segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Os problemas dos homens #41

Uma espécie de síndrome D. Quixote.
(que desnorteio, senhores, que desnorteio...)

(a coisa é, afinal, feminina, diabo dos homens vão buscar o que de pior tem o lado feminino...)

15 comentários:

  1. Quem vê moinhos, são moinhos...quem vê gigantes...são gigantes!

    ResponderEliminar
  2. Não fica desempregado, acho eu. Já disse que depois de perder para o Costa, passa a ser um simples militante do PS, apenas.
    Corvo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que comentário mais parvo, valha nos Deus. O que tem a ver a política com isto?
      Nem parece seu.
      Ana.

      Eliminar
    2. Ó Ana! Agora deixou-me sem jeito.
      Então não era? E eu a pensar que sim, que era!
      Não que eu não saiba que a Picante é uma mulher bem informada; DEUS a abençoe, mas está a ver, não é! D. Quixote, devaneios. Logo a seguir às eleições, pensei; quer dizer, deduzi.
      Ainda pensei no Bruno de Carvalho com essa da vergonha do Pintinho ter sido absolvido e com a reafirmação da candidatura do Sporting ao título, mas meti a minha clarividência à picada e disse cá para comigo:
      Ná, Corvo, não caias nessa que a Picante não deve ser loira. D. Quixote, devaneios...É mesmo do Seguro que ela está a falar.
      Afinal parece que me enganei, não?!
      Corvo.

      Eliminar
    3. Eu creio em um só Deus, caro Cirvo, um só.

      Eliminar
    4. Corvo, já voltava era à igreja do Senhor, era deixar-se de "cenas de gaja" e voltar a abocanhar a hóstia (e que Deus me perdoe, o verdadeiro claro), nem sei como tem aguentado, é de homem e entretanto anda aqui uma mulher em apuros a sentir a falta dos seus comentários :), (espero que seja invadido pela síndrome de dom Quixote).
      Picante, creio que é a síndrome e não o síndrome, mas posso estar enganada.

      Eliminar
    5. Hum... Essa zanga não é para durar, pois não? O rapaz até parece ser bom rapaz, lá com aquelas coisas de os machos serem sensíveis e inseguros e tudo...

      Eliminar
    6. Por mim não era que não é por falta de humildade que não vou para o Céu, mas há que contar com a Ira Divina enquanto andamos por cá, porque,...explico.
      Ia um Corvo imbuído das melhores intenções ao Templo Sagrado e deparava-se, por exemplo: "tal como eu saber tudo o que há para saber sobre mulheres não faz com que me assente bem lingerie com rendas."
      Ora isso bulia cá com as penas do pássaro, porque perceber de lingerie com rendas não prova necessariamente conhecimento feminino.
      A prova, única, imutável de um profundo conhecimento feminino, é perceber a panca da adoração da feminilidade pelo seu cabelo.
      Então que aconteceria? Teria de lhe mostrar a ignorância sobre a temática e ofuscá-lo com a Luz da sabedoria.
      Depois não só era banido como excomungado para toda a eternidade.
      Corvo.

      Eliminar
  3. Dito assim parece ser miasma d'ome. Mas olhe que é coisa do feminino, cara Picante. Logo eu que critico estas observações... Enfim, também não sou exemplo que se siga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como, coisa do feminino? Não podem ver uma mulher em apuros... Como coisa do feminino?

      Eliminar
    2. s. f., penso (mas é frequente pensar errado)
      Miasma, coisa d'ome, Síndrome, coisa de mulher.

      Eliminar
    3. Tem razão, sim senhora. Erro meu, secundado de estupidez, não percebi o alcance da coisa. Logo eu que até costumo perceber as pessoas...
      (vou substituir, obrigada)

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.