terça-feira, 10 de novembro de 2015

Devo ser muito tola

Se há três partidos de acordo, com as mesmas estratégias e quereres (aquilo dos animais não conta), mas dizia eu se está tudo de acordo, por que raio de motivo é que não há um único acordo e não se conseguem sentar todos juntos?...

86 comentários:

  1. Tenho uma pergunta melhor! "Se há três partidos de acordo, com as mesmas estratégias e quereres...", porque raio tem que haver 3 partidos para nós sustentarmos? Porque não apenas um, com 1 terço das pessoas?! Ah, isso é que era contenção de despesas! Chamem-me a mim para governar, chamem, chamem!

    ResponderEliminar
  2. Porque não se fundiram! É um acordo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não respondeu à minha pergunta. Eu não perguntei se houve fusão.

      Eliminar
  3. Claramente não há acordo...há, quase um acordo...

    Tola sou eu, que não reparei no quadradinho da coligação da esquerda, quando fui votar. Vi todos em separado, estava claramente em delírio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tambem não deve ter visto o quadradinho da coligaçao em 2011 qd foi votar, tb viu todos em separado, suponho

      Eliminar
    2. Esse argumento é tolo... A coligaçao foi formada pelo partido que ganhou. E, já agora, com um partido de programa próximo. Não é o caso.

      Eliminar
    3. E em 2011 fizeram uma coligação. Coligaram-se. Uniram-se. Juntaram-se. Enfim, foram para lá juntos.
      Desta vez, estão tão seguros da sua "união" que até o "acordo" (estou a fazer um esforço para não me rir) não há maneira de sair. Já para não falar que nem um verdadeiro Acordo conseguiram estabelecer, mas sim uma panóplia de 3 negociatas mal enjorcadas...

      O Costa meteu-se num buraco...

      Eliminar
    4. Eu tenho medo de ter o Costa como primeiro ministro. Vai ser a pior m*** que nos poderá acontecer. A todos. Sejam de esquerda ou de direita.

      Irritam-me as pessoas que, só porque olham para os partidos com palas nos olhos e incapazes de analisar as coisas concretamente, com base nos factos, arranjam 1001 desculpas só porque acham que vai ser bom para eles.

      Para a maioria dos portugueses vai ser péssimo. E só não vê isso quem não percebe nada de nada.

      Eliminar
  4. Talvez haja algum(ns) ponto(s) do(s) acordo(s) que não sejam comuns. É, parece-me, a explicação mais evidente. (Ainda pensei em usar "lógica", mas depois vinham com a da batata...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se é assim como vão governar em conjunto? Ou vão desatar à batata no momento em que é preciso tomar decisões?

      Eliminar
    2. Mas não vão governar em conjunto Anónimo 18:31. É assim tão difícil entender? Não é uma coligação. A ser, será um governo PS com ACORDOS à esquerda.

      Eliminar
    3. Acordos negociados passo a passo a um enorme custo para Portugal.
      Felizmente duvido que dure muito tempo. O Arménio já está a deitar as garras de fora e a avisar quem é que manda.

      Eliminar
  5. Porque são bezerros, e os bezerros querem leite... mas só existe uma mama, e agora? ...
    Por mim era já um estufadinho...

    ResponderEliminar
  6. Pipocante Irrelevante Delirante10 de novembro de 2015 às 15:42

    Antonio Costa pode bem escrever o obituário do seu partido.
    Quando os senhores que pagam as despesas vierem pedir contas, e ele tiver de dobrar a espinha, os seus "aliados" de esquerda vão para a Rua lutar contra o Governo que se baixou perante o Capital e a Europa tecnocrática.
    Sim, porque eles não governam, nem querem governar... isso implicaria responsabilidade, e ser chamado à responsabilidade se e quando as coisas correrem mal.
    Eu nem vejo mal ao mundo se vier aí um governo de esquerda, podem nem ter ganho as eleições mas dou de barato, afinal, golpes de estado há aos montes por aí fora, mas no mínimo pedia um par de cojones à bloquista do decote e ao representante do povo trabalhador, que se façam à vida e assumam o Poder que querem fazer cumprir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. concordo totalmente. e ja agora, Costa pode orgulhar se de ter sido provavelmente o único até agora a dividir tanto opiniões dentro de um partido. e em mais do que uma situação. não há consenso com aquela gente..

      Eliminar
    2. Mas o cavaco depois fez o favor de os juntar.

      Eliminar
    3. Me, My Shit and I o Cavaco é um querido, sabe sempre o que dizer.

      Eliminar
    4. Eles não querem fazer parte do governo. Nunca quiseram.
      E espero que o PS recupere disto. Vai demorar mas acabará por recuperar. Precisamos de um PS forte, que os boys têm de ir mudando.

      Eliminar
    5. Espera que recupere, Picante? Pois eu só espero que afunde. E de vez. Sem apelo nem agravo.

      Eliminar
    6. Eu espero que o Costa afunde de vez. O PS é necessário, precisamos de um partido moderado à esquerda do PSD (se a opção fosse esquerda radical vs direita moderada a coisa poderia correr muito mal, o mais provável seria que o PSD lá ficasse ad eternum e teríamos ainda mais boys, o PS é muito necessário)

      Eliminar
  7. Aquilo dos animais, não conta? Ai conta, conta.
    Vais ver se não conta.

    O do limiano também não contava...

    ResponderEliminar
  8. Por aí se vê como estão de acordo...

    ResponderEliminar
  9. Querida Mais Picante,
    Não me lembro se "um é pouco, dois é bom, três é demais", se "um é bom, dois pode ser muito, três é demais", se... "venha o diabo e escolha". Sentar os meninos à volta da fogueira só vale para aprender coisas de sonho e de verdade.
    Um beijo,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
  10. O PAN conta para pessoas como eu. Não porque achasse que são o ideal para formar governo, mas porque vejo a necessidade de uma postura como a deles no parlamento. É que, ao contrário da maioria dos portugueses, sempre tive noção de que não votamos para o 1º ministro. O nosso voto deve ser dado a quem defenda interesses com os quais nos identificamos. Porque cada partido tem a possibilidade de gerar discussão salutar e apresentar propostas inovadoras. Todos têm o seu lugar num parlamento democrático. Ou pelo menos, assim deveria ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito, Anónimo. Mas aquele hemiciclo vai ser um tal desatino de berraria, uns a gritar para cada lado, todos a tentarem fazer-se ouvir, os que supostamente deveriam estar de ACORDO à porrada com os seus congéneres com quem nunca estarão de ACORDO, aquilo vai ser uma chacina tal que eu acho que o pobre do deputado do PAN (que, já o disse aqui, até me parece uma pessoa sensata) não vai conseguir que se ouça nem um simples Bom Dia seu, quanto mais uma proposta de lei...
      Discussão, como o anónimo diz, é o que mais vai haver por ali, salutar é que eu duvido muito...

      Eliminar
    2. Estou de acordo consigo, anónimo das 17:22. Pode parecer estranho, mas acredito que o PaF deveria governar. Porque a transparência é uma das primeiras qualidades para a confiança e uma coligação feita de interesses dúbios como a que aconteceu DEPOIS das eleições entre aqueles que sempre fizeram questão de se distanciaram entre si, não faz qualquer sentido.
      (anónima das 16:41)

      Eliminar
    3. Aquilo de quererem que os animais passem a contar para o IRS, como se fossem filhos, transcende-me. Era mais o que faltava eu ter de pagar a ração do cão do vizinho.

      Eliminar
    4. Também pagas as touradas na rtp e não bufas, ou bufas? Também pagas a taxa do audiovisual na conta da luz e não te li ainda aqui a bufar. Ou estou enganado?
      Quando andas na rua e topas com um cão abandonado e sarnento, o que fazes? Fechas os olhos e assobias?

      Eliminar
    5. Por acaso bufo. Mas também pago uma série de programas dos quais não gosto. Acontece que acredito que a programação deva ser escolhida em função de 1. audiências, 2. interesse cultural (no caso da pública)
      O cão e o gato do vizinho abaterem no IRS é uma situação completamente diferente. Eu não tenho que pagar os hobbies alheios, lamento. A menos que estejamos a falar de cães guias não tenho nada que lhes pagar o veterinário.
      Já os custos dos canis com animais abandonados acho que sim, que tenho de os suportar, mera questão de humanidade.
      (não me lembro de me ter cruzado com nenhum cão sarnento e abandonado mas já recolhi dois gatos bebés)

      Eliminar
    6. Cap Creus, eu bufo sim senhor para isso tudo, touradas (a maior imbecilidade à face da terra, entre outras), taxas parvas, etc.
      E quando vejo um cão abandonado não fecho os olhos. E até tenho 3 cães, galinhas, pássaros e um cágado em casa, mas não gosto de parvoíces. E com tanto problema no país com humanos, parece-me que andarem preocupados que os animais contem para o IRS parece muito parvo.

      Eliminar
    7. Eu por acaso estava a responder á douta e ilustre gerente deste estaminé.
      Sabes que pagas os canis de abate? E que custa mais caro abater do que esterilizar? Portanto tens de suportar, mas não fazes ideia do que se passa na maior parte deles. Está bom de ver.
      E não te incomoda que haja tourada, porque: Tem audiência (o que é uma falácia), e porque tem nível cultural. AHAHA!
      Não mencionaste a questão da taxa do audiovisual. Sabes que as escadas do prédio onde eventualmente vives, paga também essa taxinha?

      Anónimo das 11:17 e por se discutir a questão do IRS, impede por acaso que se discutam outras questões? Explique lá como. E se tem cães e afins, esta medida até o ia beneficiar. Ou não leva o cágado e os cães ao médico? E dá de comer aos cães os restos do jantar?
      Muito bom!

      Eliminar
    8. Não deve ter percebido nada do que eu escrevi. Mas eu repito.
      1. Disse que bufava por ver as touradas da televisão pública. Não sei de onde extraiu esse "não te incomoda que haja tourada"
      2. Disse que pagava canis públicos e que achava bem. Não sei de onde extraiu a ideia de que não sei o que já pago.
      3. Nunca disse que estava de acordo com todas as taxas que pago, ou disse? Também pago a taxa de protecção civil que é só a maior falcatrua vista, graça do Costa.

      Vai daí que continuo a achar que não tenho nada que andar a pagar esterilizações e rações dos cães dos outros. E a sua argumentação não faz qualquer sentido, isso de sair mais barato ao contribuinte esterilizar que abater só faria sentido se a maioria das pessoas abandonasse os seus animais. Isso não é verdade e ainda bem.

      Eliminar
    9. E eu tenho um cão. Isso não é argumento. Sou totalmente contra.

      Eliminar
    10. Vou responder à parte dos canis publico, porque me parece que não entendeste o que disse.
      Ao estares toda contente a pagar os canis públicos, estás a pagar (na maior parte deles), os abates, que tal como referi ficam mais caros que as esterilizações. Foi isto que disse.
      Quanto ao IRS nem vale a pena alongar, é quase como discutir religião.
      *Não faz sentido? Portanto nós pagamos os canis, através das taxas e tachinhas, e achas que não faz mal andarmos a pagar abates quando se poderia esterilizar, ainda por cima sendo mais barato.

      Eliminar
    11. Primeiro (e usando a sua lógica, com qual eu nem concordo): e quem me garante que as pessoas não abandonam os animais esterilizados? É que nesse caso, estarei a pagar a esterilização e o abate, logo é pior.
      Segundo: dado que a taxa de abandona de animais não é de 100% o que diz está errado.
      Efectivamente para lho provar teria de saber a % de animais abandonados e, dessa %,quantos é que são abatidos. Vamos assumir que 10% das pessoas abandona os seus animais. Teremos 10% de animais para abater (o que não corresponde à verdade porque muitos vão para associações e arranjam novos donos). Juntamos outros 10% visto que alguns se reproduzem. Ficamos com20% dos animais para abater e estou a ser muito generosa nas contas.
      Ainda spbram 80% dos animais para esterilizar, ter consultas anuais de veterinário, dar medicamentos e alimentar. Só uma esterilização custa 300€. Uma consulta custa 40€. Em alimentação anual vamos assumir 300€.
      Não sei quanto custa um abate. Mas seguramente que o custo do abate*0.2 é inferior a 640€ multiplicado por 80% dos animais restantes.
      A sua teoria do custo cai por terra.

      Eliminar
    12. CAP CREUS, eu prefiro pagar touradas de vez em quando do que levar TODOS os sábados com vacas, porcas e asnos em cima de um palco a gritar "eu levo no pacote", "tenho um andar novo" ou "eu lavo a minha ameijoa para o meu amor se lambuzar". Se eu posso escolher não ver essas alarvidades? Posso. O Crap também não tem que ver as touradas.
      Mas há espaço para todos. O Crap pode deliciar-se ao Sábado à tarde (TODOS os sábados) e quem gosta de touradas também tem direito ao seu momento (de vez em quando).

      Eliminar
    13. Huuummm só que não.
      https://campanhaesterilizacaoanimal.wordpress.com/2010/12/21/quanto-custa-abater-um-animal-num-canil-municipal/

      “Cada animal abatido custa ao Estado cerca de 60 euros: custos de recolha, alimentação, eutanásia e incineração de um canídeo médio” DR. FERNANDO RODRIGUES, Veterinário Municipal de Valongo, “Esterilização obrigatória por lei”, ligação disponível em http://campanhaesterilizacaoanimal. wordpress.com/2010/02/.
      Não percebi as suas contas, mas parece-me que estão desfasadas da realidade.

      Eliminar
    14. Faz as contas, mas atenção que o artigo é de 2011.
      http://www.dn.pt/portugal/interior/100-mil-animais-abatidos-em-portugal-1770006.html

      Eliminar
    15. Acho isso do IRS absurdo. E sim, tenho animais, mas tambem tenho cerebro e não sou uma tarada de animais .

      Eliminar
    16. Eu dei-lhe o custo de esterilização numa clínica particular. É quanto lhe cobram. Mas o custo dos animais não se fica por aí. Falta a alimentação, vacinas e veterinário. Espero que não esteja a sugerir que o Estado vá agora fazer hospitais públicos para cães e gatos, ou está?
      E eu saber que se abatem 100.000 animais por ano não me diz nada se não souber qual o número total de animais domésticos. O que lhe estou a dizer é que sairia mais caro ao Estado, logo a todos nós, subsidiar as despesas com animais. Se pensar de cabeça aberta verá que eu tenho razão.

      Eliminar
    17. É isso, tem razão.
      O estado está a pagar os abates. Ainda não percebeu?
      Quanto ao sair mais caro subsidiar as despesas com animais, não pense só no dinheiro que lhe fica mal. Pense num país mais civilizado, isso sim.
      Se tiverem falta de verba, é simples. É multar e rebocar todas as latas mal estacionadas em cima de passadeiras e passeios. Era uma boa ajuda.
      E reitero. Tem razão, sim.
      Pronto, ficamos assim

      Eliminar
    18. Ao anónimo das 13:47
      É Cap e não crap e a questão não é o ver ou não ver... é pagar para aquilo dar. Estou-me nas tintas se a sic dá lixo ou não. Ou a tvi, quero lá saber, desde que não haja ali dinheiro meu.
      Chiça que é complicado entender.

      Eliminar
    19. Percebo, porra. Mas é MAIS barato pagar uma % de abates que 100% de esterilizações. Percebe, agora?

      É que esterilizar animais não significa que deixe de haver abates. As pessoas podem continuar a abandoná-los. Significa apenas haver menos abates.
      E não me venha falar em prioridades de civilidade para com animais que eu conheço crianças que vão com fome para a escola. Portanto sou contra. Se me deixar, claro.

      Eliminar
    20. Cap Creus, dou-lhe, por acaso dou-lhes restos do jantar. Ou acha que a comida enlatada é melhor do que o que eu como?! Infelizmente não tenho dinheiro para paneleirices, comem o mesmo que eu! Era isso, ou deixá-los morrer à fome. E se de quando em vez posso comprar ração, eles deixam-na e preferem a minha comida!!
      Veterinário tenho um vizinho que faz as coisas à paleta, à troca de outros serviços (lícitos!), como antigamente. Pode ser?! Tem noção que a maioria do povo não tem dinheiro para levar os canitos (e outros) ao vet...?!

      Eliminar
    21. E se eles têm pouco tempo para discussões parece-me completamente parvo (sim parvo) usá-lo a discutir isso, quando não chegam a acordo de outras coisas mais importantes, prioridades, percebe o que é?!

      Eliminar
    22. Cap (desculpe o Crap, mas o seu nick é um pouco confuso), não é a SIC nem a TVI (esse é ao Domingo), é na RTP TODOS os Sábados. Note que eu em cima falei duas vezes em Sábados, não foi por acaso.
      Tal como a si em relação às touradas, à mim também não me agrada pagar para a Rosinha e os seus respectivos pacote/ andar/ameijoa passarem na RTP. É complicado para si entender?

      Eliminar
    23. Eles depois de esterelizados continuam a precisar de cuidados, de comida, de veterinário.

      Logo, a curto prazo até pode ficar mais barato, a longo prazo não fica certamente.

      E dar benesse a animais como se de um filho se tratasse acho uma estupidez e uma demonstração de falta de cérebro tal que nem sequer consigo considerar digna.

      E tenho um cão e um piriquito, que são muito bem tratados e que eu considero da familia. Mas não misturem alhos com bugalhos.

      Enquanto houver crianças a passar fome e idosos sem dinheiro para medicação essa medida não passa de uma medida vinda de pessoas desumanas e incapazes de priorizar o importante. Quem dá mais relevância aos animais do que ao bem estar de pessoas também não deve muito à capacidade de ser gente.
      Não me admira que depois digam que prefiram animais às pessoas... eu também prefiro os animais a essas pessoas.

      Eliminar
    24. Bom, vamos lá acalmar , que não quero ninguém a ter uma síncope cardíaca.
      Ao anónimo que se atrapalha com o nick, aconselho a pegar num mapa de Espanha. Agora onde está Barcelona? Já está? Isso, agora com o dedo, vamos subir quase até França sempre junto à costa...Já encontrou? Promete que nunca mais vai ficar atrapalhado?
      Portanto, nada de esterilizações, é deixar os cães e os gatos procriarem porque assim é que está bem.
      Repito. O facto de se fazer isto e de se discutir, não significa que não se discutam outras matérias. Mas os anónimos e a dona do estaminé acham que não. Só se pode falar do que eles acham mesmo pertinente.
      Anónimo das 17:54, tem consciência que a nossa comida não serve para os cães, certo? Simples, deixe de fumar ou de comprar as revistas de treta que compra e assim já tem dinheiro para umas latas de comida. É a tal questão das prioridades. Topa? Ou da gestão orçamental.
      Quanto à líder disto, e como acha que tem sempre razão e até já fez as continhas todas, sabe por certo do que fala.
      Ficamos por aqui. têm todos razão.
      Ahhh! e os pombos? É que parece que também se gasta dinheiro a tentar controlar os pombos. Como devemos fazer?

      Eliminar
    25. Cap Créus, devia deixar de comer carne. Alinhar naquela coisa da cena vegetariana ou lá como é que lhe chamam. É que dizem que a carne todas as pessoas agressivas e eu começo a ficar seriamente preocupada consigo, Cap Créus.

      Eliminar
    26. Cap Creus, trate-se. Os cães existem há milhares de anos, as rações não. Extinguiram-se os bichos com os restos que lhes davam à mil anos atrás?! Topa, ou vai ser preciso explicar com um desenho?!

      Já agora, não que tenha algo a ver com isso, mas nem fumo, nem compro coisas que não posso, incluindo revistas. Muito feio julgar sem conhecer. Mas como me estou a cagar para o que acha que sabe de mim deixo os cães ladrar e a caravana passar. (dedo do meio para si!)

      Eliminar
    27. Anónimo, peço desculpa mas não percebi. "que dizem que a carne todas as pessoas agressivas".

      Não se preocupe comigo, agradeço mas não há necessidade.
      Agora consigo e com esse modo poucochinho de pensar...

      Eliminar
    28. Anónimo das 11:14, claro que me trato, até porque tenho tendinites nos ombros e de vez em quando necessitam de ser tratadas.
      Agora, permita-me uma correcção: "...bichos com os restos que lhes davam à mil anos atrás?!"
      Errado anónimo, errado. Esqueceu-se do "há" e escusava de escrever atrás. É redundante.
      Vá, agora guarde o dedo do meio que ainda pode vir a precisar dele.
      E agora em versão Português do Brasil, porque me parece que gosta de novelas.
      http://www.bolsademulher.com/pet/os-5-erros-mais-comuns-na-alimentacao-do-seu-cachorro

      Eliminar
    29. Ficou sem argumentos Cap?! Deixe lá, que contra factos não há argumentos!

      Eliminar
    30. Não era todas, era "torna". Um lapso, já se vê. Pensei que uma pessoa tão inteligente o alcançasse. Vejo que não. Talvez se tivesse feito uso do mapa que me recomendou....

      Eliminar
    31. CAP, eu acho que se pode falar de tudo. Mas também acho que há prioridades. E a minha prioridade não são os animais. Não enquanto houver idosos que não compram medicamentos por falta de dinheiro, por exemplo.
      Não concorda? Está no seu direito. Mas eu também sou livre de não concordar consigo. Sem agressividades, não há qualquer necessidade disso.

      Quanto a mim é punir severamente quem abandona e maltrata animais. Funciona como um excelente disuasor, perceber que se pode ir parar à pildra e pagar uma multa pesada.
      (e eu gosto muito de animais, sempre os tive, ainda assim não acho que o veterinário do meu cão deva ser abatido no meu IRS, tal como é o médico dos meus filhos)

      Eliminar
  11. Segundo li não há acordo em tudo mas estão de acordo no geral. Por exemplo estão de acordo quando dizem que é necessário comprar umas calças. Depois, se as calças devem ser de ganga, de algodão ou lã, serão "outros quinhentos". Mais chegando a acordo, serão de ganga, falta decidir o corte, skinny, flair, boot cut...
    É bom que o Costa contrate uma fashionista, estou a ver a coisa muito negra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto da sua capacidade para fazer piadas no momento em que mim só me apetece chorar.

      Apetece-me abandonar este país e não regressar mais. Vão meter o esforço todo dos últimos anos ao lixo, vão torturar o sistema económico, vão dar mais regalias aos amigos, vão injectar outra vez dinheiro num banco privado (parece que os fanáticos se esqueceram no BPN) ... tirem-me deste filme!

      Poderia dizer que conto com o bom senso do Presidente... mas infelizmente não creio que o tenha. E, se ganhar um Presidente do PS já sabemos como isto vai acabar.

      Eliminar
    2. Há pouco mais de um mês diziam q havia mtos voos, eu estive quase p apanhar um, mas depois achei q n era motivo p tanto. Tenham lá calma e vamos ver no q isto dá.

      Eliminar
    3. E se conseguirem decidir o feitio das calças e elas não assentarem bem, terão ainda mais uma questão entre mãos. De quem é a culpa? Do traseiro ou das calças?

      Eliminar
    4. Oh Anónimo, então. não seja piegas (raio dos portuguese são tão piegas, lamechas, preguiçosos... se fossem empreendedores, se tivessem vendido pipocas nos cinemas enquanto estudavam.... ).
      Faz muito bem em ir-se embora. Aliás deviam ir todos os que acham que isto está mal. Quem está mal muda-se.
      Pelos visto não ligaram nenhuma ao que o querido PPC disse nestes últimos 4 anos. Se acham que o país está mal, mudem-se. Mexam-se. ... que falta de desembaraço.
      Aliás, ir viver para outro país é uma excelente experiência (mesmo para quem não queira) a par com o desemprego, que como todos sabemos é uma oportunidade única.
      Portanto não sei do que se queixa.
      e se não for embora entretanto, quando o PaF voltar com maioria absoluta, ouça melhor o querido PPC e siga os magníficos e únicos conselhos desse homem tão sábio e conhecedor da vida.... Faça as malas e vá de vez.

      Eliminar
    5. Mirone, a culpa é da costureira, claro.

      Eliminar
    6. Me My Shit and I, fique por aí à vontade a ver no que isto dá. Eu já vi no que dá, pela amostra da trapalhada de Tsipras e Varoufakis. Por mim, vou já andando para o Multibanco mais próximo para ser a primeira da fila a levantar os meus 60€ diários.
      Ou acha que a Europa vai ser tão frouxa como estão a ser os portugueses e pactuar com esta palhaçada toda?

      Eliminar
    7. Eu acho q as pessoas estão a empolar demasiado a coisa. Se vai ser fácil? Não, n vai. Mas acho q entrarem numa histeria colectiva é q tb n vai ajudar.
      Falam mto do interesse do país, esse acima de tudo. Mas depois não vejo comportamentos coerentes com isso. Era só isso que pretendia dizer.

      Eliminar
    8. E já agora, um apontamento. Apresentar uma moção de censura ao governo PaF é baixo, é ilegal, é um golpe de estado e mais não sei bem o q. Mas quando o PSD apresentou uma moção destas ao governo de Guterres (q tinha ganho as eleições) aí n era um golpe de estado nem sede de poder??!

      Eliminar
    9. Não é ilegal. É eticamente incorrecto já que o esforço foi no sentido de não haver entendimento e não o contrário.
      (as situações são muito diferentes)

      Eliminar
    10. Picante, não obstante da sua posição e entendimento da situação, creio que n vai negar que esse não é o entendimento para mtas pessoas, q literalmente, dizem q isto n é legal e que n compreendem como é possivel quem perdeu conseguir chegar ao poder (aliás, há pessoas com estas ideias a comentarem por aqui). O meu apontamento n era para quem compreende o funcionamento da "coisa".
      Agora, acho mto hipócrita, as pessoas q dizem q isto não é legitimo (até nos órgãos sociais se debate esta questao) qd o PSD já tentou fazer o mesmo.

      Eliminar
    11. É verdade, há muita gente que acha que isto é ilegal. Não é. Mas eticamente é muito duvidodo.

      Eliminar
  12. Agora só falta mesmo a Marisa Matias para Presidenta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquela do Uma por Todos, ao estilo bukkake?

      Eliminar
    2. Sempre que penso nela só me lembro da figura dela há uns anos no programa Parlamento da RTP2, com um camisolão de lã grossa com um decote enorme que deixava ver o rego das mamas e sentada de pernas cruzadas, de mini saia e collants opacas. Parecia a Cicciolina. E quer agora ser PR?
      Aquela gente passou-se toda!

      Eliminar
    3. Ah ah ah ah ah

      É ver este post da Caco de Mimo. Está demais!
      http://www.cacodemimo.blogspot.pt/2015/11/que-se-acuse.html

      Eliminar
  13. Até me rebolo de tanto rir!!! Caramba, tás cá com uma dor que nem consegues disfarçar. Heheheheheh
    Põe gelo, pode ser que passe....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dor de cotovelo de quê, de irmos todos pá merda?!
      Não entendo este pessoal que vê isto como um jogo de futebol. Vai tocar a todos esta porcaria. E até a minha avó, com mais de 80 anos diz que o Costa é o pior canalha que existe, por ter despachado o colega de partido pelo poleiro (refere-se ao Seguro), o poder corrompe gente e só os idiotas não vêem isso.

      Se tivessem lá deixado o Seguro o PS tinha ganho e ninguém ia reclamar. Não é dor de cotovelo e ver as coisas com clareza e perceber que esse pessoal está apenas sedento de poder. Simples!

      Eliminar
    2. E já agora não se devia rir, parece os idiotas na Assembleia, com o país na merda e eles volta e meia a rirem-se feitos parvos. Devem-se estar a rir de nós.

      Eliminar
    3. Anónimo10 de novembro de 2015 às 17:14

      Não se devia rir quando as pessoas sentem que foram enganadas e não não vivem em democracia. Os custos desse sentimento são caros para todos nós.
      O que esta a acontecer nao é motivo para gozar e rir.

      Eliminar
    4. Oh pá! Mas o que é que vai acontecer?1 é que parece que várias pessoas sabem de uma catástrofe que está prestes a acontecer... É que seria bom avisar toda a gente.
      é para evacuar o país?
      Vêm aí algum tremor de terra devastador (nas próximas horas/dias, em Portugal)? Um tsunami tão grande que leve Portugal todo?
      Vai chocar algum meteorito gigante com a Terra?
      Que catástrofe é que vocês todos sabem que vai acontecer?
      Poderiam esclarecer?

      Se estão apenas histéricos porque o António Costa quer levar para a frente a sua ideia de governo de esquerda, e o PaF não vai poder governar... Por favor não espalhem o pânico... Não há razão para tal

      Eliminar
    5. Eu acho que há. Já há vários projectos de investimento adiados por causa desta indefinição.
      E a verdade é que Portugal não tem dinheiro. Se não controlarmos as contas teremos nova intervenção. Muito mais dura que a última. Mas vamos ver, espero estar redondamente enganada.

      Eliminar
  14. Porque, provavelmente, não "há três partidos de acordo, com as mesmas estratégias e quereres", há dois partidos que vislumbram agora a sua grande oportunidade de alcançar o poder, da única maneira que lhes seria possível, à boleia, e não querem perder a oportunidade, e portanto a questão será, aquilo que estão dispostos a viabilizar, para conseguir a tal boleia, até lá o bluff irá continuar. E eu estou farta desta gente que acha que um país é uma casinha de bonecos para eles brincarem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, desses dois, espero tudo. Mas confesso que esperaria que o Costa não fosse tão umbiguista. Falta de vergonha tem limites.

      Eliminar
  15. Eu nunca pensei vir um dia a dizer isto, mas ao pé do Costa o Sócrates é um anjinho de coro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não se encheu de dinheiro alheio. Continuo a achar o Sócvrates pior.

      Eliminar
    2. Referia-me ao caráter. Á falsidade.

      Eliminar
  16. É demais...demais... rimas com o São Martinho, num pássaro perto de si. Que piada. Só que não.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.