sábado, 4 de abril de 2015

Agora o que é realmente engraçado

É que há uma ou outra alma de Deus que se diverte a enviar-me os comentários rejeitados ali, num ou outro blog de referência. Não é que eu os publique, claro que não publico, pois se o autor os considera inapropriados, quem serei eu para tornar visível aquilo que ele prefere não mostrar? Assim como assim a coisa nem é comigo.
Mas que é engraçado ver até que ponto se trabalha um alter ego, lá isso é...

(a tolerância passa por aceitar a divergência, muito mais que a concordância, chego à conclusão que o meu boneco é muito mais tolerante que aqueles que aparentemente o são. Confuso? Nem por isso...)

Uma Santa Páscoa, a todos, sem excepção.

15 comentários:

  1. Santa Páscoa também para si , MP.
    Rarissimamente, e já faz anos que comento como anonima, tive um comentário rejeitado no seu blog. Não comento em muitos blogs, mas posso dizer o mesmo do da Palmier. Já o dito Tio me rejeita muitos, sem eu perceber porquê .
    Santa Páscoa, em tolerância.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada um tem o critério que tem, isso nem está em causa. Eu tenho a consciência que já aprovei muita coisa que, olhando para trás, não deveria ter aprovado. Eu sou relativamente cuidadosa, quanto ao que escrevo, mas já tive caixas que pareciam caças à bruxa. E isso também não é bonito.

      Eliminar
  2. Uma Santa Páscoa para si também, querida Picante.
    Um beijo da

    ResponderEliminar
  3. Pipocante Irrelevante Delirante4 de abril de 2015 às 18:30

    Depois há aqueles que publicam insultos directos e gratuitos. Que só geram palmadinhas nas costas e ondas de indignação e solidariedade para com o blogger ofendido. Claro que os há os que apagam qualquer comentário que não contenha o termo "ámen"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o último caso que me faz alguma espécie. Tudo bem que não se aprove o insulto pelo insulto, ou a provocação pela provocação. Já não aprovar o que não é suspiro faz alguma confusão, mas a verdade que na minha casa sou eu que dito as regras.

      Eliminar
  4. O seu "boneco" deixa passar coisas que eu se tivesse um blogue não deixava passar, comentários que não trazem ideias, nem divergência saudável, mas que são só desconversa, ou gente a insultá-la gratuitamente. Acho que a Picante aceita certos comentários, porque, por vezes, sabe que também pode estar a pisar o risco, aliás, a Picante até já disse isso aqui em respostas que deu, portanto eu não estou a descobrir pólvora nenhuma. Acho que o facto da Picante, não camuflar, assumir abertamente que gosta de "ir à guerra" e ter a consciência que quem vai à guerra, dá e leva, torna-a mais tolerante a esse "levar", ou seja, torna-a mais tolerante em relação à aprovação de comentários. É a chamada coerência, a mesma coerência que faz com que eu nunca embirre com o seu blogue, e goste de si, mesmo no caso dos posts em que, para mim, a Picante está, claramente, com o pé em cima do risco.

    Uma Santa Páscoa para si também, Picante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu critério é um bocadinho mais pragmático, Claudia. Permito que digam de mim exactamente o mesmo que permito que digam dos visados nos posts. O contrário não seria coerente.
      Ultimamente tenho vindo a apertar a bitola, para ambos os lados. É o meu critério, tão válido como qilualquer outro.

      Eliminar
  5. Nada confusa! Cada vez mais esclarecida!

    ResponderEliminar
  6. As pessoas que se sentem injustiçadas com a "censura" em blog alheio evidenciariam senso na iniciativa de criar o seu próprio. É grátis, por enquanto, e permite guerrear toda a gente sem entraves. E até um domínio é pouco dispendioso.

    Falo com conhecimento de causa.
    (quase sempre)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poderiam, claro que poderiam. Mas acontece que isso dá trabalho. Além de que não resolve o problema de se querer entrar num debate e não conseguir.
      (talvez debate não seja a melhor escolha mas, ao que vi, também não era nada de mais, por aqui seria aprovado. Mas lá está, é para o lado que eu durmo melhor, dizerem-me que não sou a oitava maravilha do mundo, logo após as pirâmides de Gizé...)

      Eliminar
    2. Concordo com o quiescente. Os bloggers não têm nenhuma obrigação de publicarem os comentários que não querem.

      Eliminar
    3. Claro que não têm, Cuca. Isso nem está em questão. Mas não deixa de ser engraçado tirar conclusões, a partir daí. Dá uma ideia do outro lado da moeda.
      E, a bem dizer, nem sei se isto é alguém a querer brincadeira, se de facto é verdade. Foram só meia dúzia de mails que me enviaram, achei particular piada a dois, por motivos completamente distintos.

      Eliminar
  7. O que é um blogue de referência?

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.