segunda-feira, 4 de abril de 2016

Acabei de ler (mentira, o post é agendado)

Uma blogger a fazer publicidade a um automóvel qualquer, descrevendo os seus tremendamente maravilhosos atributos com as seguintes palavras:
"vrummmm, vrummmm!"

Caramba, nem sei que diga disto.

84 comentários:

  1. Iiiiiiiii! (Qual é a onomatopeia de travões a fundo?)
    Puuuum!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso lembra-me mais um cavalo a relinchar mas pronto.

      Eliminar
    2. Digamos que com aquela placa já esteve mais longe...

      Eliminar
    3. Ia jurar que este post é sobre a das C's. Mas, Mirone, isso dos puuns é com a Maçã, não é?

      Eliminar
    4. Este post é sobre todas as meninas que têm de tirar fotografias em Fevereiro, mal espreita o sol, como se as temperaturas fossem as de Agosto. E meninos também.

      Eliminar
    5. Não se troque, Picante. Esse é o post seguinte, o de hoje, portanto. Este é o post da mamã das C's, que tem que publicitar popós e não faz ideia como. Mas a Mirone confundiu-se ali com os puns da Maçã. Elas dão-vos cabo da cabeça, é o que é.

      Eliminar
    6. Por Deus, a minha cabeça já não é o que era, como é que isto foi acontecer?

      Eliminar
  2. Pipocante Irrelevante Delirante4 de abril de 2016 às 09:09

    Publicidade, tem a certeza?
    Para tal, teria de estar assinalada.

    (Onomatopeias, são onomatopeias)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, neste caso especifico não sei se deveria ter lá a palavra publicidade. Aquilo é ela a enunciar as marcas que estarão presentes num evento que por acaso até é dela. Na prática está a fazer a divulgação do evento.

      Eliminar
  3. Não percebo a admiração, o vocabulário adequa-se ao público alvo. Afinal ela é marketeer de formação... Já viu o que poupou num workshop de escrita criativa?

    ResponderEliminar
  4. Possivelmente tenta atingir o seu público alvo que pouco entende para além de expressões: "top", "pinta" e "C's"

    ResponderEliminar
  5. E se fosse só isso... Acho o "divertir-mos" bem mais grave. No post da televisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pipocante Irrelevante Delirante4 de abril de 2016 às 11:25

      A RTP agora promove eventos comerciais privados?

      Eliminar
    2. E não é só este que promove. Há outra que volta e meia está lá também a promover o seu. Ao menos tem crianças felizes, if you know what I mean.

      Eliminar
    3. Tal é o nível. Bem que o seu fofo podia pagar-lhe umas aulas de português para começar.

      Eliminar
  6. E eu acabei de ler um artigo em que uma blogger, aka a maior cientista que Portugal já viu, a fazer um choradinho deprimente.
    É procurar no observador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho este comentário injusto. Não que simpatize com a dita ou que a siga, mas a entrevista serve também para colocar a ferida nesta política vergonhosa do IEFP com estágios para tudo e mais nada.

      Eliminar
    2. Ah a entrevista era mesma da blogger? Por acaso li e pensei se não seria... Depois li a parte em que diz que deixou de estar inscrita porque teve que ir à Holanda por 5 dias para defender a tese. Ou está a mentir e a querer fazer das pessoas burras para puxar à lágrima, ou é a única pessoa inscrita num centro de emprego que não sabe as regras...

      Eliminar
    3. Não me parece injusto. Ela está desempregada. Só tem de procurar emprego, tal como os outros todos. E mais, pior do que ela estão aqueles que já foram notícias nos jornais (só não tinham classe suficiente para dar entrevistas), há uns tempos, devido à política das IEFP, que o pouco que tinham para comer, ainda lhes era tirado. Esta ainda tem tempo e dinheiro para se dedicar à culinária. Nada mau!

      Eliminar
    4. Mazinha, anónima. Ou devo dizer invejosazinha? Ele há malta que só está feliz a dizer mal, irra! Você já contribuiu para alguma coisa de relevante?

      Eliminar
    5. Concordo em absoluto com o Anónimo 14:43. É uma pena que alguém com a qualificação da pessoa em questão não consiga arranjar um emprego para o qual tanto estudou; ainda mais, sem querer menosprezar todos os outros setores, numa área tão nobre quanto a da investigação ao abrigo da medicina. Não se trata de um "choradinho deprimente", mas antes de uma chamada de atenção para um problema que atinge, de um modo geral, uma certa parte de população qualificada do país.

      Mª Inês

      Eliminar
    6. Anónimo das 18.51, não me parece que alguém vá falsear uma coisa dessas, seria parvo.

      Eliminar
    7. Picante, infelizmente conheço bem o iefp e as suas regras. para se ser retirado temporariamente da lista é necessário faltar 2 vezes às apresentações periódicas que são de 15 em 15 dias, que só acontecem se se estiver a receber subsídio de desemprego. ora, se não estou em erro a blogger escreveu na altura que vinha para pt receber o sub de desemprego da holanda. não tendo nunca trabalhado em pt, nunca poderia receber o sub e portanto nunca estaria sujeita às apresentações quinzenais. ainda que estivesse, essas apresentações não têm que ser feitas de 15 em 15 dias em ponto, podem ser antes (ela diz que foi excluída por estar 5 dias fora). para além disso existe um pedido de 'dispensa' que se pode fazer, é por um período de um mês e tem que ser pedido com um mês de antecedência. neste mês está-se assim dispensado de todas as obrigações do iefp (apresentações quinzenais ou chamadas para entrevistas).
      a menos que ela tenha faltado consecutivamente a várias chamadas do iefp para apresentação de propostas, e repito, consecutivamente, nunca poderia ser excluída das listas por se ter deslocado por 5 dias à holanda para defender a tese.

      anónima das 18.51.

      Eliminar
    8. Ei, dava jeito o link do observador...

      Eliminar
    9. Realmente estes comentários, na minha opinião, são pura e simplesmente maldosos. Li a entrevista na íntegra. Não sou da área da senhora, confesso que a parte mais técnica da coisa não consegui acompanhar, mas também acho que o essencial é alertar para o ponto a que este país chegou. Na verdade, todos os sectores são relevantes e podem dar um contributo à sociedade e a área da blogger é só uma delas. E na situação dela (e como a própria diz na entrevista...) existem muitas mais pessoas... Mas caramba achará esta gente normal que uma pessoa altamente qualificada como a dita esteja em situação precária? Não possa colocar o conhecimento que adquiriu ao nosso serviço? Esta gente acha normal que a alguém tão qualificado seja oferecido um estágio do IEFP? Que país é este que não aposta na área da investigação? Enfim...

      Quanto a ter acesso ao link da entrevista é fácil. É escrever o nome da blogger (é público) e observador. É a primeira coisa que vos aparece, mas por favor é ler com olhos de ler.

      Eliminar
    10. O mesmo país onde no hospital público os técnicos de saúde superior só conseguem ver os pacientes de 2 em 2 meses a correr bem, onde há listas de espera com mais de 300 pacientes por técnico de saúde, onde falta material básico, recursos humanos e técnicos de saúde superior para fazer face às necessidades.
      Mas hospitais onde nem sequer se podem fazer estágios profissionais pelo IEFP pois não é financeiramente viável (e existirem inúmeros técnicos de saúde a pedir que pelo menos permitam a entrada a estagiários profissionais pois faltam pessoas).

      É que há especialidades onde consultas de 2 em 2 meses é razoável mas em outras o ideal seria existirem consultas semanais ou quinzenais...entretanto fazem-se cidades de futebol com erário público porque toda a gente sabe que isso é que é importante.

      Ass: Uma estagiária de um hospital público.

      Eliminar
    11. Picante, leia o novo post no blog sobre este assunto se estiver interessada

      Eliminar
    12. Confesso que só encontrei um artigo no observador com a Maria Guedes mas não me pareceu ser esse de que falam....

      Eliminar
    13. Anónimo 5 de abril de 2016 às 22:09, também considero essa da cidade do futebol uma escandaleira pegada. Mas salvaguarde-se que não foi feita com dinheiros públicos.

      Eliminar
  7. Pipocante Irrelevante Delirante4 de abril de 2016 às 11:20

    O mais triste é eu ter chegado lá à primeira.
    (ou há primeira)
    Tenho de arranjar uma ocupação...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo... tenho mesmo de me dedicar a outra coisa (ou não!!) :)))

      Eliminar
    2. (que fotografias tão giras! isso é que é realmente importante, Piment)

      Eliminar
  8. A mim o que mais me agrada são as sessões de fotografias das filhas feitas nos jardins, com as miúdas de calções e mangas curtas, com este tempo, com as temperaturas que tem feito. Tudo muito apropriado, muito adequado, muito natural, crianças felizes, pais tranquilos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é outra. Para elas já é verão, mesmo com o tempo que tem feito, tal é a vontade de estrear os novos kits amorosos e cheios de pinta...

      Eliminar
    2. Não me dêem cabo do post de amanhã, por Deus!...

      Eliminar
    3. Também reparei! Meninas pequeninas a correrem de top sem mangas quando ainda me visto de botins e malhas... Mesmo tendo sido exclusivamente para a fotografia, é o suficiente para causar uma constipação!

      Eliminar
    4. E a PMD que ultimamente anda a apresentar uns looks que mais parecem ter sido compostos pelo Stevie Wonder?! São as botas faux-píton conjugadas com o macacão decotado e com o kispo branco, é o look Ana-Malhoa-Turbinada com os Louboutin, Chanel, leggings de cabedal e top do ginásio...

      Eliminar
    5. Numa das fotografias a gordinha até está toda encolhida de frio agarrada aos braços.

      Eliminar
    6. E sobre a roubalheira do mega evento top do fim-de-semana? Será que as pessoas não têm amor próprio? dois euros pela entrada?

      Eliminar
    7. Anónimo4 de abril de 2016 às 13:32 tenho gostado é de ver as poses
      alguma variam entre quebra de tensão (quando esta agarrada as coisas parece mesmo que vai cair) e outras com falta de gosto.

      Eliminar
    8. Eu sou suspeita, não gosto dos looks dela. Encontro sempre um pormenor que dá cabo do conjunto, nas poucas ocasiões em que a coisa até está aceitável.
      O look do top de ginásio e louboutins era especialmente medonho.

      Eliminar
  9. Lenço - More is Better.. opá eu comprei um igualzinho ,igualzinho, igualzinho na H&M

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É como a outra que jura que os pratos e copos do Continente são Zara Home e de uma outra marca que, por acaso, não se recorda... mas nuuunca seriam do Continente! :D

      Eliminar
  10. Porra, enganei-me, comprei o lenço na Stradivarius, não na H&M. Também me posso enganar, não?!

    ResponderEliminar
  11. Picante sabe quanto custa o aluguer de uma banca no estaminé da senhora : 600€ ! Por um diazinho , assim já descobri como pode fazer tantas férias durante o ano :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As marcas pagam 600€, por banca, na feira da senhora?

      Eliminar
    2. 600€ X 80 marcas mais os 2€ por cabeça que as ovelhinhas pagam.... Bem sei que há custos relacionados com o aluguer, decoração e animação, mas não são assim tantos tendo em conta que vários serviços são prestados gratuitamente a troco de publicidade.. Acaba por ser um valor imoral e verdadeiramente ganancioso.

      Eliminar
    3. A minha questão é: será que em 9h as marcas fazem lucro suficiente para compensar os 600€ da banca, deslocações, montagem, preço dos empregados mais o valor que é pago por fora para a senhora fazer publicidade no blog? É que são 80 marcas engalfinhadas lá dentro! Nem sequer conhecemos a esmagadora maioria delas porque apenas uma mão cheia de marcas foram mencionadas nos posts publicitários. Quando vou a um shopping, concentro-me em 5, 6 lojas, nunca teria paciência para visitar 80 bancas. Já para não falar na distribuição espacial das marcas. É inegável que algumas ficam com espaços com maior visibilidade do que outras. Chega a um ponto que começa a parecer sempre mais do mesmo. Será justo que todas paguem o mesmo valor mas algumas tenham locais melhores? Aposto que no meio das 80 marcas haverá algumas às quais o investimento não compensou.

      Eliminar
    4. Conheço quem vá vender a estes mercados e dizem que é uma loucura, não têm mãos a medir e ainda saem de lá com encomendas. Se as marcas não lucrassem muito mais que os 600€ não estariam lá.

      Eliminar
    5. Acredito que muitas marcas vão ao engodo, esperam ganhar em visibilidade e não tanto em vendas naquele dia. Porque, feitas as contas, parece-me muito difícil terem lucro.

      Eliminar
    6. Por exemplo a Maria. Ainda custa em média cada peça 50 euros. O dia todo deve vender mais de doze peças, Concerteza.

      Eliminar
  12. O que acho fantástico é que ninguém passa factura nos mercadinhos...Já têm algum estatuto especial como os feirantes ou os agricultores?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Têm, têm! É tudo a fugir aos impostos!

      Eliminar
    2. Isso não é verdade Anónimo das 14.53h. As marcas passam facturas, sim. Não sei se todas mas muitas delas eu conheço e garanto-lhe que passam.

      Eliminar
    3. Já foi a um mercado? Se não pedir não passam e estou a falar de marcas tipo little Angels, tic tac babies, piupiuchick.. Entre muitas outras

      Eliminar
    4. Só passam se pedir, caso contrário não perguntam como é obrigatório fazer em qualquer loja.

      Eliminar
  13. Paga se 2 euros para poder comprar, lindo!!! Convenhamos que a Sra precisa de dinheiro para as férias, Hermés, e Cartier...otários são mesmo os que vão! Ela é esperta!!! Depois , tanto Espirito Santo... mas contribuir para caridade foi no inicio, agora?! Está bem está!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estava convencida que esses 2€ eram para uma IPSS qualquer. Mas mesmo que não sejam também não vejo qual é o problema, aquilo é um negócio e ninguém é obrigado a ir.

      Eliminar
    2. Não percebo como é que as pessoas se metem lá com as crianças. Não percebo mesmo! Depois queixam-se que não podem andar com os carrinhos, que não conseguem chegar às bancas. A sério que não entendo porque se paga tanta por peças que, convenhamos, não passam de imitações umas das outras. Algumas tão mal acabadinhas, coitadas.

      Eliminar
    3. As pessoas não entendem que cada clique para ver o blog dela dão-lhe dinheiro. Ou como é que acham que ela negoceia?

      Eliminar
  14. O que está em voga agora são as malas de "eco leather", vulgo plástico, a 200 euros cada uma. Se a Guess gastasse o dinheiro que aplica em marketing duvidoso na qualidade dos seus materiais, isso é que era... E até a Cristina Ferreira faz o mesmo com mala de "Pele ecológica" a mais de 100 euros. Como é possível o ridículo chegar tão longe e enganarem tantas pessoas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho aquele material um susto mas realmente ultimamente vê-se dessa porcaria por todo o lado.

      Eliminar
    2. Também me ri com essa.. E os póneis a aplaudir!

      Eliminar
    3. Daqui a uns tempos quando os cantinhos começarem a esfolar e as pegas a mostrar desgaste, já o material será apelidado de roscof...pagam o logotipo Guess para andarem a exibi-lo com a mão revirada ao nível da cintura...
      Alexandra

      Eliminar
    4. Eu sei que isto não é tipo "discos pedidos", mas alguém vá explicar aos póneis que a maioria das malas da Guess não são, nem nunca foram de pele. Existe uma linha sim em pele, mas essa custa acima dos 400euros (mais coisa menos coisa). O marketing é realmente uma coisa fantástica, o material poderia ser napa, plástico, um qualquer nome altamente elaborado e de difícil pronunciação à primeira, mas eco-leather é... TOP!!

      Eliminar
  15. Li por aí que isso das marcas e das bancas parece uma coisa de "clube da Luluzinha": todas se conhecem, parecem amiguinhas, quem não é da malta está a mais... uma paródia.

    ResponderEliminar
  16. Por essas é que gosto mais da Maria Guedes, é mais gira que as rosinhas todas juntas e não dá a cara por eco leather...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gira?!?! O meu deus. Nem pensar! E também já mostra bem os filhos, estava a ficar para trás e também quer o mesmo que as outras. Só não vê quem não quer.

      Eliminar
    2. Pois é. Por acaso até era um blog que gostava mas agora é só publicidade. É incrível, nunca pensei que ela entrasse nessa.

      Eliminar
    3. Concordo. E sinceramente não gosto como se veste. Pouco feminina é sempre igual. E também já faz mercaditos claro ;)

      Eliminar
  17. Pipocante Irrelevante Delirante5 de abril de 2016 às 14:21

    Que se goze com o blog da senhora por causa dos conteúdos (falta deles), tudo bem. Que se critique porque explora a imagem das filhas, que nem idade têm para tomar decisões, idem.
    Agora...
    Ela que faça os mercaditos, que cobre quanto quiser de entrada, que cobre fortunas por bancas, que faça feiras em espaços abertos, fechados ou abafados, ela faz o seu negócio, e só lá vai quem quer. Se há gente burra o suficiente para dar uma nota por produtos sobrevalorizados, quando tem opções de igual qualidade e a melhor preço, só têm o que merecem. Para dizer que apareceram, para fazer parte da malta, por estatuto, por ignorância, compra quem quer. Se ficam todos contentes porque 0.00001% vai para a Santa Casa dos Pobrezinhos de Baixo, melhor para eles.
    O mesmo para as modas: se há burros suficientes, é fornecer-lhes palha.

    ResponderEliminar
  18. PID, acho que tem razão! A minha mãe tem 2 lojas e algumas marcas que estão presentes num expositor destes mercaditos e posso afirmar que as mesmas túnicas italianas, da mesma marca são vendidas 30 e 40 euros mais caras do que na loja. É uma trosteza que as pessoas não percebam, que comprando numa loja estão a contribuir para mais postos de trabalho, e espaços ocupados, além de todo o resto...impostos e por aí fora!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixe-me confirmar que compreendi bem. Está a dizer que as marcas quando vão ao Mercadito inflacionam o preço, ou está a dzr que há bancas que vão ao mercado vender artigos cujo preço é inflacionado?

      Eliminar
    2. Tem razão a mim já me aconteceu o mesmo! Comprei uMA camisa, e vi no Chiado 32.50 e mais barata. Para mim ficou me de emenda!

      Eliminar
  19. Antes até gostava do conceito do mercadito (no início) e fui a alguns, pois promoviam o que era nacional para os miúdos, agora muitas das marcas que vão ao mercadito vendem apenas o que importam diretamente da China. Para comprovar vejam se os artigos vendidos pela "Caramelo" a preços exorbitantes não são os mesmos que estão à venda no Aliexpress a preços ultra simpáticos! E esta hein? E como esta há muitas outras marcas que o fazem, mas só compra quem quer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo das 13.55, poderia indicar sff em que categoria' Andei no site e não encontro nada...
      Obrigada

      Eliminar
    2. Alperce também tem qualidade ao nível do Chinois.

      Eliminar
  20. A Alperce é outra que tal, vi uma mala com estrela a 79 90 e a mesma mala, mesma cor, tudo igual em Algés a 59.50. Mas basta pensar, estas marcas estão sempre a enviar ofertas para as blogers, alguém tem de pagar e elas não são de certeza!

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.