sexta-feira, 18 de setembro de 2015

E agora... o Zé

Uma pessoa do instituto de formação Ibérica enviou-me um mail que mereceu toda a minha atenção, de tão bizarro que é. Eu fico sempre extraordinariamente bem impressionada quando as pessoas enviam mails de trabalho aqui para a Picante, como se o meu blog fosse uma empresa que comprasse frigoríficos e ares condicionados, contratasse trabalhadores ou estivesse interessado em fazer acções de formação. A sério que fico mesmo bem impressionada, revela que o remetente, vamos designá-lo por Zé, perdeu meia dúzia de minutos a ver qual seria o target mais adequado à sua proposta. Foi isso, não foi ó Zé?
Mas como se não fosse o bastante, o Zé ter enviado este mail para a Picante Enterprises SA, qual não é o meu espanto quando descubro que o Zé percebeu que eu estou a contratar. Ora vai daí e o quê que o bom do Zé pensou? Ui, deixa cá ver se lhe faço uma proposta irrecusável. E fez. Propôs-me contratar um dos seus alunos para um estágio com duração até dois anos, ao invés de fazer um contrato de trabalho, que é lá isso? Coisa tão má que acarreta custos com segurança social, tem subsídios e essas coisas todas, um aborrecimento! Mas há mais... O Zé é um fixe, como tal foi-me logo dizendo que caso eu não gostasse do estagiário, poderia substituí-lo a qualquer momento. Uma maravilha, não é verdade? Uma parceria, chama a isto o Zé.
Fiquei tão encantada com o mail do Zé que decidi perder uns minutos do meu precioso tempo e fui ver o site, tinha curiosidade em saber que cursos é que dava o Zé. Querem que vos fale dos cursos? Mesmo? O que não faço eu por vocês, não é verdade? Pois bem, o instituto do Zé ensina marketing, gestão, contabilidade, técnicas de vendas, recursos humanos e... pasme-se... qualidade! Isto entre outros cursos, ainda mais interessantes, de massagens, cabeleireiro ou cozinha. Uma autêntica Yale, esta entidade formadora de prestígio. Ainda tentei ver as cadeiras de gestão, contabilidade e marketing mas... nada. Dão-me a definição de gestão, dizem-me que ao fim de um ano fico habilitada a trabalhar com competência da área, que o dito curso me desenvolverá todas as valências na área e é isto. 
Caramba, Zé... A sério? Havias de rever essa tua abordagem, em precisando de ajuda é só chamar, isso assim não é credível. Olha que quem avisa...  

12 comentários:

  1. O que vale é que nos disse que instituição era. Por momentos pensei que fosse uma instituição brasileira referência no ensino à distância que também usa a fotografia de outro Zé (Sócrates) para fins publicitários.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Não faço ideia. Eu só faria um curso daqueles se me pagassem para isso.

      Eliminar
  3. Muito elucidativo acerca do estado actual das coisas :(

    Martha

    ResponderEliminar
  4. Estarão os cursos homologados? Há muita banha da cobra à venda por aí....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não procurei, vi aquilo rapidamente. Quando percebi o teor da coisa fechei a página.

      Eliminar
    2. Nem sei onde haverias de ir saber de uma coisa dessas ou sequer se estará acessível na web...

      Eliminar
    3. Mas os próprios cursos costumam anunciar a certificação, não é?
      De todas as formas não reparei.

      Eliminar
  5. Pipocante Irrelevante Delirante18 de setembro de 2015 às 19:44

    Gestão de Qualidade existe, tem a ver com preparação das empresas para certificações segundo as normas ISO.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que existe, muitas dores de cabeça tive eu à conta de certificações.
      ( era uma graçola, dada a qualidade que o site aparenta...)

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.