segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Coisas que aprendo em lendo blogs

Que uma pessoa, em tendo nome feito nisto dos escritos, pode dizer os maiores disparates, até pode falar em tom arrogantemente incomodativo, ainda assim não há-de faltar quem lhe elogie a prosa, que aquilo são momentos de raro valor literário, uma verdadeira preciosidade, coisa realmente sublime. E eu, que até costumo gostar de prosa bem escrita e humor refinado, encolho os ombros e fico para aqui a pensar que é melhor não se lhes chegar um alfinete e que, na realidade, só estiveram bem os danos colaterais.
(que ironia, não é?)

49 comentários:

  1. Desculpamos mais facilmente aqueles de quem gostamos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estou a falar de desculpas, S*. Estou a falar de vénias, parecendo que não, é diferente...

      Eliminar
    2. Por acaso esta S*, como diz aqui o anónimo das 22:42, está cheia de razão, uma pequena frase carregadinha de verdade.

      Eliminar
    3. Não disse o contrário, mas não é normal comentar -se a temática do texto, S*...perdão, homónimo?

      Eliminar
  2. Quero sem preces nem rogos
    Que todos no meu paraíso
    Venham e sejam muito devotos
    De votos é que eu preciso.

    Quero ver-vos de ar humilde
    No meu lindo Roseiral
    Quero exijo e não transijo
    Da vassalagem por igual

    Se p’rarranjar um tacho apoio um namoro
    Quero da vassalagem hossanas em coro
    Adorado Deus Sublime Senhor
    É num Pedestal que eu Te Vou Pôr.

    Viverei calmo e descansado
    Entre os meus ricos Anjinhos
    Com o séquito bem domado
    Rodeado de Santinhos

    Com meus modos d’elegante
    Quero-vos de vista baixada
    É da beleza da humildade
    Que o meu Roseiral gosta

    Se p’rarranjar um tacho apoio um namoro
    Quero da vassalagem hossanas em coro
    Adorado Deus Sublime Senhor
    É num Pedestal que eu Te Vou Pôr.
    Te Vou Pôr
    Pôr…

    Corvo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah!!! Corvo Lindo, Lindo! Lindiiiiiiiiiiiiiiiiiinho!!!
      ahahahahahahahahahahaha. "Quero da vassalagem hossanas em coro"
      ahahahahahahahahah. Corvinho mai lindinho!!!!
      SC.

      Eliminar
    2. ....E mais um coro consigo....

      Eliminar
    3. Desta vez Corvo, não o aplaudo, veja lá, logo eu que já tanto o aplaudi. O Senhor, até desceu à terra em atenção a si, até lhe explicou umas coisas, uma delas foi que era rei e Senhor na casa dele, que na casa dele manda ele e que quem quer lá entrar tem de cumprir as regras dele, não é assim com todos? o Senhor podia ter-se estado nas tintas para si e não esteve e dessa maneira mostrou consideração para consigo. Embora para si seja igual ao litro e não queira saber da minha opinião para nada, desta vez a única coisa de que gostei foi o jeito para poetizar.

      Eliminar
    4. Isso do Senhor é coisa para me fazer rebolar no chão a rir...

      Eliminar
    5. E tinha conseguido achar muito mais piada se tivesse percebido exactamente o porquê do meu comentário, mas entendo-a perfeitamente, eu fui deselegante e vim a sua casa "falar" só com o Corvo e Picante, confie em mim, o Corvo percebeu perfeitamente o que eu lhe disse.

      Eliminar
    6. De todo. Eu percebi exactamente o seu comentário, bastaria ter lido a caixa para o perceber.
      E continuo na minha, isso do Senhor é coisa para me fazer rebolar a rir.
      (E não foi nada deselegante, sinta-se como se estivesse em casa, era mais o que faltava, eu desgostar de trocas de comentários entre comentadores)

      Eliminar
    7. Não foi um Senhor , não senhora, "Anónima", ele "gritou" que era Deus.
      Que momento lúgubre...

      Eliminar
  3. Há certos meios que não podem, nunca, justificar os fins.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu sentido de humor deve estar nos mínimos, achei tudo forçado e deselegante. Tudo.

      Eliminar
    2. Também eu. O exercício literário, o agitar de águas em prol de uma boa troca de argumentos não justificava o que foi dito. Não gostei.

      Eliminar
    3. Tudo, tudo, TUDO.

      (por acaso gostei de um comentário que li e me fez rir, só um !)

      Eliminar
  4. Falamos de uma das musas certo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que ideia...
      Picante, atenção que aqui está um comentário mal intencionado
      ahahahahahahahahahahahahahahahahah!

      Eliminar
    2. Ou de duas das musas ?

      Eliminar
    3. Qual mal intencionado qual quê... epá, estou perdida. É que não sei mesmo de quem falamos e gostava também de ter uma opinião :(

      Eliminar
    4. São dois de quem gosto. Mas gostar não é cegar, todos temos momentos infeluzes. Adiante...

      Eliminar
  5. Pergunto eu:

    Se apanhasses o Leonard Cohen a fazer xixi na rua, ias lá dar-lhe palmadinhas nas costas porque, afinal, é o Leonard Cohen, ou ficavas apreensiva, porque, afinal, estava a fazer xixi na rua?

    Pah... Que queres?... Coisas que se me ocorrem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas... Mas... Que pergunta! Claro que lhe daria os parabéns por ter posto a pilinha para dentro... Pois então não se está mesmo a ver? Sinceramente, Nê...

      Eliminar
    2. Um casal amigo meu, está tão mas tão embevecido com o seu bebé que a criança dá um pum e eles aplaudem de pé!... Pode ser isso!

      Eliminar
    3. Eu poderia ser mazinha e dizer que a falta de sentido crítico também me causa vergonha alheia, mas não vamos agora falar de miudezas....

      Eliminar
    4. Claro que não Picante. Falar de miudezas é quase sempre confrangedor...

      Eliminar
  6. Como escreveste, Picante, é uma ironia tramada.
    E o alfinete de que falas, se o chegas perto de alguns egos por aí...bom, saberás bem do seu efeito, que será semelhante ao balão a esvoaçar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As minhas musas têm dessas coisas, não se podem abeirar de um alfinete...

      Eliminar
  7. É por estes (posts) e por outros que eu gosto imenso do blog da Picante.
    E ....não o mude nem transforme, que as alterações estão a piorar os blogs, na minha apreciação de viajante critica da blogo.

    ResponderEliminar
  8. Oh céus, nada a ver com este post, mas a outra volta a falar de cocós? Aquilo é um blog de moda, de sapatos ou de quê? Não há paciência! Os meus filhos, quando tinham 4 anos também se riam imenso cada vez que diziam xixi ou cocó, era assunto recorrente nas suas conversas - mas lá está... eles tinham QUATRO anos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Saiba a cara e preocupada anónima, que há cocó e cocós.
      Aposto que esse de que fala é um cocó com delicioso aroma de perfume francês
      Corvo.

      Eliminar
  9. Ainda não percebi a "polémica", já li vários comentários sobre o asunto. Mas não me parece que o sr tenha dito alguma coisa assim tão horrível. Algué que me possa esclarecer?
    Partindo do presuposto de que falamos do caso entre escritor e blogger.

    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Horrível? Não, nada de horrível. Desonesto, talvez, numa tentativa frustrada de se ser irônico. A coisa teria ficado por isso mesmo, não fossem os aplausos unânimes, inclusive do anfitrião, que prefere chamar Jorge Jesus a quem corrige um erro gramatical, que assumir que efectivamente houve um erro, ou ficar calado, já que é o anfitriao...

      Eliminar
    2. E se alguém te perguntar
      Por que do Paraíso foste banido
      Dirás, se permitido te for falar
      Que nunca , mesmo com ar constrito
      Falarás que se de facto revesse não é revisse
      Tu calarás e nunca ao escritor dirás
      Que dele vindo, "Há uns tempos atrás"
      Se também não é redundância
      Porque com isso molestarás
      e de gentileza carecerás
      mas sobretudo, os convivas ofenderás
      Ora isso não é gentileza
      Há que saber parar.
      Porque quem convive com a Realeza
      Tem de ouvir, fazer a vénia e calar.

      Corvo

      Eliminar
    3. Tem toda a razão , alto lá com a unanimidade.

      Eliminar
    4. Eu reformulo. Não fossem os aplausos quase unânimes.

      Eliminar
  10. Pois é Picante, eu fui uma, e olhe que custou a digerir....
    Também sou fã incondicional daqui ! (anónima 12.39) e não calcula como essa sua referencia ao micro-micro episódio me confortou. Afinal os blogs às vezes são mais que blogs.
    Beijinhos, e ótima semana.

    ResponderEliminar
  11. A sério, fui ler e não percebi a polémica. Mas isso sou eu que não dou qualqur valor à blogolândia e acho que anda por aqui muita gente a tentar colocar-se em bicos de pés.
    Se não for para divertir um pouco, isto adianta alguma coisa? Para problemas bastam os de casa. Relativizai, ó boa gente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Algo semelhante seria eu gozar o blog da Izzie, por exemplo, dizendo com graça e numa escrita bonita que aquilo não passa de um poço de futilidades. E depois pedir desculpa lançando mais uma farpa. Por muito bonito que estivesse o texto não deixaria de ser baseado numa mentira. E isso é feio. E também é muito feio alguém sentir vergonha alheia quando lê sobre críticas ao peso ou aspecto de alguns, chamando-lhes menoridades, mas achar que é bonito gozar chapéus. Olhe, chapéus há muitos....

      Eliminar
    2. Fica registado que a caríssima anónima é mais uma das que está em falta com as suas obrigações religiosas.
      Tem de frequentar a Igreja do Senhor com maior assiduidade.
      Corvo.

      Eliminar
    3. Já eu, dou muito valor aos blogs que gosto de ler, gosto daquela expressão que diz qualquer coisa como, põe o melhor de ti em tudo o que faças, se soubesse que os bloggers que gosto de ler (sim Picante também estou a falar consigo, aliás o que eu para aqui já a elogiei) não ligavam nenhuma a isto, deixava de os ler e ainda bem que há "...muita gente a tentar colocar-se em bicos de pés", significa que dão valor àquilo que fazem e não fazem como diz aquela outra expressão, que é mais ou menos assim, para o que é bacalhau basta (embora adore bacalhau, mas a expressão é assim, portanto paciência).
      Caro Corvo, apraz-me registar que me considera, quando em modo adversária, à altura e veio dar uma pequena bicada só cá mais abaixo.

      Eliminar
    4. Não! De modo algum! Foi só uma pequena brincadeira no seguimento de uma maior, na certeza de que não iria levar a mal.
      Muito prazer e desejo-lhe uma excelente noite.
      Corvo.

      Eliminar
  12. Tal está a pôrra! Sô alentejano e nã percebo um cagaito destas prósas?!

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.