quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Porque leio blogs?

Porque, em lendo blogs, fico a saber que injecções de botox são remédio santo para a cefaleia, muito melhor que qualquer analgésico, que há mães que matam as filhas várias vezes, num torpor literário tremendamente desenvolvido do qual eu não entendo nem uma virgula, que as Rosinhas continuam muito pouco criativas no que toca a inventar histórias para credibilizar as suas obrigações publicitárias, que este ano vamos todos ter de comprar óculos bem escuros derivado daquela situação dos sapatos que ofuscam os olhos mais insensíveis e claro, que as minhas amigas andam preguiçosas para a escrita, não fosse pela Santinha da Filipa eu não teria qualquer blog que me arrancasse lágrimas de tanto rir.

55 comentários:

  1. Oh,mas os tais sapatos são bem giros.

    ResponderEliminar
  2. Deve ter enxaquecas do stress do trabalho... oh wait...

    ResponderEliminar
  3. eu fico pasma como é possível ainda manter este tipo de blogs ( que mais parecem colagens umas das outras!). Aqueles que pareciam inovadores ou com alguma coisa especial de repente tornaram-se fúteis e sem qualquer tipo de interesse. é claro que cada um pode escrever aquilo que quer , com o devido filtro óbvio, e só ler que quer... inclusive eu ...que muitas vezes espreito só para ver os disparates que são ditos na blogoesfera. Enfim , a vida é cor de rosa ( ou parece) para algumas famílias que já deixaram há muito tempo de serem famílias normais, com um orçamento familiar normal, com horários normais ( de profissão ...e com opiniões coerentes e próprias. Não contesto que ganhem a vida a serem promotoras das marcas ... mas por favor componham os post de forma coerente e com sinceridade , aceitem que se teem um blog publico têm de engulir os sapos ( bosn e maus) porque haverá sempre alguém que não goste e alguém que goste e alguém que goste desmesuradamente ( fanáticas que não admitem opinião contrária). Fico pasma como há pessoas sem opinião e sem caracter ...que precisam de copiar o caracter dos outros .... enfim os princípios estão perdidos...o que interessa é andar nos convites , tentar tudo e mais alguma coisa comprar peças de 60€ para cima e achar que é um achado! ....e principalmente perder a identidade.

    Inês

    ResponderEliminar
  4. São lágrimas, são lágrimas..., já cantava o Zé Cabra.
    E um vídeo com a rotina matinal, não se arranja um por aqui? (Não sou nenhuma expert mas, caramba, há ali vídeos de quem não tem o mínimo jeitinho para se maquilhar).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fosse só para se maquilhar... Isso pode ser arte e digamos que não podemos ser todos artistas. Mas pelo menos saber falar? E os tiques? Há coisas que por mais que se tente disfarçar e tentar demonstrar que não é novo rico mas sim de boas famílias há já muitassss gerações... Quando o verniz estala.. Mas ainda o que me choca é a atitude quando o blog não era conhecido, que até se dava ao trabalho de dizer "que ia ver o blog das seguidoras" e agradecer os comentários. Agora? I too much for you all... E triste.

      Eliminar
    2. Eu nunca me maquilhei já estando maquilhada mas eu também não percebo nada dessas coisas cheias de pinta.
      (e uso sempre um tónico primeiro)
      (e não gosto de Lancôme)

      Eliminar
    3. Querida picante sabe que estás coisas é só para quem pode. Nos meros mortais... Olhe... Aspiramos... Ou não! Ahah

      Eliminar
    4. A minha parte preferida é ela começar por dizer "Séphura" e terminar com "Séphórrrrráááá" :D

      Eliminar
  5. No título não será "por que"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho a impressão que sim...

      Eliminar
    2. Não. Está correcto. Seria "por que" se tivesse posta à frente um "razão" ou "motivo". Como não pus é um adverbio interrogativo e não uma preposição seguida do pronome relativo.

      https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/porque-por-que-e-porque/243

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante24 de fevereiro de 2016 às 11:35

      Quanto muito, porquê leio blogues...
      (porquê porque e não porquê?)

      Por que blogs ando...
      Porque ando em blogs.

      Eliminar
  6. Pipocante Irrelevante Delirante24 de fevereiro de 2016 às 11:39

    Não faço a mínima de quem falam, nem nas cefaleias ou no resto, mas todos os dias me pergunto como é possível um país pequeno e pobre como o nosso ter tanto mercado para vendedores de marcas. São mais que as mães.
    Ou recebem pouquinho pelas publicidades, ou então as marcas gastam balúrdios a sustentar esta gente toda, em vez de se ficarem por duas ou três bloggers de "referência".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sei, mas desconfio que há blogers que se vendem por muito pouco. Eles querem é pertencer à "família" blogueira e tentar tornar-se conhecidas para depois conseguirem melhores contratos. Digo eu, que não conheço nenhuma pessoalmente.

      Eliminar
    2. Os posts pagos não são baratos embora o preço varie exponencialmente em função da categoria da blogger.
      A publicidade, banners e afins, está tabelada e é um assalto. Fartei-me de recusar propostas, pagam 1€ por cada 1000 views. Vão gozar com outro.

      Eliminar
    3. Numa revista veio a dizer o que casa blogger cobrava. A fv 500euros por post publicitário. Não é preciso muita inteligência.

      Eliminar
    4. Essa senhora é muito esperta, quando um post dá celeuma (comidas) coloca logo uns 3 em cima. Dinheiro no bolso e adiante, porque não quer celeumas...e também um post dela ...vejamos são 10 fotos e 4 linhas. Deve ser para não se enganar a escrever :)

      Eliminar
  7. Não entendo as cocos, as cacos, e outras que tais desta vida. Não têm dignidade? Não veem que aquilo que conseguem não é só dinheiro imediato, é também a descaracterização de tudo em que dizem acreditar? Mas alguém do seu círculo próximo, excepto as que andam ao mesmo, confiarão em quem expõe e inventa histórias permanentes onde são envolvidos marido, filhos e, calhando, outros membros da família? É tudo tão mau, mas tão mau que recuso-me a acreditar que os benefícios compensem as perdas.

    ResponderEliminar
  8. Não percebo porque não falam do que mais importante consta no post:
    O blog da Filipa.

    Soides uns ingratos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou falar do blog da Filipa. Pronto, já falei! ;)

      Eliminar
    2. Finalmente alguém com bom gosto!!
      :))(

      Eliminar
    3. E eu caramba? Quem faz o elogio sou eu e nem uma palavrinha? Olha... Vou queixar-me à PJ. Pronto.

      Eliminar
    4. Porra, em 21 comentários, tenho UM só para mim, todo meu e mesmo assim queer-ze-o?
      Rais parta as gajas, pá.

      Eliminar
    5. O blog da Filipa não está aberto ao publico, por isso não posso falar dele, mas em calhando não se tratam cefaleiras com botox lá.

      Eliminar
    6. O BLOG DA FILIPA O QUÊ????
      Querem ver que a pj já me fechou o tasco?

      Eliminar
    7. Ficas com o comentário só para ti.
      E dizes que eu sou a tua preferida, claro.

      Eliminar
  9. Acho espetacular copiar uns sapatos e falar deles como se tivesse descoberto a pólvora. Se ainda copiasse coisas bonitas...
    Essa do botox...enfim. Quanto à publicidade e aos vídeos, mais do mesmo. Não entendo como é que os gajos lá das publicidades das marcas não têm 2 dedos de testa para escolher as gajas dos blogs sem qualquer critério.

    ResponderEliminar
  10. Publicidade manhosa a marcas, conselhos estapafúrdios e erros ortográficos, ainda vá que não vá; o que eu não tolero mesmo é mães que criam blogues a falar exclusivamente dos filhos, invadindo a privacidade a que as crianças também têm direito. Falo por mim, se a minha mãe tivesse tornado público o meu álbum de fotografias de infância, acompanhado de pormenores irrelevantes, tais como até que idade mamei, com que frequência fazia cocó ou as gracinhas que dizia com dois anos, a sério que que iria ficar profundamente incomodada. Se for possível, criticam malta adulta que decide participar em reality shows, no entanto criar uma espécie de "The Truman Show" online dedicado a quem ainda não tem capacidade para decidir se quer ou não aparecer não tem problema absolutamente nenhum.


    Mª Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho sempre que são uns talhos. A carne toda exposta e nós a ver.

      Eliminar
    2. Pipocante Irrelevante Delirante25 de fevereiro de 2016 às 00:30

      "Os filhos são meus, eu é que sei"

      Eliminar
  11. Não apanhei nada a não ser sobre a das mães que matam várias vezes as filhas. Gostava de ler, mas nos últimos tempos fala demasiado sobre sexo, pensões, encontros e etc.
    O não gostar da escrita de Ana Teresa Pereira também não abona a favor da blogger, mas enfim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahahahahahahahahahah...há gente tão poucochinha ts ts ts...

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Pois... é pena que estou um bocado a apanhar bones. Sapatos, mães a matar filhas, casos de pj e enfins... não sei do que se trata. Quanto às Rosinhas e às cefaleiras... meu Deus quando li pensei logo que belo post a Picante vai fazer sobre isto. É que se metem mesmo a jeito.

      Eliminar
  13. Sopa de peixe. Melhor seria impossível. Ten points.
    :D

    (Viva a Quaresma. Viva!)

    ResponderEliminar
  14. A história das cefaleias que passam com botox... só me apetecia ir ter com a criatura que diz que tem enxaquecas e dar-lhe as minhas, que se passam do ponto de controlo com medicação, me fazem passar as 12 horas seguintes a querer arrancar os globos oculares com colheres de gelado. Como é que é possível ser-se tão anormal? Parece que largou a enxada lá atrás e tem dezenas de parvas a dizer aleluia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fui apanhar o queixo ao chão. Às vezes leio com cada coisa que penso que há quem viva num universo paralelo, como diz mini Picante.

      Eliminar
    2. Desta vez estou perdida... Eu leio tudo (científico, mezinhas, alternativo, tudo) sobre enxaquecas e não consigo descobrir esta pérola. Uma pista pf...
      Sofia

      Eliminar
    3. Eu chamo às minhas enxaquecas as "p* das visitas". Aparecem de mansinho e a realidade afasta-se um bocado, como que num filme. No fim do dia já estou em modo vampiro, com medicação e na cama.

      Eu sei, como acho que no fundo toda a gente sabe, que aquele post é uma treta. O problema é que quem tem estas visitas indesejadas experimenta tudo porque quer ter esperança, independentemente de ficar com a testa em modo estátua. E é assim que se faz negócio.

      Eliminar
    4. Ja encontrei. Deixei um comentário que, obviamente, não vai ver a luz do dia.

      Eliminar
    5. Caras anónimas, se se informarem corretamente ficam a saber que um dos tratamentos que pode ser utilizado no tratamento das enxaquecas crónicas pode ser realmente a toxina botulínica do tipo A. Há vários estudos que afirmam que funciona e outros que não. Vale o que vale.
      No entanto, sim, é dos tratamentos falados. Não estou aqui a defender o tratamento (até porque penso que na maioria dos casos não se adequa), e também nunca o experimentei, nem o vou experimentar, mas este comentário serve apenas para vos dizer que antes de atirarem pedras, por favor informem-se.
      É um tratamento em teste e sim, é falado no tratamento de enxaquecas crónicas!

      Ass: pessoa que sofre bantante de enxaquecas.

      Eliminar
  15. Tem de dar um desconto picante. Enchem-se de activias nos brunchs e depois a mer** sai por todo o lado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mer**?
      Não se pode escrever merda neste blog?

      Eliminar
    2. Disseste, pois disseste? Aí tens a tua resposta.

      Eliminar
  16. A sua mãezinha tinha que a matar e ressuscitar mil milhões de vezes para escrever como a Ana de Amesterdão. E mesmo assim não apagava o pecado de usufruir de algo tão valioso e não pagar por isso.
    Mas olhe que não estou zangada consigo, mas sim com a Ana, por desperdiçar tamanho talento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então mas agora já não se pode dizer que não se percebe determinada blogger que começam logo os disparates?
      Eu também não percebi nada, deverei pedir à minha mãe que me mate como e quantas vezes?
      Pachorra para esta gente, ó Picante, nem sei como aprovas estas merdas.

      Eliminar
    2. Ora bolas, eu não só não percebi como não gosto. E sim, já sei que é crime dizer que não se gosta desse blog mas faz-me lembrar José Rodrigues dos Santos. Não gosto.
      (eu publico, Pipas, claro que publico. Elas vêm aqui dizer estas trampas e sentem-se mais felizes, cuidam que me importo)

      Eliminar
    3. Não me sinto feliz ou infeliz con o que se importa. Eu é que me importo com o desperdício. Para perceber a Ana é preciso ter vida interior, o tal avesso de que ela muito fala, e há malta que não tem. Simples de perceber;-)

      Eliminar
    4. E se lhe servir de consolação eu também não gosto do JRS:-D

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.