quinta-feira, 14 de maio de 2015

Então e tu, Picante? Não falas daquilo das miúdas a baterem no miúdo e de meio Portugal a querer bater às miúdas?

Talvez fale, a seu tempo. Por agora apenas queria dizer que acredito na reabilitação das pessoas. É a mais pura das verdades que o ser humano tem a capacidade de se arrepender das alarvidades que comete. A prová-lo está o ter acabado de ler um texto sentido, relativamente às miúdas da Figueira da Foz, escrito por alguém que em tempos se gabou, no blog, de já ter encomendado uma tareia para outro alguém.
É tão bonito, o arrependimento, pois não é?

7 comentários:

  1. nem me tinha lembrado dessa embora qdo lido, achei de uma ironia enorme vir de onde veio

    ResponderEliminar
  2. Ahahahhhaa Picante sempre na vanguarda da técnica ;)

    ResponderEliminar
  3. É lindo sim (ironic)! Estas miudas mimadas habituadas a decidirem tudo são assim. E não é por falta de amor em casa, é porque são donas de um ego imenso, pensam que podem controlar tudo e todos e reagem mal quando contrariadas.
    É pena é que pessoas como o jovem que apanha tareia não saibam como reagir perante estas situações. Talvez pensem que se contarem ninguém resolve nada, que o tipo de agressor é mais astuto e leva sempre a melhor. Porque estes agressores conseguem muitas vezes serem sedutores nos seus caprichos. Têm prosa, manipulam os sentimentos alheios, arranjam sempre um jeito de escapar.
    Até ao dia em que apanharem alguém pior que elas...

    ResponderEliminar
  4. 'se gabou, no blog, de já ter encomendado uma tareia para outro alguém'.
    Sou uma crente. Achava que isso só acontecia nos filmes 'encomendar' tareias.
    Esta gente está toda doente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente. Só acontece nos filmes. O vosso mal é acreditarem em tudo o que lêem na blogosfera e não saberem fazer o filtro entre o que é real e o que é só para "encher blogue".
      Tal como nos vosso blogues, diga-se de passagem.

      Eliminar
    2. Cá na minha terra existe um senhor que leva 500€ para dar uma coça a quem nós quisermos. Só não bate a mulheres e crianças.

      Há muitos, muitos anos... era eu uma jovem-adulta com um stalker a fazer-me a vida negra (ainda não era crime) e pensei em dar-lhe um recado. Mas depois ganhei juízo e optei por não o fazer, não tive coragem para tal.

      Mas isso existe sim.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.