloco o João Cajuda no grupos de bloggers que expõe crianças, só não percebe isso quem não quer. Ou melhor, só quem fizer uma interpretação muito enviesada do que eu escrevi consegue concluir que o coloco nesse grupo.
      O anónimo perguntou se eu considerava profissão expor as maleitas, expor as crianças, etc.
      A legitimidade que o anónimo tem para questionar é exactamente igual à que eu tenho (sendo que para mim escrever sobre viagens num blog pode ser uma profissão e tão válida como escrever sobre gastronomia, ou jardinagem, etc). Também posso perguntar em relação a um futebolista honesta, mas agora jogar futebol o dia inteiro é profissão? Ou em relação a um cantor: então passar o dia em cantorias é profissão?
      Nesta equação não é o conteúdo de um blog que é determinante, mas a forma como o blog é alimentado e o rendimento que dele tira quem o alimenta. E, quer o anónimo goste ou não, quer concorde ou não como conteúdo daqueles blogs (repare que não me pronunciei sobre o conteúdo do blog, se gosto ou não do uso que se faz da imagem de menores, essa não é a questão - não é relevante), aquelas bloggers fazem-no como profissão.

      Eliminar
  17. E lá se foi a parceria com a Melom. É quem dá mais.

    ResponderEliminar
  18. É o se me dão! Se me dão vou a todas...

    ResponderEliminar
  19. A Docinha sempre apoiou a Seleção Nacional, até o Continente pagar...

    Hoje nem um post! Não há cá borlas! Good Girl!

    ResponderEliminar
  20. A pobre da cocó Júnior não come carne, porque se matam animais para isso. Anda a mãe desconsolada por ter de fazer salada com atum todos os dias. Ainda bem que o atum, não é um animal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O desgosto é capaz de advir da cria já não poder participar nas refeições salutares de douradinhos (pelo menos para a foto isso não fará muito sentido).
      Mas uns posts sobre veganismo sempre rendem mais e há que contar mais umas quantas peripécias para rentabilizar a coisa.

      Eliminar
    2. Há animais que são mais animais que outros, toda a gente sabe isso.
      mas sim, alguém que explique à criança que o atum fofinho também é pescado e asfixia sem ar e isso.

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante22 de junho de 2016 às 20:33

      Asfixia?
      O arpão trata do assunto antes

      Eliminar
    4. Eu, que não suporto a SMS, consigo compreender mais ou menos isso do atum.

      Só não engulo que, mais uma vez, ela use a filha para ganhar mais views.

      Tendo que os modelos e actores infantis ganham dinheiro, gostaria de saber o que vão os filhos mais velhos dizer ao perceberem como é que a mãe conseguiu um sucesso tão grande com o Blog.

      Eliminar
    5. Eu não compreendo é como é que alguém alimenta uma madureza dessas a um pingarelho de seis anos mas enfim, não sou eu quem tem de fazer duas refeições diferentes...

      PID, eles ainda estão a espernear quando são içados. Eu vi.

      Eliminar
    6. Muitos dos comentários eram de pessoas que se tornaram vegetarianas mais ou menos com aquela idade. O que ainda faz mais confusão é, como alguém mencionou, não aprofundarem o que incomoda a criança.

      Além disso, pela amostra da semana da Pescanova, não me parece que haja grande diferença entre um atum e um bife cozinhados pela SMS. Se é que é ela que cozinha.

      Eliminar
    7. Também me faz confusão! Se repararem, ainda foram muitas pessoas a dizer que tinham deixado de comer carne por "respeito" aos animais, para que não estes sofram. Mas os peixes não contam?
      Além disso, e também referido nos comentários, o atum é uma espécie ameaçada, pelo que se deve diminuir o seu consumo.
      http://www.wwf.pt/o_nosso_planeta/especies/top_10_das_especies_do_planeta___as_dez_especies_mais_ameacadas_do_mundo/

      Eliminar
    8. E aquelas pessoas que deixam de comer carne mas continuam a comer ovos e a beber leite?
      Tanto mimimi e não conseguem descobrir como é que são tratadas as galinhas poedeiras e as vacas leiteiras? Pois...

      Eliminar
  21. Não lhes custa muito porque, para além das parcerias que fazem, ainda deduzem despesas que tenham com o espaço em sede de IRC.
    Até se fartarem umas das outras e o galinheiro se transformar em ringue.

    ResponderEliminar
  22. Pipocante Irrelevante Delirante22 de junho de 2016 às 20:34

    Tanta m*** por um escritório?
    Eu só me preocupei com cablagem, equipamentos, e outras coisas mínimas.
    Estores e biombos...

    ResponderEliminar
  23. Acabou-se a brincadeira...a mulher já fez a lista de gastos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, já deu o seu recado, já respondeu a este post. E aos comentários.

      Eliminar
  24. Aquele vídeo-anúncio à la redoute e ao leroy já pagou a renda, acho eu

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.