terça-feira, 8 de setembro de 2015

As coisas são como são, até o Costa o diz

Quando vejo as Rosinhas desatarem todas a falar em anemia, que 20% dos Portugueses a têm, que vão a um pequeno almoço de rastreio, ou lá o que é, reviro os olhos.
Começarei a hiperventilar no momento em que nos vierem recomendar um suplemento qualquer, que aquilo nos repõe o ferro, nos devolve a energia e, com sorte, até eliminará a celulite.  

(vão ao médico, sim? são só blogs a fazer pela vida...)

38 comentários:

  1. Não.... elas não são pessoas para isso!

    Ou são!? :-) :-)

    C.

    ResponderEliminar
  2. por acaso tive um período muito chato com a anemia :p tive que levar ferro injectavel durante uns tempos, muito chato.

    ResponderEliminar
  3. eu perguntei foi pelo menu do pequeno-almoço
    só para saber se valia a pena ir

    ResponderEliminar
  4. Mas oferecem pequeno almoço? Estou lá :D

    ResponderEliminar
  5. Pipocante Irrelevante Delirante8 de setembro de 2015 às 11:15

    Comer de borla?
    Onde e quando?

    ResponderEliminar
  6. Ah Ah Ah Ah Ah Ah Ah... é muito bom!! É ver o pessoal a inscrever-se em todas para aproveitar o pequeno almoço!!
    Qualquer dias fazem consultas online (tipo Maya)...

    ResponderEliminar
  7. Se tiver sumo de laranja natural já será um óptimo começo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizem que comer a laranja é mais benéfico do que o sumo

      Eliminar
  8. Andei meses com os valores das minhas análises completamente alterados, anemia acentuada, vai aqui, vai ali, repete esta análise, faz mais 458 diferentes... enfim, também temos que ter sorte com o médico que vê as análises e consegue perceber que alguma coisa não está bem. Afinal tinha um Linfoma Não-Hodgkins e só foi detectado pelos médicos com os gânglios axilares dilatados! Consultem médicos, não ignorem sintomas e deixem-se de tretas de rastreios promovidos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que tenha tudo corrido bem. Um beijinho.

      Eliminar
    2. Verdade. Estas coisas são uma palermice-engana-tolos.

      Eliminar
    3. Obrigada Picante, foram meses muito complicados enquanto fazia quimioterapia mas agora os tratamentos são muito mais suaves e sinto-me óptima. Soube hoje de manhã, pelo médico que me tem acompanhado, que depois último exame PET, estou em completa remissão! Hoje estou feliz!!
      E continuo a cá vir, confesso que a Picante foi a minha companhia virtual neste último ano, bem como a Palmier, a Mirone, a Né, a Xaxia, a Loira...

      Eliminar
    4. Cá em casa estamos a passar por uma situação semelhante. Detetada cedo, mas ainda assim muito complicada. Espero que corra tudo bem consigo.

      Quanto aos rastreios fiz uma vez um quando andava no liceu. Visão perfeita! Uns meses depois estava a usar óculos. E, ainda por cima nem o pequeno almoço me ofereceram... malvados!

      Eliminar
    5. Olhe, agora deixou-me de sorriso rasgado na cara. Pegue lá um enorme abraço e um brinde virtual.
      Fico muito contente por si e pelos seus.
      (quase que ia escrevendo um smile, caramba, isto não se faz...)

      Eliminar
    6. Rolo Encravado, muita sorte e muita calma. Claro que vai correr bem.

      Eliminar
    7. Muito obrigada Rolo Encravado e MUITA FORÇA, são períodos bastante complicados, não vou mentir, mas a medicina tem evoluído muito nesta área. Quase todos os dias lemos notícias sobre uma nova descoberta relacionada com problemas oncológicos... e se não estiverem confortáveis com os médicos que estão a acompanhar o caso, procurem outros! Numa fase tão complicada, em que nos sentimos tão frágeis, convém termos à nossa volta profissionais que nos inspirem confiança.
      Tome lá um abraço virtual e outro para a Picante que eu tanto gosto!

      Eliminar
    8. Passo só para deixar um apertado abraço à anónima, por quem fico muito feliz. :)

      Eliminar
    9. Ooooh, fico feliz por saber que lhe fiz companhia numa fase tão difícil da vida, anônima, mas muitíssimo mais feliz por saber que ficou bem. Um grande beijinho e todo o meu carinho.

      Eliminar
    10. Obrigado! E fico muito contente e mais animada por estar a correr bem este processo! Abraço

      Eliminar
    11. Um beijinho enorme e uma abraço apertado para a a Anónima (Elisa? :) ) e para Rolo Encravado! E muito boa sorte para o que aí vier :)

      Eliminar
  9. ahahahah:) agora sim picante no seu melho!!!!!!!

    ResponderEliminar
  10. Pipocante Irrelevante Delirante8 de setembro de 2015 às 13:54

    Depois do avanço civilizacional que foi a saúde universal, permitindo a Portugal aproximar&se de padrões europeus em termos de esperança de vida, eis que chega a última peça: os blogs que promovem a boa alimentação, a actividade física e os exames médicos. Finalmente temos tudo para sermos saudáveis e felizes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as rotundas, PID, importa não esquecer o papel das rotundas na circulação viária, urbanismo e, consequentemente, na qualidade de vida dos portugueses.

      Eliminar
  11. Oh picante o que vale é que as bloggers poupam -nos tempo, são fofinhas e pensam em nós. Basta ir a um deles para ficar actualizada. Desde as tendências para miúdos com o raio do vestidinho preto da zara, ou o casaco da zara bolo chic que todossss usam - blog da bolota versus criancinhas felizes ou a promoção das tangle teezer no blog das c do caco versus blog da bolota. A sério é que já que são tão básicas e fúteis podiam ao menos ser esforçadas e tentar ser originais. Mas não! O cérebro e só para ir a praia torrar ou à Lúcia piloto fazer madeixas.... Enfim.

    ResponderEliminar
  12. Pipocante Irrelevante Delirante8 de setembro de 2015 às 16:52

    Antes de ler num blog o que era anemia nunca me tinha passado pela cabeça fazer exames sanguíneos.
    True story.

    ResponderEliminar
  13. Bom, a verdade é que estamos a falar de saúde. Para elas pode ser negócio, mas até é bom que se fale de um problema sério. Tenho anemia, herança da minha mãe, a minha irmã também a herdou. Já perdi a conta ao número de tonturas que tive hoje...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas são casos de anemias genéticas ou é por falta de ferro? Pergunto isto porque no meu caso o meu avô era anémico, a minha mãe também é e eu também, mas não há qualquer componente genética associada. Basta comermos alimentos mais ricos em ferro ou mesmo medicação e os níveis ficam logo melhores.

      Eliminar
    2. Anónimo, genético. Para mim, ter tensão baixa é o normal.

      Eliminar
    3. Eu também tenho a tensão baixa, assim como as mulheres da minha família, mas não digo que isso é genético. Quanto muito, será algo familiar. Quando perguntei se eram anemias genéticas referia-me mesmo a terem encontrado a causa genética das anemias, como acontece em casos de talassemias, por exemplo.

      Eliminar
    4. Desculpa, nem sempre isso é suficiente. Numa mulher, se for anemia ferropénica (perda de sangue), é preciso descobrir por onde o perde (estômago, intestino, etc), por vezes, passa por eliminar apenas a perda de sangue mestrual, com DIU/SIU ou a toma da pilula durante vários meses, sem interrupção.
      Não há nenhuma necessidade uma pessoa não ter um bem-estar completo, no seu dia-a-dia...
      A “Organização  Mundial de Saúde” (OMS) define a saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afeções e enfermidades”.




      Eliminar
    5. Mas tensão baixa e anemia são coisas diferentes.

      Eliminar
  14. Estas rosinhas parecem aqueles vendedores de time sharing que dantes estavam espalhadas pela cidade, lembro-me de me chatearem sempre que passava na Rua do Carmo.
    Ou então aqueles que telefonavam para casa de uma pessoa a convidar para uma reunião qualquer com o engodo de ofertas. Mudam-se os tempos e a estratégia é semelhante, só que agora oferecem o pequeno-almoço.

    ResponderEliminar
  15. Et voila! Aí tem os seus suplementos alimentares :) a Picante é muito visionária :)

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.