segunda-feira, 22 de junho de 2015

Os problemas dos homens

Não fodem, nem saem de cima.

(Tradução: vou tratar-te como se quisesse ser teu namorado, mas não quero, na realidade gosto do jogo de sedução, portanto vou portar-me como se tivesse dezasseis anos. Ah!... Como se tivesse dezasseis anos e fosse uma gaja. E vou ficar aborrecido quando mo disseres)

51 comentários:

  1. Arremelguei os olhos! Picante, então!!!? :D

    ResponderEliminar
  2. Isso é o que eu chamo de gajo-gaja! A geração dos 30's está cheia deles!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a maioria a viver na casa dos pais...

      Eliminar
    2. Asseguro-lhe que não é exclusivo dos trinta.

      Eliminar
    3. Ai Pic não me diga isso, que uma pessoa assim perde a esperança caramba!!!

      Eliminar
  3. «Como se tivesse dezasseis anos e fosse uma gaja»! Tal e qual!
    E amuam, fazem birrinha, ficam muitíssimo ofendidos... E castigam-nos: combinam e não aparecem para, depois, aparecem sem avisar e acharem-se muitíssimo importantes, enviam imperceptíveis sinais de fumo, querem "manter o mistério" e "fazem-se de difíceis"... Já não há homens-homens?! :(
    (Desculpe, entusiasmei-me.)

    ResponderEliminar
  4. Isso é a minha vida!!! vá dá um conselho valido para lidar com homens assim, Picante!!! PLEASEEEEEE!!!!!!!!!!!!!!!!

    Claudia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hum... afastar-se? São uns idiotas manipuladores.

      Eliminar
    2. exatamente o que estou a fazer!!
      obrigada Picante :D

      Eliminar
  5. Pipocante Irrelevante Delirante22 de junho de 2015 às 12:26


    Depois de tanto tempo e trabalho a "feminilizar" os homens, agora queixam-se? Aguentem-se... e não os tratem mal, podem ferir os seus sentimentos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem é que fez uma coisa dessas? Que idiotas, caramba.

      Eliminar
    2. PID, touché!

      Mas a culpa é deles...

      Eliminar
  6. Com essa idade e metida nesses joguinhos? Tenha juízo.

    ResponderEliminar
  7. Empecilhos, é o que são. Má nada.

    ResponderEliminar
  8. Picante, desconhecia esse "Os problemas dos homens". Eles demonstram é logo toda a sua vontade de, concretização, digamos assim e somos nós que os fazemos passar pelo "jogo de sedução", senão, nada feito :). Acho mesmo que o "jogo de sedução" é fundamental numa relação amorosa, seja de que tipo for. Acho que matar o "jogo de sedução", é o primeiro passo para começar a matar uma relação aos poucos.

    (Caso este post, tenha razões que a minha razão desconhece, não me ligue)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estamos a falar de uma relação amorosa, Claudia. Estamos a falar de alimentar uma situação que nunca chegará ao físico, sequer, só pelo prazer de seduzir. Estamos a falar de um parvalhao, se quer que seja directa.
      O jogo da sedução é lindo, mas normalmente existe porque há interesse para além da sedução, nem que seja somente físico.
      (ligo-lhe sempre...)

      Eliminar
    2. Gostei imenso deste post, Picante.
      Só não percebi se a sua troca de palavras com a Cláudia é a serio, ou é cheia de segundos sentidos ...de parte a parte. Bem, na verdade esse não é problema meu.., é só mesmo um desabafo, e repito -este post está muito bom.

      Eliminar
    3. Sem segundos sentidos Anónima.
      (nunca pensei que pudessem existir tantos parvalhões com o síndrome vou tentar seduzir-te apesar de não querer sequer um beijo. Mas, a julgar pelos comentários...)

      Eliminar
    4. Vim só dizer à anónima, que também da minha parte, não existiu qualquer segundo sentido.
      (eu também, Picante)

      Eliminar
  9. Não tenho paciência. Por isso sempre preferi homens mais velhos que eu mas, infelizmente, isso nem sempre foi coisa boa. Às vezes conseguiam ser ainda mais imaturos que eu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não será só imaturidade, digo eu.

      Eliminar
    2. Pois não. Pode ser pilinha curta. Eventualmente.

      Eliminar
    3. Caramba. Até me engasguei.
      (obviamente que não sei, pode ser que sim, ou pode ser só um caso de bad clothing day, everyday na juventude)

      Eliminar
    4. Olha que... Olha que... Isso das juventudes acabrunhadas que de repente... Pop!... "Eureka, Eureka, Descobri a fórmula. Yes I can." Explicam muita coisa. Isso e um carácter duvidoso a brincar ao esconde-esconde com um ego desproporcionado. Isso e uma pilinha curta, claro. Eventualmente (claro).

      Eliminar
    5. Yes I can é muito bom.
      (o problema das mulheres é não resistirem a um cabrãozinho em cima de um cavalo branco, histórias de princesas a mais)

      Eliminar
    6. Grandiosa MN, Abençoada sejais vós!
      A única para quem o post não subentende enganos.

      Ps: assim as meias estivessem tão impecáveis como os punhos.

      Eliminar
    7. Picante, também tive a minha fase de bad boys. Confirma-se. Quanto menos gostavam de mim, mais eu os queria. Depois, olhe, passei a gostar de mim.

      Eliminar
    8. Ai Anónima...

      Olha Nê, para o bem e para o mal, nem sempre o que parece é. Digo eu que hoje me sinto tremendamente bem disposta.

      Eliminar
    9. Sim, sim Pic. Eventualmente.

      (E de punhetas de bacalhau, gostas? ;D)

      Eliminar
    10. (qué isso?)

      Mas gosto muito de beluga. Serve?

      Eliminar
  10. A maior parte deles é assim mesmo: nem fordem nem sinca ! Mas um dia aparece A excepção *-*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso a maior parte deles não é mesmo nada assim. E ainda bem.

      Eliminar
  11. Raios, a cara Picante não conhece o camarada Patife. Ele não pára. Nem sai de cima.

    Se somos toscos é porque somos toscos, se somos sensíveis é porque somos menininhas.

    Regar seara alhea é momento de alguma aflição para o neófico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda a gente sabe que um tipo que diz ser Patife não é um patife assim tão grande.
      (adoro o Patife. raios partam o homem, que me faz ir às lágrimas)

      Eliminar
    2. (somos umas insatisfeitas, nós, o problema é claramente nosso, está visto)

      Eliminar
    3. Olha ela a fazer-se ao bife.
      (resta saber é se é só conversa ou não...)

      Eliminar
    4. Ao bife? Então não é ao Patife? Já não percebo nada...

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.