sexta-feira, 17 de abril de 2015

A blogoesfera já foi mais digna

Recentemente, houve quem achasse que tinha descoberto a minha verdadeira identidade. Em virtude de essa pessoa ser bem formada, optou por não revelar publicamente essa presumível identidade. Em vez disso parece que resolveu ir, para o facebook, dar pistas sucessivas às suas cegas seguidoras ou, eventualmente, contar em privado a algumas, não sei. Sei que não tardaram em vir aqui depositar comentários onde constavam nomes completos, moradas, nomes de filhos, etc. da pessoa que acreditam estar por trás da Mais Picante, numa clara tentativa de intimidação.

A verdade é que eu sou a Mais Picante. Ainda que se soubesse, que eventualmente se venha a saber, que me chamo Ana Filipa, Susana, Sofia, Graça ou Pureza, aqui, serei sempre a Mais Picante. E continuarei a ser incómoda, se assim me apetecer. Porque vivemos numa sociedade livre. Porque tenho esse direito.

As pessoas em geral, blogoesfera em particular, podem achar que este blog é uma coisa de extremo mau gosto. Têm essa liberdade. O que não têm é a liberdade de ameaçar, intimidar e fazer devassa da vida privada de outrem.

Acho lamentável que as póletes não tenham a noção da gravidade e possíveis consequências judiciais da perseguição que iniciaram a alguém que é real e está para além dos blogs. Pode ser que tenham sorte e que a atingida também não tenha a noção de que pode, e deve, apresentar queixa ao ministério público (não sei se acredito muito nisso...)

Deixo-vos com dois comentários fofinhos, apenas dois, entre vários que recebi:

"Tssshhhh... acho que quando saíres à rua deverias começar a, a cada dois passos, olhar para trás e para os lados, é que agora a tua morada se tornou pública (ilustrada com fotos e tudo no novo grupo do facebook) o que não vão faltar é paparazzi a querer contribuir para o gáudio geral.
What goes around, comes around ;)
Uma velha conhecida do ... " 

 "Olá ...............!
Acabei de ver uma belíssima compilação de fotos (tuas, do teu marido, dos teus filhos, do teu prédio, dos teus irmãos...) e de dados acerca da tua pessoa no facebook. Hahahahaha que máximo, juro que te imaginava mais gira, mais sofisticada... mas não, cara, cabelo e postura tão insossos, credo, estás mais para mosquinha morta do que para piri-piri. E o teu marido, a sério que não arranjavas coisinha melhor? (Pergunta retórica, evidentemente) Sim, o senhor até tem um bom currículo e um bom cargo.....  mas, convenhamos, as habilidades dele não devem passar daí... .................
Sabes, bem vistas as coisas até se compreende que sejas assim, a falta de umas (boas) quecas deve provocar meeeeesmo uma amargura terrível. E faz rugas, ainda por cima! Não é à toa que estás carregadinha delas..."

E é isto, a internet.

Tenham um bom fim de semana. Se conseguirem.

(Estou a guardar e reencaminhar, a quem de direito, todos os comentários anónimos, que têm tido a amabilidade de vir aqui depositar, assim como a fazer print screen de todas as provas do, digamos... crime)

(Não deixa de ser engraçado, e simultaneamente muito revelador, que a autora da descoberta da minha presumível identidade, depois de ter dado todas as pistas que permitissem chegar aos dados privados da alegada Picante e, por consequência, respectiva família, filhos incluídos, se encontre agora a apagar comentários que revelam o seu envolvimento na coisa. Ela deve saber bem que fez asneira e que, caso a coisa corra mal, terá que responder legalmente)

141 comentários:

  1. Há gente doente e perigosa...
    Não se fique, Picante.

    ResponderEliminar
  2. Bem,lá estamos de acordo em alguma coisa.Poir que a devassa da sua privacidade,é estar a devassar a vida de quem não é vista nem achada,tendo em conta que as fotos não são suas e da sua família.Entregue a fulana e as suas actividades a quem pode acabar com esta pouca vergonha:a polícia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entregar à policia? Ná... É muito mais giro vir para a internet perpetuar uma guerra para a qual ela desde sempre contribuiu. Dá muito mais adrenalina. Denunciar a qum a de direito, ninguém saber e o assunto morrer ali? Isso não é para a Picante.

      Eliminar
    2. Não é à Picante quer compete apresentar queixa. E eu tinha de falar no assunto, já que ele andava a ser falado noutros locais. Fi-lo com autorização de quem de direito. E fi-lo porque achei que tinha de o fazer.

      Eliminar
  3. há pessoas que precisam de um hobbie.. têm demasiado tempo livre e depois só fazem asneira

    ResponderEliminar
  4. Olhe, Picante, tudo o que descreve tem contornos tão aviltantes que tenho alguma dificuldade em articular outras palavras além de "que nojo". Aos olhos de quem quiser ver, assim desfila o que de pior pode haver a nível de carácter. Nomes completos? Moradas? Filhos? Marido? Grupos de FB?
    Sabe o que digo muitas vezes? "What has been seen cannot be unseen". De pouco adiantarão os apagões selectivos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até lhe digo mais. A pessoa que dizem que é a Picante e para quem está a reencaminhar os comentários, querendo apresentar queixa, nem tem de se preocupar em saber quem fez o quê. As autoridades fá-lo-ão por ela e com meios de que ela não disporia.

      Eliminar
    2. Isto mete-me nojo. Para se criticar uma maldade, não se deve fazer maldade pior.

      Mesmo que a Picante seja a merdas que critica a Pólo, isso nunca justifica meter filhos e maridos - inocentes!!! - ao barulho. É de uma falta de educação extrema permitir este tipo de coisas.

      Eliminar
  5. Mas a pessoa que ela acha que é a Picante tem blog ao menos? É conhecida de algum lado?
    É que se for uma pessoa "normal" que nem se mete nisto dos blogs e está lá na sua vida descansada, é capaz de ser chato...
    Luciana

    ResponderEliminar
  6. Coragem, Picante. (Infelizmente, não me surpreende... Já vi ali de tudo.)

    ResponderEliminar
  7. De vez em quando ela arranja estas tretas para dar nas vistas, ou é impressão minha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é impressão, já reparei também

      Eliminar
  8. A minha avó provavelmente diria à outra senhora que arranjasse umas meias para cozer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em fogo vivo, de preferência para ficarem tenrinhas :)

      Eliminar
  9. Envergonha-me estas atitudes, a mesquinhez, a mentalidade pequena. Não concordo sempre consigo como é óbvio, às vezes até acho que poderia ser um pouco menos "cáustica", mas não deixo de gostar da Picante. Faz-me imensa confusão como é que as Joaquinas desta vida, que tanto a criticam são capazes de expor crianças e um suposto marido que nada têm a ver com isto, e depois ficam todas ofendidas quando um post é dirigido a alguém. Não é suposto ser-se melhor que isso? É que eu quando critico alguém, sei que não faço os mesmos erros e evito ter telhados de vidro. A Polete Mor, tem seguidoras à medida.
    Sabe o que acho interessante em si? Já foi há uns tempos e não me lembro do contexto mas a conversa foi qualquer coisa assim, eu disse que fé/acreditar no melhor das pessoas era difícil e esperava sempre o pior, já a Picante queria acreditar o contrário. Se calhar sou eu que sou uma cínica, mas perante estes belos exemplos...

    ResponderEliminar
  10. Querida Mais Picante,
    Fiquei atordoado com este seu post. Não estamos todos fartos de saber que a Mais Picante é uma Senhora Piri-Piri? Folgo em ler que não perdeu o sarcasmo "essa pessoa ser bem formada" (a sério? conseguiu escrever isto? Inigualável Superlativa). Snob-chique, minha cara.
    Bom fim-de-semana,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
  11. É de grande gravidade aquilo que contas Picante. De grande gravidade.
    Independentemente das razões que cada um tem para se sentir ofendido, porque no fundo os blogs são espaços de opinião e nem sempre a opinião é abonatória ou condescendente, nada justifica que se coloquem em causa crianças e até maridos, vizinhos e etc, para dar voz a uma vingança comezinha, e infantil, que de resto me parece ser o caso.
    Li ontem num blog muito catita o seguinte alinhamento: 'Contra o poder da acusação injusta, não há cutelo, nem escudo, nem espadas, que nos protejam do poder das palavras.'
    Nesta linha de pensamento, e se alguém se sentiu ofendido com palavras, então deve responder justamente com palavras, e não com este tipo de arma que envolve sobretudo inocentes e pessoas que não têm absolutamente nada a ver com isto.
    Não se brinca com coisas sérias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uva, admiro a sua sensatez. Penso de igual forma, afinal "isto são só blogs", não é? Mandam-se umas farpas e, assim que passam para as poeirentas "mensagens antigas"... PUFF! A lembrança é mínima e a importância é zero. Felizmente, não temos que olhar na cara uns dos outros todos os dias, para sempre.

      Eliminar
  12. A ver se, nas minhas limitações cognitivas de quem tem um ano e meio de blogues, percebi.
    Isto de reveler a identidade é assim tipo a bomba atómica dos blogues, não é? Cabrum... Toma lá que eu já sei quem és. (Supostamente claro.) Porque, supostamente, quem escreve um blogue deve estar a tremer de medo que o descubram... ai, ai, ai... e agora ai jesus, ai jesus, ai jesus. Ai que medo, ai que medo, que eu tenho tanta vergonha daquilo que escrevo. Só que não. (A menos, claro, que se humilhe a família e se diga com a maior descontração que, enfim, se eles descobrirem "eu apago tudo e desminto tudo". Pronto, nesse caso (revelador) se calhar é chato. Mas tirando isso...) Cada um tem direito à opinião. Não mentindo, no fundo, nada há a temer.
    A não ser que... A não ser que a divulgação da suposta identidade (suposta, repito) seja uma clara tentativa de ameaça... Tipo um "watch your back" que já dei ordem de soltura aos cães. Então quando não se tem a ombridade de deixar as crianças fora do assunto... Oh well, a partir daí há que esperar de tudo. Eu era para o lado que dormia melhor se descobrissem a minha identidade, mas ia à polícia na mesma hora, repito na mesma hora, se me devassassem a vida e tocassem, de raspão, ao de leve, num sussurro, no nome dos meus filhos). Porque somos todos Charlie até a coisa roçar a ameaça e metendo as miúdos ao barulho... Só vou ali buscar a Uzi que te pespego um tiro no meio dos olhos que vais ameaçar crianças mas é o caralho. Porque como eu li outro dia num blogue que gosto muito, sou boa mas não sou boazinha, e então se me tocarem/olharem as crias viro uma besta. Uma besta. Ia até às últimas consequências. Últimas consequências.

    Só mais uma coisa e de mim para ti. Gostava muito, mas mesmo muito que não fosses tão integra, vertical e leal. Mesmo, mesmo muito. Comigo seria diferente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já nem me lembrava disso de que se os sogros descobrissem apagava tudo.
      Ahahahaha

      Eliminar
    2. E não mudou/apagou/suspendeu o blog quando a mãe leu certas coisas? Há quem tenha memória curta.

      Eliminar
    3. Estou com a NM. Crias e marido ao barulho ? Mudou tudo! Soltaram a besta que ha em mim ... eu nao era capaz de ser assim fofinha. Para si um beijo e desejos de um bom fim de semana claudia

      Eliminar
    4. NM, integra, a Picante? Integra?
      Ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah

      Eliminar
    5. Sim... Integra! E de uma lealdade à prova de bala, se quer saber. Sei do que falo (caso contrário estaria calada que ninguém me incumbiu o sermão) e cada dia que passa a respeito mais. As pessoas são o que são. Umas parecem muito e não valem um estouro, outras... Muito pelo contrário. A Picante é dessas... Das que muito pelo contrário.

      Eliminar
  13. Obrigada anónima. Já sei, sim.
    (não vou publicar...)

    ResponderEliminar
  14. E ela dizer que ali não se alimentam mirones e abutres ein?

    ResponderEliminar
  15. Sabes Picante, tive que ir primeiro confirmar se a pessoa em questão também tinha sido Charlie Hebdo quando foi aquela coisa dos atentados terroristas de Paris, e olha, parece que sim. Parece que a senhora na altura defendeu que ninguém deve sofrer ameaças à sua integridade por expressar a sua opinião, por muito que discordemos dela. Porque ser Charlie, não era concordar com o gozo a uma religião, era achar que podemos não gostar, até condenar veemente, mais jamais, e repito jamais, concordar que desse tipo de humor possam sair represálias.
    As pessoas baralham-se todas. Todas. As pessoas optam por ter um blogue onde se identificam, por vontade própria, nele escrevem o que lhes dá na real gana, tornam públicas informações sobre as suas atitudes, preferências, vida amorosa, familiar e até sexual, actos solidários e o diabo a sete, e em pleno século XXI, não reconhecem aos outros o direito de criticar publicamente o que elas próprias tornaram público? É que isto em não sendo ingenuidade, porque claramente não é, só pode ser falta de alguma coisa. Ou várias coisas.
    E por fim, este tipo de vingança infantil, inconsciente e inconsequente, sem escrúpulos, e sem caracter. Colocar na net informações sobre a vida privada de alguém...Permitir o acesso a nomes e moradas de crianças, sabe Deus a quem, porque se há coisa que não se controla na internet é o alcance da informação que lá se coloca. Tudo isto me merece o mais absoluto desprezo. Esta atitude só pode merecer o mais absoluto desprezo de quem realmente se considera Charlie Hebdo.
    Ou de quem tem dois dedos de testa.
    Grande beijinho.

    (ela devia era perguntar a si própria que tipo de pessoas são aquelas que ali andam a saltitar à volta dela no facebook. É que no post em que ela faz esta bela coisa, tem mais de 100 comentários, e logo a seguir que veio falar do Bairro do Amor, tem uma dezena. És muita boa, és a maior, mas este fim de semana em calhando, não me dá jeito ir ajudar ninguém, não podemos antes ficar aqui a ratar na Picante?)

    ResponderEliminar
  16. Bom, nem sei bem o que dizer.
    Isto de se encontrar coisas na net ultrapassa-me por vários motivos. Não tenho tempo a perder com certas coisas, nunca me passaria pela cabeça tentar encontrar fotos, nomes de empresas, cv's, nifs (???) e por fora. A vida de cada um pertence a si próprio. É ultrajante.

    Não tenho blog e são raros os blogs em que comento, no entanto, neste caso tão indignante tive que comentar.
    Nunca gostei nem achei graça ao dito blog, parece-me ter alguns problemas sérios que passam ao lado de muita gente. Esta necessidade de aparecer e de se vitimizar induz o vómito.

    Picante, concordo com a NM, não seja íntegra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguém escreveu o que pensei.

      Eliminar
  17. Onde arranjou ela esta família? E pior, porquê?
    Isto é doentio ao extremo. Nunca gostei do blogue dela, acho-a doente, dissimulada, com pretensões a caminhar na água, mas caramba. Pode sempre piorar, sem dúvida

    ResponderEliminar
  18. Nem sempre estou de acordo com as ideias da Picante mas, foi realmente muito grave tudo o que se passou. Para ser sincera, nem tenho palavras para descrever tal acto tão baixo, infantil e sei lá eu mais o quê. Já que ela se diz psicóloga, então que se lembre da "personalidade histriônica". Os traços que ela apresenta através das atitudes que demonstra, assentam-lhe que nem uma luva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem estuda psicologia não se torna psicóloga, ela não é clínica. O ramo dela é outro, a santidade com uma mão no bolso

      Eliminar
    2. Houve uma altura, salvo erro, que ela se dizia psicóloga clínica, sim.

      Eliminar
    3. Se o disse mentiu

      Eliminar
    4. Se não é psicóloga, que pense na mesma naquilo que o anónimo "falou" acerca da "personalidade histriônica". Ela que se reveja. Aqueles valores que ela tanto apregoa, andam pela hora da morte...

      Eliminar
  19. Picante, eu estou absolutamente chocada com o que se está a passar. As pessoas não têm, pelos vistos, qualquer noção das consequências dos seus actos, e de que aquilo que dizem pode incitar comportamentos ainda piores.
    Nada, absolutamente nada que se diga aqui nos blogs, pode servir para ameaçar alguém cujas opiniões se discorde, muito menos meter família ao barulho. Estou chocada e enojada.
    Algo vai muito mal na cabeça das pessoas.

    ResponderEliminar
  20. Sendo eu de outro blogue que nada têm a ver com isto, fico parva com estas coisas que acontecem. Já tenho dito muitas vezes que nos blogues de culinária não se encontram este tipo de problemas. Contudo, desejo que A Mais Picante, resolva depressa este problema e essas almas penadas que andam por aí a infernizar a vida dos outros, paguem por isso. E que quando tocam aos nossos filhos, a coisa muda de figurinha, e uma mãe não brinca em serviço para proteger os seus filhos. E desculpe entrar sem pedir licença, mas hoje não resisti a mandar a minha posta de pescada. carla sousa

    ResponderEliminar
  21. Picante, já que tem os dados tão importantes da outra pessoa, tais como: morada, nomes, família, etc... Já pensou em contactar a pessoa e contar o que se está a passar com ela e com a usurpação de dados de que foi alvo? Parece-me uma pergunta pertinente.

    ResponderEliminar
  22. Está tudo a seguir os trâmites que têm de ser seguidos...

    ResponderEliminar
  23. Depois de ler isto só consigo chegar a uma conclusão: As novas tecnologias são o máximo! Então é possível saber o sal de alguém só por uma fotografia? E o colesterol, ácido úrico e afins, também dá? O que uma pessoa gasta em médicos com a vidência à distância de um click. Se eu lhe mandar uma foto minha, acha que pode reencaminhar, assim faziam-me o check up gratuito. Já agora mando também dos pequenos, com sorte descobrem a cura para as doenças do meu filho.
    Gente doente! Aproveitavam a amizade e já deitavam no divã, não?!

    ResponderEliminar
  24. Sabe o que lhe digo, Picante? Vire as costas, levante bem a cabeça e siga a sua vida. Isto dos blogs, não merece preocupações ou aflicoes. Nao baixe ao nivel de quem quer que seja que lhe ande a fazer isto. Perca o seu tempo com quem a ama. Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho o contrário, a Picante não deve voltar as costas.
      Isto é grave, e alguém tem que parar aquela egomana.
      Ela já fez este tipo de coisas variadíssimas vezes.
      Na minha opinião, a corda só estica até onde deixam.

      Eliminar
    2. Ora aí está. A corda só vai até onde deixam. E é por deixarem tantas vezes que tem esticado tanto.
      E esta pessoa doente trabalha com pessoas?

      Eliminar
    3. Eu não tenho filhos, mas tenho um trabalho que adoro e um marido que adoro ainda mais.
      Se fotografassem a minha casa, o meu marido ou os meus cães (sim, sou das malucas que adoram animais!) não esperaria muito para fazer queixa.

      Quanto a quem escreve em tal blogue, não posso dizer que goste da pessoa, muito pelo contrário, acho-a doentia, com sede de aparecer nem que seja por denegrir pessoas próximas, uma língua de trapo que resolve apagar tudo quando não lhe convém. A Cocó foi maltratada (claro que já não se pode ler), a do blogue às 9 também foi (também já não existe), mas como se tornou amiga é tudo fantástico e maravilhoso.

      Picante, faça queixa.

      Eliminar
    4. Passo por aqui todos os dias mas nunca comento.
      Há dias que não entendia muito do que se passava, hoje entendi.

      Execrável, aquele blogue é um lupanar. Li ali coisas perfeitamente abjectas.
      Tenho pena da filha, porque com um amãe doente e um pai tão conovente não se augura um futuro feliz e decente.

      Eliminar
    5. Lupanar é óptimo :D:DDDDDDDDDD

      Eliminar
  25. Gente triiiiste, sem vida, e com alguma dor de cotovelo.

    Mande-os cagar Picante! Impressionante o quando a populaça gosta de atazanar a vida dos outros. Mesquinhos-inhos-inhos.

    ResponderEliminar
  26. Isto mete-me tudo um NOJO do caralho, pá! "Aí que sou tão bem formada, ai que eu podia espetar aqui a identidade da minha super hater, mas aí que eu sou tão mais superior, porque vocês sabem, minha manada de póletes, que eu sou muita boa". E então como raio andam já a circular por essa internet fora (e em grupos de facebook... A sério?) nomes, moradas, identidade dos filhos, da familia, e amigos???
    A sério, esta merda dá-me vomitos (isso e uma vontade enorme de espancar pessoas)

    ResponderEliminar
  27. Pipocante Irrelevante Delirante17 de abril de 2015 às 14:29

    Deixa ver se percebi

    Uma qualquer blogoursa descobriu a sua hater (seja lá o que for) de estimação, e veio a saber que essa blogopessoa está associada a um indivíduo de carne e osso.
    Ao invés de confrontá-la pessoalmente, decidiu espalhar pela internet pistas acerca do seu paradeiro, para que as suas seguidoras pudessem... chamá-la à razão?
    Ou seja... ela acha-se superiora aos invejosos e mal-dizentes, mas na altura de o comprovar, usa dos mesmos artifícios que supostamente desdenha.

    Enfim, nem vale a pena dissertar sobre o sim ou não de blogs (ou crónicas, ou jornais) de escárnio e sátira, nem sobre a diferença entre criticar algo que é privado relativamente a algo que é publicado pelo próprio alvo da crítica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PID, o seu último parágrafo diz tudo. A diferença entre satirizar o que alguém de forma voluntária pública e devassar e criticar a esfera privada de outra pessoa é abismal. De facto não é preciso dizer muito sobre o assunto.

      Eliminar
    2. Mas descobriu mesmo?

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante17 de abril de 2015 às 14:44

      Ela está no seu direito de insular, satirizar, criticar, enxovalhar, o que queira, a dita "hater". Todos somos livres. Agora isto supera tudo...
      Gostaria de saber se ela assumiria o que fez se uma qualquer maluca (porque as há) se virasse à pessoa em causa e a agredisse, ou algo pior.

      Mas enfim, um urso, mesmo que amestrado e com um laçarote no pescoço, continua a ser apenas e só um urso.

      Eliminar
    4. Pipocante Irrelevante Delirante17 de abril de 2015 às 14:47

      Descobriu, pensou que descobriu, fingiu que descobriu... irrelevante para o caso

      Eliminar
    5. Os ursos são lindos e bastante mais sensíveis. Não misturem nem os insultem, por favor :)

      Eliminar
  28. Picante, tb já tive a minga dose até com a PJ me ameaçaram se falar nos palavrões e ameaças aos meus netos, inagine- se se as crianças têm culpa da avó!, acusei ao blogger que fechou- lhe o blogue. Voltou tempos depois mas novamente foi fechado. Não sei se a:Picante já a denunciou, mas surte resultado. Estou pasma, mas infelizmente há de tudo neste mundo blogosférico.
    Kis :>}

    ResponderEliminar
  29. Picante eu gostaria de ser sua seguidora no Facebook, mas não sei o sei perfil. Aparece uma página de sexo credo :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahah
      Plagiaram-me o nome e o caldeirão. Eu não tenho FB...

      Eliminar
    2. Durante tanto tempo também não tinha filhos e agora não para de falar neles. Porque haveremos de acreditar nisso do FB? A sua palavra há muito que deixou de valer, Picante.

      Eliminar
    3. Não quer acreditar não acredite. Há aqui um post que fala no assunto. E os tipos dizem lá que são de Aveiro.

      Eliminar
    4. Não se trata de eu acreditar, mas de a Picante se fazer acreditar. Ou, melhor dizendo, de não se fazer acreditar. Porque, há-de convir, o boneco convincente que tanto se esforçou por criar há muito que caiu por terra. FB à parte, que para o caso não tem nada a ver.

      Eliminar
    5. O FB fui eu que o encontrei um dia e vim cá perguntar se era dela e disse logo que não...Já há uns bons meses.

      Sinceramente, acham que aquilo tem mesmo ar de ser dela? Mais depressa acredito que seja de alguém que queira ver a Picante a ser achincalhada do que aquilo ser dela.

      Eliminar
  30. Picante, por muito que concorde que tanto a PN como a Izzie a deveriam ter processado - não invoque o conceito de nobreza depois da ofender e achincalhar a Izzie e após as indirectas injuriosas dirigidas À Sara e muito menos no seguimento de posts em que não só ofendia a PN como, sem fornecer provas, questionava a idoneidade profissional daquela - também a mim esta atitude me parece indigna e mesquinha.

    Caso a PN a houvesse processado, há muito que saberia a sua identidade. Mesmo que obtivesse essa informação por outros meios, poderia contactá-la e discutir o que haveria para discutir.

    Já agora, o Charlie Hebdo não fazia ponto em chamar gorda - ui, que ofensa - histérica, etc, mas em realçar os aspectos negativos de todas as religiões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Anónima,
      Faça o favor de dizer onde é que eu injuriei essas três bloggers. É verdade que a PN foi alvo de muitos posts. Todos eles a criticar coisas públicas, tornadas públicas pela própria.
      Se por injúria se refere a uma piada fácil (e reconheço que de gosto duvidoso) que eu fiz num comentário, acerca da Izzie...Bom, não há muito mais que lhe possa dizer a não ser que discordamos.

      Eliminar
    2. A PN a processar a Picante? Com que motivo? a picante mentiu? Acusou a PN sem provas? De quê? De mentir quando disse que o sogro abalroou a igreja da urzelina? Pois se é notório que mentia, é impossível chegar à tal igreja de carro porque tem um muro com portão a proteger. De achincalhar a família do marido e até um ex-"namorado"? Até há poucos dias os posts em que a ursa estava o faziam estavam lá, agora é que os apagou. Que a PN faz publicidade encapotada? Pois faz, às termas, à margarina e às cenas para onde é convidada, os posts estão à vista. Publicou comentários com o nome e apelido? Mas já antes a ON se tinha identificado. Ah, espere está a referir-se à idoneidade profissional. Olhe, essa foi seguramente aquela em que num comentário se provou, com link para o site da OP, o que se disse: que ela não constava da lista de psicólogos da ordem e como tal não está habilitada para exercer psicologia. Até pode considerar uma injustiça a lei impor essa inscrição, mas a verdade é que é o que a lei diz.
      Eu não gosto da Picante, acho que tem a mania, mas não a acho mentirosa. Acho o blog da Picante desnecessário, não tem de andar a denunciar as coisas ridículas que existem na blogosfera, como se fosse mais inteligente que as outras pessoas, porque o público também tem olhos e cabeça, sabe ver o que há de bom e mau, não precisa dos alertas que faz.
      Mas sinceramente não percebo esta cegueira em torno da PN, esta militância em defendê-la quando os posts que faz e as atitudes que tomam falam por si e mostram bem o seu carácter. Ou é por fazer os posts melosos e inventar as cenas de caridade que tem legitimidade para mentir, achincalhar, devassar e manipular? Se quer ser justa abra os olhos anónima e veja bem quem é a PN antes de a defender tão cegamente.

      Eliminar
    3. Anónima, prometi à única pessoa a quem isto poderia interessar que não voltaria a publicar este tipo de comentários.
      E, sinceramente, trazer uma porcaria daquelas a termo de comparação com isto só me dá vontade de a mandar para a real pata que a pôs. Isto para não falar calão. passar bem.

      Eliminar
    4. E outra coisa. Eu não me lembro de ter aqui escrito o nome da rapariga. Não vou jurar a pés juntos porque realmente não tenho 100% de certeza mas não me lembro mesmo. Sempre a tratei por Ursa ou PN. No entanto, aprovei um comentário onde um anónimo o fez (sei isso porque fiz uma busca pelo nome e apareceu o meu blog).
      Realmente só o aprovei porque ela própria disse o nome, na altura não vi mal nenhum no comentário, que alias também referia o nome da mais doce e da SMS. Inclusive era um comentário a atacar-me.
      Eu tenho lá a culpa que um blogger revele publicamente o seu nome e depois fique escandalizado por ver o seu nome e blog associados? Porque escreve coisas das quais tem vergonha? Desculpem lá mas isto não faz assim muito sentido, pois não?

      Eliminar
    5. A Picante nunca, nunca, mas nunca tem culpa de nada. Mesmo quando faz exactamente o mesmo que as outras que critica, há sempre uma boa explicação para isso, explicação essa baseada em qualquer coisa de que já não se lembra muito bem, mas que prova com exatidão que houve um bom motivo para fazer exactamente aquilo que criticou nas outras. .
      A Picante nunca tem culpa de nada, não sei se já disse.

      Eliminar
    6. Bem explique lá o quê que eu fiz que critico, agora estou interessada. Diga lá isso.

      Eliminar
  31. (Picante, não tem de publicar este comentário)

    Nem sempre gostei dos seus posts, blá blá blá, mas a PêÉne sempre me fez espécie e ainda assim, custa-me a acreditar que ela tenha feito isto. Lembrei-me do desfecho do Pipi das meias altas, quando uma blogger algo desequilibrada (tinha uma situação de vida complicada) identificou umas quantas bloggers farpudas que gozavam com ela e a PêÉne, sendo uma das identificadas, veio publicamente defendê-la. Desequilibrada sim, má não, dizia ela, o que eu achei sensato, face à perseguição desproporcionada de que a outra foi alvo. Agora isto. Vómito, vómito, vómito.

    ResponderEliminar
  32. A Picante saberá o que fazer por isso continuo a passar aqui como sempre!

    ResponderEliminar
  33. Eu só não sei quem é mais doentio, se ela ou se a horda de seguidoras que diz ámen a tudo e bate no peito para dizer eu sou pólete....

    ResponderEliminar
  34. O unico local onde se fala de expor marido e filhos é aqui, cuiriosamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que desatenta sou! Haveria de ter publicado os comentários, não era? Assim o anónimo teria a certeza de que não os estou a inventar. Caramba...

      Eliminar
  35. Como não sou Charlie, acho que andaste a semear ventos e agora colhes tempestades. Só estás a dar visibilidade ao assunto.

    ResponderEliminar
  36. A excelentíssima apagou os posts no fb... Cuspir para o ar é tão bom. Se a criatura tem o mínimo de coluna vertebral pedia desculpas em público.

    ResponderEliminar
  37. Picante anda a chafurdar na porcaria olhe, ficou cheia de moscas. É assim, nunca subestime o poder da m*rda...

    ResponderEliminar
  38. A ursa agora tem o blog no iol e o iol põe-lhe publicidade paga nas laterais.
    Será que ela não tem noção das implicações que isso tem? Serei só eu a achar que é péssimo para o iol? Que ela se queira enterrar, que enterre sozinha, diga a barbaridades que bem entender, é lá com ela. Agora arrastar com ela empresas como a iol é que me parece um abuso. Mais um.

    ResponderEliminar
  39. Ola picante eu fui uma das pessoas que comentei o post do facebook onde as poletes pediam a PN para fazerem bulling a pessoa em questao. Fiquei chocada quando li o que as pessoas sao capazes de fazer so por pura maldade. Comentei nao me maltrataram porque ela tem o direito de dizer todas as tolices que lhe apetecer desde que nao ameace e nao exponha os dados e a identificaçao da pessoa. Nao me identifico com o outro blog e depois disto nunca mais o volto a ler. Picante seja voce ou nao acho que deve realmente informar e de alguma forma proteger a familia de que se tanto se falou naquele dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah pois é. Para as sonsas que andam aí a dizer que não se disse nada da família e que a Picante está a inventar tudo, este é um exemplo. A ursa agora pode apagar tudo, mas há muita gente que viu.

      Eliminar
    2. Ninguém viu nada. No facebook da polo não se deixou links nem fotos. Algumas poleies disseram que a polo devia identificar a tipa para a irem chatear, e a polo disse sempre que não o faria. Até a Sandra admite, ali no comentário que deixou depois, que não viu lá nada sobre filhos e marido e moradas ou identificação. Tudo mentira.

      Eliminar
    3. Eu não disse que foi no FB dela que foram deixados os links. Os links foram postos anonimamente noutro sítio. Por póletes. Tudo verdade.

      Eliminar
    4. Por poletes? Então... mas então assim ela não pode ser responsabilizada por nada, não é?

      Não é a Picante que está sempre a dizer "eu sou responsável pelo que escrevo, não pelo que lês" (como se o que escreve não tivesse uma óbvia intenção malévola)?; não foi a Picante que se demarcou de determinado post inscrito aqui no seu blogue por não ter sido escrito por si, embora estivesse no seu espaço?; não é a Picante que agora diz ali em baixo que não é responsável por comentários aqui publicados, embora os aprove - o blogue tem moderação de comentários?; não é a Picante que está convencida de que não tem a mínima culpa nesta história toda, embora tenha andado anos e anos a alimentar ódios que se estava mesmo a ver que um dia iam acabar mal (e parece que, infelizmente, acabaram mal para quem não era tido nem achado, quando a principal responsável - a Picante - saiu ilesa)?

      Bom, por essa ordem de ideias, então as Póletes é que são as culpadas, a PN é tão responsável como a Picante: limitou-se a espicaçar, não foi?


      (quando tiver um tempo aí na sua ocupada vida de blogger, há-de dizer-me quem foi a advogada que lhe disse que aquele fraseado absolutamente ridículo ali no rodapé a desresponsabiliza do que quer que seja. Em calhando, explique-lhe que o blogue é seu, tem moderação de comentários, estes são aprovados por si, logo a responsabilidade de tudo - TUDO - o que aqui aparece é sua. Era bonito que pudesse recorrer a mais esse expediente para, também nisso, atirar a porcaria para o ventilador e fugir enquanto é tempo, mas não, não é assim que as coisas funcionam.)

      Eliminar
    5. Picante, a anónima tem razão no que diz no parênteses, um blog funciona como um jornal, tão responsável é o autor de uma peça como o editor que permitiu que ela fosse publicada.

      Eliminar
  40. Poças, agora fiquei estupefacto...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  41. Comentei apenas para referir as poletes o quanto estava chocada com os comentarios delas. Ate a hora que li os comentarios nunca vi nomes nem qualquer tipo de dados que eu pudesse chegar a pessoa mas eu nao faço parte daquele tipo de pessoas felizmente. Vi algumas pistas que para quem le a picante percebe logo que se referia a este blogue.

    ResponderEliminar
  42. Para te dares a este texto, encontraram-te mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso. E estou aqui cheia de medo. Como adivinhou?

      Eliminar
    2. Não é medo, acho que é mais uma inversão de papéis. Karma is a bitch. Sempre te prestaste a gozar os outros, achas que liberdade é poder gozar os outros publicamente, mas tu não o farias se te descobrissem a cara. No fundo é uma cobardia, só no segredo és capaz, não estás disposta às consequências. Não digo que seja medo, é mais uma preocupação, calculo que gostes da tua família e tenhas medo que algum maluco lhes faça mal por vingança (eu teria). A questão é que se não te tivessem descoberto, não precisavas de printscreens. Sendo como és, rias em como tinham de ti uma identidade falsa, mas ao contrário vens para aqui com textos sérios afirmar que é crime para espantar as pessoas que dizem ter a tua identidade. É isso que queres, espantar, provocar medo para não te chegarem perto. Há neste texto uma clara intenção. Só não te lembras que não foram elas (seja quem forem) que começaram, és tu que persegues as pessoas para teu prazer, não o inverso.

      Eliminar
    3. Olhe, este comentário diz muito acerca de si. Portanto, na sua opinião, eu começo a receber comentários anónimos com nomes e nem sei quantas informações de uma família. Enviam-me print screens do que se está a passar no FB da Liliana. Percebo que há uma série de mentecaptas empenhadas e difamar e perseguir uma família, porque alguém idóneo e que nunca mente (e agora dá-me uma vontade enorme de pespegar aqui um comentário dela que diz se os sogros descobrirem que apaga tudo e nega) resolveu dizer que ela sou eu. E a anónima acha que eu devo limitar-me a sorrir e acenar só porque não é nada comigo. Olhem... sabem que vos digo? Se alguma coisa acontecer a essas crianças vocês têm responsabilidades no assunto. Que não tenham dúvida nenhuma.
      A anónima não percebe a diferença enorme, gigante... entre criticar publicamente uma coisa tornada pública voluntariamente pelo alvo da crítica e fazer perseguição e devassa da vida privada de outrem?? Sério??? Porra. Não me fodam.

      Eliminar
    4. "Não me fodam" - Não preciso, já te fizeste isso a ti própria.

      O que o comentário diz sobre mim é indiferente, não sou perdida nem achada nesta história, estou-me cagando para o que te acontece, o que acontece a outros, se de facto não fores tu não vão assassinar as criancinhas de outras famílias, não tenhas preocupações com isso. Estas pessoas não querem sangue de crianças, não têm mau coração nem são doentes, querem saber quem és e dar-te uma lição. E uma lição não é bater-te, prejudicar a tua família ou fazer-lhes mal, é levar-te à barra do tribunal, isso é evidente. Achas mesmo que não ganham com as provas de perseguição que tens por aqui? E bem podes correr a apagar, tal como tu se forem espertas também têm maços de printscreens.

      Portanto, eu cá não me ralo com nada disto que nunca me pus a jeito para merdas destas e por isso também não tenho pena, acho apenas curioso e interessante o revés da medalha. Quase como o suspense de um filme, vou buscar as pipocas e continuar a assistir.

      No entanto, se não fores a tal pessoa que julgam que és, começa a juntar os trapinhos e fechar a loja, vão descobrir-te um dia.

      Eliminar
    5. O que diz é tão imbecil que nem me vou dar ao trabalho de falar mais consigo.
      vá pela sombra. E não volte.

      Eliminar
    6. Que comentário tão doentio! Que horror, como há gente desta? Oh Picante, invejo a tua paciência!

      Eliminar
    7. Ora... Aposto que essa poletezinha integra se escandalizou muito com aquilo do Charlie. E que faz like nos artigos de bullying, que sim senhor que aquilo é uma vergonha. Nem percebo porque não me diz o nome, já que está a exigir que eu diga o meu.
      Mas nem sei porque me surpreendo, isto para se ser polete tem que se ter discernimento de atrasado mental.
      (apostamos que ainda cá volta? Com novas ameaças?)

      Eliminar
    8. Esta Malta precisa é de aprender o significado da palavra bullying. Com urgência.

      Eliminar
    9. E esta gente, como o/a das 18.11h vota.Medoooooooooo.

      Eliminar
  43. Pessoas,
    Um forte abraço a todos.
    (quase todos, vá...)

    ResponderEliminar
  44. Estou ctg mesmo que anónima...pois eu já fui alvo da pólete-mór
    Tu dizes verdades e isso incomoda mt gente...e eu q podia escrever um livrinho cheia delas, de todos os blogs vips...

    ResponderEliminar
  45. Se for verdade a pessoa precisa mesmo de acompanhamento...isso não é normal, é doentio. Com crianças e familia não se brinca, não se ameaça... estou como a NM ameacem-me a cria e vão ver uma fera que nem imaginam...

    ResponderEliminar
  46. Picante descobri o teu blog após as "pistas" deixadas no fb da Liliana (na altura ainda não se tinha falado em nomes nem nada disso), não comentei nada mas confesso que fiquei curiosa em relação a quem seria a "hater" e o porquê de tanta indignação (para não dizer pior). Lá te descobri e diverti-me a ler alguns dos antigos posts, não conseguindo descobrir o porquê de tanta "fúria" contra ti (sendo que "acompanho" a Liliana desde os primórdios da existência dela nisto dos blogs e lembro-me bem do tipo de posts que escrevia).
    Nunca imaginei que chegasse ao ponto que chegou. É demais, é loucura! Se cada vez ia menos ao blog dela por todas as incongruências e vontade de ser maior/melhor que ia demonstrando, depois desta sinceramente só demonstrou o tipo de pessoa que realmente é por trás da fachada de solidária. Já o senhor meu pai dizia que as máscaras mais cedo ou mais tarde sempre caiem.
    Tudo isto para dizer que gostei do que li por aqui e que espero sinceramente que tudo isto não sirva para te "silenciar".

    ResponderEliminar
  47. Por acaso a expressao "a ursa" fica-lhe mesmo bem. LOL!

    ResponderEliminar
  48. A mim o que me espanta é a falta de espírito critico das pessoas que por ali passaram a ajudar ao circo. Não houve uma alma que se questionasse como ela teria arranjado tais dados ( a serem verdade ) e o que isso diz acerca do seu carácter? Não sendo verdade, pior ainda. Enfim, pessoas que não a conhecem de parte alguma e que a apoiam cegamente parecem-me ainda mais doentes do que ela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fã n.• 1 da Filipa Brás19 de abril de 2015 às 23:59

      As pessoas estão sedentas de vingança. Essa é que essa, ursa incluída. Mas ainda que a queira desculpar (que não consigo desculpar) está gente, tão superior, moralmente falando, permitiu que se partilhassem e circulassem fotos de crianças. Crianças inocentes. Moradas. De uma pessoa que não sabemos se é a picante ou não (e mesmo que fosse...). Quão grave isto pode ser? A sério que há pessoas que lhe dão cobertura? Que a apoiam? Isto assusta me. Ainda bem que não tenho facebook, porque se tivesse aquela tresloucada poderia pensar que eu era a picante e toca a circular com fotos minhas. Não vá ao médico não....

      Eliminar
  49. Isto é o que ela quer... não te deixes ir abaixo. Eu já conheço aquela espécie ainda ela era a Picas. Isto é típico dela.

    ResponderEliminar
  50. Não percebo. Ultrapassa-me esta coisa de se ter um "exército" de seguidoras e defensoras sempre ao dispor. A pessoa até pode dizer as maiores barbaridades do Mundo que há sempre gente a fazer-lhe uma vénia, a concordar com tudo e a elogiar gratuitamente com coisas do tipo "és a maior, assim é que é, nunca vi ninguém como tu, força dá-lhe com força". O mais triste é que se calhar algumas dessas seguidoras nem sequer pensam assim e fazem-no para ficar bem na "fotografia". Quer sejam póletes, manadas ou carneiradas não são mais do que aqueles grupos de fãs que só fazem o que o ídolo faz. Ou de seitas onde o líder espiritual as conduz rumo sabe-se lá onde. Acompanhei a situação no facebook em causa, fiquei melindrada com algumas coisas que li, nomeadamente com a vontade de achincalhamento público de alguém que nem sequer tinha ofendido ninguém para além da suposta visada. Se a Picante às vezes exagera nas coisas que diz acerca dos outros? Pois talvez sim. Ou então diz o que muita gente até pensa quando lê certas coisas mas não tem coragem de dizer/escrever. Se a Pólo também já exagerou nas coisas que diz acerca dos outros? Pois, nas dos outros e nas dela também. Chegar ao ponto deste alarido é que já me parece descabido. Embora considere que há coisas que não devem ser deixadas impunes porque as pessoas têm que pagar pela língua... acaba por ser uma situação desnecessária. Se a "blogosfera" tivesse melhor poder de encaixe e olhasse para os seus telhados de vidro era tudo muito mais simpático.

    ResponderEliminar
  51. Anónimo (a)
    Se eu publicasse isso seria igual a ela. E não sou.

    ResponderEliminar
  52. Sou leitora assídua, mas pouco de comentar os teus posts, mas isto deixou-me perfeitamente enojada. Ninguém no seu perfeitamente juízo se põe a fazer essa perseguição e coloca outros a fazê-lo. É de loucos/doentes...
    Não sei que é mais doente.....a ursa ou os ursinhos....mas nada que um psiquiatra não resolva...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. E eu que pensava que esta gente era tão superior e nem lia/seguia o que se passava neste blog... Falam, falam, falam, mas na hora de dar o exemplo fazem pior figura.

      Ainda assim, há uma coisa que gostaria de perguntar à Picante (que me responderá ou não). É verdade aquilo que a ursa (em sentido literal) disse sobre a picante se ter infiltrado numa festa da Ana?

      Eliminar
    2. As pessoas não param de se surpreender com aquilo de que as pessoas são capazes de fazer.

      Eliminar
    3. Superior? Sim, sim.
      A sério Anónimo? A sério que me está a fazer essa pergunta?

      Eliminar
    4. Superior sim. Então elas não lêm este blog. Nem o seguem. Nem sabem o que aqui se passa. O que lhes chega ao conhecimento é sempre um "leitor amigo" que lhes fazem chegar. Mas elas até preferiam que não tivessem feito chegar.

      Honestamente, a minha opinião é que não faria isso.

      Eliminar
    5. Eu estava a ironizar, com aquilo do superior.
      (nunca me infiltraria em lado nenhum, lhe garanto)

      Eliminar
    6. A nossa liberdade acaba onde começa a dos outros....mas caramba, são blogues, são apenas blogues. Para quê extrapolar-se isto para o mundo real?? Isso é que não entendo, e já tenho o meu estaminé há uns anitos. E nestes anitos de blogosfera, sinceramente vi coisa muito feia e de baixo nível, bullying autêntico com blogues que lia. E pensei sempre....isto são blogues, não é a vida real....
      O que era bem merecido era fazer chegar a quem de direito uns printscreens com os posts a gozar com os sogros....os avós da filha, porque isso, isso sim é do mais baixo e reles que existe!! Mas houve quem adorasse isso, adorar quem escarne e goza de quem a recebe em casa, de quem é família do marido e da filho. Isso sim é baixo!!

      Eliminar
    7. Ela tem medo que alguém lhe faça isso. Fosse eu igual a ela e contava-lhe com quantos paus se faz uma canoa.

      Eliminar
  53. A memória é curta. Fez a mesm coisa (inventar, achincalhar) com uma das pipis. É louca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, ao que soube, acho que esse caso meteu policia. Mas o que me disseram é que foi ela quem apresentou queixa. Mas podem ser boatos.

      Eliminar
    2. Meteu nada. Boato

      Eliminar
    3. Bom, não posso falar do que realmente não sei.

      Eliminar
  54. Não entendo como é que pessoas adultas se metem nestas embrulhadas. Para começar, a Picante até tem piada mas começar um blog para picar outras bloggers não me parece uma coisa muito adulta de se fazer. Até se admite uma certa piada a este mundo das bloggers, mas quando os alvos são sempre os mesmos, deixa de ser uma crítica-sátira ao fenómeno, para se tornar em algo pessoal. A resposta por sua vez também peca por infantil... andar a publicar fotos da sua casa e filhos é de extremo mau gosto e constitui matéria criminal, se houver ameaças contidas nesses posts. Ou seja... a uma acção infantil obteve uma reacção infantil. E que tal deixar de aborrecer as pessoas e dedicar-se a outra coisa qualquer? Acabava-se logo a chatice.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai desculpar-me. Aquilo foi muito mais que infantil. Chamemos as coisas pelos nomes.

      Eliminar
    2. (isso já me parece a conversa do "estavam a pedi-las"... um crime é um crime, não há muito rodeio a fazer)

      Eliminar
  55. Devo andar noutro mundo...quem são essas PN?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Obrigada - é que uma pessoa andava aqui sem perceber nada! Eu que sou nova nestas coisas dos blogues vou já espreitar essas senhoras.

      Eliminar
  56. Picantissima, chego cá agora e espero que não seja tarde demais para lhe dar, publicamente, um abraço bem apertado.
    Todas nós a determinada altura gostámos daquele blog, acreditámos naquele blog, nos envolvemos com aquele blog; aqui e ali algumas coisas foram não batendo certo mas ainda assim quisemos ajudar porque acreditávamos
    estar a servir/ajudar causas maiores.
    O tempo se encarregou de mostrar a verdade.
    “Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...”
    Luv u Picantissima!


    ResponderEliminar
  57. porra, você está sempre no blog...onde é que trabalha mesmo? É dia e noite...que obsessão.

    ResponderEliminar
  58. Está tudo louco... estou a encarar os teus posts com muito humor, olha, estou a adorar !!

    ResponderEliminar
  59. Bom, então a ver se percebo.
    Dizer que o marido da outra é chato como a peúga, é bullying,( e bullying é crime).
    Dizer que a felicidade engorda, é bullying (e bullying é crime).
    Dizer que os sapatos da outra dão ar de puta, é bullying (e bullying é crime).
    Dizer que a roupa da Primark e da H&M é foleira, é bullying (e bullying é crime).
    Dizer que os tops brancos parecem panos da loiça é bullying, e bullying é crime.
    Sério Picante, faz as malinhas, que vais ficar enjaulada um par de anos. Talvez um par de décadas. Ou de séculos. Até 2215. Que te parece? Eu acho que há aqui matéria para um processo espectacular. Acho que o país vai parar para ver o julgamento. Ganha a Maçã de Eva ou a Mais Picante? E as testemunhas, quem são? Pipoca Mais Doce e Ursa. Tcharan!
    (A sério? Está tudo maluquinho?)


    A sério...? A sério que alguém acha que tem aqui matéria para uma queixa?

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.