quinta-feira, 16 de outubro de 2014

A Picante também fala sobre a polémica do momento

Ora sai daqui um grade obrigada à sô dona Izzie e ao mister Pipoco, que deram cabo do post tremendamente inteligente e divertido que me levou alguns três minutos a escrever.
Feitas as hossanas, só me apraz dizer que, não só continuo sem saber quem raio é a Jessica Athaíde, como sim, também eu acho que a rapariga é digna de dó, afinal não é qualquer um que se pode orgulhar de tão distinto e soberbo nome, como é verdadeiramente delicioso constatar que:
1. todas as mulheres sofrem muitíssimo por causa dos reparos que as sacanas das outras mulheres lhes fazem ao corpo, corpo esse do qual mostram generosos bocados.
2. a comentadora de serviço dos óscares e galas, que não hesita em desfazer toda e qualquer celebridade, física ou esteticamente, aprendeu com os seus póneis, tomou as dores alheias e desatou a falar de inveja, esse sentimento nefasto e diabólico que nos há-de levar à perdição do fogo eterno.
3. a maluquinha dos batidos verdes e do fitness é a nova bandeira do "real woman"
4. o marketing é uma arma poderosíssima, principalmente quando as pessoas, em geral, têm demasiado ar na moleirinha.

(levei outros três minutos a (re)escrever isto mas, em compensação, investi alguns quinze no google...)

31 comentários:

  1. Imagina-se os olhares horrorizados, os trejeitos de boca, os cenhos arreganhados, as interjeições, o ar de despeito, perante um Rubens, um Boucher, um Rembrandt (como se atreveram eles a amar, a adorar até mulheres tão... mulheres?). Imagina-se as novas iluminadas do corpo esbelto ficarem à porta do Louvre, deambularem perto do British, evitarem o Metropolitan, recusarem o Hermitage. Modelos de beleza, o que por lá se aprecia, desfruta, centenas de anos de arte baseados em mulheres autênticas? Nunca, jamais. Que percebiam, sim, que percebiam eles disso? Todos esses pintores e escultores e estetas e sedutores? Séculos e séculos deles?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora, Xilre... Achei que soubesse, antigamente os homens gostavam de ver mulheres com formas. Hoje em dia, a crise teve repercussões, há falta de carne eles habituaram-se aos ossos...

      Eliminar
    2. O Xilre a tratar bem do assunto, para não variar.

      Picante, não vamos passar agora de apontar o dedo ao "excesso de formas", para passar a apontá-lo em direcção à sua escassez pois não?. A verdade é que há beleza em todos os corpos, então se for aquele pelo qual nos apaixonamos, esse torna-se o mais belo corpo do mundo, seja ele em formato bola ou em formato vara, verdade?

      Eliminar
    3. Eu, por acaso, não sou muita adepta do quem feio ama bonito lhe parece. Acho que as pessoas não se tornam cegas por amarem, acontece é que não dão importância a determinadas coisas e aceitam as pessoas tal como elas são.
      (e obviamente que eu estava a fazer uma piada, não era um apontar de dedo...)

      Eliminar
  2. Sim, a vitimização da Jessica A. já chateia. E o engraçado é que nem sequer sabia que a tinham insultado, apenas li por todo o lado as vozes a enguerem-se a defendê-la. E numa análise rápida fico para aqui a pensar: será que quem a insultou não foi movido pelo ideal de beleza que ela própria difunde? Afinal não foi a própria que andou a transmitir a ideia de magreza, com uma treinador pessoal, batidos verdes, a dizer que tinha emagrecido (lembro-me de ver isso há algum tempo). Pois é, depois admiram-se...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa, boa Anónimo!!! Tentava eu aqui perceber quem era a maluquinha dos batidos verdes e só me vinha a cabeça a que tem aspirações de princesa, mas já me lembrei dessa reportagem... Gracias!

      Eliminar
    2. Insultar é ir um bocado longe demais. Parece que umas miúdas disseram que tinha a barriga pouco trabalhada, que deveria cortar nos hidratos de carbono e fazer mais abdominais.
      Dado que a mulher explora o corpo para ganhar a vida, farta-se de aparecer em roupas minis, faz publicidade e tira claramente partido do corpo, não me parece nada descabida a crítica ao corpo.
      Ela vitimizou-se e agarrou num discurso que agora é moda. Conseguiu que meio mundo que não fazia nem ideia de quem ela era a conhecesse, eu incluída.

      Eliminar
    3. Ela não explora o corpo para ganhar a vida, ela é actriz , é essa a profissão dela e é daquelas que tem sempre trabalho, portanto tudo o resto que faça é um complemento ou uma consequência disso.

      Eliminar
    4. Ela farta-se de fazer publicidade em calçoezinhos, apregoar detox e ginásios, explora a imagem que tem, sim senhora. Não se venha agora queixar se alguém lhe comenta o que passa a vida a expor.
      (e não quer dizer que eu concorde com o comentário, que não concordo)

      Eliminar
    5. E já posou para revistas masculinas...

      Eliminar
  3. Isto foi uma forma de auto promoção. Ela sai a ganhar com a carneirada feliz e contente a gritar avé!

    ResponderEliminar
  4. Mas podem fazer-se reparos ao tamanho do rabo ou não, é absolutamente inadmissível? Li não sei onde qualquer coisa como "tretas de quem recusa ver a verdade, por muito grande que seja, tipo o rabo da Kim Kardashian".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mirone parece que a moda agora é rabo grande, quanto maior melhor, descomunal mesmo, ou ainda não ouviu falar da quantidade de mulheres que injectam porcarias nas nádegas para as aumentar? portanto isso do rabo grande agora é elogio.

      Eliminar
    2. Por mim podem fazer-se todos os comentários.
      (mas eu não sou exemplo, não me ofendo com piropos)

      Eliminar
    3. Fiquei baralhada, anónimo das 16:11...
      De repente pensei que com tamanha onda de indignação e solidariedade não se pudessem fazer comentários sobre o corpo, mas afinal é só o da JA que é tabu, das outras já pode, mesmo que sejam coisas menos simpáticas... mas vai que agora até é elogio, pois, está em então.
      Para mim, das duas uma, ou bem que não se comenta o corpo de ninguém, seja para elogiar seja para deitar abaixo, afinal a mulher é muito mais do que o corpom não é assim?, ou então, se é para falar, pois que se fale de tudo, dos aspectos bons e dos aspectos maus.
      Mas estou em crer que este é um caso típico de "pimenta mo rabo dos outros"...

      Eliminar
  5. Por uma vez, créditos a Tio Pipoco sobre a ideia do que escreve

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sabe ler, pois não? Ou o seu problema está na interpretação?
      (se precisar de ajuda...)

      Eliminar
  6. Oh que bom, uma pessoa afasta-se da blogoesfera e quando volta é isto. Mais Picante, nem sabia as suadades que tinha de ti! O que eu já ri para aqui sozinha! Muito obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh!... Obrigada eu!
      Fartei-me de rir com o Guia das mulheres para totós, sinto-lhe a falta.
      (beijinho à Belotinha)

      Eliminar
  7. Foi linda a sua figura lá no blogue da Izzie, com um comentário apatetado a fazer-se de vítima, sim porque tudo o que gira na bloga tem que ser centrado em si, o assunto em causa que se lixe, o que verdadeiramente interessa é que a Picante, A PICANTE (eu, EU, EU) ficou sem post, e ninguém a passar-lhe cartão, ficou a falar sozinha e elas a debaterem o que verdadeiramente importava do post da Izzie. E um bom debate, diga-se de passagem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não seja tola. O comentário não tinha resposta. Veja lá se muda o seu discurso e o torna credível, as pessoas assim percebem à légua que só quer é implicar comigo.
      (ou então ficam a pensar que é mais outra com demasiado ar na moleirinha...)

      Eliminar
  8. Pipocante Azevedo Delirante16 de outubro de 2014 às 13:56

    Reconheço que, felizmente, não estou ao corrente da polémica. Limitei-me a ouvir uns ruídos de que teria sido insultada(?) pela sua falta de magreza num desfile.
    Do alvo, sei pouco. Nunca vi qualquer trabalho dela, sei que aparece nas revistas, por isso é famosa.

    Do assunto, acho engraçado que alguém que vende a imagem, e que promove essa imagem, e que publicita meios de manter essa imagem, sejam eles sumos, caminhadas ou meditação, fique melindrada quando esta é criticada, com ou sem razão.
    Do mesmo modo, todos os que estão neste mercado, que tem como objectivo fazer as mulheres mais atraentes (??), vendendo.. ou melhor, recomendando creme, fitnesses, ou dando simples aconselhamento, ficam muito exaltados quando o aspecto físico de alguém é colocado em causa?
    Por último, gosto do argumento de que, os ataques ao visual da menina são infundados e injustos, que é boazona, por isso os defensores das magrinhas não têm o direito de ver defeitos onde supostamente eles não existem. Mas se em vez da Jessica fosse a joana vasconcelos a desfilar? Aí já se podia criticar, ou a "união feminina" não se aplica às badochas que mostram o corpinho?

    esta gente não sei se é hipócrita, ou se simplesmente não têm noção do que dizem e fazem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é um bocadinho das duas. Não pensam, dizem a primeira coisa que vem à cabeça.
      E hoje em dia estamos na era do politicamente correcto, não se pode dizer que alguém é gordo, nem magricela, negro, amarelo ou gay. Cochicha-se, pensa-se, fala-se nas costas, mas directamente é que não, passam a padecer de inveja e falta de amor. Falta de paciência, mas é.

      Eliminar
  9. Continua sempre a ser uma mulher extremamente bonita!

    ResponderEliminar
  10. O item #2 tira qualquer um do serio, nao? Ou tem memoria de peixinho ou aquilo era so sarcasmo, porque recuso-me a acreditar que aquele post fosse a serio.

    ResponderEliminar
  11. Em todo o caso só foi a Jessica quem ganhou.
    Entrou pelas vossas vidas adentro, temperou e remexeu, riu, provou, gostou e depois voltou a sair.

    ResponderEliminar
  12. Mas qual polémica?! Já perguntei à Filipa (que respondeu que sou estranho), caraças, depois fui para o youtube e só encontrei videos do Goucha aos berros. Estamos a falar de cinema japonês não estamos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahah
      Volta e meia as pessoas precisam de assunto, suponho que seja assim desde as cavernas...

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.