quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Nunca serei fashionista

Não fazia ideia de que as botas, estilo Júlia Roberts em Pretty Woman, eram usáveis fora de sets de filmagens ou passerelles. Pior, muito pior... Continuo a achar que não são, a menos que se queira transmitir a impressão errada.
Menos, minhas senhoras, muito menos.

49 comentários:

  1. Sempre achei horríveis e para lá de vulgares.
    Mas parece ser esse o "look" que se pretende já há algum tempo.
    Isso e animal print. Vulgar, vulgar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Animal print, em pormenores, e com tudo o resto muito simples, pode ser aceitável. Desde que quem usa tenha um ar muito lavadinho.

      Eliminar
  2. Opa é que penso sempre isso quando vejo botas de salto alto até ao joelho! (Mas vou aqui confessar que sou a feliz dona de umas botas até ao joelho, azuis escuras de salto raso e são bem giras!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não posso usar isso, não daria uma boa jogadora de basket. Com saltos acho destestável, sem saltos só para mulheres muito altas e magrinhas.

      Eliminar
    2. Se calhar é por não cumprir a segunda parte da frase que só usei as minhas uma vez. ahahah (mas continuam a ser giras, só não são giras para mim ;) )

      Eliminar
  3. É uma miúda inteligente que toma más opções ou que toma opções consoante o público a q se dirige e que até diz gostar porque esta malta dos vinte e tais tem mt mau gosto no geral e no particular gostam imenso de 'gurus'mais que isso compram tudo num impulso consumista e descartável impressionante que depois estendem à sua vida pessoal. Que será desta malta qd tiver 40 e continuar tão vazia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. que português......

      Eliminar
    2. Aos quarenta não será tão vazia, ainda me lembro de usar kispo de penas no verão, tirávamos as mangas, ainda assim suávamos que nem uns porcos, só porque era moda. Acontece a muitos.

      Eliminar
  4. Isso sao gostos, sei la. Nao foi a primeira vez que se apresentou nesses termos a lembrar as Pretty Woman deste mundo. O que me chocou mesmo foi a graxa que gastou para impressionar a Cristina Ferreira. Ir ao programa calçada com as botas da CF? Imaginem a graxa que ela devia dar aos patroes... Nao nos esqueçamos que a CF ja nao e uma simples apresentadora, ha que cair nas boas graças, nem que concordemos que sim, que e uma bimbalhona de todo o tamanho. Ha que "dar o c* e 5 tostoes".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas acha mesmo que ela comprou as botas da CF?? O mais certo é ela ter-lhe oferecido aquele modelo.... quase que aposto.

      Eliminar
    2. LOL! E o perfume.. a cor do frasco o nome... ok isto é tudo de propósito para um público alvo ultra piroso, só pode!

      Eliminar
  5. Cobre-se a perna até ao joelho e mostram-se os gluteos. Dizem as fashioneiras que se nos tapamos em baixo podemos ir mais destapadas em cima e vice-versa, deve ser uma adaptação desta regra, não faço ideia, de moda não percebo muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As faxineiras :P

      Eliminar
    2. É bonito, sim senhora, a rapariga tem boa figura, que tem, mas não havia necessidade.

      Eliminar
  6. Depende da bota e da roupinha a acompanhar.
    Sou sincera, em certas ocasiões e dependendo daquilo que se veste gosto, mas noutras ocasiões acho de mau gosto.

    Kiss

    ResponderEliminar
  7. Se fosse para arranjar um Richard Gere daquela época, nem me importava de usar botas até à cintura!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL....o que me ri com este comentário :).

      Eliminar
    2. Esse só ganhou com a idade. Não lhe achava gracinha mesmo nenhuma.

      Eliminar
  8. Eu costumo vestir meias até/sobre o joelho à minha filha, com saias ou vestidos muito, muito curtos... Acha que a posso mandar assim para o infantário ou arranjo-lhe uma carreira nas passerelles, é que a miúda é muito gira, se calhar até se safava!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É arranjar um blog e começar a prantar fotografias da pequena e, de preferência, contar uns episódios bem pessoais. Diz que dá futuro...

      (eu adoro ver miúdas assim)

      Eliminar
  9. Agora fiquei na duvida se a imagem que tinhas em mente era da CF ou PMD... Ai mulher tu esclarece a malta!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Usam as duas. Mas assim "comássim" a CF ainda fica mais parola
      http://instagram.com/p/uNRAs-HDAC/
      http://instagram.com/p/uXjYA_HDCC/

      Eliminar
    2. Vá lá.... as camel eram giras.

      Eliminar
  10. Nunca percebi o fascínio do Pretty Woman, quem quer um senhor com claros issues que recorre a prostitutas e se embeiça, utilizando o dinheiro para mudar a moça?
    Lá porque o Gere tem cara de bambi-bebé-em-anúncio-de-adopção-responsável, não deixa de ser uma história meio fucked up.

    As botas. Ah...para mim são feias. Ficavam-lhe bem, na medida do possível.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu por exemplo acho piada a pessoas com claros issues, até porque acho que todos nós temos os nossos issues, claros ou não, desde que com eles não se prejudique ninguém os issues não me fazem confusão e senhores que recorrem a prostitutas também não, caso as senhoras lá estejam de livre vontade claro.

      Eliminar
    2. Oh querida Cueca, o que gostava de não gostar de homens com issues! É assim o meu arma nesta vida ;)

      Eliminar
    3. O meu comentário foi algo irónico, mas falando agora mais a sério: não conheço nenhuma mulher que seja prostituta por livre vontade. Estou a ser sincera.
      Por muito que se goste de sexo, ou por muito que não se tenha um chulo, ou por muito que seja por amor ao dinheiro ou circunstâncias da vida. O princípio básico do livre arbítrio é uma dicotomia em relação à ideia de vender o corpo.
      A ideia de que "estão a gostar", confundida com essa "livre vontade", acredito eu, é uma falsa ideia enraizada para vender o negócio, para o homem não se sentir melindrado por "estar a pagar" e para estimular a continuidade do serviço.

      A mim fazem-me confusão homens que recorrem a prostitutas, sim. Entendo quando seja por falta de outra opção (afinal de contas o sexo também é uma necessidade fisiológica), ou em casos extremos (homens virgens com 40 anos que nunca deram esse passo / disfunções emocionais / pessoas incapacitadas fisicamente / ...etc).
      Aceito na medida em que é uma troca consentida e que fica ao critério de cada um, não me cabendo a mim julgar.
      As pessoas têm os segredos que bem entenderem ou fazem aquilo que quiserem, mas daí a achar que o Pretty Woman é um "modelo" de comédia romântica, vai um passo grande.
      Não é certamente o meu.

      Eliminar
    4. Ora, Rosa, há muitos homens que o fazem porque simplesmente não querem aborrecimentos. Só sexo sem confusões de cortes e namoros, jantares e mal-entendidos.
      Assim como há mulheres, uma minoria, é um facto, que o fazem porque preferem manter um determinado nível de vida. Isso existe, não pense lá que não existe.

      Quanto a Pretty Woman, no fundo não é ele quem a muda, é ela quem o muda a ele. É nisso que reside o encanto da história, no fundo ela salva-o da existência que ele tinha, faz com que ele se entregue e aprenda a confiar nas pessoas. Torna-o um homem melhor.

      Eliminar
    5. Hoje ando em total estado de concordância consigo Picante, é isso é, quanto àquilo da mais velha profissão do mundo e quanto à interpretação do filme, mas aí acrescento que ambos, depois do encontro, tiveram vontade de mudança, ela também sem saber se ele voltava já estava a preparar um rumo diferente para a vida e é aí que reside o tal modelo de comédia romântica, a visão do amor como algo que faz as pessoas descobrirem uma versão melhor de si próprias.

      Eliminar
  11. As prostitutas que se colocam na rotunda do Infante,cá no meu rural usam iguais a essas e tem graça também vermelhas.
    Já percebi, antes de cá vir tenho de percorrer o bloguismo todo para entender cada posta.
    Irra, sou saloia.
    Kis :=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na rotunda do Infante? Rural? Isso parece-me tudo menos rural fica, afinal de contas na 6ª cidade mais populosa do País.

      Eliminar
    2. A sério? Irra, ou mesmo saloia.
      Isso deve-se, quiçá ao afluxo de professores continentais que para cá vêm, à procura do vínculo.
      Kis:=)

      Eliminar
    3. Mas então,... os professores continentais estão de botas vermelhas na rotunda do Infante? É isso?

      Eliminar
    4. Esperemos que estejam a dar aulas. Já agora...

      Eliminar
    5. Por lá há varias escolas e vários profs
      Kis :)

      Eliminar
  12. Ora Picante, não podia concordar mais, eu que até não sou da velha guarda, nunca percebi realmente esta mania que já tem alguns anos até, de elevar à qualidade de fashion todo o tipo de roupa que dantes servia para identificar as senhoras que se dedicavam àquela que é chamada da mais velha profissão do mundo, há uma data de exemplos, mas essas botas da Pretty Woman de que tão bem se lembrou e os calções mini, mini e ainda para mais alguns esfarrapados à Táxi Driver, remetem-me sempre para a nobre arte de estar numa esquina para ganhar a vida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calções mini só para a praia. Ou em miúdas novinhas, aí acho giro.

      Eliminar
  13. Pipocante Azevedo Delirante23 de outubro de 2014 às 14:15

    Picante

    Longe de mim fazer os discos pedidos

    mas para os lados do Jardim Celestial aquilo é um mural de lamentações.

    Dizem que ser entrepeneur é "deficel".

    É um chorrilho de choros... pieguices, como diria o Passos.

    Exijo, na medida do possível, um testo sobre o açunto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Açunto???!!! Hein?

      Eliminar
    2. Calma que a mãe já vai. Logo trato de me informar.

      Eliminar
    3. Pipocante Azevedo Delirante23 de outubro de 2014 às 17:42

      Leva o testo à Literada mais Doce

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.