sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Venho só de rajada aqui dizer...

Que as herdeiras ricas também têm muitos problemas e stress, senhores! São muitos anos a ter de provar que merecemos o lugar, que somos as mais indicadas para fazer o que fazemos, enquanto suportamos os olhares meio trocistas de homens barrigudos, com largas entradas, e lhes adivinhamos os pensamentos: "Ah! Dra. Picante? De certeza que os pais doaram uma das alas da biblioteca... Só aqui está porque é filha do Doutor. Ah!... No tempo do doutor é que era..."
Como é que uma pessoa não há-de ficar insegura? Como é possível ser-se uma diva auto-confiante com gente deste calibre a olhar-nos assim? Como?
(vou ali tomar um Serenal a ver se passa...)

19 comentários:

  1. Está a dizermos que mais vale ser "pobrete mas alegrete" do que "herdeira rica"?
    Olhe, não sei (mas isso é porque tenho os meus pais vivos e com saúde, que assim se mantenham muitos anos, que rica ou pobre não tenho vontade nenhuma de ser herdeira nos próximos tempos).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que não, Mirone. Antes rica e saudável que pobre e doente.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. é uma conta qb, vá. não me leve a mal!

      bom fim de semana picante.

      Eliminar
    2. Acho muito improvável levar a mal qualquer coisa que me dissesse, Claudia.
      Bom fim‑de‑semana!

      Eliminar
  3. Ainda se arranja disso, Serenal?? Isso é que era...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que sim.
      (Em tempos uma colega entrou aos gritos, gabinete dentro, um de nós aconselhou-a, muito calmamente a voltar depois do Serenal fazer efeito, lembro-me sempre disto)

      Eliminar
    2. O Serenal, não faz bem, nem faz mal.

      Eliminar
  4. Não sei de quem falas, ele há tantas divas por esta blogosfera fora... mas eu que só frequento a blogosfera como leitora, te digo, querida Picante, que ADORAVA SER HERDEIRA RICA!!!! Podia ser herdeira de qualquer coisa, de fraldas, tampões e pensos higiénicos, parafusos e porcas, sabonetes, qualquer coisa... era só mesmo herdar qualquer coisa!!

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito de moralismos. Principalmente vindos de quem ficou famoso por ser uma das autoras do hateblog que mais estragos fez, o Pipi sem meias. É vê-las todas ofendidas a dizer que hoje em dia não se respeitam regras. O que eu gostava mesmo é que me dissessem que regras são essas que agora não se respeitam? O número mínimo de asneiras por post? O insulto e exposição gratuitos de familiares mesmo que nada tenham a ver com o blogue? Misturar assuntos pessoais com blogues? Se tivessem vergonha na cara ganhavam mais, em vez de se armarem em santinhas de pau-oco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse assunto será desenvolvido noutro post.
      (caramba, quase mo arruinava...)

      Eliminar
    2. Anónimo, retire os adjectivos e eu publico-lhe o comentário. Eu ainda sou livre de simpatizar ou não com determinada blogger, independentemente de gostar ou não de algumas publicações. Aquilo que eu penso da exposição de crianças em blogs é mais que publico e não faço qualquer excepção.

      Eliminar
  6. Ó MINHA SANTINHA METE TE COM A TUA VIDINHA CARAMBAS

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.