quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Picante, essa leitora de pensamentos

A esta hora, ao Costa só lhe passa uma única pergunta pela cabeça...

¿Por qué no te callas?

(quem diria? o bochechas a fazer mais pelo PSD que o próprio PSD?...)

26 comentários:

  1. Não tem nada a ver com o post mas, Picante, tu és cronista da NIT!
    http://www.newintown.pt/cronica.php?id=619

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poderia ser eu, sim senhora.
      (caso eu escrevesse sobre moda, claro...)

      Eliminar
  2. Antes da politica, os amigos. A politica pode ser temporara, a amizade para uma vida.

    Quando acontecer ao teu amigo do peito, Paulo Porta, quero ver-te a cantar de poleiro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os amigos manter-se-ão amigos. Ainda que achem que não deva haver ninguém acima da lei.
      Diria exactamente o mesmo, se fosse o Portas, não gosto de trafulhas.

      Eliminar
    2. Claro, é bom que os amigos se mantenham amigos (a qualquer custo, já tenho dúvidas), mas o problema é que esta foi (ou tornou-se) uma visita política e não de amigos.

      Eliminar
    3. Concordo consigo, anónimo. Depois de prestar as declarações que prestou Soares "politizou" a visita. Já ontem ou anteontem, não me recordo, tinha dito à Picante que não me incomoda nada que os amigos o visitem e defendam, que lhe façam juras de amor se for o caso, afinal é nas horas difíceis que eles se manifestam, mas acredito que por trás de muita amizade possa haver também muito interesse (político, económico ou outro) e isto vale para todas as pessoas. Assim de repente, lembro-me de Carlos Cruz, que conta que depois do processo Casa Pia houve "grandes amigos" que simplesmente desapareceram.

      Eliminar
  3. Podes crer! Aquele gatuno só devia era estar atrás das grades! Tanto que roubou ao país e agora vem com aquele comentário de velho gagá a cair da tripeça.

    ResponderEliminar
  4. Penso isso sempre que a leio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai não me diga isso que fico sentida. Muito sentida. Mesmo. A sério.

      Eliminar
    2. E fica, por isso é que tem sempre de ter a última palavra.

      Eliminar
  5. Pipocante Irrelevante Delirante27 de novembro de 2014 às 00:02

    O vestuto senhor que se mantenha longe do estabelecimento, pode ser que ainda o convidem a ficar por lá

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que era.
      (odiozinho de estimação, diabo do velho tira-me do sério)

      Eliminar
  6. Agora discordo completamente Picante. O homem sempre esteve do lado do outro, apoiou-o sempre, acho muito bem que numa altura destas, mostre que não abandonou o barco, não está em causa concordar ou não concordar com o que disse ou deixou de dizer, mas consigo admirar quem luta até ao fim, esbraceja até ao fim, tenta até ao fim, e principalmente, não abandona quem sempre apoiou, e não passa logo a desconhecer quem já não convém conhecer, é que aos ratinhos bichos, desde que estejam longe, consigo achar piada, os dos desenhos animados então adoro, agora aos ratos homens, acho que nem há palavras suficientemente ilustrativas para aquilo que penso deles e esse ao menos, não faz parte dos ratos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cláudia, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Que Soares não o abandone, ou qualquer outro, acho muito bem. Que venha proferir aqueles impropérios, desprovidos de senso e de qualquer fundamento, já é completamente diferente.
      Correcta é a postura de Costa, a distanciar a política da justiça, independentemente de sentimentos individuais.
      (além de que é a única maneira de não lixar o PS...)

      Eliminar
    2. E então e os outros amigos que ele está a lixar com este discurso político e não de amizade não interessam?

      Eliminar
    3. Tenho cá para mim que ele foi lá, com aquela rapidez toda, dizer ao "amigo" que se mantenha sereno e caladinho porque senão... tipo assim um Don Corleone muito entradote...

      Eliminar
    4. Cláudia, se é amigo e quer apoiar, acho muito bem que o faça, é bonito, fica-lhe bem, também eu aprecio os homens de bons sentimentos.

      Agora, apoia em igualdade de circunstâncias com os restantes amigos, ou seja, começa por ir visitá-lo nas horas da visita estabelecidas pela cadeia onde se encontra o amigo. Não respeitando este detalhe, já está a inquinar logo à partida o apoio que lhe merece tal amizade. O que se passou ontem transformou o episódio numa arma política, mais que não seja pela preferência com que a visita excepcional foi autorizada.

      E, já agora, se é esse tal homem de referência e não um rato, à saída não diz os disparates que disse. Se bem que aí a culpa não é dele, uma vez que ele já não está em condições de se aperceber do triste espetáculo que deu. Tão triste que nem o próprio amigo, o tal que ele queria tanto apoiar, beneficiou daquele chorrilho de parvoíces.

      Cláudia, apoiar alguém e não o abandonar não é aquilo a que o país assistiu ontem.

      Eliminar
    5. Antes de mais, obrigada a todos os anónimos que acrescentaram pontos de vista diferentes, de uma forma correta e civilizada, assim é bom, (da Picante não esperava outra coisa, daí não a incluir no agradecimento).
      À justiça, tal como à mulher de César, não basta ser séria, tem também de parecer, o segredo de justiça, existe precisamente, para se evitarem circos mediáticos e alarmes antes da hora, serve para proteger futuros arguidos, ou que nunca o chegam a ser, de julgamentos antecipados em praça publica e serve para proteger a própria justiça, para o caso de não conseguir reunir elementos bastantes e no fim da montanha seja parido um rato, ou nem isso, todo o tempo de investigação, deve ser feito com o mínimo de ruído possível, como isso não tem acontecido e tudo é extrapolado em praça pública e como, e muitas vezes acontece, não se conseguem reunir provas suficientes para no fim haver um culpado, e por vezes existem elementos que ao contrário absolvem e obviamente que é para chegar a esse tipo de conclusões que se investiga, mas, como tudo já foi escrutinado, muitas vezes por quem não percebe nada do assunto, o que transparece depois, é uma ideia de que não se sabe em quem acreditar, que, olha afinal não era nada, ou, era mas os "grandalhões" palavra que ouço muitas vezes, "safam-se sempre" e este estado de coisas abre a porta e as condições para todos dizerem tudo e todos duvidarem de tudo e o Mário Soares sabe isso perfeitamente e aproveita a situação como todos aproveitam, precisamente para colocar a dúvida, porque a verdade, é que durante todo o tempo de investigação, caminha-se para a descoberta da verdade mas ainda lá não se chegou, mais, acredito e se estiver a ser ingénua paciência, que ele acredita piamente no que está a dizer e anónimo das 12:44, sim concordo inteiramente, até nem tanto neste caso, mas acho que já há algum tempo que o deviam ter preservado de andar a dizer certas coisas, para o proteger dele próprio, porque goste-se dele ou não, foi um dos políticos mais carismáticos que tivemos e um dos, acho que até talvez o único, que fora de Portugal é enormemente respeitado. Depois há coisas em que a justiça volta a dar tiros nos pés, então Sócrates foi preso preventivamente segundo o noticiado, para não prejudicar as investigações, muito bem, faz todo o sentido, mas hoje, andam a fazer buscas com uma data de agentes e mais o senhor juiz e por aí fora, a propósito do BES, ora, a Ricardo Salgado, foi dada a possibilidade de pagar três milhões para não ficar detido, tem, portanto, andado por aí já desde Julho, agora estamos em Novembro, então a justiça não teve receio, que durante este tempo todo, o senhor Salgado pudesse providenciar no sentido, de que documentos, entretanto, sei lá, se perdessem, assim na loucura, a Sócrates foi permitido o pagamento de caução? não e acho muito bem, acho mesmo que pode haver risco, de em caso de culpa poder perturbar, mais que não fosse fazer desaparecer documentos importantes, mas fazendo um paralelismo não percebo porque é que Ricardo Salgado não é vizinho dele em Évora, pensava eu que seria porque já estavam na posse de todos os documentos relevantes, afinal, parece que não, percebem porque é que depois está aberto o caminho para todas as interpretações, é por estas e outras. (Desculpe o tamanho do comentário Picante, entusiasmei-me :))

      Eliminar
    6. Claúdia, a razão por que o homem foi preso, preventivamente, depende do critério do juiz. Não vou discutir o porquê deste ter sido preso e o Salgado aguardar em liberdade. Quero acreditar que os juízes, estando na posse de todos os factos, tomarão as melhores decisões, em consciência. O que foi comunicado é que, para além da possibilidade de destruição de provas, ainda haveria o risco de fuga e de continuação de prática de actividade criminosa.
      Quanto ao circo mediático, ele existiria ainda que o homem fosse intimado a testemunhar e não constituído arguido. As coisas são como são.
      Acho muito bem que a justiça o esteja a tratar como qualquer outro cidadão: também os vão buscar a qualquer sítio, seja a casa, ao trabalho ou ao café, também são humilhados. Olhe, eu tive o meu salário penhorado por causa de um erro das finanças. Não tive culpa nehuma, não devia um cêntimo que fosse, ainda fui reembolsada no final e tive de passar pela vergonha de os recursos humanos acharem que eu devia ao fisco. Porque é que o Sócrates haveria de ser tratado de maneira diferente?
      O Mário Soares, ainda está muito lúcido, ele sabe bem o que diz, acontece que a idade o tornou ainda mais arrogante e mal educado do que já era. Acha-se acima de tudo e de todos. Eu achei as declarações dele ofensivas. Assim como fiquei profundamente ofendida com as declarações de João Soares, dizendo que um ex primeiro-ministro só poderia ser preso se fosse apanhado a cometer um crime de sangue e em flagrante delito. Então mas o que é isto? Pode roubar, injuriar e o diabo a quatro, desde que não haja sangue, sai impune? É isso? Lamento, Animal Farm é um livro...Quem é que esta gente pensa que é?

      Eliminar
    7. Pipocante Irrelevante Delirante27 de novembro de 2014 às 15:02

      O segredo de justiça tem muito que se lhe diga.
      Muitas um indivíduo é constituído arguido, vai "dentro", presta declarações, sai, não se passa nada, mas o tal segredo dá uma aura de suspeição da qual ele não se livra.
      Custava muito dizer quais as acusações, e quais os fundamentos?
      E também diizer o porquê da prisão preventiva, ao invés de mandar umas bujardas para o jornal que representa o Secret Story.
      No caso Casa Pia, "dizia-se que" havia vídeos, fotos, mails, etc, que relacionavam os arguidos com as práticas. Apareceram em tribunal? Havia, ou não havia? Não saberemos...
      Feio, feio, é encerrar um processo e dizer "afinal queríamos perguntar isto e não pudemos"...

      Quanto ao Marocas, estas declarações não são de espantar, pois afinal falamos de um senhor que confunde política com justiça, que para ele estão no mesmo saco. Tanto assim que ele, como político, se acha no direito de saltar por cima daquela, ou manobrá-la à sua maneira.

      Eliminar
    8. Picante, também achei, estúpidas é o que me apetece dizer, as declarações de João Soares e mais, ridículas. Quanto ao Mário Soares, concordo consigo quando diz que ele aqui soube perfeitamente o que estava a fazer, por isso é que disse no meu comentário anterior, que ele já devia ter sido outras vezes preservado, mas neste caso, ele teve um objectivo claro e conseguiu, como vê o Sócrates já reagiu, já se manifestou, Soares foi lá abaná-lo, foi lá para lhe dizer que quem cala consente porque é isso que as pessoas dizem e as pessoas, o cidadão comum, tal como os tribunais, fazem o seu próprio julgamento, o homem político em acção e só os tontos acham que a visita dele nada fez, já começou a fazer, como se vê.
      Eu também quero acreditar que, "os juízes, estando na posse de todos os factos, tomarão as melhores decisões, em consciência", mais, nem quero acreditar noutra coisa, por isso mesmo, irrita-me ainda mais, quando não consegue demonstrar que também existe aí muita qualidade, muita gente de valor, irrita-me e o que chamo à atenção não está nada relacionado com a forma como a detenção do Sócrates foi feita, se quer que lhe diga, acho até que aquilo assim, a uma sexta feira àquela hora, sendo depois o fim-de-semana, foi até mais discreto e razoável do que se o tivessem chamado para ir prestar declarações num dia de semana, acho que o circo, então aí, não ia ter explicação, o que me irrita é a violação permanente do segredo de justiça, precisamente para não acontecer o que diz e muito bem o PID na primeira parte do comentário que fez, porque isso vai depois ter como consequência a má fama da justiça, e numa sociedade que se quer verdadeiramente democrática e de boa saúde, uma justiça como verdadeiro garante, em que as pessoas confiem e acreditem é fundamental, e para isso têm de ser rigorosamente respeitados todos os trâmites e quando as coisas se concluem, explicarem-se devidamente os procedimentos e deixarem-se de mistérios e neblinas, porque isso só aproveita, precisamente, a quem pretende continuar a prevaricar. Bem, neste assunto, i rest my case :).

      Eliminar
    9. Pipocante Irrelevante Delirante27 de novembro de 2014 às 16:22

      Só 2 pontos:

      Em primeiro lugar, os comentários d'eu são sempre do melhor que se vê em portugal e além-mar
      Segundo, não me posso deixar de rir quando vejo pessoas indignadas com o circo à volta de detenção. Nao se lembram do que fizeram ao Vale e Azevedo, a quem foram prender segundos depois de sair da gaiola, com tudo a ver? Ou aquele caso (gaita, ajudem que não me lembro de quem foi) em que as tevês foram seguir em directo um arresto de bens?

      Eliminar
    10. Cláudia, em última análise a detenção foi feita àquela hora porque Sócrates assim o entendeu. Segundo circula na comunicação social o voo foi adiado duas vezes...

      Eliminar
    11. Sim, sim PID, uma palhaçada isso do Vale e Azevedo.

      Também ouvi isso Mirone e faz muito sentido, uma escolha de dia e de horário por já saber o que o esperava, faz todo o sentido ( era o dia e a hora que eu escolhia, se soubesse que ia ser detida e pudesse escolher ;))

      Eliminar
  7. O Mário Soares sabem bem o que diz, concordo. Só talvez não saiba as consequências daquilo que diz ou então, como a idade é um posto e sendo ele quem é, tem a arrogância de achar que pode dizer tudo o que lhe apetece sem querer saber das consequências. Concordo com a picante, foi ofensivo para todos os portugueses e muito benéfico para o PSD

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.