terça-feira, 7 de abril de 2015

Era dois tiros entre os olhos, ali mesmo no meio da testa, pum, pum, pum*

A todos os tipos que acham normal atravessar as rotundas, do centro para fora, ignorando o facto de, no entretanto, alguém ter ocupado a faixa da direita que se encontrava vazia.
Constato, algo contrafeita, que a intensidade das buzinadelas é muito maior quando viajo de cabelos ao vento, capota para trás. Já eu, aceno e envio beijinhos.

*o terceiro "pum" é da Nê...

20 comentários:

  1. A Filipa tem um vídeo muito jeitoso sobre a forma acertada de fazer rotundas. A Palmier também tinha um, em inglês, creio. Não seria mal pensado fazerem uma joint venture blogosférica, uma cruzada pelas segurança rodoviária nas rotundas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa sorte a tentar perceber o "desenho" da Filipa! (Só vejo borboletas ahaha)

      Eliminar
    2. Eu sei fazer rotundas, caramba. Muito melhor que a Pipas, que as faz pela direita.

      Eliminar
  2. Bonito bonito foi Ella fazer a rotunda como manda a lei e aparecer-lhe um inglês de frente, a barafustar, porque Ella ía mal.

    ResponderEliminar
  3. Era quatro tiros entre os olhos a quem circula a rotunda toda por fora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Credo, que violência.
      (Uma pessoa tem de entrar pela direita, não há nada a fazer, os tipos pensam que podem atravessar três faixas só porque já estavam a ocupar a da esquerda)

      Eliminar
  4. Ahahahahahahahah Como assim andar por aí a desbaratar os meus puns, hum?

    ResponderEliminar
  5. Segundo as regras quem vem de dentro tem prioridade e quem está na direita da rotunda é que terá que ceder prioridade

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que as regras dizem é que quem vem na faixa de rodagem tem prioridade. Como tal, desde que a faixa de rodagem da direita, que é por onde se entra, esteja livre, eu posso entrar.
      E estava. Porque os amimais a que me refiro estão sempre na faixa de dentro e cruzam três faixas para sair.

      Eliminar
    2. Se uma pessoa cumprindo o código tem que circular por dentro da rotunda e não fazer a rotunda toda por fora, como sugere que saia de dentro da rotunda sem cruzar as faixas? Fica dentro ad eternum?

      Eliminar
    3. Não é assim muito complicado. À medida que se vai aproximando da sua saída, vai-se desviando para a diteita. Tendo o cuidado de se certificar que a faixa para onde deseja ir está livre.
      A menos que a rotunda esteja vazia não cruza três faixas de uma só vez. A não ser que queira entrar em despesas, claro.

      Eliminar
    4. (para uma rotunda com mais de duas faixas)
      Abandona-se a rotunda "gradualmente", o condutor vai-se aproximando da faixa da direita à medida que se aproxima a sua saída. É tão errado fazer a rotunda toda por fora (pela direita) impedindo que quem circula possa abandonar a rotunda, como fazê-la toda por dentro (pela esquerda), atravessando várias faixas apenas quando se sai.

      Eliminar
    5. pois aqui na terrinha só há mesmo de duas faixas (máximo 3 e só num caso), experimentam olvidar-se da parte do "abandonar gradualmente", e antes irem na faixa do meio, lembrarem-se de sair em cima da da saída e baterem no carro que alegremente já ia na faixa de rodagem da direita e que segundo a picante, teria prioridade... pois não que não tem, se batessem a culpa seria dele que não teria que estar na faixa da direita. Foi esta a situação que imaginei ao ler o post

      Eliminar
  6. O mal que as pessoas conduzem nunca deixa de me surpreender... e a pacóvia sou eu, porque ando devagar e não me armo em Speedy Gonzalez...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei quem mate primeiro. Se esta gente, se os taxistas, que só conhecem a faixa da direita.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.