sábado, 24 de janeiro de 2015

Em verdade vos digo

O take away do Pingo Doce não vai além do sofrível e não está, de maneira nenhuma, adequado a impressionar ninguém numa festa. Ainda por cima só têm arroz de pato e crumble de maçã. Pfffff... Que porcaria...

(ainda se fosse do El Corte Inglês...)

79 comentários:

  1. Nunca compro take-away... só se for frango de churrasco... e, ainda por cima, estão sempre a deixar-me comentários a dizer que não sei cozinhar e que só como atum. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando mostras uma mesa farta e só se vêem frangos assados e batatas de pacote, estás à espera de quê?

      Eliminar
    2. Anónimo, ahahahahahah. Que somos gente simples e comilona!

      Eliminar
  2. Há cerca de 2 meses num take-away do PD que frequento:
    - Bom dia, as chamussas são de hoje?
    - Foram descongeladas hoje.
    - Mas quando é que foram fritas? É que se não foram fritas hoje não quero levar.
    - Nós não temos cozinha independente neste supermercado. Para garantir a qualidade e uniformidade todos os nossos produtos chegam da "central" congelados e são descongelados apenas no dia em que são postos à venda.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouvi-los a falar daquilo como se fosse do Olivier é assim um bocado... Hum... Ridículo?

      Eliminar
    2. Foram pagas para dizer bem e por mais que tentem disfarçar e dar um ar casual à coisa, é-lhes impossivel.

      Eliminar
    3. Pois eu penso assim: se a pessoa em questão consegue impressionar os convidados com aquela comida, o que será mesmo que eles estão habituados a comer quando lá vão?

      Eliminar
    4. Chamuças, AvóGi, tem razão (fiquei com a sugestão das samosas e olhe, seguiram com ss em vez de ç)
      Para a próxima pergunto pelos rissóis (suponho que também sejam descongelados, por isso não me parece que tão cedo haja próxima).

      Eliminar
    5. Mirone, eu não sabia o que eram chussa chuças ou xamossas, eu não me referia ao erro, pois se nem sei o que é como saber escrever? Afinal são rissóis, é isso?
      Kis :>}

      Eliminar
    6. Não AvoGi, chamuças (especialidade indiana) são uma massa frita, em forma triangular, bastante condimentada cujo recheio pode ser à base de carne ou grão. Como desde sempre, é das coisas que mais amo neste mundo!

      Eliminar
    7. Pois, amiga BBF, não sabia e acho que nunca comi, sou assim a modos que selectiva na comida.
      Obrigada plo esclarecimento, vou estar atenta a essa iguaria. Nunca me chamou à atenção.

      Eliminar
    8. E há no P D? Lol
      Há produtos do PD que não são comercializados cá na região. Mas estar atenta
      Kis

      Eliminar
    9. Querida AvoGi, passa num restaurante indiano, compra e delicia-te. (Até já me cresce água na boca...)
      Aproveita e compra uma refeição inteira, caso tenham serviço de take away, não sei se será tão bom quanto o do PD mas vale a pena tentar :D

      Eliminar
    10. BBF e se te disser que , julgo não haver nenhum indiano, restaurante, claro, aqui no meu rural?
      Vou estar atenta, se não for aqui será em Londres onde irei aqui a dias visitar a familia
      Kis :>}

      Eliminar
    11. Encontrei pelo menos 4 no Funchal, no entanto este (http://www.madeira-restaurants.com/pt/funchal/sabor-da-india) pareceu-me uma boa escolha porque além de ter take away fica mesmo ao lado de um PD para o caso de teres visitas em casa e quereres dar um jantar mais a preceito :D
      No entanto se vais a Londres, porta sim, porta também, tens um indiano, logo não te faltarão oportunidades ;)

      Eliminar
  3. O take away q referes é repulsivo só de olhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que comprei lá uma vez croquetes. Bela trampa.

      Eliminar
    2. Os croquetes são nojentos! Não consegui comer de tão maus.

      Eliminar
  4. Mas deixa lá, apareceram de surpresa depois de ler o desabafo, não iam mandar a pessoa embora...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hum... Será que se eu me queixar, se disser que os jantares são uma tremenda de uma preocupação, eles também me entregam um areia de pato sofrível?

      Eliminar
    2. Foram eles que pediram para elas se queixarem, fica complicado ... ;-)

      Eliminar
  5. Caraças, eu fui das que até acreditou que o post da Cocó acerca da falta de tempo, da seca que era ter que cozinhar todos os dias e mimimi, até poderia ser sincero, assim uma espécie de desabafo.
    Mas depois vi isto:
    http://www.blogsdemoda.pt/2015/01/visita-cozinha-pingo-doce/

    E tive realmente uma enorme decepção com a SMS. Admito, com alguma tristeza, que tudo naquele blogue é realmente publicidade encapotada do mais descarado possível. Caramba pá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conhecia o blog que refere mas fui espreitar o post que indica... que susto de português, caramba!!!! Que atentado!

      Eliminar
    2. Eu já acreditei uma ou duas vezes, nela, em posts semelhantes. Ainda me lembro de a ouvir dizer que a filha tinha intolerância à lactose. E depois apareceram nem sei quantos posts sobre a Mimosa. Aldrabonas, pah!

      Eliminar
    3. Os posts do Mimosa 0% lactose (entre outros...) que andaram a circular um pouco por toda a blogosfera foram, no mínimo, um insulto à inteligência dos respectivos leitores.

      Eliminar
    4. Rafa: a Cocó estava mesmo a ser sincera. Era um desabafo. E repito: odeio ter de cozinhar todos os dias. Detesto. Já não sei o que mais fazer, os meus filhos queixam-se de comerem sempre o mesmo (juro pela saudinha deles). E sim, fui convidada a ir conhecer a cozinha do PD. E fui ao show cooking do chef Vítor Esteves. E trouxe para casa comida para provar (se bem que já conhecia). E não, não vou dizer "aaaah, agora que descobri o take away estou muito mais feliz e descansada!" Vou só relatar o que lá vi.

      Eliminar
    5. Sónia, há-de admitir que é no mínimo esquisito, aparecerem de repente várias pessoas a dizerem que o jantar é uma dor de cabeça e depois surgir um relambório de posts a enaltecer a comida do Pingo Doce, como se estivessem a falar de um Tavares Rico ou de um Olivier, repletos de fotografias. Caramba, aquilo é o que é.
      O único post honesto que vi foi o do hsb. Enorme, confesso que não consegui ler metade, ainda assim honesto.

      Eliminar
    6. É verdade que me perguntaram se podia fazer uma espécie de teaser, antes de visitar a cozinha. E eu, que odeio cozinhar todos os dias, escrevi aquele texto que podia ter escrito em qualquer altura (aliás, já o escrevi antes). Claro que olhando a blogosfera "toda" fica irritante porque soa a aldrabice. Claro que sim. Tem toda a razão, Picante. O meu texto também vai ser honesto, porque será apenas um relato da minha visita à cozinha. Mas, sim, vou passar a ter ainda mais cuidado com estes convites. Odeio sentir-me trafulha. Quando, ainda por cima, não sou. Quando gosto escrevo que gosto, quando não gosto escrevo que não gosto (ou, se for muito deselegante, não escrevo nada).

      Eliminar
    7. Se a SMS (ou Cocó) andasse nisto há uns dias, um "mea culpa" poderia até ser genuíno. Assim, é só uma forma desesperada de passar entre os pingos de chuva. Só falta dizer que o teaser não foi a troco de dinheiro. E, já agora, explicar que aquilo não é teaser nenhum: é só uma das muitas técnicas de manipulação de massas, ou marketing, como preferir. Passa por etapas como: mostrar o problema, demonstrar solidariedade e empatia com quem sofre do mesmo mal e apresentar mais tarde a solução. Simples assim.

      Eliminar
    8. Sónia, antes de mais, é de coragem vir cá responder! Acho muito legítima essa postura de se gosta escreve, se não gosta, não escreve. Mas se escreveu o post como um teaser, não foi espontâneo, como quis fazer acreditar que era, independetemente de até poder ser verdade. Não deixa de ser um post encomendado. E é inevitavel que as pessoas que, cheias de boa vontade, lhe encheram a caixa de comentários com sugestões legítimas para ajudar com o seu "problema" se sintam enganadas. E até burras. E isso, por mais que não queira desvirtua a forma como a Sónia apresenta o blog, descredibiliza-a e associa-a às mummy bloggers das marcas e matchi-matchis. E é como leitora fiel que lhe digo isto. Só consegui pensar: "que pena ter-se associado a este carnaval...". Ana

      Eliminar
    9. Eu ia responder. Mas acho que a Ana já disse tudo. Fico genuinamente aborrecida quando percebo (e percebe.-se sempre) que estes teasers não são genuínos. Descredibilizam as marcas e as bloggers que os fazem. Nada contra estes convites, sejam eles remunerados ou não.
      Não é a primeira vez que uma situação destas acontece, Sónia. E o resultado é que as pessoas passam a desconfiar, ainda que se possam tratar de posts genuínos. Eu gosto do seu blog, já o disse aqui diversas vezes. Não perca aquilo que a diferencia das restantes Top Bloggers, que passa muito por ser uma "pessoa normal", genuína, que chora e ri como os outros. As pessoas identificam-se consigo, Sónia, reveem-se em muitas das situações que relata. E é por isso que gostam de si. Eu teria muita pena de a ver num patamar semelhante a uma Fernanda Ferreira Velez, nada daquilo me soa verdadeiro.
      (é a minha opinião, vale o que vale, e só a partilho porque efectivamente simpatizo consigo)

      Eliminar
    10. Eu sei, Picante. Eu sei e tem toda a razão. E para mim é importante ler estas opiniões porque também não gosto de me sentir enganada e tomada por parva. Odeio mesmo. Obrigada.

      Eliminar
    11. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    12. Acabei de ler o post da SMS.
      E dele só retirei duas coisas: 1ª- é igual ao do Homem Sem Blogue e, 2ª- se existe uma ante-sala onde se retiram plásticos, caixas de cartão, madeiras e cordéis para que à cozinha só cheguem os alimentos, propriamente ditos, o que estão a fazer, na cozinha, atrás do Chef, todas aquelas caixas de cartão?

      Eliminar
    13. É ir ao blog da própria Sónia fazer essa pergunta, caro Anónimo.
      Sabe bem que eu não lhe posso responder e a Sónia não tem de o fazer aqui.

      Eliminar
    14. Grande Sónia é só o que tenho a dizer.

      Eliminar
    15. Picante, mas se não leu nem metade do post do hsb, como é que sabe que é o único que é honesto?

      Eliminar
    16. Vocês cansam-me, a sério que cansam com essas perguntas de 1º ciclo. Então o homem não começa logo por dizer ao que vai? Não se vê logo que aquilo é uma descrição exaustiva da visita, cheia de pormenores que não interessam ao menino Jesus, até porque são normas mais antigas que eu, essas das amostras e afins?

      Eliminar
  6. Pipocante Irrelevante Delirante25 de janeiro de 2015 às 00:14

    A cavalo dado não se olha o dente. Ou a arroz de pato oferecido, não se critica a confecção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pipocante Irrelevante Delirante25 de janeiro de 2015 às 13:52

      Depende... Se forem mimimimi... Dasselhe laiques.

      Eliminar
    2. Denunciam-se publicamente. Talvez as marcas acabem por compreender que não é por essa via. Publicitem mas sejam claros. Não façam os outros de estupidos com historinhas familiares forjadas.

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Eu já percebi mais ou menos o que houve, ainda não consegui encontrar a(s) fonte(s).

      Eliminar
    2. Desde a SMS a queixar-se de não tinha tempo para nada. (Chegou ao ponto de dizer que punha a mesa enquanto dava mama à criança!!!!) Até à Filipa do My Kids a dizer que enganou visitas com comida vinda de fora, passando pela Fe a perguntar no fb se conheciam empresas de take away... tem havido imensa fantochada na net e previa-se o lançamento de qualquer coisita. O que a marca e as blogrs envolvidas parecem esquecer é que os leitores dos respectivos blogues não serão de todo burrinhos. As pessoas acabarão por perceber que lhes estão a vender produtos através de publicidade paga, dissimulada em posts casuais. Perceberão, não é verdade?

      Eliminar
    3. A SMS põe a mesa enquanto dá de mamar. E está realmente farta de ter de cozinhar. Mas foi convidada para ir conhecer a cozinha do PD. Uma coisa não elimina a outra...

      Eliminar
    4. Eu se tivesse carteira de jornalista, nem perdia tempo a defender-me. Evitava era cair em situações que podessem fazer com que perdesse a carteira profissional. Mas isto sou eu. Que não acredito que o caminho seja enganar as pessoas com publicidade encapotada.

      Eliminar
    5. Eu fui fazer uma visita a uma cozinha. Enquanto jornalista, já fiz milhentas visitas a convite de marcas. Os jornalistas vão, todos os dias, em viagens pagas por marcas - depois têm a liberdade de dizer bem ou mal. Tal como aqui.

      Eliminar
    6. Então parece aceitável que se peça a um jornalista que faça uma teaser e depois uma visita. Isso é informação isenta? E nem circulou nenhum montante, a Sónia fez porque a marca pediu? A sério que espera que alguém acredite? Mal vai o jornalismo.

      Eliminar
    7. Uma coisa são visitas pagas por marcas com intuito de se fazer noticias outra coisa muito diferente são visitas/viagens/produtos oferecidos para se fazer publicidade (product placement) num blog! Espero, mesmo, que a Sónia já tenha entregue a carteira porque não há qualquer dúvida de que a actividade do blog, com posts patrocinados, é incompatível com a actividade de jornalista. Se ainda tem carteira de jornalista então só posso concluir que a Comissão da Carteira anda a dormir!

      Eliminar
    8. Eu sou muito crítica relativamente a publicidade encapotada. Começo por dizer que não conheço o código deontológico de jornalismo mas não me faz confusão nenhuma que a Sónia ou qualquer outro jornalista faça product placement no blog, a título remunerado. Convenhamos que o blog da Sónia é pessoal, não é um jornal onde estamos à espera de ver notícias isentas ou artigos de opinião.
      Desde que a coisa seja assinalada, que aliás foi o que a Sónia fez neste último post, tal como o HSB, não vejo qualquer problema, ela foi convidada enquanto blogger, está tudo muito claro.

      (e agradeço que não me obriguem a fechar a caixa de comentários, qualquer coisa é ir dizer directamente ao blog em questão que tem caixa e mail. Hão-de compreender que não vou fazer uma caça às bruxas depois de a Sónia ter tido a coragem de aqui vir dizer de sua justiça, tanto mais que o post sobre a cozinha, propriamente dita, é absolutamente correcto)

      Eliminar
    9. Não sendo o último anónimo e também desconheço o código dos jornalistas, no entanto, a verdade é que está a chegar a um ponto em que ninguém acredita em nada do que qualquer blogger, que seja jornalista, publica.
      Houve várias coisas que elas pensam que passaram despercebidas mas não o foram e não assinalar publicidade, sendo jornalista, será permitido? Não sei. A verdade é que da falta de credibilidade é muito difícil livrarem-se.

      Eliminar
    10. Coragem? Foi medo, pois percebeu que aqui não se achincalha ninguém. Fala-se com coerência e raciocínio lógico, o que é capaz de ser bem mais assustador. Parabéns a ti Picante, que mantêns a casa arrumada e denuncias situações quando tem que ser. Já puseste algumas no bom caminho, pelos vistos pode ser que desta vez tenhas conseguido o mesmo. Abraço.

      Eliminar
    11. O Código dos jornalistas diz que é incompatível a profissão com execução de estratégias comerciais...ao menos a PMD entregou a carteira...

      Eliminar
    12. A Sónia não entregou a carteira de jornalista, continua activa como se pode verificar no site que é público (cédula 4188). Assim sendo, está em incumprimento do Código Deontológico dos Jornalistas. O que não deixa de ser curioso. Alguns são "apanhados" ao menos deslize, outros andam anos a fio em incumprimento e nada lhes acontece. Independentemente de fazer ou não confusão a uns ou outros a questão é que se encontra em incumprimento dos regulamentos a que se encontra obrigada enquanto jornalista.

      Eliminar
    13. Fui ver o código e parece-me muito dúbio. A única coisa que se poderia aplicar é a alínea A do nº1 do artigo 3º.
      1 - O exercício da profissão de jornalista é incompatível com o desempenho de:
      a) Funções de angariação, concepção ou apresentação de mensagens publicitárias;

      E, não sendo da área ou de leis, a minha interpretação é que aquilo diz respeito a funções remuneradas, com vínculo contratual. Ou seja, não abrange estes casos. Mas não sei... é a minha interpretação.

      Eliminar
    14. Isto acaba por me fazer lembrar a história do Albarran há uns anos. Por causa da campanha da pasta de dentes teve problemas. Jornalista não pode fazer publicidade e ponto final. Se querem viver disso, entreguem a carteira. Mas se acham mais honesto continuarem a fazer publicidade encapotada, é deixar correr, que outros blogues melhores virão.

      Eliminar
    15. Sónia, não duvidando que dê de mamar enquanto desenvolve outras tarefas (domésticas ou não) e que só apregoe aquilo em que acredita, acha mesmo que alguém acredita que um post escrito a 14/01 sobre enfados culinários não tem qualquer relação com a visita ao Pingo Doce feita a (sabem-lo hoje) 17/01?

      Ou que um post feito a 21/01 sobre ter que cozinhar com o Mateus ao colo num gingarelho (que, apesar do momento atarefadíssimo, lá permitiu um tempinho para a fotografia...) não tem nada a ver com um post de 23/01 a gabar o marsúpio da Chicco?

      Mas por quem nos toma? Acha que do lado de cá é tudo vesgo? Ou será que, como dizia ali a Mirone, vocês nem pensam, limitam-se a deixar os folhetos publicitários nas caixas de correio dos prédios e nem se dedicam a pensar um pouco em quem neles habita e vai abrir a caixa de correio?

      Nada contra a sua veia publicitária, afinal cada um ganha a vida da maneira que melhor lhe aprouver, mas só lhe fica bem assumi-la, não tente disfarçar a coisa lá no seu blogue e ainda vir aqui fazer papel de vítima armada em corajosa.

      Eliminar
    16. "a) Funções de angariação, concepção ou apresentação, através de texto, voz ou imagem, de mensagens publicitárias;

      • b) Funções de marketing, relações públicas, assessoria de imprensa e consultoria em comunicação ou imagem, bem como de planificação, orientação e execução de estratégias comerciais;"

      Ou seja, exactamente o que se passou :participação numa estratégia de divulgação comercial de uma marca, com um texto de teaser inicial não assinalado e um texto posterior revelando a marca em questão.

      Eliminar
  8. Aí pela capital não conheço os take away do PD, agora na zona onde morava o PD tem restaurante self.service aberto na hora di almoço e tanto essa comida como o take away eram de óptima qualidade. Mas isso não quer dizer que sejam todos assim

    ResponderEliminar
  9. O take-away do CI também não vale o que apregoam valer: salmão ressequido, molhos pastosos, etc. O afamado cheesecake é demasiado doce.

    A PMD começou a publicidade encapotada, usando um registo pessoal inventado, em que a publicidade aparecia lá pelo meio. Já que resultou, as concorrentes copiaram. Parece-me que a PMD se zangou com a SMS e a Maçã. Quase que apostaria que o motivo foi o decréscimo de credibilidade da PMD devido a coisas como a lactose e a galp.

    ResponderEliminar
  10. Não sou grande fã de "take-aways" de supermercado. A querer comida pronta, vou à churrasqueira, ou se tivermos para aí virados, ao take away do japonês. É daqueles que tem uma bola gigante de arroz debaixo de um pedaço de salmão, mas vá, faz as vezes. Se estiver com muita pressa, prefiro ligar o forno e fazer rapido uma lasanha, ou os muito falados douradinhos. Concordo que o take-away do CI também não é nada de especial. Tem melhor aspecto do que sabor. E a Bimby faz um crumble de maçã muito bom e muito rápido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando quero take away de Japonês vou ao Assuka. O Estado Líquido também tem take away, com o plus de fazer a entrega. Uma maravilha.
      De resto praticamente não uso take away, para além dos frangos do Chile ou de Alvalade, croquetes do Tico Tico e, em caso de jantares demasiado numerosos, S. Bernardo ou Prontinho.
      E não tenho Bimbi.

      Eliminar
    2. S. Bernardo é o melhor take away de sempre!!

      Eliminar
  11. Só há uma coisa que não consigo entender: se toda a gente que lê os mesmos blogs e imediatamente percebe
    que é publicidade encapotada (e ridícula), não seria melhor fazerem publicidade às claras? Ou, pelo menos, escolhiam uma só blogger para mentir. Assim ainda pensávamos duas vezes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juro que não percebo qual é a ideia dos marketeers. Isto é tão feio, mas tão feio...
      E a mim irrita-me valentemente, sinto sempre que me estão a tentar fazer de parva.

      Eliminar
    2. Acho sempre que não é enganando o cliente, ou o leitor, que se conquista o mercado. Penso até que terá o efeito oposto. No caso das marcas, isto com outro lançamento fica esquecido, já no caso dos bloggues, acredito que aos poucos isto lhes retira credibilidade. Numa próxima oportunidade que digam bem de qualquer coisa, os leitores pensarão sempre que é post encomendado.

      Eliminar
    3. No caso do blog da SMS, que acompanho há anos, não seria muito melhor ter começado com o post de hoje sobre a cozinha,o processo e tal, para depois rematar com um "que jeito que dá ter um take-away de confiança nos dias em que não me apetece cozinhar" ou qualquer coisa do género? Eu gostava mais de ler assim.
      Mas, enfim, sem dúvida que o consumo do dito take-away vai aumentar na mesma. Com a indignação dos leitores ou sem ela.

      Eliminar
    4. Será? Eu por acaso duvido muito. Não vou atrás de nada do que me tentam impingir e espero que muitas pessoas tenham a mesma inteligência. Mas há sempre os carneirinhos.

      Pessoalmente gosto de experimentar e variar. Se o produto for bom não precisa destes golpes publicitários porque ninguém (a menos quem se gosta de armar em rico mesmo não sendo), como dizia, ninguém no seu perfeito juizo dá 10€ por um produto de determinada marca se pode ter a mesma qualidade num produto de 5€. Por isso eu gosto de experimentar e, se há coisas em que os produtos de marca realmente compensam e são bons, na sua grande maioria as opções mais baratas, de marcas brancas ou de marcas menos conceituadas fazem o mesmo efeito ou até são muito melhores. Não há é todos os gastos associados ao produto que derivam da publicidade e de pagar a quem a faz.

      Eliminar
    5. Exactamente Ana. O problema é menosprezarem os leitores, achando que eles não têm capacidade para vir a descobrir as reais intenções. Pode-se chamar a isto um tiro no pé. Ou falta de noção. Ou ambas.

      Eliminar
    6. Cara Picante,

      Então também foi à cozinha do PD e não disse nada, sua malandreca? (desculpe a familiaridade, estou a brincar, naturalmente; é que na primeira foto do post dos 6000m^2 pareceu-me ver lá umas malaguetas em cima da bancada) Aguardo ansiosamente o seu post encomend... ai, desculpe, era absolutamente sincero e imparcial que queria dizer.

      Eliminar
    7. Há uma solução fantástica para acabar com estas coisas...que passa por deixar simplesmente de consumir os produtos destes marketeers obtusos. Se depois destas "campanhas" as vendas baixarem consecutivamente... acho que a mensagem acabará por passar.

      Eliminar
  12. Mas quem é que se sente enganado?! Quando isto começou ainda podíamos ficar na dúvida. Mas agora?!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sente que foi enganado na altura em que acreditou. E que não saberá quando o tentarão enganar de novo.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.