terça-feira, 24 de novembro de 2015

Rejubilemos, irmãos!

Portugal saiu da austeridade. Somos oficialmente um país rico.

69 comentários:

  1. Parece que sim. Acabou o " ciclo do empobrecimento". Como se alguém no seu perfeito juízo ( o antigo governo) quisesse empobrecer o país só porque sim.
    Não percebo porque é que o jornalistas nunca fazem as perguntas óbvias ao BE e ao PCP...
    Enfim, por via das dúvidas pretendo levantar todo o dinheiro do banco para não haver azar.
    A partir de hoje não vejo mais noticiários etc pois fico com os nervos esfrangalhados só de os ouvir.
    E talvez nunca mais vote, já que votar e ganhar eleições não tem qualquer significado neste país .
    O que conta são esquemas manhosos de políticos com graves deficiências de caráter. Uma tristeza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não votar é que não. Duvido que esta pouca vergonha dure muito tempo, mais tarde ou mais cedo, a esquerda radical vai cobrar um preço demasiado alto para o Costa pagar. Eles já começaram a mostrar as garras.

      Eliminar
    2. Um dia talvez alguem me explique por que caralh* emigram as pessoas para país "capitalistas". Ora se aplaudem tanto a merda da esquerda dos "trabalhadores e o caralh* que os foda", por que merda não emigram para a Grécia ou para a Venezuela?? Que os politicos, todos eles, só olhem aos seus interesses, eu até entendo (não aceito, mas entendo), agora a população achar que devemos é ter mais estado e tributar as empresas (as unicas que gerem riqueza nesta merda de país) até ao tutano, isso é que é demais para mim. Juro que não entendo.

      (E mais, acho uma vergonha existir ainda o PCP. Uma autentica vergonha. Não tivesse a Rússia virado o bico ao prego e estivesse do lado dos perdedores (como inicialmente começou) e todos desprezariam (como merece) o vil e assassino comunismo, da mesma forma (e bem) que desprezam o nazismo. Estamos no século XXI e de democracia ainda percebemos pouco. Democracia o caralh*, porque isto é tudo à vontade da ratazanada que governa. E o povo? O povo é manso. Já o dizia aquele SENHOR, da tia do outro, aquele que o povo aplaude. Ora fodam-se todos.)

      Eliminar
    3. Credo! Emigre mas é já para qualquer outro país. (se lhe for possível vá mas é para outro planeta.)
      A direita quando é contrariada mostra logo a sua educação. É só palavrões.
      Que tristeza

      Eliminar
    4. Direita??? mas qual Direita??? Há Direita em Portugal???

      E tire o credo da boca.

      Eliminar
    5. Anónimo das 14:22

      a sua fúria é tal que baixou logo o nível.
      Posso até não gostar desta "coligação" de esquerda, mas chega a ser assustador ver os comentários anónimos cheios de raiva e ódio das pessoas do PaF.
      Revelam-se muito.

      Eliminar
  2. Aleluia meus irmãos, vamos ver o valor do dízimo que isso nos vai custar!

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Sério que não perceberam que foi erro de digitação???

      Eliminar
    2. Foi erro? E eu a pensar que era intencional, que tinha acabado a era dos Ais, que de ora em diante seriam só Ahs (de regozijo)... Ora bolas, Picante, que desmancha prazeres!
      Humpf. Amuei!

      Eliminar
    3. As minhas donas Marias nunca desiludem, Mirone. Nunca.

      Eliminar
    4. Percebi... Mas ultimamente dá muitos!!! É falta de cuidado. Ponto.

      Eliminar
  4. Já tenho as alcofas à espera do dinheiro que o Governo me vai dar. É fartar, vilanagem!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Semapa e a Sonae estão a dar dinheiro. Anunciaram a distribuição de dividendos extraordinários. Porque será que os decidiram distribuir em vez de investir?...

      Eliminar
  5. Com o nervoso até se enganou a escrever cara Picante. Não se amofine, são só 4 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que não cheguemos nem a metade.
      (sou cegueta e escrevi o post no tm, não vi)

      Eliminar
    2. Eu também esperei que o Passos e Portas caíssem antes dos quatro anos e, infelizmente, isso não aconteceu...

      Eliminar
    3. Uma maioria sólida é diferente de um acordo remendado. A ver quanto tempo consegue o Costa equilibrar-se.
      Se não duvido que ele está comprometido com a Europa, também suponho que os outros exigirão cada vez mais. Pode ser que a corda não quebre, embora duvide.
      Mas não acredito no Centeno. Não basta estimular o consumo, isso foi o que Sócrates tentou fazer.

      Eliminar
    4. Bem, Vítor Gaspar tinha assim, como dizer, uma calma enervante, mas este Centeno tem um verdadeiro ar de xoninhas.
      Este é um ciclo que nunca vai ter fim porque nunca são tomadas medidas que afectem toda a população de igual forma, veja-se a coligação é claro que o IVA aumentou, e algumas formas de ajuda social foram diminuídas, mas quem passou forte e feio foi mesmo a chamada classe média alta que acaba sempre por ter que pagar os desvarios do PS quando se monta no poder,de notar que foi feito um esforço por parte da coligação com os detentores das grandes fortunas(são tão poucos) coisa com a qual não concordo pois o dinheiro é deles e não escolheram em tempo algum serem sócios do Estado português. Enquanto não doer forte e feio a todos e de igual forma tenham 300 ou 11300 ao fim do mês, os de 300 nunca hão-de aprender e qual que seja o governo porque são sempre protegidos e não entendem que não passaram nunca dos trezentos mais subsidio menos subsidio, o problema é que todos temos direito a um voto convinha que o utiliza-se-mos conscientemente. Podem insultar à vontade, a minha resposta é que vejam o UK de Margaret Tacher, quanto são os benefits lá? É certo que viver deles é uma vergonha para os ingleses, mas quanto é que recebem em libras? E porquê? Porque todos pagaram a crise de igual forma quer tivessem 300 ou 11300!

      Eliminar
    5. Eu acho justo que quem tenha mais, contribua mais. Caso contrário haverá gente a morrer de fome. Nem tanto ao mar, nem tanto à terra.
      Mas também sou totalmente contra esta política do "coitadinho" que a esquerda advoga. O Estado não é pai de ninguém.

      Eliminar
    6. Exactamente picante quem tem mais contribui mais, é isso que diz a Maria do Rosário....se houver cortes de 10% em TODOS os que ganham 500 pagam 50, os que ganham 1000 pagam 100, os que ganham 5000 pagam 500...Agora se me disser que faz mais falta 50 a quem ganha 500 do que 500 a quem ganha 5000 concordo plenamente mas os que ganham 500 em vez de descontarem 10% descontavam 1% ou 2%...

      Eliminar
    7. Não vou tão longe. Os 50€ fazem realmente a diferença a quem apenas ganha 500. Acho que temos um dever social e isso passa por não assobiar e olhar para o lado enquanto o vizinho passa fome.

      Eliminar
    8. concordo consigo, mas assim nunca mais aprendem.

      Eliminar
  6. Gostavas era do Passos e do Paulinho não era?
    Que te gamaram os feriados sem justificação e te andaram a gamar 4 anos também sem justificação.

    Ahhh...que se lixem as pessoas e as pensões e os vencimentos baixos.
    Tem juízo e agora faz votos para que corra bem e que durem 4 anos, porque caso não saibas, as eleições custam caro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Tem razão. Tem mesmo toda a razão. O Passos e o Portas são uns maganos. Bandidos, mesmo. A cortarem as pensões e salários só porque lhes apeteceu! E os feriados, Deus meu? Onde já se viu? Os nossos ricos feriados! Temos tão poucos... Quase metade dos restantes paîses...

      Eliminar
    2. Calma Crap, cuidado com o fígado, isso vai acabar por levá-lo à ruína.

      Eliminar
    3. Picante a Alemanha tem muitos mais feriados que nós tinhamos, e não é nos dias feriados ou pontes que não se produz ou vai fazer alguma diferença

      Eliminar
    4. A Alemanha tem 9 feriados. Nós também. Depois acrescenta o feriado dos Santos Populares mais o carnaval, em, que metade do país para por tolerância de ponto. E acrescenta as restantes tolerâncias de ponto do Natal e Páscoa.

      Eliminar
    5. Nacionais tem 13, fora os específicos de cada região.

      Eliminar
  7. Deixe lá picante, com o tempo habitua-se e pior que Passos Coelho , Paulo Portas e ditadura de direita não há só ressuscitando o Salazar....
    Ah, e não se preocupe com o resto deixe isso para quem sabe e tem capacidade para isso......

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre que leio esses disparates sobre a nossa "ditadura" lamento que quem os profere não tenha de viver numa. Só uns três meses seria suficiente.

      Eliminar
    2. Picante...é maneira de falar....sei muito bem que não tem comparação os tempos antes do 25 de Abril com os dias de hoje....

      Eliminar
    3. Antes assim. Foi um governo democraticamente eleito. Zero de ditadura.
      (mais próximo disso esteve o governo de Sócrates, ainda me lembro do controlo que tentou exercer sobre os órgãos de comunicação social, já para não falar dos sectores chave da economia)

      Eliminar
  8. Deixe lá, Picante, o Obama português vai levar-nos à glória!

    ResponderEliminar
  9. Desde que vi aquele almoço de 500 pessoas, a apoiar uma pessoa sem escrúpulos...ouvir dizer que não conheciam ninguém mais honesto que ele...digo Socras.... já não tenho mais palavras. Vamos pagar e bem caro esta brincadeira. Que gente de memória curta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico sempre confrangida, face à estupidez humana.
      Como é possivel haver quem venere aquele tipo? Como?

      Eliminar
    2. Da mm maneira que existe quem venere uns tipos que, para manobras eleitorais, andaram a dizer q havia a possibilidade de devolução da sobre taxa e afinal...parece q nunca houve...ahhhh que surpresa.

      Eliminar
    3. Eu só posso encontrar uma razão lógica...foram pagas para dizer aquilo! Só pode.

      Eliminar
    4. Me, eu não venero ninguém. Apenas acho que é a alternativa menos má. Espero que o despesismo anunciado não se reflicta em onerar as empresas, com a consequente fuga de investimento, o qual é o único meio de assegurar crescimento da economia, já agora.
      E não vamos confundir campanha política com ladroagem, suborno e branqueamento de capitais.
      (eles sempre falaram em previsão, sempre)

      Eliminar
    5. Picante acredito que não venere, tal como eu tb não venero ninguém da esquerda. Aliás, dificilmente veneraria um politico nos dias de hoje.

      Eliminar
    6. Olhe Picante o Sócrates não está acusado de nenhum crime enquanto membro do governo, já o mesmo não se passa com o executivo que está em fim de funções, e sim digo-lhe que é uma pessoa que admiro muito e ninguem me pagou para dizer isto.... Ah e deixem a justiça funcionar porque ele esteve preso preventivamente durante 9 meses para averiguações e acusação de algum crime em tribunal ainda não existe só mesmo na praça pública, na televisão e revistas e jornais

      Eliminar
    7. Pior, o filho do Soares...na cultura...
      Bem ele tinha de entrar de qualquer jeito.

      Eliminar
    8. Anónimo das 14.40h, Sócrates esteve detido por branqueamento de capitais, fraude fiscal e corrupção. Tudo enquanto foi primeiro ministro. A sério. Não me ofenda o cérebro.
      Se isto é arquivado sem acusação então é o descrédito completo da justiça.

      Eliminar
    9. Está enganada picante Sócrates esteve detido preventivamente e ainda não foi acusado nem julgado em tribunal.....e não está acusado como primeiro-ministro....Se for arquivado sem acusação significa que não há provas para a acusação, logo no processo é arquivado como tantos outros já foram
      A detanção dele em prisão preventiva dependeu sempre do mesmo juiz, secalhar andou aos ganbozinos este tempo todo......pode ser que agora com os vistos gold a coisa funcione melhor, já que Miguel Macedo é o primeiro membro de um governo em Portugal a ser acusado de um crime

      Eliminar
    10. Picante, pessoas como o anónimo das 14.40, existem. Estamos perto do fim.

      Eliminar
    11. Ao anónimo das 15:13, e por acaso eu tb n gostei nada da escolha do João Soares (por coisas cá minhas) mas acho q até tem cv para isso. Acho q foi livreiro em tempos e ja esteve ligado a várias iniciativas e projectos de natureza cultural. Mas preferia outros nomes, admito.

      Eliminar
    12. Realmente... Se uma pessoa não diz as palavrinhas todas, tipo história contada a crianças, está feita, passa logo por ignorante.
      Anónima, eu sei bem que ainda não houve acusação, ora atente lá no que digo "Se isto é arquivado sem acusação então é o descrédito completo da justiça". E também sei que a prisão foi preventiva. Para não perturbar a investigação. Mas olhe que não se detém uma pessoa assim, sem que haja suspeitas muito fortes. E as suspeitas são acerca de crimes cometidos ENQUANTO Sócrates foi primeiro ministro.

      Eliminar
    13. Eu também já trabalhei com várias IPSS. Nem sei por que razão não fui chamada a ministra da solidariedade e segurança social.
      (desculpe, não resisti...)

      Eliminar
  10. Então não somos Picante?
    Com aumentos de 0,60€ nas reformas de 200€ acho até que somos um país milionário!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eles enchem a boca a dizer que vão aumentar tudo... É só demagogia? Oh!

      Eliminar
  11. Pipocante Irrelevante Delirante25 de novembro de 2015 às 10:27

    Caras Picantes, Picantetes e Joaquinas

    Passos Coelho é um embuste. Aliás, este "milagre" económico é um embuste, alavancado por cobrança excesiva de impostos e juros estupidamente baixos, cortesia do BCE.
    Reforma do Estado, zero.
    Reforma da economia, zero.
    ZERO!!
    Este Governo, em termos de reformas, deixa ZERO de legado.
    Ponto.


    Agora, o facto é que voltou a vencer as eleições. Logo, deveria governar, em minoria, até que o parlamento entendesse que não tinha condições para o fazer. Tal não aconteceu.

    Para o seu lugar entra um governo igualmente minoritário, e que ao contrário do que querem propalar, não tem sustentação parlamentar.
    Como português, espero que tudo corra pelo melhor. Sinceramente. Mas não acredito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas! Finalmente alguém!

      PID, parabéns pela lucidez! é raríssima nos dias que correm...

      Apesar de ser de esquerda tenho sérias dúvidas quanto ao funcionamento deste novo governo (no entanto, espero que corra pelo melhor). No que não tenho dúvidas é relativamente ao falso milagre económico operado nos 4 anos anteriores. Só não vê quem não quer... reformas, zero! Medidas a longo prazo, zero! Se eu estiver sem dinheiro e começar a ir buscar aos bolsos do vizinho, resolvo tudo no imediato muito bem...mas se não alterar o meu estilo de vida...pois aí, rapidamente estarei na mesma!

      Será este novo governo a resolver o problema? Não sei, provavelmente não... nisto da política, ou se está ao serviço de quem os escolheu, ou não há volta a dar. As pessoas são gananciosas...não se contentam com a projecção que ganham apenas por fazer parte de um governo e a alavanca que isso representa em termos profissionais (para os que sabem fazer alguma coisa na vida, obviamente). Não..têm de começar logo a roubar e a servir interesses de amigos, clientes, familiares e de quem os financiou para lá estarem.

      Carla

      Eliminar
    2. PID, foram tentadas várias reformas. A medo mas ainda assim tentadas. Acontece que foram chumbadas pelos meritíssimos do constitucional.
      As exportações estão no caminho certo. Fez-se um esforço para tornar Portugal atraente ao investimento estrangeiro (foram dados alguns passos na facilidade de despedimento, por exemplo) se bem que falta fazer muito mais (acelerar a justiça é um must do).
      Por outro lado, torna-se imprescindível diminuir a despesa pública. E dado que mais de metade da despesa são custos com o pessoal, só há duas alternativas: ou se baixam salários ou se despedem pessoas, com os custos sociais inerentes. Sejamos honestos. Há muito funcionário público a roçar o rabo pelas paredes, agarrado à bela da antiguidade. O governo não quis / pode despedir gente. Por causa disso todos viram os seus salários diminuídos.

      Passos Coelho não é nenhum génio. Fez algumas coisas boas, como fez algumas asneiras grandes. Mas não nos vamos esquecer de que pegou no país em farrapos. Cortesia dos outros vigaristas e megalómanos.

      Também espero que corra bem. E também duvido.

      Eliminar
    3. Venha uma manhã a um Hospital Público ver o roçar do rabo dos funcionários a arrastar macas,assistir doentes, servir almoços e mais que apareça!!

      Eliminar
    4. Por acaso dá-se o caso de conhecer bem pelo menos um hospital público. E sim, também há quem roce o rabo pelas paredes. Quem ponha os internos a trabalhar enquanto está a dar consultas no privado, quem passe mais tempo na sala de enfermeiros que a cuidar dos doentes. Como também há quem se desunhe a trabalhar.
      Em todo o lado há bons e maus profissionais. Todo. Até no público.

      Eliminar
    5. Pipocante Irrelevante Delirante25 de novembro de 2015 às 14:16

      Picante, com todo o respeito... não me fod... pirafe.
      Reduzir salários e subsídios não é reformar o que quer que seja.
      Reformar, é agilizar processos, alterar a carreira de chefias da FP para que chefias intermédias deixem de ser escolhidas por nomeação partidária, reduzir burocracias, tanto, mas tanto. Posso dizer-lhe com conhecimento de causa que o "Estado" está igual ou pior. Isto sem entrar nas diversas reorganizações administrativas, fusões e extinções sem nexo, que só atrapalham e fazem perder tempo. Ah... e tudo isto com cada vez menos gente... E a redução da despesa púbica... eu também reduzo a minha despesa, se o Belmiro me deixar passar na caixa sem pagar... se é que me faço entender.
      Do país atractivo para investimento... o outro do PS também nos foi vender à China como uns tipos baratinhos e que não levantavam ondas... é este o investimento que o passos atrai, pessoal que quer explorar mão de obra barata, e correr com ela quando preciso (leia-se, aparecer outro que faça o mesmo por menos).

      Eliminar
    6. Conhece algum país onde não haja burocracia?... Mas eu concordo consigo, há todo um mundo de coisas para fazer.

      (educação, código de trabalho, saúde, fiscal... foi feita muita coisa e a margem de manobra é pouca, admitamos)

      Eliminar
  12. Podemos não ser um país rico, mas somos, certamente, um rico país! Não é tão bom ver o Professor (bocejo) a engolir sapos? É, não é? Como diz a outra, raspa os cotovelos na parede que isso passa-te.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todo engoliram sapos. Todos. Mas eu arriscaria dizer que os maiores foram engolidos pelos partidos de esquerda. Ter que viabilizar gentalha que eles desprezam, gentalha de quem eles passaram a campanha toda a dizer eu eram iguais aos que estavam no poder e engolirem esse sapo sem ao menos serem eles a ir para o poder... engolir um sapo desse tamanho só para derrubar quem eles acham que é igual aos que eles estão a viabilizar... engolir o sapo de dar a mão ao arqui-inimigo...
      É que o PR engole um sapo porque não tinha alternativa.
      A coligação engole um sapo porque não tinha alternativa.
      O Costa engole 3 sapos (BE, PC e PEV), mas ao menos chega ao poder.
      Agora o BE e o PC? Engolem sapos para quê? Para ajudarem quem odeiam e sem ganharem nada com isso?

      Eliminar
    2. O BE vai ganhar, acho. Se isto acabar como eles querem o PS será o maior perdedor. A ala esquerda agradece ao BE, quem não gosta do que se está a passar (a ala moderada) é bem capaz de os penalizar e votar à direita. O BE é bem capaz de ganhar.
      (eles nunca quiseram governar, nem o sabem fazer...)

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante25 de novembro de 2015 às 14:17

      Deixa acabar as causas fracturantes que já falamos...

      O búfalo também acreditou, mas no fim afogou-se

      Eliminar
    4. A ver. Cá estaremos e, já dizia o outro, prognósticos só no fim do jogo.

      Eliminar
  13. mas somos um país rico em quê? em tretas?

    ResponderEliminar
  14. Caaalma, muita calma que a Casa da Moeda já está a fazer mais dinheiro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não. Faz euros. Sem problema nenhum. Imprimem-se umas notas e já está.

      Eliminar
    2. Olha, também me dava jeito, sabes? Acabei de marcar Zermatt.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.