quinta-feira, 17 de março de 2016

É a economia, estúpidos!

O Manel Caldeira Cabral é um tipo inteligente, é que não tenho a menor dúvida, a comprová-lo tenho na memória centenas de conversas e acesas discussões. Que percebe muito mais de economia que eu também é uma certeza, ou não tivesse ele toda uma carreira construída apenas a ler livros e ensinar jovens, nesse particular.
São estas duas certezas, a de que ele é um tipo inteligente e sabe de economia, que me deixam perfeitamente perplexa com aquilo de ele pedir aos Portugueses que não abasteçam em Espanha. Mas será que ele se esqueceu que um dos princípios básicos da economia é a lei da oferta e da procura? Que tudo, mas tudo na vida, tem um custo de oportunidade?
Fica-me a desconfiança de que, em entrando para um governo, as pessoas perdem inteligência e senso comum mas, em contrapartida, ganham um sentido de humor perfeitamente distorcido. É que não encontro outra explicação.

19 comentários:

  1. Eles pensam que as pessoas são estúpidas e que se virem alguém "importante" a falar, devemos aceitar. Sem questionar.
    Esquecem-se que nós sabemos o preço do barril e a carga fiscal no preço por litro.

    Luciana

    ResponderEliminar
  2. Eu não abasteç combustíveis em Espanha.
    Fica-me fora de mão. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 200Km Mirone. E é uma pena. Caso fossem 20 também iria abastecer a Espanha e ainda traria um bidon ao Manel. Ela haveria de se rir, é um tipo muito fixe.

      Eliminar
  3. Pipocante Irrelevante Delirante17 de março de 2016 às 10:35

    E eu a pensar que essa argumentação do patriotismo era coisa de direita bacoca. Afinal aplica-se a outros quadrantes.
    Tugas, abasteçam na vossa zona de conforto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha zona de conforto? Neste momento a minha zona de conforto seria uma espreguiçadeira num deck sobre o mar das Maldivas. Olhe, não vai dar, fica-me ainda mais fora de mão, mais vale ir a Espanha.

      Eliminar
  4. O sr .Cabral após as suas afirmações, devia por o lugar dele à disposição!
    É capaz se ser contra a livre circulação de bens e pessoas na União europeia , não ? se calhar....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi só infeliz. Grave são as conversas do Costa no caso Pedroso. Isso é que é verdadeiramente grave.

      Eliminar
    2. Esta mania de pedir a demissão dos políticos ao mínimo espirro, também é mais uma moda que outra coisa, não é? Havia de ser bonito se eles se demitissem de cada vez que cometem uma calinada como a deste agora. Não havia dias no calendário para tanta tomada de posse de novos ministros.
      Não exagerem, não?

      Eliminar
  5. Enorme cara de pau um político conhecedor do povo (supostamente) dizer uma baboseira daquelas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema de pôr teóricos em lugares destes. A primeira coisa que os ministros e secretários de estado deveriam fazer era um curso de marketing pessoal.
      Isto foi muito ingénuo.

      Eliminar
  6. Post um bocadinho requentado, não? Ou é só para dizer que conhece o senhor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora... Um dia falo-lhe da minha relação com o Nuno Melo. Quer?...

      Eliminar
    2. Sempre a descer, hein? Um dia destes está a correr com o Arrumadinho. Ou com o HSB...

      Eliminar
  7. por falar em economia: http://www.dn.pt/portugal/interior/simbolo-da-fundacao-de-portugal-vendido-a-empresario-5081651.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Economia? Ou corrupção? Cheira-me mais à segunda...

      Eliminar
  8. Oh pah, para mim, raiana de gema, sempre foi estranho/raro abastecer em portugal, mas agora que o Sr. pediu com tanto jeitinho vou esforçar-me por abastecer do lado de cá.

    Sabem o que é fixe abastecer em Espanha, além do preço, é que os nuestros hermanos ainda não aderiram à moda dos postos self service, e assim ainda que o preço seja igual acho que continuo a ir a Espanha. Mas o sr. ministro não se incomode porque enquanto nós vamos abastecer ao lado de lá, eles vem cá comer pasteis de nata e beber café (quer dizer meias de leite, eles gostam do café com leite!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é outra. As gasolineiras em Portugal já nem têm custos com pessoal, eliminaram postos de trabalho, ainda assim vendem o combustível mais caro que em Espanha e aquele palerma daquele ministro acha que, em podendo, nós vamos hesitar em pôr do lado de lá?

      Eliminar
  9. Ainda há dias falava disto com a Palmier. Não é só com as familias (=pessoas que pagam "pouco"), é também a atitude perante as empresas de transportes de mercadorias.

    A empresa onde o meu marido trabalha abastece centenas de camiões ( cerca de 1000L/semana a cada quinze dias - cerca de 900€/semana/quinzena por cada camião). Abastecem todos em Espanha.TODOS.
    Já tentaram negociar com as gasolineiras portugueses por cá a atitude tem sido sempre a mesma: acham que têm um monopólio e ninguém os pode trocar por outros.

    Os empresários do ramo que estavam a referir o facto de passarem todos a abastecer em Espanha não é uma mentirinha, não é só uma jogada. Para muitas empresas já é a actualidade. Além dos preços mais baratos em Espanha, eles conseguem dialogar e ajustar preços ainda mais baratos (porque abastecem "em massa", centenas de camiões constantemente).

    Eles são empresários, os empresários não tomam decisões estúpidas (por norma). Quem é que no seu perfeito juízo vai dar milhares de euros a mais quando os pode poupar? Os impostos vão todos para os espanhóis, o restante para as gasolineiras espanholas...claro que sim, chama-se a isso saber fazer negócio e perceber de economia. Os nuestros hermanos estão novamente dispostos a dialogar com a empresa do meu marido, as novas descidas de preço abriram essa possibilidade, o Estado português quer obrigá-los a pagar mais e as gasolineiras nem sequer se aproximam dos preços de Espanha mesmo na parte do lucro que lhes cabe a eles... eu chamo a isso não saber fazer negócio (estúpidos, a palavra usada por si Picante, ajusta-se mesmo).

    Se (a maioria d)os portugueses são obrigados a aceitar isto, facto é que quem mais poderia dar lucro, lucro aos milhares só em impostos, já dá ordens directas para abastecer o mínimo possível em Portugal, só o suficiente para chegar à empresa de combustíveis X em Espanha.

    Temos pena.

    (Para mim isto é só a demonstração da incompetência de quem - não - gere o nosso país)

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.