quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Enquanto para aqui estou...

...no meu jardim, a bebericar um copo de vinho chardonnay, penso no tanto que tenho para escrever, posts inteiros na minha cabeça, eu sou uma pessoa que tem opiniões, tenho uma palavra a dizer sobre isso dos meets em centros comerciais que dão azo a vitrines partidas e esfaqueamentos, gostaria de vos dizer que a nossa polícia é profundamente racista, só detém gente de raça negra, que anedota senhores! Como se houvesse raça para o mal... Queria falar-vos sobre a perseguição aos cristãos e aos yazidis, sobre cabeças espetadas  em paus e crucificações, gostaria de saber o que aconteceria se fosse Israel a fazer metade, um décimo disto... Tenho graves preocupações sobre o futuro da Bélgica ou Espanha e as fragilidades da nossa democracia, de tal maneira tolerante para com as minorias que não se defende dos radicalismos muçulmanos, eu tenho uma filha, gostaria que as minhas netas fossem livres de escolher a sua própria religião, que pudessem andar de cabelo louro ao vento, sem medo, de bikini na praia, isto preocupa-me deveras. Há ainda o caso das crianças inglesas, não denunciado, também, por os funcionários terem medo de serem apelidados de racistas, que nojo, caramba! Os posts passam velozes, na minha cabeça, por lá continuarão, pelo menos até à próxima semana, tenho de ir fazer lume, uns chouriços de Arganil para assar, pão de Mafra, picanha com feijão preto e farofa, somos capazes de dar um passeio a pé, pelo paredão, para ajudar a digestão, um gelado no Santini como prémio. Os posts ficarão para a semana, afinal estou ocupada a ser feliz...

8 comentários:

  1. Então Picante e escrever posts, também não é mais uma das coisas que contribuem para a sua felicidade...bolas, conotar o blog com as partes menos felizes da sua vida, não se faz aos seus leitores...
    Ah! não é isso, estava a ser muito burra, são as temáticas, as temáticas que lhe andam a ocorrer para os outros posts e que descreveu neste, sim, esses temas se começamos a pensar muito neles ficamos com a felicidade minada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na verdade é uma auto-crítica. Depois disto hoje vi duzentos e cinquenta homens em cuecas, a serem pontaoeados, enquanto caminhavam para a morte. E eu estou aqui, a gozar férias e preocupada com problemas absolutamente menores que, para mim, até são grandes. E vieram-me as lágrimas aos olhos enquanto pensava que somos mesquinhos.

      Eliminar
    2. Verdade...há coisas tão horríveis a acontecer, que parecem impossível, mas infelizmente não são, a verdade é que para mantermos a nossa sanidade mental, temos de nos desligar um bocadinho, de nos distanciarmos um bocadinho, não sei se é egoísmo, se apenas uma questão de sobrevivência, é tentarmos nós, dentro daquilo que podemos, no que está ao nosso alcance, fazermos bocadinhos de mundo melhor.

      Continuação de boas férias e sem culpas.

      Eliminar
  2. Esse "estou ocupada a ser feliz" é tãaaaooooo S*... Fica-lhe tããoooo mal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse comentário é tãooooo poucochinho, fica-lhe tãoooo mal....

      Eliminar
    2. Por acaso também acho que não soou lá muito bem...

      Eliminar
  3. Se for preciso companhia para a caminhada no paredão, seguido de gelado Santini.... eu estou aqui, sim??? :)

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.