segunda-feira, 29 de junho de 2015

Os meus filhos têm muito mais graça que os vossos

Não fui eu que escrevi isto. Foi a minha mãe, ok? Acontece que ela tem um discurso exactamente igual ao meu. Coincidências do demo...

(eu nem ia dizer nada sobre isto, mas eu faço posts, ao invés de comentários) 

(e não é por apagar os status que eles deixam de estar disponíveis em cache. Just saying...)

72 comentários:

  1. Também nos vais mandar ir ao facebook da tua mãe para comparar as conversas? É melhor não, just saying...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo! Basta ir lá para se ver que não é a mesma pessoa que escreve. O que é que estava a pensar para mandar as pessoas irem ao FB da mãe? E aquela desculpa que a mãe usou o computador dela já passava meia noite? E aquela nota de culpa?

      Eliminar
    2. Err,,, Hum... Como assim? Não estão a duvidar de mim, pois não?

      Eliminar
    3. A leste uma vez mais, trá lá lá (tenho mesmo de me dedicar mais a esta leitura, senão não chego lá) :-(

      Eliminar
    4. Ahahahha Patricia, tal qual como eu!

      Eliminar
  2. Ahahahahah

    Pensei exactamente o mesmo.

    ResponderEliminar
  3. Ele há coisas destas que de facto acontecem!

    ResponderEliminar
  4. Querida Mais Picante ou Estimada avó dos engraçados de sua filha,
    Ok. Your blog, your rules.
    Um beijo ou Receba os meus respeitosos cumprimentos,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão avançada para a idade, a minha neta...
      (isto foi outra vez a minha mãe, ok?)

      Estendo-lhe a mão, claro...

      Eliminar
  5. Para este preciso de uma dica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É no feicibook do sítio para onde aponta sempre a bússola (não estando avariada, claro).

      Eliminar
    2. Já não está lá. Armou o banzé, deu desculpas esfarrapadas e depois apagou tudo.

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante29 de junho de 2015 às 23:01

      Uns lamires? Há quem tenha chegado atrasado e mereça vislumbrar o comboio

      Eliminar
    4. É seguir sempra a norte.

      Eliminar
  6. É essa com o blogue da Mãe e a outra com o FB do namorado.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respira sim. E respira no mesmo mundo que a Senhora veja lá!

      Eliminar
    2. Isso não é possível. A Picante tem um ar próprio. Só está à espera de uma parceria para o divulgar e vender.

      Eliminar
    3. Quem quem quem? Deem-me lá umas luzes sobre isso do facebook

      Eliminar
  7. A sério que ela fez isso?
    Já chegou a este nível? Como é que as fiéis seguidoras não juntam o tico e o teco para verem a fraude que é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E como é que as fiéis seguidoras não questionam a necessidade de voluntariar pessoas que tenham negócios on line, a partilhar know-how, quando a própria também uma friend-coiso. (Ah, já sei! Porque o dela não deu certo!).

      Eliminar
    2. Nem sei porquê, é muito má vontade, umas coisas tão bonitas...

      Eliminar
    3. e depois vem falar de que as jovens têm toda a razão de não quererem estagiar de borla. É de mim ou é incongruente?

      Eliminar
    4. Até sei mais ou menos como aquilo acabará mas se dissesse estragava a surpresa...

      Eliminar
  8. E desenham dólares com a própria cara (?!), desenham? Então estamos conversadas quanto à graça das respectivas crianças.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mirone... Arrepia caminho enquanto podes... está em curso um campeonato completamente diferente... Falamos de crianças que antes dos três anos dominam conceitos como o ego, a genética e quiçá a física quântica e a geometria não euclideana... Pensa bem no que te estás a meter... (Olha... Eu estou fora... O meu com quase cinco quase só faz piadas com xixi e cocó e o mais novo ainda... Glup... Não fala...) Retiro-me cabisbaixa...

      Eliminar
    2. Até ao lavar dos cestos ainda é vindima, até aos penalties ainda é jogo.

      Eliminar
    3. Eu, aos 5, já sabia emparelhar pares de bases e sabia de cor todas as etapas do PCR!

      Eliminar
    4. Pois os meus já dissertavam sobre Mendel aos doze meses. Aos seis aprenderam a dizer externocleidomastoideu. Vão buscar.

      Eliminar
    5. Mirone, mas ela desenha dólares com a própria cara? Não é com a mão, dedinhos em redor do lápis?

      Eliminar
  9. A menina é TÃO engraçada! Então não é só isso que fica em cache, fica TUDO

    ResponderEliminar
  10. Estou perdida. :(
    (Alguém que me indique o caminho! Rumo a norte?, vou pró cocó?, mandam-me prá caco?, peço indicações à Fe?, à Fi?...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. À Fi?, ómessa!!!

      A Fi só tem a dizer que a ursa tem umas piadas muito giras. Ó se tem.

      Eliminar
    2. (A Fi é a das crianças felizes.)

      Eliminar
    3. É não ligar, a nossa Pipinha acha que tudo é sobre ela. Deve achar que é a única Filipa da bloga.

      Eliminar
    4. Pipinha, acho que rejeitei o teu comentário sem querer. Desculpa. Só o vejo no Mail mas não tenho nada para aprovar.

      Eliminar
  11. Picante, não faço a mínima ideia de quão engraçados serão os seus filhos em comparação com a filharada alheia (nem sei quem a terá inspirado). Já o seu atual header... pese embora o verdadeiro atentado ao feminismo que representa ...é muito bem capaz de ser um dos que tem mais graça neste momento. Está mesmo giro.
    (e aquilo dos queijos não se faz, uma pessoa sai daqui em tal estado de gula, que pode muito bem ir a correr pecar. Acha bem andar a incitar ao pecado?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está lindo, não está? Até vou ter pena de o tirar.

      Eliminar
    2. Mas as sugestivas malaguetas fazem uma falta dos diabos.
      O header é muito giro .

      Eliminar
  12. Vá lá que não se lembrou de criar uma rubrica do género: "Ana no seu melhor". Que isto de se ter criancinhas (muito) mais engraçadas que os comuns mortais é de referenciar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não criou uma rubrica, pois não, criou todo um blogue. Só não percebo porque é que foi inventar que era da mãe se toda a gente sabe que ela sempre quis ser como as outras mommy-bloggers. Tanto criticou as golas à Camões e os laçarotes grandes e olha lá se a filha não usa também. Só não faz mais publicidade porque quase ninguém a convida porque quando convida faz exatamente o mesmo que as outras.

      Eliminar
  13. E com isto, somos obrigados a rever o conceito de ''superdotado''. Porra, até eu que não tenho formação em psicocoisas já tinha ido inscrever uma cria minha em Harvard, se ela me falasse em genética com menos de 3 anos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Veja lá isso. Olhe que eu não sou de intrigas mas em calhando é a sua que é um bocadinho atrasada, eu cá acho perfeitamente normal uma criança de três anos falar em genética e egos, O melhor é emparelha-la com os da Nê que também são assim...

      Eliminar
    2. Ahahahahahahahah És muitA parva... Os meus só disfarçam... Para os outros meninos não se sentiram mal... No fundo eles estão em plena análise sociológica e comportamental... O respectivo paper será submetido a uma revista internacional de topo mal entrem na escola primária, nada temas.

      Eliminar
  14. E depois os ursos somos nos, pois sim.

    ResponderEliminar
  15. Eu não tenho um mummy-blog. Tenho um blog onde de vez em quando falo da minha vida, e como os meus filhos fazem parte dela (da vida) é natural que de vez em quando escreva sobre eles nele (no blog).
    E assusta-me imenso esta coisa nova moda de - dizendo que não querem que os filhos sejam umas vedetas - criam perfis ou outros espaços onde as peripécias, os dizeres, os arrotos, são partilhados só para receber aplausos.
    Um Mateus em Livro, uma Mada em post, uma Ana em blog.
    Sinceramente, não me parece que crescer sob a luz direta dos holofotes seja uma boa referência para estes miúdos.
    Mas lá está... eu nunca estudei psicologia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sempre achei que aos país cabia proteger os filhos, ensinar-lhes noções de privacidade. Mas isto sou eu.

      Eliminar
    2. Até que enfim cheguei lá... o meu problema é achar que estão a falar de coisas do próprio dia, do dia anterior vá... ai Patricia, Patricia... burrinha até dizer chega (eu, lógico... tão burrinha que escreve o próprio nome sem acento)...

      Eliminar
    3. Raramente escrevo ao fim‑de‑semana Patricia. Acho que o assunto era de 6ª...

      Eliminar
    4. Obrigado, vou ter isso em atenção. Pode ser que encontre o caminho certo :-)

      Eliminar
  16. Eu sei que cheguei atrasada que isto já é de ontem mas agora fico na dúvida se posso continuar com o blog ou se tenho de pedir à minha mãe.
    E depois o meu filho é... como dizê-lo... troll! E a minha pequena ainda não sabe desenhar notas, nem lei nenhuma da física quântica. Mas sabe contar até 20 e dez.
    O que fazer Picante? Responda-me por favor!! (Este blog é uma espécie de consultório, não é??! Ou tenho de recorrer à Filipa?))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que Filipa? Eu não posso ser porque a Picante não deixa.

      Eliminar
    2. És má Filipa. Foi sem querer...

      Bé, acaba de realizar o meu sonho, eu sempre quis ter um consultório. Vou responder-lhe em post.
      Deus lhe dê muita saudinha.

      Eliminar
    3. Ainda não entendi essa de apagar os comentários, afinal sempre ficava para as estatísticas ;)
      Fico à espera do consultório, tenho muitas dúvidas.

      Eliminar
    4. Foi um comentário que eu apaguei à Filipa por engano. Nada de especial.

      Eliminar
    5. "Nada de especial"
      É por ainda existirem pessoas como tu que passo por Filipa das asneiras.

      Eliminar
    6. aahahahahahahah

      És muito parva, caraças.

      Eliminar
    7. Hã? A Filipa é muito parva? Mas não é a Picante que, na óptica da Filipa, é uma parvalhona de primeira?

      Eliminar
    8. "A minha pequena ainda não sabe desenhar notas" ah ah ah ah ah ah ah ah
      Be ao poder, já!!!

      Eliminar
    9. A picante é uma parvalhona de primeira e a Filipa, de segunda.
      Qual é a dúvida?

      Eliminar
    10. Nenhuma, nenhuma. Por mim concordo em absoluto e até vou mais longe: estão as duas ao mesmo nível, não há razão para a Filipa se sentir diminuída, sentir-se "de segunda".

      Eliminar
    11. Não, não. Cada parva com a sua categoria, não vamos cá misturar as coisas.

      Eliminar
    12. Parva é parva, porquê graduar a parvoíce? Complicadas, pá!

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.