segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Na verdade não interessa

Isto dos take away fantásticos do Pingo Doce, que vai-se a ver e até são bastante sofríveis, aquilo não serve de criado ao S. Bernardo ou ao Prontinho, ali em Alvalade, mas o que eu queria mesmo dizer é que aquilo de as Rosinhas se porem todas a dizer que os jantares são uma enorme preocupação, que as transtorna muito e não sei quê, que depois alguém do Pingo Doce leu aquilo e... bondade das bondades, resolveu enviar-lhes o jantarinho, que gostaram muito, estava tudo muito bom sim senhores, que vão passar a usar, que aquilo é repasto de primeira categoria e até impressiona convidados e tal... E nós a ver que não, que aquilo é tudo uma aldrabice e das básicas, deixa-me aqui a pensar se elas serão, de facto, muito estúpidas ou se, pelo contrário, acham que são os leitores que são estúpidos que nem uma porta.
Mas depois encolhi os ombros e sorri, qualquer que seja a resposta vamos ter à primeira opção, elas são de facto muito estúpidas. E aldrabonas também.

78 comentários:

  1. E aquela sopa de peixe??? tem cá um aspeto que benzádeus...

    ResponderEliminar
  2. Discordo. Elas são muito espertas (não confundir com inteligentes!), muito estúpidas são todas as centenas de leitoras que acreditam naquilo e ainda elogiam!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, pode-se enganar muita gente por algum tempo ou alguma gente por muito tempo. Não se pode enganar muita gente por muito tempo. É dar tempo ao tempo, isto são verdadeiros tiros nos pés, quer das marcas, que geram má vontade e desconfiança, quer das bloggers, que vão perdendo credibilidade e terão de ser substituídas. Ninguém procura um endorsement de alguém sem credibilidade. As coisas são como são.

      Eliminar
  3. Eu concordo com a Margarida, foi aliás por coisas destas que deixei de seguir alguns blogs e passei a desconfiar sempre das sugestões que dão. Para mim deixam de ter interesse apartir do momento em que outros interesses estão em causa.
    Maggie

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maggie, as suas palavras dão-me razão. Aldrabices básicas são estúpidas.

      Eliminar
  4. Torta de Bacalhau da Casa de São Bernardo! Há poucas coisas melhores!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto muito do bacalhau espiritual. E dos rissóis. E dos crepes. Hum...

      Eliminar
    2. Ai os crepes...
      E uns cogumelos salteados que por lá havia...
      Este fds tenho de ir lá abastecer-me, que há muito tempo que não passo lá... Ou isso, ou ao PD... "vai dar tudo ao mesmo", não é assim que dizem? :P

      Eliminar
    3. Estou capaz de lançar aqui uma campanha publicitária ao S. Bernardo. Assim a título pro bono...
      Ainda para mais aquilo ajuda mães solteiras, estarei a praticar um bonito acto.
      (durante muito tempo nós chamávamos-lhe as "freiras grávidas", as pessoas até arregalavam os olhos quando dizíamos que íamos encomendar nas "freiras grávidas" ahahahahahahah)

      Eliminar
  5. Desculpe que lhe diga mas as sopas do Pingo Doce são, de facto, boas. Digo-o com conhecimento de causa e sem estar aqui a defender posições. Sou muito picuinhas com o sabor da sopa, e fui muito reticente com as do Pingo Doce, até ao dia em que precisava mesmo de sopa e não iria ter mesmo tempo para fazer uma (não tenho e nem quero bimby). Aconselho-a vivamente a provar, e depois fale de sua justiça.
    É como em tudo na vida....prove e depois fale ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O aspecto da comida pode não ser o mais apelativo, mas já comprei lá uma ou duas vezes e até nem estava nada mau. Comparando com o take away do tio Belmiro o do Pingo Doce é um restaurante Gourmet!
      (uma vez comprei uma lasanha no tio Belmiro e pensei que "morria". Desconfio que todos os funcionários da cozinha do tio Belmiro devem ter posto uma pitadinha de sal no raio da lasanha)

      Agora falando do assunto propriamente dito, como alguém disse, burras não são. De todo. Fazem é os seguidores de parvos.

      Eliminar
    2. Eu já provei. E não gostei. É verdade que não provei as sopas, nunca compro sopa fora. Mas acho mauzinho.

      Eliminar
    3. Não ache "mauzinho" sem provar...nunca compra sopas fora, mas se um dia precisar, digo-lhe que não hesite em comprar a de legumes. Digo-lhe que é boa !
      Ainda assim acho que a sua posição neste assunto está muito condicionada...por inúmeras questões ;) enfim...

      Eliminar
    4. Quando disse mauzinho referia-me ao take away de um modo geral. Não me custa acreditar que haja um ou outro produto bom, já várias pessoas disseram que sim, que as sopas são boas. Mas como opção acho mauzinho.
      (sem condicionamentos...)

      Eliminar
  6. Estúpidas e aldrabonas? A SMS também? Ou como ela veio aqui vitimizar-se, agora já não se pode falar mal dela?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o post está claro não lhe parece?
      E deixe que lhe diga que não vi a SMS vitimizar-se. Aliás gostei bastante da postura, muito condizente com a opinião que formei dela. Não manda dizer por ninguém e teve uma postura muito humilde. Já disse que simpatizo com ela?

      Eliminar
    2. Sinceramente tinha a SMS em melhor conta. A explicação que dá é absurda, mas esta gente quer sol na eira e chuva no nabal...

      Eliminar
    3. Eu acho que foi corajosa. E prefiro dar-lhe o benefício da dúvida, acreditando que não viu mal nenhum em fazer um teaser a pedido, já que sentia o que dizia.

      Eliminar
    4. Acho que quem tem um blog tem todo o direito de o tornar rentável. Mas o que se passa com estes blogs é que tentam criar a ilusão no leitor de que partilham os mesmos problemas do quotidiano, apresentando depois uma solução fabulosa, em jeito de dica de amigo. Isto é manipulação. E o pior, no caso da Sónia, é que ela nem precisava de o fazer, porque o seu capital social seria suficiente para que o leitor fosse influenciado por uma review honesta do produto. Acho muito bem que estas manipulações sejam comentadas e condenadas.

      Eliminar
    5. Ela não anda cá propriamente à um mês... Já é batida nisto.

      Eliminar
    6. Não viu mal nenhum fazer o teaser a pedido? Ou seja, utiliza técnicas publicitárias mas sem querer? Não acredito. Aliás, a SMS tem um blogue meio esquizofrénico no qual retrata a doença dos filhos para depois mais tarde fazer publicidade à descarada...já gostei muito, nunca pensei que fosse deixar de acreditar no que lia ali, mas sinceramente esta defesa aqui foi a gota de água para antipatizar com a blogger.

      Eliminar
  7. Mas tem noção que arruinou os planos da SMS? Não era nada disto que tinha planeado certamente. A coisa séria mais do género: "aí que estava tão atarefada que me lembrei de trazer comida do Pingo Doce e recomendo". Já não enganam ninguém.
    ana gomes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que não concordo consigo. A grande maioria das vezes a Sónia diz "recebi isto" ou "convidaram-me para aquilo". O blog está cheio de publicidade mas acho que a grande maioria até é às claras.

      Eliminar
    2. A publicidade no blog da Sónia é igual à da maioria dos blogues. Simplesmente a picante como toda a gente simpatiza mais com umas pessoas do que outras. Acredito que a Sónia assim como a PMD independentemente de ser publicidade paga acreditam no produto publicitado.

      Eliminar
    3. Quanto a mim a questão principal até nem é se elas acreditam ou não no produto. É que se perceba, sem margem para dúvidas, que sim, que é publicidade.
      A título de exemplo o CR7 dá a cara por Linic, a Catarina Furtado já deu por Organics, assim como o Pedro Granger. Duvido que acreditem naquilo, qualquer deles. A questão é que toda a gente sabe que é publicidade.

      Eliminar
    4. Esse é que é o ponto!

      Eliminar
  8. Pipocante Irrelevante Delirante26 de janeiro de 2015 às 17:45

    Há outro ponto
    O de "venderem" o take away como uma inovação. Até porque há serviços que agrupam restaurantes e fazem take away, com melhor qualidade do que o PD.
    Quanto à qualidade do dito, comi algumas vezes no Cais do Sodre (presumo que o serviço fosse o mesmo), a qualidade é mediana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inovação dentro do próprio PD (que também não é, têm take away há anos...). Por acaso acho que o objectivo tinha mais a ver com a desmistificação da qualidade e origem de ingredientes.

      Eliminar
    2. Pipocante Irrelevante Delirante26 de janeiro de 2015 às 23:33

      o seu muso favorito levou forte e feio por lá.
      No que toca à reportagem em si, não há nada a apontar. Claro que sabemos que aquilo é um tanto ou quanto aldrabado pelo PD, tal como não acredito que na google o pessoal todo passe o dia de sorriso na cara e feliz da vida. Faz-se um pouco de show-off para a fotografia, o que é natural. Se os bloggers ficam fascinados pela máquina, pelos procedimentos, e se adoram o resultado final, é indiferente. Pode ser, pode não ser, a pub é o que é.
      O problema ("problema") foi o modo como o tapete foi sendo estendido... eram as queixas da vida sem tempo para a cozinha, eram as sondagens acerca de opções quando não se tem tempo ou vontade, etc... cada um dos blogadores (nem sei quantos ou quais foram) até pode ter publicado o texto preliminar na maior das ingenuidades, mas tudo junto aquilo pareceu um autêntico fogo de barragem

      Eliminar
    3. Verdade. E as marcas têm uma enorme culpa nisso, elas encorajam estas "patranhas" sem perceberem que isto descredibiliza completamente a mensagem que querem passar.

      Eliminar
  9. A canja é porreira. A estratégia do Pingo Doce é que não.

    ResponderEliminar
  10. Ja foram ben melhores!, tanto que deixei de as comprar.

    Sim, estupidaa sao elas, por acharem que nos eh que somos os estupidos na estoria! Com estas fantochadas tornam-se ridiculos (tambem ha homens metidos nisto, nao ha?) e, claro, todos tem um preco, eh verdade, e o deles eh muito baixo: mentem e expoem-se por muito pouco.

    ResponderEliminar
  11. Se pensam que as leitoras são burras? Claro que não pensam. Não pensam nas leitoras, ponto final. Nem se são burras, se são espertas, se sao altas, baixas, gordas ou magras.
    Fazem publicidade porque precisam de pagar contas. É um emprego como os outros... Uns correm a cidade a pé com a mochila às costas e distribuem panfletos nas caixas de correio, outros distribuem-nos através do blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois se não pensam deveriam pensar. Isto sem clientes não há negócio, vai daí que convém não alienar as clientes. Isto em querendo continuar a pagar algumas contas através do blog, claro...

      Eliminar
  12. E quem não tem blog e está a fazer um choradinho de todo o tamanho, que nem uma ovelha tresmalhada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que não tem blog!

      Eliminar
    2. Que se anda a fazer valentemente à publicidade e ao livro é óbvio.... É a isso que se refere?

      Eliminar
    3. Mais ou menos, a insistência com que fala que não foi ele, foram elas. Que não fez publicidade, os outros é que.... não lhe fica nada bem, enfim. Ainda lhe deixei lá um comentário no post sobre factos mas aquilo é muita falta de carborante, coitado!

      Eliminar
    4. Fui ver... a sério?
      "E essa acusação que fazes não me pode ser imputada"
      "porque também não disse que me acusaste"
      O homem não anda nada bem.... Beijos Picante. Não ligues.

      Eliminar
  13. Quem mais me irrita no meu disto tudo é a SMS. Fica tão ofendida quando algum leitor lhe diz que ela faz publicidade, apregoa aos quatro cantos que as marcas não lhe pagam para falar delas. Mas depois é isto que se vê. Que desonestidade! O que é uma pena, porque eu até gosto dela, ela parece ser boa pessoa, simples, divertida. Acho que ela só perde em não assumir as coisas como são.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe a mim não. Por acaso até acho que a grande maioria dos posts que faz são assumidos.

      Eliminar
    2. Faz alguns muitissimo bem dissimulados. É estar atenta. E, diga-se de passagem, ela faz parte do grupo de blogers que assim que falam de algo, já parece publicidade, tal é a mancha que já deixaram na blogaria. Não tarda muito nem as marcas lhes pegam tal é a falta de credibilidade.

      Eliminar
    3. Isso é o tal efeito de descredibilização de que eu falava. Leva tempo mas acaba por acontecer. As pessoas podem ser enganadas algumas vezes, não sempre.

      Eliminar
    4. Tão assumidos como a escola de inglês da filha. Mas alguém acredita que com tantos links para a escola e tantos posts acerca da mesma, sim, porque já não foram um, nem dois, aquilo não é publicidade? É e da mais descarada possível, já que usa a própria filha para a mesma. Tal como o leite sem lactose da Mimosa que ela disse que era o único que se consumia lá em casa há já alguns anos. Esqueceu-se foi que meses antes escreveu um post - e esse sim, acredito que tenha sido genuíno - acerca dos novos pacotes do Matinal, agora em garrafa, que eram tão giros, onde disse também que esse era o único leite que se consumia lá em casa.

      Eliminar
    5. O que a SMS (e outros blogueiros), tem feito chamam-se de "publieditoriais". Uma pequena lição no assunto: http://www.seomaster.com.br/blog/publieditorial-fazer-ou-nao. O que não percebo, sinceramente, é porque a PMD teve de entregar a carteira de jornalista e ela não. O blog da PMD é assumidamente isso, uma plataforma de publicidade de serviços e produtos, ela pode até contar uma historieta (de novo, publieditorial), mas sabemos do que se trata, é às claras. O que sempre acho deselegante é a SMS dizer que não lhe pagam nada, que só fala porque gosta do serviço/produto porque gosta, que lá foi como jornalista convidada, etc, etc. Os jornalistas são, sim, convidados para eventos ou visitas que visam a publicidade de uma marca, mas até onde sei, não se fazem reportagens sobre isso e chamam-nas de jornalismo (eu sou jornalista) a não ser que se trabalhe para um veículo/blog cujo tema seja... produtos. É essa a dissonância cognitiva do blog da SMS, que diz que lá está sem grandes pretensões ou ambições comerciais, mas mete publicidade encapotada ou não a cada dois posts, o que lhe deve ser conveniente para manter o exercício da profissão. Acho a PMD mil vezes mais honesta.

      Eliminar
  14. Nos primeiros dias os posts sobre o Pingo Doce tiveram piada, mas agora ja nao...Não é por prolongar uma ideia durante imenso tempo que lhe vão passar a dar razão ou achar graça. Começo a achar que quer mesmo arroz de pato...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece mesmo é que as ditas ficaram muito ofendidinhas. Veja lá que até fomos abençoados com a presença de uma. Oficialmente. Sem ser oficialmente: estará a estragar-lhe o negócio cara anonima das 21.11h?

      Quantas não virão cá em anonimato? Eu cá acho muito bem que se mantenha estes comentários aqui, afinal pelos outros lados a fantochada também ainda não terminou, certo?

      Eliminar
    2. O arroz de pato tem um ar absolutamente detestável. Lamento desiludir mas não quero.

      Eliminar
    3. Em boa verdade vos digo, sejam sempre céticos relativamente a quem diz que tem informações oficiais...

      Eliminar
    4. O arroz de pato era muito bom no inicio dos take away PD. Muito bom mesmo. Não sei se se recordam, nem sei se era assim em todos os PD, mas aqui na minha zona - Sever do Vouga - as comidas no take away eram vendidas quentes, incluindo as sopas. A partir de determinada altura passaram a ser vendidas frias e as sopas passaram para "couvets" e a qualidade mudou drásticamente... para pior. Continuo a gostar do bacalhau espiritual. É um prato que se aguenta bem depois de frio e que aquecido fica bom, agora o arroz de pato não, ou se come acabadinho de sair do forno ou então nem vale a pena. Depois de aquecido fica seco e perde todo o sabor. E é precisamente isso que acontece com o arroz PD.

      Eliminar
  15. Pois que achei que estarias a ver coisas com isso do "queixam-se da comida vem aí publicidade à tamparuére" mas vai-se a ver e tinhas razão. Se tu fizesses publicidade eu comprava, ó Picante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho (quase) sempre razão. Haveriam de se habituar a isto de as coisas serem como são.

      Eliminar
    2. (e acho que não tem nada a temer, acabei de recusar uma magnífica oferta de 20€ mensais...)

      Eliminar
    3. Txi. 20€ mensais. Um dia destes reconsidero e passo a comentar com o link para o meu blog (sou a tal que anda cá e na bloga em anónimo porque quer o seu local em paz) porque sinceramente por 20€ mensalmente uma pessoa começa a achar que é capaz de rentabilizar [mas primeiro precisava de leitores, daí passar a comentar aqui com nick activo. Temos que ser espertos para o negócio.]

      Ps: Não sou o anónimo das 21.29h.

      Eliminar
    4. mas parece que a pipoca que não é salgada não estava, afinal, metida no mesmo rol

      Eliminar
    5. Mas ninguém disse que estava, pois não? Eu não vi.

      Eliminar
  16. Vá lá Maria...
    Sem links sem considerações sobre o ar das pessoas, tem razão mas não há necessidade...
    (é a Teresa Celestino)

    ResponderEliminar
  17. Acham que os leitores são muito estúpidos e pelos vistos até têm razão. Aquilo funciona.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Funciona muito menos se for denunciado, acredite. Os blogues pensam duas vezes e as marcas também. Ou acha que depois do que se disse aqui, as coisas ficam como planeadas? Eu ainda tenho esperança na humanidade.

      Eliminar
    2. Funciona até deixar de funcionar, Cuca. Quem quer fazer do blog uma fonte de rendimento, e atenção que é um objectivo perfeitamente válido, há-de acabar por perceber que tem "clientes" que precisa de preservar. Os blogs que têm publicidade apenas a têm por terem muitos leitores que, de alguma maneira, acham o blogger uma pessoa de referência e em quem confiam. Se deixam de confiar é um aborrecimento, rapidamente deixarão de atrair as marcas.
      E acredito que, mais tarde ou mais cedo, a legislação de publicidade se estenderá a estes meios. A questão de controlo até é fácil, funcionará tal como funciona na televisão, através de denúncias de marcas concorrentes ou do público.
      Acontece que por enquanto isto é um maná para as empresas. As bloggers estão deslumbradas, não são profissionais do ramo e não sabem negociar, acabam por vender o espaço nos seus blogs ao desbarato. Acabei de recusar uma proposta de 20€ mensais para ter aqui um anúncio. Veja lá que além de me oferecerem 1€ por cada 1000 contactos, ainda me disseram que a coisa funcionava em contactos "líquidos", i.é. tendo entre 60.000 a 80.000 visitas mensais, só 20.000 é que contariam porque eram os novos visitantes. Pois que os novos visitantes são impossíveis de medir, a menos que eu faça aqui um mini research não tenho maneira de saber quem é que cá vem todos os dias ou uma vez por semana. Mas há quem aceite isto, essa é que é essa.
      (E as próprias das marcas hão-de perceber que perdem mais do que aquilo que ganham em alienar potenciais consumidores. É esperar.)

      Eliminar
    3. Eu voto no research! Faz lá, ia ser tão giro não?
      Assim, fazes um questionário para conheceres os teus leitores!
      Não ias gostar? Eu ia.
      ;)

      Eliminar
    4. Sou a anónima das 09:25. Também nada tenho contra a publicidade, quando é completamente feita às claras. Com truques é que não. Angariar clientes para uma marca através de truques não é publicidade, tem outro nome.

      Eliminar
    5. O problema é que um blogue quando se transforma em fonte de rendimento através de publicidade ou patrocínio tem de ser gerido como uma empresa, com estratégia, visão a longo prazo. O que acontece com a maioria? Fazem parcerias com tudo quanto é marca por uns trocos e depois é uma salsada.
      É artigos para marcas concorrentes, é análises de máscaras de pestanas quando se tem extensões, é todo um mundo maravilhoso de incoerências.
      Não acho que a maioria pense que tem leitores burros, ou até que sejam burras (os) só não pensam muito é a longo prazo ou então não dedicam tempo suficiente à gestão de parcerias.
      É complicado gerir especialmente quando os blogers têm outras profissões e atividades paralelas, o que é a realidade da maioria.
      Outra classe onde isso acontece é com os Chefs são capazes de assinar contratos com 20 marcas e depois não conseguem cumprir com nenhum.
      Isto do empreendedorismo e do negócio próprio é muito giro, é moda e tal, mas não é para todos, até para ganhar dinheiro extra com um blogue com muitas visitas é difícil e dá trabalho, parece à partida uma ciência fácil mas se querem manter os leitores e as marcas e crescer acreditem não é assim tão simples.

      Eliminar
  18. Picante, se a Cocó admitiu ter sido convidada para ir ao PD, com outras bloggers (com direito a jaqueta personalizada, arroz de pato e afins), quererá isto dizer que a outra senhora mente, não tendo, por isso, o PD ido a sua casa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uns foram convidados a conhecer a cozinha, sendo suposto falarem (bem, já agora...) dela.
      Outros receberam os produtos em casa (chama-se press release), para simples posts publicitários.

      Eliminar
    2. Os press release aparecem numa secção das revistas, devidamente assinalados. Aqui são mascarados sob o título "experiências pessoais"

      Eliminar
  19. Na altura, achei que era mais uma oferta, entre as muitas que tem.
    Agora, depois de tudo o que li, soa-me a mentira. Ainda assim, não percebo a razão da mesma.

    ResponderEliminar
  20. Até a Leonor Poeiras publicitou o arroz de pato no seu blog :)
    MM

    ResponderEliminar
  21. Concordo com a Ana. A Picante terá achado a vinda da SMS ao seu blog corajosa, eu considerei-a hipócrita, assim como hipócrita é o seu comentário aos alimentos: só provou a sopinha porque, coitadinha, está de dieta. Assim, nem faz publicidade nem deixa de fazer.

    Fosse eu da equipa de marketing do PD e não pagaria nem deixaria de pagar.

    Neste momento, não há blogger em Portugal que inspire confiança, já que a maioria nem percebe do que fala, o que é notório na PMD que, no entanto, teve a decÊncia de reduzir a publicidade a coisas de bebé, para as quais usava o filho.

    Ainda me espantei por ter demorado a perceber que aquela coisa da pós-graduação em marcas de luxo também era publicidade.

    ResponderEliminar
  22. Nunca pensei que a SMS tivesse "tanta gente" a apontarem-lhe o dedo. Achava que era muito querida e que as pessoas a "achavam sem defeitos".

    ResponderEliminar
  23. o mais importante, acho eu, é que a comida do PD não presta :( pelo menos no PD perto da minha casa.. as sopas são horríveis.. confesso que dava jeito a comida ser boazinha, por vezes, mas não.. não é.. só o frango escapa e mesmo assim.. Paciência!

    ResponderEliminar
  24. A nossa blogosfera é triste, as bloggers são xicas-espertas e os leitores são burros, basta ver os rankings de quem está na frente.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.