segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Deverei pedir para legislar isto?

Ele há coisas que aborrecem e incomodam tremendamente uma mulher, por exemplo estou aqui a lembrar-me daquele tipo mesmo giro, bem posto na vida e tudo, ainda por cima tinha piada, eu completamente caidinha por ele e... Pois é isso mesmo, nada de nada. Não me ligou pevides, acho que nem reparou na minha existência, só tinha olhos para aquela morena de peitos desenvolvidos. Caramba!... Como é que ele ousou? Incomodar-me daquela maneira?

18 comentários:

  1. Isso de impor comportamentos por decreto tem muito que se lhe diga. Aqui, claramente, seria humilhante para a incomodada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria não seria? Mas estou convencida de que haverá muita queixa hilariante, seria apenas mais uma.

      Eliminar
  2. Inadmissível... Mas se a preteriu por um par de peitos desenvolvidos, deixe lá, não perdeu nada.

    ResponderEliminar
  3. Quando aprende a nao acentuar as palavras acababdas em "inha", hun? Caidinha.

    Lembram-se de uma reportagem, numa revistas qualquer (Visao?), que falava sobre o assedio das mulheres que os rapazes da tvcabo, e outras, sofriam quando iam as casas das pessoas? Uma reportagem muito interessante, uma vez que ns da a outra visao da coisa. E nao e que eles ficam muito ofendidos, aborrecidos e ate fogem de irem a certas casas, porque ja sabem o que lhes acontece? Quase sinto peninha deles...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já está, escrevi primeiro caída, e o acento ficou. Obrigada.

      Ahahahahaha perdi essa pérola, olha que pena.

      Eliminar
  4. E com este post demonstra a capacidade argumentativa que tem. Nenhuma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O post demonstra a importância que eu dou a isto. Já tive uma conversa séria sobre o assunto, é ir ao blog da Luna e ver.

      Eliminar
  5. Parabéns, isto é que é argumentar com seriedade. Qual é mesmo a tua expressão favorita, desonestidade intelectual? Pois, é isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desonestidade intelectual é distorcer o que as pessoas dizem, agarrando numa parte do discurso de alguém e usando-o noutro contexto.
      Isto é mesmo reduzir o assunto à sua significância.

      Eliminar
    2. Mas se é assim tão insignificante por que é que se deu ao trabalho de ter uma conversa séria sobre o assunto? Chegou até a apresentar soluções, chegou até a a concordar com outras,...

      Não, não venha dizer que isto é reduzir o assunto à significância. Isto é você a dizer que ainda não percebeu a motivação por trás de mulheres como a Luna (aka mulheres que são assediadas no geral). Ainda não chegou lá. E como não chegou lá, continua a embater no mesmo argumento "não é uma questão assim tão grave".

      Eliminar
    3. Porque gosto de discutir assuntos e queria mesmo perceber o outro ponto de vista.
      Repare, eu não digo que a coisa não exista e não deva ser resolvida. Nem sequer me oponho à criminalização do assédio, embora duvide nos seus efeitos práticos.
      Apenas acho que é um mal menor. Um mero incómodo... De facto,não é um assunto que me preocupe, independentemente de eu própria ser assediada (e de o ter sido muitíssimo em miúda).

      Pronto... lá me fez voltar ao registo sério, não era de todo a ideia.

      Eliminar
    4. Tem razão, há que definir prioridades, como a discussão do infanticídio até aos 4 anos de idade, certamente um dos projectos encapotados do bloco de esquerda e das intelectuais feministas.

      Eliminar
    5. Não seja tola ou mentirosa, ou tola e mentirosa, não sei qual se aplica. Eu nunca disse isso, nem lhe admito a insinuação.

      Eliminar
    6. LOL

      Acho que ambas se aplicam a si, como foi demonstrado.

      Eliminar
  6. Pipocante Azevedo Delirante10 de novembro de 2014 às 12:50

    Espero que o tipo giro não tenha mencionado a sua fixação pelos desenvolvidos peitos à senhora em causa, ou que os tenha coçado quando lhe dirigiu a palavra pela primeira vez. Li em qualquer sítio que é de mau tom e retira possibilidades ao desenvolvimento da relação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O PAD haveria de não me dar cabo dos posts. Agendei um há pouco sobre esse assunto.
      (caramba, como é que é possível? ninguém é assim.)

      Eliminar
    2. Pipocante Azevedo Delirante10 de novembro de 2014 às 14:12

      Sou o Ze das Conquilhas da blogosfera
      Andam elas no ar e eu já a apanhá-las

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.