quarta-feira, 27 de maio de 2015

Mas agora temos os blogs

Aqui há uns tempos fui jantar com um amigo, o primeiro tipo que me deu um beijo de língua, na verdade, agora que me lembro disso até dou uma gargalhada, nunca hei-de esquecer a sensação que tive, muito mais parecida com um "que nojo" que com borboletas no estômago, mas o que eu queria dizer é que fomos jantar ao XL, por mais que não seja moda, continua a ser um dos meus restaurantes favoritos, um bom bife, excelente carta de vinhos e vallet parking, que pode uma pessoa mais querer, não é verdade? Depois acabámos por ir beber um copo, já não conheço nada da noite, fomos ao Plateau, ali pertinho, que é dos poucos sítios onde a música é sempre boa, já há poucos sítios em Lisboa onde se ouça Nirvana, Asia, Queen, U2 e afins. E diverti-me muito, é claro que me diverti, revivemos os velhos tempos, passámos grande parte da noite encostados ao balcão, enquanto batíamos o pezinho ao compasso da música e comentávamos o que nos rodeava, as espécimes ridículas, está bom de ver. Aquilo lembrou-me as noites da Kapital, encostados ao bar do terceiro andar, dores na barriga, lágrimas na cara, de tanto rir. No final da noite demos um abraço, continuas corrosiva disse-me ele, e prometemos repetir a coisa. Já nem me lembrava do que me divertiam, estas noites de má língua, hoje em dia raramente saio à noite.
Mas agora temos os blogs...

40 comentários:

  1. A rir das figuras dos outro ? pfavor, não vês as figuras que aqui fazes certamente !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vejo, claro que vejo. Muito boas figuras, é o que me dizem.

      Eliminar
    2. Deve ver e risse também... bom humor gente, bom humor! Cruzes que gente mais deprimida e chatinha que nunca diz mal de nada! Não há-de dizer não... sou só eu que sou má língua!

      Eliminar
    3. Deve ser, estás com essa moral muito em cima. Não te doa nada.

      Eliminar
  2. Picante picante, amanhã aqui o seu blog faz 3 bonitos anos!! Queremos uma festa. :D

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado. Se me tinha feito este comentário há uma semana, dir-lhe-ia que poderia muito bem ser o dia do descanso. Mas já não.

      Eliminar
  3. Adoro XL. Belo bife e belo serviço. Bem lembrado.
    Já do Plateau, cruzes, não! Eu era um bocadinho mais em baixo, no Kremlin.
    No meu tempo ainda podíamos dançar em cima das colunas. Xiiiiiiiiiiiiiii.
    Agora temos os blogs. Mas ainda há muita gente a cair lá de cima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é porque os degraus da escada sempre estiveram podres. Pintadinhos mas podres.
      Kremlin só às terças.

      Eliminar
    2. OhOh, Kremlin, Plateau, e e e e e ...........
      Afinal (pensava eu) que esses sítios era para gente da minha idade!

      Eliminar
    3. XL gosto mto dos souflês.
      Kremlin, plateau...oh q saudades...
      O espaço em si n é o mais agradável (a pista é na "cave" e é demasiado pequedo) mas o incógnito tem boa musica :)

      Eliminar
    4. Fui lá umas duas ou três vezes. E havia uma discoteca no BA que eu adorava, o Ocarina, acho que era assim que se escrevia. Se havia um incêndio morríamos todos. Smiths e Cure e...

      Eliminar
  4. Querida Mais Picante,
    Este seu post lembrou-me o Auto de Fé: "desatou a rir às gargalhadas como nunca tinha rido na sua vida".
    Boa tarde,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não é tão bom? Rir?
      (o que eu reparo é que já não me envia beijos, sou bem capaz de fazer uma petição... Ou de o processar, não decidi)

      Eliminar
    2. É muito bom rir. (Já me ri com o seu parênteses.)
      Um beijo de boa noite,
      Outro Ente.

      Eliminar
    3. Ó Sr. Dr. Juiz, ele já não me beija!... Uma mulher fica infeliz, é claro que fica...
      Considere-se beijado de volta, Este Ente. Durma com os anjos.

      Eliminar
  5. E estupidificamos cada vez mais :)

    ResponderEliminar
  6. Agora deu a nostalgia do Gringos, Indochina, do Coconuts, da Kapital, do News e do Bauhaus nas noites do rock. Estou a ficar velha mesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai o Coconuts!!...
      (e o Palmbeach, o Stones, o Van Gogo, o News, o Seagle, o Green Hill... Saudades)

      Eliminar
    2. Parem por favor. Demasiada nostalgia e sentimento de "envelhecimento" :(

      Eliminar
    3. Seagal ou Seagull? Aquela que ardeu?

      Eliminar
    4. Obviamente que é Seagull. Escrevi a correr no tm, e nem reparei.

      Eliminar
  7. Estou quase a "ir" ás lágrimas. Que recordações!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho muita sorte, Fernanda, praticamente tudo o que recordo me faz sorrir com alguma saudade. São recordações boas, estas...

      Eliminar
    2. Ó Picante, se são....Foram tempos tão bons, sem maldade, com muita amizade, o objetivo era mesmo a diversão. Acabávamos a noite na roulotte da " Ti Palmira", no antigo estacionamento, em Picoas, a comer umas belas bifanas. E, a festa, continuava, mesmo aí.

      Eliminar
    3. ahahahahahah
      Lembro-me de um aniversário do Plateau. Acabei a noite nessa roulotte. Vestido comprido, sapatos na mão, a beber cerveja por um copo de plástico e a comer bifanas. Maravilha...

      Eliminar
  8. Ocorreu-me agora, assim de repente, tão de repente que nem sei se vou conseguir guardar a ideia tempo suficiente que me permita expressá-la, pois bem, ocorreu-me existir uma diferença entre identificar aquilo que nos outros nos faz rir, e partilhá-lo com o parceiro do lado, no café, no bar, ao telefone,... e partilhá-lho com o mundo inteiro. Quando me rio de alguém (sim, sim, também sou humana) sinto vergonha acaso me aperceba que possa ter sido indiscreta, e isto porque não é suposto que o alvo da nossa risota se identifique palhaço no circo da nossa presunção. E tenho a certeza que a Picante, quando ia para os bares ouvir os Queen, dar e receber linguados e gozar com as figuras de quem se lhe afigurava ridículo, não interpelava as pessoas dizendo-lhes "ah e tal estou aqui fartinha de me rir à custa das tuas figurinhas!", ou dizia? E isto não é hipocrisia, não. Era isto: diferença entre rir de alguém em privado (sabendo com quem rimos e preservando aquele de quem rimos) e rir de alguém em público (não sabendo quem irá rir ou não connosco e desejando até que aquele de quem rimos tome conhecimento do nosso "sentido de humor"). Ocorreu-me só a distinção, abstenho-me dos juízos de valor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Ocorreu-me agora, assim de repente, tão de repente que nem sei se vou conseguir guardar a ideia tempo suficiente... " tal e qual as diarreias! Olha, e não é que saiu uma ideia de ...!
      Tentei conter-me, mas o comentário estava a pedi-las! Ela risse em privado, só vem aqui quem quer, só é "amigo" e "ouve" as piadas quem quer!

      Eliminar
    2. LOL, gostei da associação. E a ideia pode ser de merda, que é, mas o seu argumento não a contraria... um blogue que não seja privado, um facebook, um jornal, etc, são do domínio público, precisamente porque QUALQUER PESSOA lhe pode ter acesso..essa do "só lê quem quer"..., enfim, não chega a ser uma ideia, neste contexto, se calhar é só um sofisma inocente.

      Eliminar
    3. Grande Lady Kina!
      É por isso mesmo que este é um blogue anónimo, dando a cara a Picante nunca teria coragem de assumir as posições de risota alheia que aqui faz sob anonimato.

      Eliminar
    4. Kina, realmente tem razão, não ia ter com as pessoas e dizer "parece que vieste directamente das minas da panasqueira para cá". E sabe porquê? Porque as pessoas se limitavam a estar, não me diziam nada, não se expunham para eu dar opinião, não se expunham para as outras pessoas dizerem o quão fantásticas elas eram. Parecendo que não, isso faz toda a diferença.
      Quando havia gente a partilhar coisas ridículas, essa gente era "gozada" por uns, elogiada por outros que não as achavam ridículas. Tal qual como nos blogs.

      Eliminar
    5. Independentemente de concordar-se ou não com a Lady Kina, neste ponto, o comentário estava a pedir tudo, menos que se dissesse que era um comentário de merda, como disse um anónimo, disse ideia, mas a ideia transformou-se em comentário, porque pode ser tudo menos isso. Acho uma excelente ideia e se estivéssemos a ouvir a RFM, (a intenção não é fazer publicidade), teria direito a um, vale a pena pensar nisto. Vá, que a Picante, bem sabe que a ideia é pertinente e legítima e contra argumentou, mas também não esperava outra coisa.

      Eliminar
    6. Obviamente que é legítima. É a diferença que faz andar o mundo.
      (e, se reparar, eu abstive-me de comentar o comentário, é dos ânimos que andam meio exaltados, isto passa)

      Eliminar
    7. OMG, definitivamente o pessoal anda com uma falta de humor. Eu sou a anónima da (tentativa) de piadola da ideia de caquinha! Era mesmo só uma graçola, porque quando comecei a ler o comentário foi nisso que pensei. Não era de todo minha intenção ofender a Lady Kina, e se se sentiu ofendida, peço desculpa. Era uma piada que faria se estivesse entre amigos e alguém dissesse algo assim.
      São só piadas, gente, são só piadas. Embora ache que a Lady K. entendeu.

      Eliminar
    8. Sabe o que é? Isto só escrito às vezes fica rude. Não se percebe se as pessoas estão a brincar ou não.
      Ainda bem que era brincadeira. Já chega de confusões e gente aborrecida.

      Eliminar
  9. Estás para te divorciar ou já divorciada? Isso é conversa de quem saiu da toca e anos de opressão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pegue lá um abraço. Parece estar precisado (a)

      Eliminar
  10. Parabéns Picante sem ti (apesar do que o povo diz por aí) tínhamos uma blogosfera mais pobre. :)

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.