segunda-feira, 4 de maio de 2015

Estou aqui na dúvida

Não sei se pegue naquilo do livro e do leitor, se DESvende o DESmesurável e DESprezível segredo da caveira que não passava afinal da ossada de um flamingo cor de rosa, outrora correndo feliz atrás das peixinhas douradats, ou se me deixe ficar sossegadinha, ainda DESiludo alguém e isso é que não pode ser, as coisas são como são, a vossa Picante nunca DESaponta.

15 comentários:

  1. Agora que me calhou em sorte escrever um capitulo lá daquilo da Chave Saltitona, já anda outra história por aí... Maldita sina a minha de estar reservado ao obsoleto.

    ResponderEliminar
  2. Fã n.• 1 da Filipa Brás4 de maio de 2015 às 17:26

    DESenvolva, caso contrário não chego lá!

    Agradecida e cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É aquela história que anda a correr de blog em blog, uma espécie de passa ao outro e não ao mesmo.

      Eliminar
  3. Querida Mais Picante,
    Deixe-se de DESatinos e dESCREVA mais um capítulo. (Cuca, onde estás? Vem fazer a tua magia. Já agora, traz a escada que eu não chego lá com o banco.)
    Beijo,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A verdade é que andava com pouca vontade. E depois do tom mais... digamos físico, que deram àquilo, a pouca passou a nenhuma. Era DESnecessário e sendo assim DESvinculo-me.

      Eliminar
    2. Aqui, Outro Ente.
      Mas parece que atrasada. Que é uma sina muito minha. :)

      Eliminar
  4. Vos sabeis que eu não vou publicar isso, não sabeis?
    (mas soltei uma gargalhada com uma das observações...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A maneira como foi dita a coisa teve piada.
      (gostos são gostos... eu não gosto dos looks da doce e há quem delire com aquilo)

      Eliminar
  5. Respostas
    1. DEScuidos são DESnecessarios, só se eu fosse uma fruta DESmaiada...

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.