quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Os problemas dos homens #42

Esquecem as justificações que arranjam. E arranjam novas justificações, incoerentes com o que proferiram, em tempos, não tendo em conta que nós somos pessoas atentas, que não olvidamos as coisas, que não podem dizer o que mais lhes convém agora, mas que não convinha no pretérito.

(mais estar calado, caramba, ninguém perguntou nada...)

8 comentários:

  1. Pipocante Azevedo Delirante30 de outubro de 2014 às 16:52

    Ia jurar que as mulheres não gostam dessa qualidade, da "memória"...
    É que quando são apanhadas na sua incoerência, raramente levam a bem.

    PS: cá eu, tenho esse defeito... lembro-me do que me disseram há 390 anos atrás... é uma benção e uma maldição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu lembro-me sempre do que me dizem. É-me muito fácil apanhar um aldrabão em contradições...


      (e também me lembro do que digo embora de reserve o direito de alterar a minha opinião...)

      Eliminar
  2. Bem verdade. No fundo esquecem-se que nós não esquecemos! ;)

    ResponderEliminar
  3. quando a justificação não conjuga com o tempo e modo certo...

    ResponderEliminar
  4. Os homens não têm problemas. São as mulheres que exageram na exigência.
    A gente mal se recorda da refeição de ontem, quanto mais daquilo que disse há duas semanas.
    Vai-se improvisando conforme se pode à medida que se avança.
    E é esta memória de passarinho que nos impede de encontrar as mesmas oportunas contradições nos argumentos das mulheres. Caraças, após dois milhões de anos ainda acreditamos na história das enxaquecas. Realmente somos uns tristes...

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.