sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Post para homens ou então não

Vejo que o Real de Madrid retirou a cruz de Cristo do emblema, de modo não ofender os muçulmanos, parece que tem por investidor um banco dos Emirados, olho para o novo emblema e fico realmente triste, sempre ouvi dizer que quem muito se baixa fica com o rabo de fora. 
Como é que havemos de querer que os tipos nos respeitem quando nós próprios não nos respeitamos, caramba?


43 comentários:

  1. True. Eles não retiram nada relativo aos seus costumes por nossa causa. Isto é o problema de sempre, que é essencialmente o dinheiro, sempre ele, a falar mais alto.

    ResponderEliminar
  2. Acho que nós e o AO fizemos o mesmo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso foi lobby das editoras, também. Outra vergonha.

      Eliminar
  3. Não sabia desta parvoíce sem tamanho do RM. Mesmo que o tamanho real seja uma cruz piccolina, o estrago é muito maior. Bem podem tirar a coroa toda pois não a merecem mais.

    ResponderEliminar
  4. Verdade! Quando o dinheiro fala mais alto! É muito triste!

    ResponderEliminar
  5. Pipocante Irrelevante Delirante28 de novembro de 2014 às 11:36

    Neste caso é o verde que manda, não o vinho, mas o vil.

    O "glorioso", diz-se que vai passar a receber patrocínio de uma reconhecida empresa sediada para aquela zona, ainda vão substituir a capela da Prieto por uma mesquita.

    (alguém viu a reportagem de ontem da sic sobre casamentos? Ao pé daquilo, o piropo parece de somenos. Incrível como tem tão pouco tempo de antena.)

    ResponderEliminar
  6. A minha avó dizia isso tantas vezes.

    ResponderEliminar
  7. Essa corja de muçulmanos a invadir-nos e nós (ocidentais de uma maneira geral) a deixar...

    ResponderEliminar
  8. Mas porque haveria de estar a Cruz de Cristo ligada a um grupo de futebol, cousa tao mundana?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pipocante Irrelevante Delirante28 de novembro de 2014 às 14:11

      O Belenenses também não sabe

      Eliminar
    2. E porque não?
      (mas é uma boa pergunta, é sempre interessante perceber as razões por trás dos logotipos)

      Eliminar
  9. Acho que é mais um post para xenófobos mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quer justificar isso? Ou é só uma alarvidade?

      Eliminar
    2. Não filha, fica lá com a tua arrogância e insultos do costume que são o teu único argumento. Também não esperava que entendesses ou que fosses capaz de um pouco de auto-análise, ou não serias a pessoa mais arrogante, presunçosa e sem noção da blogosfera.

      Eliminar
    3. Pipocante Irrelevante Delirante28 de novembro de 2014 às 15:51

      Eu diria que é mais um post para imbecis.
      Já contei um

      Eliminar
    4. Pronto. Está visto que é mesmo uma alarvidade.
      (burra, ainda por cima, se sabe que não entendo por que raio insistirá em doutrinar-me? caramba, lembra-me a interessante conversa do piropo..)

      Eliminar
    5. Argumento #245 - chamar burro a quem discorda
      Argumento #563 - chamar alarve a quem não diz amén a todas as alarvidades que debita
      Argumento #123 - responder de forma arrogante

      Você devia mudar o nome de mais picante para mais irritante, assentava que nem uma luva.

      Eliminar
    6. Eu até lhe explicava, mas não só se iria recusar a tentar compreender, como ia bater o pé até ao fim, e já não tenho pachorra para as suas birrinhas infantis.

      Lambuze-se com os seus comentadores sobre a corja de invasores e outras pérolas e fique muito contente por estar do mesmo lado da argumentação taxista.

      Eliminar
    7. O problema é mesmo o extremismo anónimo. Não sabem respeitar a cultura alheia, essa é que é essa. Vêm para a Europa e querem obrigar os europeus a vergar-se à vossa ideologia mas ai se um europeu (ou melhor europeia) ousa andar nas vossas ruas sem estar totalmente tapada. Ai que p****. Pois eu cá sou 100% a favor que nas escolas de França se obrigam as miudas a andar destapadas! Só lhes faz bem e se o resto da Europa fizesse igual estaríamos com mais hipóteses de viver num mundo livre.
      Não quero nenhum filha minha a ter que se vergar a uma causa machista, sem vergonha, inútil, burra, estúpida, mentecapta e não quero que as minhas netas se tenham que confinhar à cozinha ou à submissão de nenhum homem.

      Get it?
      Se querem respeito, respeitem.

      Eliminar
    8. E cá está, aquilo que eu disse, o post para xenófobos.

      Eliminar
    9. Obriigada, era isso mesmo que buscava.

      Eliminar
    10. Ai os infieis, os infieis vêm aí!!!!!!

      Eliminar
    11. Estava aqui a pensar, a outra com os ciganos, a pipoca com os muçulmanos, ela por ela.

      Eliminar
    12. Vamos lá a ver... alguém me consegue explicar onde é que está a xenofobia, termo mal aplicado, ainda por cima, em se manifestar desagrado por retirar cruzes, alegadamente ofensivas, de um emblema? Na verdade, indo mais longe, por quer raio é a cruz ofensiva?

      (vir aqui, a cada dez minutos, desconversar é revelador...)

      Eliminar
  10. Anónimo das 15:48,Xanax amor.Muito Xanax...

    ResponderEliminar
  11. Acho que queriam fazer qualquer coisa semelhante no Paris Saint-Germain, uma alteração no nome porque também é patrocinado por uma empresa lá dessas bandas. Eu costumo usar muito esse dito: "quanto mais se baixa mais se mostra o rabo". Em Londres elas podem ir para os escritórios de lenço na cabeça mas na Árabia Saudita e afins uma ocidental não pode ir de salto agulha e saia travada... Ai, pá os direitos são tão bons quando não trazem deveres, não é? Isso e não deixarem construir templos não-muçulmanos na terrinha deles mas depois, onde quer que cheguem enxameiam tudo de mesquitinhas... Engana que eu gosto... Os adeptos do Real deviam entregar o cartão de sócio e deixar o estádio vazio em todos os jogos. Cabrons!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui está um bom exemplo do que me enoja e que não vejo com a mesma frequência e intensidade, noutras religiões.
      http://www.dn.pt/inicio/tv/interior.aspx?content_id=4270818#.VHxZh0DRQUk.facebook

      Eliminar
  12. Como disse (alarvemente): um post para xenófobos, como se vê pelos comentários.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe que não concordo nada com o uso de "xenófobos". Não é simplesmente por não serem de "cá", não é pancada dos muitos comentários que aqui vejo que concordam com o que a Picante escreveu. O que parece é que se estão a criticar comportamentos e atitudes que por acaso se prende com a cultura/religião/costumes de um determinado grupo de pessoas que por acaso são estrangeiros. Mas mesmo que não fossem, o comportamento de "vocês aceitam-nos e respeitam a nossa identidade cultural, mas nós não respeitamos a vossa."
      Mas pronto, vai continuar a repetir o mesmo até que seja verdade,... olhe que vai levar uma vida inteira nisso.

      Eliminar
    2. A Picante não escreveu nada sobre a religião, em si, a Picante exprimiu desagrado face ao extremismo. É uma coisa que me desagrada, independentemente da religião. E desagrada-me os Europeus não imporem costumes e não se ver o mesmo do outro lado, é sempre o mesmo lado a ceder, independentemente das circunstâncias ou local. É mentira, isto?

      Eliminar
  13. Vamos combater os infieis! Vamos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a tolice também. É até mais preocupante. Muito mais preocupante.

      Eliminar
  14. Também não percebi essa...
    Tenho alguns amigos meus muçulmanos e eles admitem que Jesus é tão importante para eles como para os Cristãos. Só a título de curiosidade, o nome de Jesus aparece mais vezes que o nome do profeta Maome no Corão...

    Porque a Coroa é Espanhola, país maioritariamente cristão...

    Radicalismo... é isso...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vamos pôr tudo no mesmo saco. Nós temos muita culpa quando nos vergamos a costumes de fora, na nossa própria terra, sem que haja qualquer vontade de adaptação, do outro lado.

      Eliminar
    2. Cara Alima,

      Peço desculpa por discordar, mas também tenho vários amigos muçulmanos e Jesus é, de facto, muito importante no Islão. Contudo, Jesus não é - não poderia ser - tão importante para o Islão como o é para o Cristianismo, pelo "simples" facto que Jesus é (para os cristãos, obviamente), não um profeta mensageiro Deus, mas sim... Deus verdadeiro, Deus feito carne, Deus Filho=)

      Peço desculpa pelo comentário um bocadinho off-topic, mas não resisti à "pequena" (monumental) clarificação=)

      Eliminar
    3. E já agora, durante estes anos todos em que temos sido amigos (refiro-me a um grupo de cristãos, muçulmanos, alguns hindus, um budista e vários ateus), sempre usei uma cruz ao pescoço, dei e recebi postais de Natal, desejei feliz Natal e Páscoa, falamos de religião e dizemos "que Deus te abençoe" uns aos outros. E nunca nenhum de nós se sentiu ofendido: afinal, as religiões devem servir o amor, e todas as bênçãos são bem-vindas, venham de onde vierem=) Quanto aos extremistas, esses são felizmente uma minoria (e estão em toda a parte, até entre ateus=P)

      Eliminar
  15. (E agora começou o jogo, tenho que me concentrar...)

    ResponderEliminar
  16. Esta caixa ficou maravilhosa. Se me disserem qual é a vossa droga....

    ResponderEliminar
  17. Ando por ai um anónimo(a) que precisa desesperadamente de pastilhas Rennie, isso ou um dicionário para ler o significado de xenófobo. A verdade é que há quem clame por respeito mas não saiba respeitar ninguém. Dou o exemplo de várias localidades na Europa onde estão a ser espalhados cartazes indicando que é proibido passar ali com os cães, cartazes afixados por muçulmanos residentes nessas comunidades, isto parece bem? Então eu vou viver para casa de alguém e dito as minhas regras? O respeito tem que ser reciproco, caso contrário é só abuso de um lado e submissão do outro.

    ResponderEliminar
  18. :DDDDD
    Começo a concordar com o comentário de outro anónimo num outro post. Parece que está quase tudo à venda.

    Não há problema, tanto quanto recordo a ibm já tem protótipos dos novos processadores sinápticos ou lá como se chama a coisa (ah, tanta falta de tempo...). Se nos tratarem como trato os meus gatos terei uma agradável velhice: comida, festinhas, soninho. O problema é a remoção dos tintins, caraças...

    Ps: a cara Picante tem por aqui um anónimo que parece ter sido vítima de lobotomia, pobre homem.

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.