sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Note to self

Da próxima vez que tiver um bebé, ahahahahahahah, sou tão engraçada, senhores, tão engraçada... Mas dizia eu que da próxima vez que tiver um bebé não me posso esquecer de ir a correr fazer um post sobre manteiga, que vai-se a ver e nem manteiga é...

(é que é mesmo o que apetece fazer, depois de parir, posts sobre margarina disfarçada de manteiga...)

102 comentários:

  1. Ainda para mais quando esse manteiga já existe há pelo menos 3 anos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... Aquilo é mais antigo que a "gordinha"

      Eliminar
  2. ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahhahahahahah A Picante mata-me!

    ResponderEliminar
  3. Ora Picante, é mais uma boquinha para alimentar. Só nasceu uma criança, o mundo não dexou de rodar. Show must go on! Que é como quem diz, é preciso continuar os negócios, agora por mais um motivo.

    (A bebé é tão amorosa, releve).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos os bebés são amorosos. O pior é que crescem... E alguns ficam assim.

      Eliminar
  4. Pipoca, em não lhe apetecendo a si, não implica que não apeteça a outra. Pode até nem compreender, mas se há quem obtenha receitas de um blog, é natural que faça publicidade. Deve ter-lhe levado tanto tempo e exigido tanta disponibilidade mental, emocional, temporal, escrever aquele post como trocar algumas mensagens com os amigos, ir ao facebook, escrever alguns e-mails, enfim, coisas que todos fazemos, todos os dias, sendo mães recentes ou não. Não me estou e ver a ser mãe e dedicar as 24h do meu dia a olhar/cheirar/admirar/tratar/cuidar/tocar na minha cria. Devem sobrar uns minutos e cada um os gasta como bem entender.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende, acredite que depende.
      No primeiro filho nem tempo para tomar banho tive, quanto mais para pensar em escrever o que quer que fosse. Foram semanas que não desejo a ninguém, mesmo.
      Quando tive o segundo, consegui ler um livro "grande" por semana. Nada de coisa pesada - Dan Brown e afins - mas li.
      Por isso... depende, acredite que depende.

      Eliminar
    2. Os minutos que sobram são para uma pessoa tomar banho, mas enfim...

      Eliminar
    3. Santa paciência, no vosso caso foi assim, lamento, que isso de não ter tempo a não ser para tomar banho deve tirar muita da alegria da coisa. Conheço casos diferentes, talvez porque tenham um suporte familiar maior, não sei. Acho é esta conversa tão redutora Não me agrada este vício de achar que todos se medem por nós.

      Eliminar
    4. Ó santinha, qual foi a parte do "depende" que não entendeu? Ou melhor, não entendeu que o "depende" se referia ao "ão me estou e ver a ser mãe e dedicar as 24h do meu dia a olhar/cheirar/admirar/tratar/cuidar/tocar na minha cria. Devem sobrar uns minutos e cada um os gasta como bem entender."?
      O que eu quis dizer (e isto de explicar tira toda a piada à coisa) é que há de tudo, como na farmácia.

      Eliminar
    5. Eu já comentei. Acho uma pessoa demasiado arrogante para querer vender "por catálogo". Ela não se dá conta, mas espanta a freguesia. É que quem pode comprar boas marcas vai até onde elas se vendem. Aqueles que, num ímpeto e por estarem longe dos grandes centros até poderiam adquirir alguma coisa são insultados. Alguém anda a precisar de umas aulas de marketing, ai anda, anda...

      Eliminar
    6. Anónimo das 14.15, tome qualquer coisa para a azia que isso passa. Eu respondi à picante, não lhe reconheci importância para lhe dirigir a palavra. Ass: a das 13.13

      Eliminar
    7. Ahhhh, não :)
      Disse "no vosso caso", pelo que incluiu pelo menos duas pessoas que haviam falado antes de si. Ora se o comentário original foi seu, depois foi o meu, depois o da picante...
      ou o "vosso" é de "vossa excelência", o que até é merecido dado que a Picante é a dona da casa, ou então também me reconheceu importância.

      (isto de trocar argumentos tem a sua graça :D)

      Eliminar
    8. (adenda: o "Santinha" foi exagerado e despropositado, reconheço, pelo que até considero merecido o seu comentário. Foi deselegante, pelo que peço desculpa pela sua utilização)

      Eliminar
    9. De facto usei intuitivamente o plural porque a pipoca concordou com o que havia escrito a anónima. Mas a minha resposta dirigiu-se, apenas, à pipoca. Até porque, quando li o seu comentário, não me motivei a responder, foi depois da anuência da picante que o fiz. Portanto, o plural foi intuitivo e não propositado. Achei o seu tom agressivo, por isso respondi de forma condizente. Obrigada por reconhecer, e as minhas desculpas também, que isto de encontrar gente capaz disto na blogosgera é raro e há que reconhecer que é de valor.

      Eliminar
    10. E eu fiquei para aqui a sorrir, caladinha mas a sorrir...
      (Obrigada)

      Eliminar
    11. Mais do que sorrir até dá para rir, com o reencaminhamento de respostas e de bocas para o "respectivo" Anónimo. Tudo, porque insistem em comentar como Anónimos. Bora marcá-los comó gado ( só para que não se percam, claro).

      Eliminar
  5. Descobri, também uma nova faceta na que vive no paraíso, que é a de não publicar comentários com argumentos lógicos irrefutáveis. Quando alguém que ela chama de Zé povinho tenta explicar porque é que a marca de fatos de banho não é pensada para mulheres reais, depois de alguém anónimo (que só poderá ser da própria marca, porque mais ninguém saberia que há tamanhos XL quando não estão no site) ter interpretado mal a questão prefere não publicar o "desenho" feito à questão (que será o de que tamanhos estandardizados de s, m, l nunca se ajustarão a mulheres reais, cujo peito, ancas, barriga, costas e altura raramente são todos um s, m, l ou xl - porque a menina achou que era o facto de não ter xl que era a crítica.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas que fixação você tem pela maçã... Veja lá isso porque é possível não lhe fazer bem!

      Eliminar
    2. Fixação! Até foi a primeira vez que comentei sobre ela, tanto aqui como lá! A partir de quantas vezes é considerado fixação?

      Eliminar
    3. Se comentou lá então porque é que vem para aqui acender o rastilho quando este post nem é sobre ela? Enfim...

      Eliminar
    4. Se ler Bem percebe o motivo, mas passo a explicar, porque a sra. publica muita coisa que não gosta para poder responder, mas quando lhe respondem com argumentos que ela não consegue refutar, não pública, mesmo que o comentário não tenha nada de ofensivo ( e não é acender rastilho, é ter espaço para explicar algo que ela mala deixa explicar - é até cobardia!)

      Eliminar
    5. Tambem ja me aconteceu isso. Enfim. Deixei de la meter os pés.

      Eliminar
  6. Mas quem disse que a senhora é coerente? E aquela mania de estar sempre a chamar gordinha à miúda já mete nojo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que não sou a única, detesto ouvir gente a chamar as crianças de magrinhos/gordinhos.

      Eliminar
    2. Não lhe ter desatado a chamar "child C" já é uma sorte...

      Eliminar
  7. Eu devo ter tido uma infância muito infeliz, só comia manteiga... Ainda hoje é o que como!

    Eu cá acho que quando tiver um bebe, deve fazer um post sobre nutella! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Detesto Nutela...
      (eu lembro-me de gostar de Alpina, aí com seis ou sete anos... e lá em casa só havia manteiga, um desassossego...)

      Eliminar
    2. Então... mas... mas... Nutella é tão bom para as crianças!!! Nada melhor para um pequeno almoço equilibrado!!!

      Eliminar
  8. O melhor são mesmo os comentários!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas a sério, parecem zombies deslumbrados com um blog que vende margarina com sabor a manteiga... aqueles comentários são um susto!

      Eliminar
  9. Ontem pensei: que pena a Picantinha fofa não se inspirar muito nesta musa que postar o nascimento a fazer publicidade a tendas é um must.
    Não há limites...
    AnaB

    ResponderEliminar
  10. Ai que bom, ai que bom!
    Vou a casa da Maria Emília,
    Comer Planta às colheradas,
    E lixar a saúde à família!

    Ai desculpa.... não era aqui...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah
      Receberão o quê? Um kit de margarina disfarçada de manteiga? Mas o marketing da Unilever ensandeceu? Ao menos podiam rever os textos, até erros ortográficos aquilo tem.

      Eliminar
  11. Não diga isso, porque é muito difícil ser uma mãe de carreira e ainda escrever post a elucidar as massas... ahh não, enganei-me é uma "dica". Olhe que é muito difícil escrever dicas... está ser mesquinha. Hahaa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No fundo eu tenho é inveja, toda a gente sabe isso.

      Eliminar
  12. "hoje em poucos segundos lambuzou-se TODA com imensa satisfação!" então e uma selfie a comprovar? Temos de acreditar na palavra,não sei não

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também achei amador... mas lá está, amadores somos nós, que não temos blogs Anónimo.

      Eliminar
    2. Aleluia que escreveram qualquer coisa que deu para encontrar/entender o que aqui se fala....
      Muito obrigado Anónimo das 10:30 :D

      Eliminar
  13. Eu cá não sei, mas só se estivesse agendado. Caso contrário, estaria demasiado ocupada a ser feliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois mas há imensa gente que não sabe como se faz isso de ser feliz sem ser a ler blogues e a actualizar/cuscar no FB. É em férias, acabadas de parir, no hospital...têm que estar sempre agarradas a isto. Eu só o faço no trabalho porque tenho pouco de fazer... (com pena minha, mas é a vida) fora disso nem me lembro que tal coisa existe.

      Eliminar
  14. Picante, é trabalho. Certamente que o blog não lhe dá licença de maternidade...se o negócio é aquele, há que trabalhar, ou não? Ainda por cima tem sorte que é so transcrescrever um parágrafozito ou outro em frente ao pc...olhe, são vidas!

    ResponderEliminar
  15. Margarina com sabor a manteiga é um conceito tão deprimente! Como é que se pode vender um produto assim, a admitir de caras que o sabor da margarina é tão plástico, mas tão plástico, que precisa de imitar o sabor do "real deal"? Isto vindo de quem só usa manteiga para cozinhar e não a usa no pão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manteiga? Mas a manteiga não está feita para altas temperatura.
      Se quer o melhor, não deveria de cozinhar com azeite?

      Eliminar
    2. Diz que a gordura vegetal é menos danosa para a saúde. O problema não é o produto, é todo o post, aquilo é um atentado à inteligência.

      Eliminar
    3. Oh caraças (carraças?), eu não quero o melhor, quero ao menos uma coisa que seja autêntica e que dê bom sabor. Eu disse que só usava manteiga para cozinhar, não disse que era a única gordura com que cozinho.

      Também acho o produto pobrezinho e a estratégia de marketing também :s

      Eliminar
    4. A manteiga já foi considerada má para a saúde, de acordo. Mas alguém consegue acreditar que um produto completamente manipulado e cheio de aditivos, como a margarina, fará bem a alguém? Claro que hoje em dia quase tudo o que comemos está cheio de materiais sintéticos, mas margarina na minha casa é que não!

      Eliminar
    5. A Becel não tem lá o "carimbo" do instituto do coração (?) a dizer que é o melhor para o coração, bla, bla, bla?

      Eliminar
    6. A Becel é uma margarina diferente, destinada a quem tem problemas com colesterol, ou como prevenção.
      Mas é verdade, a margarina faz menos mal que a manteiga, embora não seja propriamente um produto saudável.
      (apesar de manipulado...)

      Eliminar
    7. Há nutricionistas que só aconselham manteiga, outros só margarina.

      Eliminar
  16. "As manhãs aqui em casa começam assim, acordamos cedo, com o despertador Carminho, mais tarde acorda a Carlota, que ainda dorme um bom bocado. Depois começa a nossa rotina de pequeno-almoço, beijinhos, graçinhas, brincadeiras, música..."


    Gracinhas agora escreve-se com ç? Oh, Gracinha, vá ali à senhora dar umas aulas de português sff

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está a ser injusta Anónima das 12:05,... as hormonas baralharam a coisa. E quando se é "Momie" as prioridades não estão em escrever em bom português. Principalmente quando se tem uma carreira. Ai, a inveja é uma coisa triste. Hahahah.
      Não tarda nada, temos aí um post de cremes e coisinhas "giras" "graçinhas", "top".... etc etc...
      Mas pergunto-me.... não era melhor simplesmente fazer um catálogo?
      É que andar a inventar histórias para a publicidade com erros de Português e pouquíssima imaginação dá nisto... umas boas gargalhadas.

      Eliminar
    2. Certo!!

      Só tenho pena que ela não faça publicidade à Becel.


      Ou devo dizer publiçidade à Beçel?

      Eliminar
    3. Não, mas já fez publicidade de outras coisas no Instagram... assim era bem melhor, sempre escrevia menos. E nada de pintar cenários recambolescos (sim estou a exagerar) de como funciona uma manhã na casa da dita.

      Eliminar
  17. Cambada de alminhas invejosas.... Eu já disse lá na outra do mau cabelo que escrevi aquele post porque tenho recebido imeeeensos mails a perguntar o que ponho no pão ao pequeno almoço. Eu só vos quero ajudar... No fundo dar-vos um modelo de jeito para seguir. Cambada de ingratas...

    Kiss-kiss, Nê

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enganou-se, querida Nê... É um modelo de "geito"...
      Ahahahahahah

      Eliminar
    2. Qual outra? Isto está cheio de bloggers com mau cabelo, podes desenvolver?

      Eliminar
    3. Aleluia!
      Há sempre uma esperança para o mundo. Demorou mas chegou!

      Eliminar
    4. Calma, meu fã, há espaço para tudo e todos.
      Diz lá o que te desassossega. Para além da minha ausência, claro.

      Eliminar
    5. Já bloggers com bom cabelo só há uma, não é minha jóia? :DDD

      Eliminar
    6. Quem é que tem um excelente cabelo para além de mim?

      Eliminar
    7. Não há nada como o mostrarem naquela de tirarmos teimas.

      Eliminar
    8. Ahahahahahahah olha que treta... Eu não sou o teu pónei.... Ahahahahahahah

      Eliminar
    9. Pipinha, já assim é o que é.... Olha se eu começava agora a mostrar partes do corpo. A caixa de mail explodia...

      Eliminar
    10. Partes do corpo? Falei em cabelo...

      Eliminar
    11. Ah, o cabelo não faz parte do corpo. Tá bem...

      Eliminar
    12. Por acaso eu não quero pôr a Filipa maldisposta logo pela manhã mas, essa história do cabelo que andou a mostrar no seu blog para arrasar com as veleidades das outras armadas com bom cabelo, não ficou bem esclarecida porque alguém, - seguramente aguma invejosa carenciada dele, - aventou no blog daquela senhora que também não brilha pela cabeleira, que o cabelo que a Filipa mostrou no seu post e arrasou com a concorrência não passava afinal de uma peruca.
      Não que eu acredite; era cabelo sim, e bem bonito por sinal, mas nem toda a gente é verdadeira como eu e devido à maldade da tal que andou por lá a deslustrar os seus caracóis, o melhor é não mostrar nada não vá a Filipa descair-se e esquecer-se de colocar a peruca.
      BFS para quem brilha pelo bom cabelo, por quem brilha com cabelo assim assim e por quem brilha mesmo sem ele.

      Eliminar
  18. Pipocante Azevedo Delirante8 de agosto de 2014 às 13:40

    Agora é mais uma boca para alimentar, o negócio não pode parar.
    É de valor.
    Já Planta, só a da casa. Ou cactos, que dão menos trabalho.

    ResponderEliminar
  19. Fora do tema, então o Pipoco divorciou-se? Precisará de mimos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, não... Fui eu que vim de férias com as crianças, deixei-o a trabalhar, alguém tem de fazer andar o país, não é verdade? Ficou meio amuado...
      (deve andar a querer agitar o mail, com um post daqueles só pode...)

      Eliminar
    2. Ná... Ali há coisa. O Pipoco é + conhecido por escrever posts para lhe acalmar o mail.

      Eliminar
    3. Ahahahahahahah ahahahahahahah pronto era só!

      Eliminar
    4. Anónimo vai desculpar-me. Interrogações sobre a vida privada de cada um, é melhor não, ok?
      (não leve a mal, o comentário não tinha nada demais, mas é pormenor que nunca foi aflorado no blog...)

      Eliminar
  20. Fui ao blog da Planta, esqueço-me sempre dessa musa. E ainda bem que a esqueço, até corei de vergonha com os comentários. Que falta de nível geral.

    ResponderEliminar
  21. Claro que tive que ir espreitar.
    "Mas quem nunca devorou manteiga com os dedos quando era criança? Eu devorava Planta "às colheres". "
    Mas ela devorava manteiga ou Planta? É que não tem nada a ver. E já agora, margarina era o vulgar, ninguém dava muita importancia. Bom mesmo era manteira "Vigor". Que raio de infância a Fezinha teve?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual. Só que em vez de vigor era marinhas!

      Eliminar
    2. Uma pessoa regressa de férias e sim senhor, está esta tasca como bem gosta: ao rubro. Vamos lá então espreitar esse belo post de publicidade amanteigado...

      Eliminar
  22. Já posso entrar, posso? Agora que as riquezas todas já desancaram na mulher eu já posso falar? Mas vejam lá que é para não as incomodar as madames que se quiserem espanca-la mais eu posso vir mais tarde, não se acanhem, tá joinhas do pântano.
    Vocês as riquezas dos maridinhos e dos namoradinhos foram todas criadas com muitas mordomias, não foi, encantos dos papás? Só dormiam em lençóis de seda e num berço de oiro e nunca comeram um pedaço de broa de cinco dias, porque tinha de ser racionada para dar para todos, por isso um naco de broa dura como os cornos e rançosa com unto de banha de porco que as mamãs iam comprar à mercearia da esquina 2 escudinhos dela e tinha que dar para uma semana, e ainda ficava a dever. Ao senhor Manel da loja.
    Por isso é que não estão habituadas à margarina planta, não é? Corrror eu comer planta, eu só como manteiga president extra-fina, não é, meus amores?
    Também nunca comeram sardinhas assadas? À pois claro que nunca comeram, que ideia mais estapafúrdia desta gaja que vê-se mesmo que é uma pobretanas que não tem onde cair morta, vocês só comem sushi nos restaurantes 5 estrelas e camarão tigre, não é amores?
    E são todas muitos bonitas e elegantes, e muito inteligentes, e muito ricas que nunca entraram na Primark nem nunca se puseram de manhã Às cinco horas da manhã na fila para os saldos, pois não minhas amorecas?
    Visto que já vos aliviei do vosso trauma podem continuar a desancar na mulher que é uma grande mulher que luta pela sobrevivência, que vocês não precisam porque são todas muito riiiiiicas e têm os maridos a trabalharem para vocês.
    Jinhos para todas as riquezas da Blogoesfera da vossa humilde e muiiiiiiito pobrinha,
    Isolda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe Isolda, explique como se eu fosse muito burra...

      Quem é que luta pela sobrevivência? A mesma que se pode dar ao luxo de não trabalhar porque teve as crianças?

      Pois, bem me parecia que não estávamos a falar da mesma pessoa...

      Cada um faz pela vida, acho muito bem, e não está em causa se come Planta ou manteiga President (e diga-se de passagem que nem sequer é das melhores, mas se fica satisfeita por conhecer esta marca, melhor para si... mas adiante) está em causa a imbecilidade do post, há formas e formas de fazer publicidade e aquela não é uma delas, principalmente de uma pessoa que se assume como marketeer.

      Eliminar
    2. O comentário da Isolda está top xD!! Ovação de pé da minha parte. Bolas que esta gente só está bem é a falar mal. Realmente devem ser todas ricas/finas e que nunca passaram dificuldades na vida. São a perfeição em pessoa!

      Eliminar
    3. Pois para mim a ovação vai para o anónimo das 19;19. O post é assustador de tão tolo que é. Ando com palavrinhas de lã, confesso que tolo é um eufemismo !!!!!

      Eliminar
    4. Isolda, não leve a mal, a menina é um pouco ou nada aborrecida, pois é? E repetitiva? Pois sim?

      Eliminar
  23. A da fruta também andou a lamber as beiças lá pelo facecoiso. A Planta quando nasce é para todos.
    (haja publicidade encapotada).

    ResponderEliminar
  24. Querida Isolda
    Sim, ja comi pão duro e sardinhas assada. 5 da manhã nums fila para saldos? Tenha juízo!!! 5 da manhã apenas para o aeroporto. Primark? Tentei entrar uma vez mas a loja cheirava mal e estava cheia. Não sou rica mas sei fazer contas e prefiro uma t-shirt de 30€ do que 10 da primark a 3€. Não sou sustentada pelo meu marido, pelo contrário, sou neste momento o único sustento da família.

    Mas uma coisa lhe garanto: tive educação. Nunca me passou pela cabeça, em miuda, meter os dedos na manteiga, margarina, banha, doce ou qualquer alimento que fosse para a mesa e muito menos comer as colheradas.Os meus filhos não se lambuzam porque sabem estar à mesa como a maioria dos adultos não sabe.

    Ah, e o mais velho, com 9 anos sabe escrever gracinha e conjugar o verbo haver. E sabe que não se arranja alcunhas a ninguém com base nas características fisicas ( gordo, coxo, cego, etc).

    Somos pobres mas temos educação e nao somos ridículos.

    E no entanto nunca frequentamos um mercadito.

    ResponderEliminar
  25. Da próxima vez que tiver um bebé (aahahah) vou para a praia logo logo a seguir exibir a minha forma invejável, aliás vou sair do hospital logo de biquíni no melhor estilo boho-chique! Começou a guerra no instagram da mãe das "gordinhas"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até a filha tem mais barriga que a mãe :D

      Eliminar
  26. Yap. Vai-se para a praia que isto de manter o bronze não é para preguiçosos. O engraçado é que não é uma adolescente a ter estas tristes ideias, mas sim uma mãe que manda postas de pescada a dizer o que é certo e errado como se soubesse tudo sobre a maternidade. Ironias...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vos passa pela cabeça q a foto da praia pode ter sido tirada no ano passado? Ou no outro? E coloca-se agora para lembrar às mamãs barrigudas que até nisso, a menina é chique.

      Eliminar
    2. A foto é do dia, a mulher recebeu aquele biquíni e teve de ir honrar os seus compromissos publicitários. Para além disso ainda se nota o "risco" característico das barrigas de grávidas e o umbigo meio saído. Foi à praia 8 dias depois de ser mãe e com o corpo melhor que muita miúda de 18 anos, conseguiu a polémica sem dizer uma única palavra, parabéns!

      Eliminar
  27. E a Me a defendê-la com unhas e dentes no facebook? Tudo para dizer que também ela ficou logo sem barriga! Me. Me. Me. Nunca um nome foi tão adequado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e deve estar ela feliz porque tem um blog aborrecido aborrecido

      Eliminar
    2. Quem? Quem?
      Pistas, pistas!!

      Eliminar
  28. A Picante é que não para de colocar posts sobre posts a desancar as outras usuárias e eu é que sou repetitiva, muito obrigada.
    Para a outra anónima, comer broa e sardinhas assadas foi uma maneira de falar para dar um exemplo, não quer dizer que não se podem comer mas foi só para dar um exemplo como eu disse, para mostrar às ricas que quem tem telhados de vidro não atira pedras aos vizinhos.
    Passem bem.
    Isolda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto de usar os filhos para, de forma repetitiva, mascarar publicidade de histórias emotivas aborrece-me, são feitios, fico sempre aborrecida quando me tentam fazer de otária...

      Eliminar
  29. Hum... Não, não tenho nada a acrescentar... Só achei foleiro este post ficar com 9 comentários... De nada!

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.