quarta-feira, 24 de junho de 2015

O problema da margem Sul

São mesmo as pessoas que lá vivem. Em agarrando nas pessoas da margem Sul e transladando-as para a Amadora ou Damaia, aquilo ficaria tudo em família, em derrubando uns amontoados de prédios e construindo umas quintas, aquilo ficaria uma coisa em bom, uma espécie de Quinta da Gandarinha só que do outro lado do Tejo. O problema são mesmo as pessoas...

(em três, dois, um...)

84 comentários:

  1. Não caio nessa, Picante...muahahahaha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é porque é uma pessoa inteligente, digo eu.
      (mas há quem caia, há sempre quem caia...)

      Eliminar
    2. (E não são poucos. Credo, o que para aqui vai).

      Eliminar
  2. ahahaha ui que te vão saltar em cima.

    ResponderEliminar
  3. cara picante, eu moro na margem sul. não generalize que lhe fica muito mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora essa Carla... e então porquê?

      (mas se me disser que mora para a Quinta do Peru ou assim já é quase como se fosse de Lisboa...)

      Eliminar
  4. Então e Azeitão? E a Quinta do Peru?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E Palmela? E o Golf do Montado?

      Eliminar
    2. Isso é quase como se fosse Lisboa. Quando se fala da outra banda pensa-se Almada, Laranjeiras, Charneca, Seixal...
      Azeitão é a Quinta da Marinha daquela banda. Quase como se fosse deste lado...

      Eliminar
    3. Incluindo os Brejos de Azeitão? Ai querida Picante, já lhe digo que não tem nada a ver com Lisboa!

      Eliminar
    4. Quando se fala do que não se conhece só para se ser engraçado.

      As Laranjeiras são em Lisboa. Na margem sul é o Laranjeiro.

      Ai, esta gente dos Amadores...

      Eliminar
    5. Laranjeiras??? Será que quis dizer Laranjeiro (concelho de Almada) ou Quinta das Laranjeiras (concelho do Seixal), em querendo posso fazer-lhe uma visita guiada pela Margem Sul, vais ver que é tudo boa Gente!!

      Eliminar
    6. Era Laranjeiro, era... As Laranjeiras são ali para Sete-Rios.

      Ricas tortas, Anónima, muitas vezes fui de propósito a Vila Nogueira de Azeitão, à conta das tortas...
      (claro que é, isto somos só nós aqui a brincar...)

      Eliminar
  5. È assim mesmo picante!!! Tens toda a razão, cada qual diz o que entende afinal vivemos em democracia. Ainda digo mais, aquela zona(amadora e damaia) devia de ter um muro á volta com 30 metros de altura e sem portões!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe... isso é que seria uma coisa de valor. Aproveitávamos e juntávamos mais duas ou três zonas. E todas as pessoas de esquerda, claro!

      Eliminar
    2. Cuidado não fiquem lá fechadas !!!!! Deviam de ficar...deviam

      Eliminar
  6. Ahahahahahahahah não te cansarás de viver em guerrilha, criatura? : DDDDDDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu escrevi lá "em três, dois, um...", não escrevi?
      (nem assim, caramba?)

      Eliminar
    2. Tens de usar sinalética mais explícita. O PID explica.

      Eliminar
    3. É esta coisa de ter as póneis e pevides a ler-me. Ainda não se acostumaram a posts inteligentes.

      Eliminar
    4. Pipocante Irrelevante Delirante24 de junho de 2015 às 17:11

      O Pavlov era um básico do caraças, mas tinha razão no que dizia

      Eliminar
    5. São póneis, Senhor! São póneis!

      Eliminar
  7. Sendo eu da margem sul, e sendo também um defensora da margem sul...o que me diz ali de Belas? Não é Lisboa? E ali na Zona J? E Odivelas? Hummmmm....vendo bem...vamos lá analisar melhor esse mapa.
    A ali a zona do Colombo, só gente fina, é o que é!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que é Belas? E Odivelas? Não conheço isso em Lisboa...
      (ao Colombo nunca vou, quase como se não existisse)

      Eliminar
    2. Belas é uma freguesia do concelho de Sintra. Logo, não é Lisboa.
      Sou da Amadora apesar de já não viver lá, mas continuo uma suburbana, sem problemas.
      Os subúrbios são todos parecidos, sejam onde for.

      Eliminar
    3. Eu sou de Odivelas e posso dizer que não somos Lisboa (embora tenha vivido mais de 20 anos em Lisboa centro - Marquês). No Senhor Roubado (coitado!) há uma placa que diz mesmo Lisboa (tipo fazer distinção e tal)... ODC é que é!!!!!

      Eliminar
    4. Cara "a mais picante", se não queres ver Odivelas nem a zona do Colombo como partes de Lisboa o problema deve ser teu, o melhor é nem saíres de casa. O que escreves sobre a margem sul é despropositado... Não tens fundamentos. Sou do Vale da Amoreira e admito que há problemas mas isto não é o inferno que tu pensas que é. Pelo menos aqui as pessoas são mais tolerantes e menos racistas.

      Eliminar
    5. A zona do Colombo pertence a Lisboa. Odivelas não. É ver um mapa administrativo, a net tem vários.
      O meu post é racista?

      (eu bem digo que o problema da margem sul são as pessoas...)

      Eliminar
    6. Picante, o problema deste mundo são as pessoas...

      Eliminar
    7. O Colombo fica logo ali ao lado do estado do Glorioso, tás a ver?, o Benfica, aquele que deu à luz o Grande Jorge Jesus, tás a ver?, aquele que é ali da Amadora e que o teu Bruno de Carvalho lá achou que era a única esperança para ver se o teu Sportem ganha qualquer coisita na próxima época. Quer-se dizer, o teu Sportem pode até nem ganhar nada, mas o tal, o oriundo da Amadora vai ganhar e bem, é o que dizem.
      Já tás a ver onde é que é o Colombo? Conta sempre cá ca malta pra te elucidar, ó Picante.

      Eliminar
  8. Gerúndio, “uma coisa em bom”, reticências.

    É para se fazer entender pelos visados?

    ResponderEliminar
  9. A Picante hoje deve estar com tempo ... ahahah
    Só um reparo - a Damaia é freguesia pertencente ao Concelho Amadora (Amadora não é nome de freguesia).
    Bom dia de uma leitora da Reboleira :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram as primeiras que me saíram...

      Bom dia Anónima!

      Eliminar
  10. Ouvi dizer que na Margem Sul exitem favelas disfarçadas, em que o governo não faz nada, logo, não preciso mandar ninguém para a Amadora e afins...Li isto numa notícia no outro dia.

    ResponderEliminar
  11. Desde que Alcochete, azeitao,Arrábida, Sesimbra, troia, meco..... Passaram a pertencer a Lisboa a margem sul deixou de ser visitada pelos lisboetas, por isso tem toda a razão.

    ResponderEliminar
  12. Picante estiveste muito mal, generalizar pessoas de acordo com os sítios onde vivem e não de acordo com a maneira como se comportam é de uma falha de carácter muito grande.
    Lisboa tem sítios maravilhosos, como também tem sitios péssimos. O sítio não define as pessoas, e quem acha que define, tem manias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! A sério? Vou então arrepiar caminho.
      (muito obrigada por me ter mostrado a luz. A sério)

      Eliminar
  13. Querida Picante eu moro na Margem Sul, perto de Palmela e digo-lhe já que é chiquérrimo! Nem imagina. :D (Por acaso gosto muito da zona onde vivo - que não vou dizer qual é porque pronto - mas basta mexer-me um bocadinho mais para a esquerda e começa a chungaria a aparecer).

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui também é fácil encontrar porcaria, temos muitas construções e bairros duvidosos...
      (boa tarde!)

      Eliminar
  14. Por acaso aprecio a Margem Sul tem a sua beleza!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazer uma viagem de comboio de Setubal até ao Barreiro dá para ver muita da beleza da margem sul. Desde grafitis por todo o lado, prédios que não são pintados desde que foram construidos, casas em ruinas, lixo e paisagem muito mas muito feia. No outro dia fui com uns estrangeiros, que pelo sotaque pareceram-me americanos, que so diziam " Everything is so old".
      Pois é muita vergonha, isto vindo de alguém que até mora na margem sul.

      Eliminar
  15. Tão, mas tão, estúpida, senhores! Sinceramente, acho que tem um problema que se chama falta de educação.
    Moro no Restelo e tenho casa em Sesimbra, isso faz de mim o quê? Considero-a uma palerma que tem a mania que é de uma casta superior. Gozar com as pessoas só porque moram onde moram é tão ignóbil que mete nojo!

    Maria Sá Seleiro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E chamar nomes às pessoas é o quê? Mesmo?
      Hum... deixe-me pensar? Será falta de educação? Não pode ser pois não?...

      (é nova por aqui, não é Maria?)

      Eliminar
    2. Maria Sá Seleiro,
      Neste blog lê-se as linhas....mas adora-se as entrelinhas.
      Um bem haja Picante

      Eliminar
    3. Mora no Restelo? Bem podia morar debaixo de uma azinheira que era igual. Educação? Muito pouca.

      Eliminar
    4. Maria, agora é que disse tudo!

      Eliminar
    5. Mas...mas... Picante... chamar nomes às pessoas é falta de educação? Tipo chamar puta a quem usa roupa ou sapados da Ferreira?

      Eliminar
    6. Foi isso que percebeu do post? Olhe, lamento, acredite que sinto muito por si.

      Eliminar
  16. Eu fui àquele facebook, e só me dá para dizer: Valha-me Nossa senhora da Agrela.
    Bem... não sei se pertence à mesma pessoa, pode sempre estar a ser plagiada, tem lá a "boneca" da Branca de Neve.
    Pobreza!!

    ResponderEliminar
  17. Sendo eu um beduíno do deserto que é a margem sul, mais concretamente do concelho do Seixal, e sendo teu leitor habitual, até estava para dizer qualquer coisa...
    ...mas, não! É melhor não!
    Aliás até acho que era bom que todos pensassem como tu e deixassem de nos entupir as estradas no verão enquanto vão a caminho das praias entre Tróia e a a Costa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que a sua escolha, de não dizer, foi muitíssimo acertada.
      (eu vou para a linha e Guincho, não entupo nada...)

      Eliminar
    2. POis olha, eu nem para as da linha, nem para o Guincho (muito menos esta, que só serve mesmo para ser esfoliado pelos jactos de areia), nem para as outras todas que me ficam a dez minutos de casa...
      Mas chateia-me querer mexer-me e ter as estradas todas entupidas.
      Peço-lhe encarecidamente que use (e abuse) o seu intelecto superior, bem como da sua influência persuasiva para tentar aliviar o transito deste lado no verão, sobretudo aos fins-de-semana!

      Fico-lhe, desde já, extraordinariamente grato.

      E aproveito ainda para lhe dizer que concordo consigo...

      Como já lá dizia Álvaro de Campos

      "Fui até ao campo com grandes propósitos.
      Mas lá encontrei só ervas e árvores,
      E quando havia gente era igual à outra."

      O problema de qualquer sítio são sempre as pessoas que lá estão...

      PS - Já agora, uma vez que a Mais Doce parece não querer voltar a repetir a travessia da ponte, podem juntar-se as duas... Afinal doce e picante costumam fazer excelentes combinações! Já provou mousse de chocolate com piri-piri?

      :)

      Eliminar
    3. O problema são sempre as pessoas, verdade. Mas o que me alegra é que são também elas a solução. Desde que haja mais dos segundos...

      Boa tarde!

      Eliminar
    4. Olhe, boa tarde para si também!

      :)

      Eliminar
    5. Linha e Guincho, Picante? Então já se esqueceu de andar a anunciar aos quatro ventos que estava na Costa da Caparica - em S. João, aquela com estacionamento pago, mesmo ao lado da Cova do Vapor, mas isso não interessa nada porque a Picante só frequentava a zona finória. Bicho d'Água, não era? Petiscos ao final do dia e tal...
      Ai essa memória, menina, essa memória...

      Eliminar
    6. A minha memória é excelente. Devo ter ido umas dez vezes a essa praia.
      Também vou à Adraga, à Comporta, ao Carvalhal, à Aberta nova, à Falésia, ao Gigi. Mas vou mais vezes para a linha ou Guincho, depende do vento. Ter casa em Cascais ajuda.
      Satisfeita?

      Eliminar
  18. Mas custa assim tanto perceber que este post é a gozar, que é uma provocação propositada só para ver os ódios a estalarem? Nem com o "Em três, dois, um...", vocês perceberam que era a contagem decrescente para a escalada de violência? Uma beca básicos, não?
    Mas pronto, aproveitem lá para chamar estúpida à Picante, que vos está atravessado na garganta. Eu vou aproveitar.

    És uma estúpida, Picante! Não dizes nada de jeito, tens é inveja! Ressabiada! E feia, és muito feia! Tomaras tu ter a classe das pessoas da margem sul ou da Amadora! Parvalhona, vai-te ver ao espelho, mas é!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então agora explica-me os posts? Olhe que ainda viriam aí mais póneis ao engano. Não há direito, caramba... Estragar assim o divertimento a uma pessoa...

      Quem diz é quem é! E o meu pai é polícia! ahahahahahahaha

      Resto de boa tarde Anónima(o)

      Eliminar
    2. Eu acho que a anónima aqui fez o que já me apetecia ali em baixo. Explicar às pessoas o que é a ironia, o sarcasmo e a provocação.

      Eliminar
    3. UI... Que sorte tiveste PIC... Por um triz a anónima não te chamou... Aquilo de... D*m#stic@! Pela escalada de violência era o adjectivo seguinte... Mas vá lá, vá lá...

      Eliminar
    4. Eu agora dizia uma piada tão, mas tão gira...
      (mas não posso caramba, uma pena, uma verdadeira pérola que se perde)

      Eliminar
    5. Ahahahahahahahah ahahahahahahahah e bem escusas que já percebi qual seria... Ahahahahahahahah

      Eliminar
    6. Tão inteligente a NM, não é? É pois!

      Eliminar
  19. Na margem Sul há pessoas? aquilo não é o deserto?

    ResponderEliminar
  20. Eu não vejo aquilo para controlar o reflexo de regurgitação, mas depois a Picante faz destas e eu vou à procura... E tenho a clinique arruinada para sempre. Oferecem coisas a semelhante criatura cretina?? Que nojo.

    ResponderEliminar
  21. E o que "pralá" vai... não gostam, não lêem, mas mandas uma boca e elas mordem logo a cauda.

    ResponderEliminar
  22. Eu acho Almada uma cidade bonita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca saiu de Portugal , pois não?

      Eliminar
  23. Ó Picante estou triste....moro na margem sul.....numa das zonas de que gosta mas nao deixa de ser margem sul. Será que ter casa em Miami conta para alguma coisa? Ou é só mesmo em Lisboa? É que assim eu nao aguento de tristeza de ser da margem sul.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sandra, isso de Miami dá-lhe variadíssimos créditos. Nada a temer.
      (espero que compre lá todas as suas calças de ganga, derivado de as Portuguesas necrosarem as pernas às pessoas...)

      Eliminar
  24. Estou em Miami neste momento ainda bem que me avisa. Nao sabia do que se estava a passar por ai. Vou ja bisbilhotar o resto da blogo...para me informar de tudo. Os primeiros blogs a ler sao o seu e o da Palmier e estava com uns dias em atraso por isso ando aqui um pouco perdida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que maravilha. Nunca fui, aí está uma viagem que ainda me falta fazer. Acabo sempre por me fixar em estâncias de ski e destinos Europeus mais culturais, até porque consigo fazer a coisa com muito menos dias. Aproveite.

      Eliminar
    2. Venha Picante que os seus mais pequenos vao adorar e daqui a Orlando é um instante para um pulinho a Disneyland. Deixe-se de sitios mais culturais e renda-se pelo menos uma vez a praia.

      Eliminar
    3. Hei-de ir, sim. Tenho em plano um coast to coast. Há-de acontecer quando os mais pequenos deixarem de perguntar "ainda falta muito", a cada cinco minutos.
      (eu fiz férias de praia durante muitos anos mas dos EUA só conheço mesmo NY e Boston, ainda hei-de esquiar em Vermont)

      Eliminar
    4. Coast to coast passando por Miami não estou a ver bem como.

      Eliminar
    5. Três semanas a viajar de automóvel, meia dúzia de locais onde desejo ir, iniciando a viagem em NY, parando em Las Vegas, Miami, LA, S Francisco e mais um ou dois sítios. Nem sei se consigo fazer tudo de uma vez, aquilo é grande que se farta. Provavelmente também não o conseguirei fazer no inverno e quero experimentar uma das estâncias de referência. Não planeei a viagem. Ainda.

      Eliminar
  25. Anónimo. Que maravilha de vídeo. ahahahahahahahah
    Não conhecia, obrigada!

    ResponderEliminar
  26. O problema da margem sul é o mesmo do resto do país. Temos pena mas em termos de urbanismo somos mesmo 3º mundo.

    ResponderEliminar
  27. Eu tive dois colegas no secundário, um branco e um preto que eram amigos, e combinavam insultar-se durante as aulas só para verem os professores aflitos! "És um preto d'um ca***o! Vai para a tua terra!", "Branco filho da p**a!", e depois de os professores terem um ataque de nervos eles morriam de riso.

    É mais ou menos isto que a Picante está a fazer.

    ResponderEliminar
  28. http://www.publico.pt/local/noticia/almada-seixal-e-barreiro-transformamse-em-lisbon-south-bay-1700115
    Foi você?

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.