terça-feira, 19 de agosto de 2014

Direito de resposta ou... jogamos?

Derivado disso, de haver muito quem goste de usar o meu nome em vão e a despropósito, vai que vejo o seguinte comentário, repetido com insistência, num pomar perto de si.


Pessoa deixa o seguinte comentário que, obviamente ou não, nunca chegou a ver a luz do dia, mas pessoa aprendeu a jogar xadrez e fez um copy paste, sempre daria um post, não é verdade? 
"Havia de andar blogolandia fora a dizer isso, sim?
Não sei que tenho eu a ver com isto, não me pronunciei sobre este assunto, não percebo, sequer, porque foram aprovados os seus comentários.
Mas fica a ideia, vá bloga fora enviar gente ao meu blog, pode ser que assim as marcas me batam à porta e eu possa fazer sorteios de depilações. Era o meu sonho..."

Pergunta para queijinho. O comentário não foi aprovado porque:
1. A blogger das dez mil visitas dia (ahahahahahahahah a menina é tãaaaaoooooo cómica, ahahahahah) quer as depilações só para ela.
2. A blogger  das dez mil visitas dia (ahahahahahahahah a menina é tãaaaaoooooo cómica, ahahahahah) acha que está muito bem destratar toda e qualquer pessoa que não subscreva a sua douta opinião, mas direito de defesa é que não, isso já não pode ser nada que a menina argumenta qual criança, sim, esses seres medonhos e detestáveis que deviam estar fechados até à maioridade, e verticalidade é coisa que não lhe assiste.
3. A blogger das dez mil visitas dia (ahahahahahahahah a menina é tãaaaaoooooo cómica, ahahahahah) é uma tontinha arrogante, com um ego do tamanho de um traque barulhento (sim, aqueles que a menina passa a vida a dizer que dá).
4. Todas as anteriores.

(caramba... e eu que nem tinha nada que ver com isto... andava tão calminha, no meio dos meus grelhados e dos meus livros, havia necessidade de puxar assim por mim?)

125 comentários:

  1. Pois, parece que há um/a anónimo/a com uma espécie de vocação para porteiro/a de discoteca, que decide quem deve ler ou não o referido blog, e quem deve ler outros.
    Veja que a opinião expressa nem vai contra a da autora do post, limita-se a constatar que já existem hoteis e restaurantes onde não são permitidas crianças, coisa que facilita sobremaneira a vida a quem dispensa a sua presença nos momentos de lazer.
    É lamentável que a tenham "metido ao barulho", Picante. Mas já devia saber que desse tipo de "porteiros/as" não se pode esperar outra coisa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não é que isso lhe assenta que nem uma luva? Porteiro de discoteca cai que nem ginjas às duas criaturas. Afinal os bogs, em tendo moderação de comentários, são uma espécie de discoteca. Há aquelas em que entra toda a gente, as que só entram os bem educados, e as que só entram os amigos...

      Eliminar
    2. E qual é a sua discoteca Picante?

      Eliminar
    3. Aqui entra toda a gente, desde que não venha ofender gratuitamente. Sabe bem que eu não publico só os afagos ao ego...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Não sei, a menina não está no blogometro. Ela tem três mil e qualquer coisa...

      Eliminar
    2. Quase que também podia ter um show room de qualquer coisa.

      Eliminar
  3. Ahahahahahahah Olha agora direito de contraditório... Lembras-te de cada uma tu... A ti usaram-te o nome mas pelo menos não te gozaram deturpando o que tinhas dito (nesse post e noutro de há mais de mês) nem insinuaram que passas lá a vida metida a dizer mal (quando lá comentaste três posts na vida), pois não? Sortuda.... Tentei "defender-me" (repor a verdade) em dois comentários. Viste-"los"?

    http://calmacomoandor.blogspot.pt/2014/08/porque-gosto-pouco-que-facam-de-mim.html?m=1

    É que isso das visualizações é muito bonito mas não nos faz ganhar coluna vertebral.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu queres é palminhas... :D

      Eliminar
    2. Coluna vertebral é o que ali mais falta, só entram aplausos. Então não me aprova o comentário porquê? E aprovou os outros três, a propósito de quê?
      Eu nem digo o que penso dela... E penso que é de mau tom usar o nome de outros bloggers a despropósito.

      Eliminar
    3. Ahahahahahahah o que eu queria é que as pessoas não fossem parvas nem prepotentes, mas assim de momento e a curto prazo palminhas parece-me muito bem. :DD

      Não, o que eu quero mesmo é aproveitar as visualizações da Picante, para me lerem o contraditório. :DD Mas as palminhas... Não esquecer as palminhas! :))

      Eliminar
  4. les uns et les autres (resta agora saber who is who)

    ResponderEliminar
  5. Essa mania de meterem ao barulho quem nem comentou... cai no ridículo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ridículo é a dona do blog ter aprovado aquilo. Não só não é simpático para quem comentou educadamente, como não é somático para mim que nem tinha comentado o que quer que fosse.
      Mas dali não se espera poder de encaixe, só se publica quem nos bate palmas...

      Eliminar
    2. Por isso mesmo! Não deveria ter metido a Picante ao barulho ao aprovar tal comentário!

      Eliminar
    3. A sério asterisca, que disseste isso?

      Eliminar
    4. Anónimo, recados a terceiros que eu nem sei quem são, não. Desculpe mas vá lá ao pomar dizer isso. Como é a lavar o ego, ela de certeza que publicará...

      Eliminar
    5. Anónimo, cada um fala por si. No meu blogue não lê críticas a outros bloggers na caixa de comentários. Não permito. Não gosto que o façam comigo (mas fazem), não o faço com os otros.

      Eliminar
  6. É costume também não colocar os comentários que, de uma forma educada e argumentativa a contradizem. Se explicares por A + B que determinada situação não é assim, mas bem explicadinho, não publica, deve ser com medo que percebam que ela não tem razão. Anda à procura de peixeirada, deve ser para aumentar as visualizações, o que não se compreende é como espera vingar no mundo empresarial, mas ela lá sabe. Talvez as mães de crianças pequenas e barulhentas não sejam um publico alvo. Tenho para mim que quando abraças um negócio, todos os clientes são bem vindos, mas a maçã-malcriada assim não o entende.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem tem o poder argumentativo de uma criança mal educada é assim que age. Vi lá vários comentários em que a simpática pessoa (Ahahahah sou tão irônica, eu) chamava nomes ofensivos a outras. Desde histriónica, a mal amada, a ignorante, há de tudo.

      Eliminar
    2. Concordo com o anónimo das 12.23h. Já discordei dela e expus a minha opinião/visão com argumentos claros e não para "bate-boca" e não os tive publicados.
      E nota-se perfeitamente que só publica certos comentários do contra quando estão ao seu nível -baixo - e os consegue refutar. Como por exemplo, quando alguém lhe diz algo claramente mal educado e ela pode entrar na dita peixeirada. Exceptuando isso, não publica comentários que não sejam para lhe afagar o ego.

      Eliminar
    3. Verdade, e ainda disse que as pessoas são como ciganos a puxar discussão. Ela é baixo nível. Mesmo!

      Eliminar
    4. Leio esporádicamente o tal blog, e já me tinha parecido que o "tom" que escolhe nos seus post, de "desempoeirada" e "prá'frentex" é para chocar e surtir muitas vistas e bate-boca. Posso estar errada, se calhar é mesmo assim e não há plano nenhum.

      Eliminar
    5. Concordo com todas,essa "senhora" há muito que me enerva e eu não sou nada de ter odiozinhos de estimação,mas ela é tão malcriada,infantil,arrogante e prepotente na caixa de comentários que me da verdadeiros nervos. E aquilo de insultar e destratar quem discorda dela, enfim, uma peixeirada e falta de nível! Ela diz que é franca, mas na verdade falta-lhe educação e nível, que é algo que as pessoas às vezes confundem com honestidade,o que está errado. Neste post das crianças eu - que nem sou mãe e muito menos histérica ou com falta de atenção (Hahahahaha) - fui lá explicar que não concordava,educadamente e dado argumentos a meu ver válidos e acha que foi publicado?Claro que não. Enfim,acho mesmo que não volto a ir lá que tenho coisas melhores e pessoas mais interessantes com quem gastar o meu tempo :)

      Eliminar
  7. Uma coisa que me parece de valor é toda a gente ir lá tirar o like na página de FB. Não representa nada, é certo, mas se tiver menos umas centenas de like pode ser que abra a pestana e deixe de ser mal educada com as pessoas.
    Se depender de mim nem um sapatinho vende. É que prefiro andar de chanatas do LIDL a dar-lhe um cêntimo a ganhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se soubesse n tinha comprado não, que bem mal servida fiquei!

      Eliminar
  8. A lá ver... Não gostam da rapariga mas vão lá comentar (quem não gosta/concorda, não lê/visita o blog simples). Ficam ofendidas se ela não publica um comentário vosso, ela é livre de o fazer tal como vocês o fazem quando não concordam com certos comentários. Como a coisa não chega então juntam -se todas nos blogs umas das outras a falar mal dela que até parecem abutres à volta de um animal morto. Querem o quê? Palmadinhas nas costas? De certeza que ela também visita os vossos blogs e lê o veneno que vocês destilam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa conversa do "não gostam, não vão lá" já começa a enjoar. Eu até lhe poderia dizer que a experiência negativa é importante, para que o ser humano valorize o positivo.
      Mas não é isso que está em questão.. Não publicar comentários educados só porque não se tem capacidade de argumentação é reles. Além de que eu só lá fui por ter visto o meu nome lá escarrapachado. E vi-o no blog na NM, se quer saber. Não me meti em qualquer discussão, não comentei, não postei, não meti veneno. Veja lá a ironia da coisa que até acho que há locais impróprios para crianças. E disse isso mesmo.
      Acontece que não gosto do meu nome usado a despropósito. Muito menos quando a dona do espaço tem a desonestidade de o deixar usar para umas coisas e não para outras. Diga lá em quê que o meu comentário era ofensivo para não ter sido publicado. Uma criança mal educada, é o que ela é. E sem verticalidade.

      Eliminar
    2. Além de que é aldrabona, ela tem três mil e quinhentas ou seiscentas visitas /dia. Quem tem dez mil é a SMS. Basta ir ao blogometro para ver isso.

      Eliminar
    3. Ora mas não são só blogs? Para quê tanta azia da vossa parte? Julgava que este tipo de situações passava-vos ao lado. Parece que não....

      Eliminar
    4. Caramba... A partir de agora é que vou passar a ser cliente assídua. ( e se não gosta que deixe de ter o blogue publico)... O que gosto mesmo é de ler as caixas de comentários, sabes? Assim numa de experiência sociológica (há quem, com esse intuito, espreite a Casa dos Segredos eu vou passar a ir lá). Gosto de ver o que por aí anda. Sabe que eu não contacto com o grande público no meu quotidiano. Acabo por ter uma vida muito hermética com gente muito parecida comigo. E é por isso que me obrigo a sair da minha zona de conforto indo a determinados sítios (ao mercado e assim). Pensando bem até tem uma função bem digna aquele blogue... Ver como reage uma criança deslumbrada... E eu do lado de cá a ver e a aprender. Como disse, até agora quase nunca ia lá, mas a partir de agora vou andar mais atenta... Crescendo e aprendendo, e eu sou pessoa que gosta de aprender.

      Eliminar
    5. E tu, quando o blogómetro não te está a favor, simplesmente desinscreves-te até virem melhores dias. Nada aldrabona. Nããããããoo, naaaaaaada!

      Eliminar
    6. E ainda hei-de perceber esta fixação em defender a SMS depois de todas as vezes que já te vi a ataca-la lá no blogue dela. A rapidez com que o vento muda, hein?
      Eu sei que pode demorar tempo. Mas hei-de perceber.

      Eliminar
    7. Não seja imbecil, desde que me inscrevi nunca de lá saí, basta ir às estatísticas.

      Eliminar
    8. Nem a estou a defender, nem nunca a ataquei, a não ser quando lá fui dizer que achava incrível aquilo do Alli. Dificilmente uma opinião assertiva e directa pode ser considerado um ataque.
      E quando ela estava inscrita tinha dez mil visitas, sim. Devia ser o 5º ou 6º blog mais lido. Em quê é que enumerar um simples facto é defendê-la? Elucida-me?

      Eliminar
    9. "Essa conversa do "não gostam, não vão lá" já começa a enjoar."
      Sinceramente, não compreendo o porquê de enjoar. Mas se efectivamente as pessoas não gostam... porquê de continuar a visitar? Qual é a lógica?

      "Acontece que não gosto do meu nome usado a despropósito."
      Neste blog já disse a uma outra blogger que, tendo escrito um texto onde era referido o seu nome, estaria disponível para retirar o texto no caso de ela se sentir incomodada e na condição de lho pedir.
      Ora, se lhe incomoda ver o seu nome referido naquele blog, o mais natural é enviar um email é pedir que seja retirado, afinal de contas sente que está descontextualizado e nada tem a ver com o assunto. Dá para os dois lados.

      No referido comentário poderia-se ler "... e mais uma que deve ficar pelo blog da Picante.".
      Não é dito que a Picante escreveu sobre isso no blog. Não é dito que a Picante se pronunciou de alguma forma sobre o assunto. Simplesmente um anónimo disse à Mirone para voltar para o blog da Picante onde é presença assídua (tal como eu). Tem aliás a mesma opinião sobre que a Picante sobre a dita, sobre o blog, e sobre os conteúdos que lá são publicados. Não é a primeira vez que a Picante publica um texto sobre a referida blogger. Não é a primeira vez que a Mirone comenta esses mesmos textos e sabe-se a opinião (pública, portanto) que ambas têm.

      Sinceramente acho que se o comentário a incomodou assim tanto, a lógica seria ter deixado um comentário a pedir que fosse retirado. Nada mais natural e legítimo. A frase final "Mas fica a ideia, vá bloga fora enviar gente ao meu blog, pode ser que assim as marcas me batam à porta e eu possa fazer sorteios de depilações. Era o meu sonho..." pode ser entendido como provocador (não ofensivo) e, por esse motivo, não ter sido publicado.

      Eliminar
    10. Olhe o tom Picante. O tom...

      Eliminar
    11. Dizer que só se comentou três vezes e que nunca se disse que nunca mais lá voltava também pode ser considerado uma provocação... Eu, os que me vêm cá com essa conversa... Não publico nada!! Que vão provocar o raio que os parta...

      Eliminar
    12. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    13. Se não for pedir muito, anónimo das 15:00, elucide-me, por favor: qual é a minha opinião, pública ou privada, tanto me faz - desde que me diga onde a leu - sobre crianças em restaurantes, sobre o blog e a sua autora?
      Limitei-me a dizer que existem hotéis e restaurantes que não admitem crianças porque efectivamente há quem não goste. E até disse que não me choca nada.


      Eliminar
    14. Mirone,

      Em lado nenhum digo que a opinião (pública) se refere ao tema das criancinhas em restaurantes.
      São públicos os textos que a Picante publica quanto à referida blogger. A Mirone comenta grande parte deles (assim como outras bloggers mais próximas da Picante. Algumas fizeram inclusivamente textos sobre o assunto). Espera mesmo que outros comentadores não a associem à Picante? Honestamente?

      Eliminar
    15. Anónimo das 15.04
      Para gente mentirosa, que vem aqui tentar arranjar confusão, só porque sim, não tenho outro tom. Se me querem atacar, que ataquem com argumentos e inteligência. Com mentiras reles, não.

      Eliminar
    16. Anónima das 16.44
      Vai desculpar-me. Este deve ser o terceiro ou quarto post sobre o assunto pomar. É realmente raro falar sobre isso. Este post surge em função de um comentário não publicado, houve outro que surgiu em função de um comentário publicado e, posteriormente apagado. Os outros ou outro, não lhe quero mentir, já nem me lembra, acho que houve um sobre a sapatolândia. Nada de grave.
      E desculpe mas é tremendamente infantil destratar alguém só porque frequenta determinado sítio, quando esse alguém é SEMPRE educadíssimo, independentemente de concordar ou não com opiniões de terceiros. Mas o que é isto? Não se pode ter opinião?
      Mais, lhe digo, há vários bloggers com quem simpatizo e nem sempre concurso com eles, nem sempre os subscrevo.
      A senhora esteve mal. Quer para com a Mirone, quer para comigo, não lhe fui lá dizer nada de especial.

      Eliminar
    17. Anónimo das 15h
      Não é a primeira vez que isto acontece. E já lhe chamei a atenção para o caso, acontece que ainda publicou mais comentários de anónimos com insultos.
      Não valeria a pena enviar-lhe qualquer mail.

      Eliminar
    18. Anónimo das 16:04,
      Evidentemente sei que sou associada ao blog da Picante, sou comentadora frequente e temo-nos mutuamente "linkadas" nas respectivas listas de blogs.
      Coisa diferente, bem diferente, é dizer que a minha opinião sobre a blogger ou o blog é pública e conhecida. Não o é por uma simples razão, porque tive o cuidado de nunca a emitir, nem aqui, nem no meu blog, nem noutros. Se em vez de lançar suspeitas no ar for ler os meus comentários, aqui ou noutros blogs, verá que é assim, nunca emiti a minha opinião sobre o blog ou sobre a autora. Mas não seria ilegítimo que o fizesse, todos temos direito a uma opinião. No caso da Maçã, simplesmente nunca a emiti, tão simples quanto isso.
      Parece-me, no mínimo, muito pouco razoável avançar que penso isto ou aquilo, que a minha opinião sobre um blog ou um blogger é esta ou aquela só porque pessoas a quem me associa pensam de determinada forma ou têm determinada opinião.
      Até lhe digo mais, não me melindrou nada a resposta do anónimo no post citado... como não me melindraria a não publicação do post. Num blog com moderação de comentários estamos sujeitos ao entendimento do seu proprietário...

      Eliminar
    19. Sabe porque não a melindrou Mirone?
      Porque realmente não há nada para melindrar.
      Porque alguém a associou à Picante (da mesma forma que lhe são associadas outras tantas bloggers), através de um comentário seu, que nem sequer mereceu resposta por parte da proprietária. Pelo simples facto de não haver nada a responder, uma vez que se trata de uma mera ideia, um mero contributo para o tema em discussão. Eu pelo menos entendi como tal.


      Picante,
      Se ficou assim tão incomodada com o comentário (reitero, que, no meu ponto de vista, a única que poderia ficar seria a Mirone a quem alguém disse para sair de lá e ir para o blog da amiga Picante), continuo a achar que o mais sensato seria enviar um email, tal como já defendeu neste blog. Pelo mesmo motivo que fazer um post sobre o assunto também não valerá a pena (o referido comentário não irá desaparecer), mas ainda assim o fez.
      Não é para satisfação pessoal, mas sempre gostaria de ver como é que a (e passo a citar) "criança mal educada" e "desonesta" reagiria à sua interpelação. Atenção, não me refiro a uma interpelação idêntica a que fez através de comentário ("Mas fica a ideia, vá bloga fora enviar gente ao meu blog, pode ser que assim as marcas me batam à porta e eu possa fazer sorteios de depilações. Era o meu sonho...") que entendo ser em tom provocativo (minha opinião, posso estar errada).

      Eliminar
    20. Anónima. Isto não é a primeira vez que acontece. Já lá deixei um comentário em resposta a um anónimo que me acusava de comentar anonimamente, limitei-me a dizer que nunca o fazia, inclusivamente pedi desculpa à maçã pela arruaça que eu não provoquei e fui destratada. Quando lhe disse que achava mal a atitude dela, não publicou e não respondeu. Acha mesmo que lhe vou continuar a dar conversa?
      Quanto ao comentário repetido, não me ofendeu que eu não me ofendo com blogs. Acontece que a intenção do comentador é mesquinha.
      (E o meu comentário não pretendia ser provocador, disse depilações confirme poderia ter dito margarina, foi inconsciente, provavelmente associação imediata. Ainda assim não era minimamente ofensivo)

      Eliminar
    21. "Acontece que não gosto do meu nome usado a despropósito." - esta é de morte, principalmente vindo de uma pessoa que não faz mais nada que usar o nome e os posts de outros bloggers a despropósito.

      Eliminar
    22. Maria, minha querida, está enganadíssima. Eu uso os nomes de outros bloggers completamente a propósito.
      Que o Senhor a acompanhe, sim?
      (E o seu outro comentário foi alvo de censura, como seria de esperar minha Santinha...)

      Eliminar
    23. "E o seu outro comentário foi alvo de censura, como seria de esperar minha Santinha..." - Porquê? Por dizer a verdade?

      Eliminar
    24. A picante está a fazer aquilo que criticou neste post. Censurar comentários...

      Eliminar
    25. Anónimo, eu rejeito ofensas gratuitas a outros comentadores. Nunca o escondi. E faço isso ao contrário da maçã que não tem problemas em publicar ofensas a comentadores, desde que lhe afaguem o ego.
      Maria, vá dizer isso à blogger. Ela tem blog, é ir lá ou enviar um mail. Aqui não que eu não quero.
      E como a casa é minha...

      Eliminar
    26. Picante,

      Uma pessoa anda nesta coisa dos blogs na desportiva. Tanto visito o seu, como visito o paraíso. Gosto de ambas na mesma medida. Portanto espero que não entenda nunca os meus comentários como desrespeitosos, porque não é essa a intenção nem acho que faça sentido.

      A situação que descreve lembro-me perfeitamente do post em questão e da confusão que se gerou. A tal arruaça que se gerou entre comentadores. Novamente, não ponho em causa que efectivamente tenha apresentado um pedido de desculpas sincero, mas sabe a história do pedro e do lobo. É a justificação que encontro por um motivo: nem sempre concordo com ela tal como a Rosa Cueca. Nunca tive um comentário meu rejeitado. Antes pelo contrário, sempre argumentou comigo de forma educada. Vejo tanta gente aqui a dizer "é fulana que me enerva, é assim e assado, não posso com ela, não tenho comentários aprovados e sou super bem educada". Lamento, mas não acredito. Não consigo acreditar nisso, porque o ódio que certas pessoas nutrem por ela (visível nos comentários que publicaram aqui anonimamente) não me deixam pensar de outra forma.
      Quanto ao seu comentário, no lugar da visada, sabendo que tem aqui um blog de sátiras acho que pode ficar um bocado difícil acreditar que se trata de um pedido de desculpas sincero. Pode não achar muito inteligente, mas no lugar dela, em situação idêntica, embora admitindo que a deixaria sem possibilidade de defesa, minorar eventuais polémicas só se pode fazer de uma forma: censurar comentários e encerrar o assunto para que todos possam ir às suas vidas. Às vezes as coisas tomam determinadas proporções que a forma mais rápida e eficiente de por um fim é essa.

      Concordo consigo que o comentário foi desnecessário.

      Não leve a mal, mas entendi o comentário como sendo provocador (nunca ofensivo, como já disse) e achei a última frase desnecessária quer fossem depilações ou margarida. Lá está, é a minha opinião, de quem está de fora do assunto, vale o que vale.

      Eliminar
    27. Anónima, jamais levaria a mal um comentário bem educado, independentemente da opinião expressa.
      Acredito em tudo o que me diz. Eu não tive a mesma experiência, provavelmente porque tenho um blog de sátira, verdade.
      Acontece que eu acho que publicar uns comentários e não publicar outros, em que a pessoa se defende, é desonestidade intelectual. Se não queria lá o meu nome, não aprovaria comentários a dizer mal de mim, completamente descontextualizados.
      Em não querendo ser provocada, uma pessoa não provoca. Qualquer dúvida que tivesse esclarecia por mail, já fiz isso mais que uma vez.
      A atitude da menina não foi bonita e diz muito acerca de como é.
      E pronto, prossigamos que o dia hoje está lindo.

      Eliminar
    28. "Dificilmente uma opinião assertiva e directa pode ser considerado um ataque."
      tu a falares de ti própria, vai lá vai, és sempre assertiva e perspicaz, muito bem mesmo!

      Eliminar
    29. Picante, olha que não foste brilhante nesta. Estive a ler aquilo tudo e ela não fala em visitas, fala em pageviews. Eu duvidei mas é verdade, ela tem dias com esses números. A gaja não foi aldrabona e ficas a fazer figuras, não cometas erros destes!

      Eliminar
    30. AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH

      Eliminar
  9. Fazia outra ideia da pessoa em questão. Embora não me pareça de todo que seja o caso, também há pessoas que abusam nos comentários que fazem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nunca, por nunca sou mal educada. Posso ser irônica, directa, fria... Nunca mal educada.
      Não publicar o que escrevi é simplesmente estúpido.

      Eliminar
    2. Chamar alguém de imbecil ali em cima é ser... bem educada?
      E mesmo que o anónimo em causa tivesse publicado, no comentário, factos que não correspondem à verdade, acho normal chamar alguém de imbecil?

      Eliminar
    3. Verdade! Deveria ter chamado mentirosa e embecil :D

      Eliminar
    4. É imbecil e não embecil. Querem ter piada e sai ao lado :D

      Eliminar
    5. Lá está! Educação acima de tudo.
      Também alinho pelo embecil o que dá um emblemático imbecil, o que poderá perfeitamente ser considerado um elogio ou uma ofensa, dependendo do gosto do freguês

      anti.

      Eliminar
    6. " Caramba... transcrever assim, uma filha da puta de uma consulta de psicologia, com uma criança e os seus pais, só para fazer bonito no blog, não será uma tremenda de uma filha da putice?"

      "Eu nunca, por nunca sou mal educada".

      Pois.

      (a propósito, falta uma vírgula na segunda frase)

      Eliminar
    7. Anónimo das 15.16. É. Pedir a uma pessoa que vem aqui provocar ostensivamente, usando mentiras reles, para não ser imbecil é ser bem educado. Acredite no que lhe digo.

      Eliminar
    8. Picante,

      Lamento, mas ao dizer "para não ser imbecil" estava a dizer que essa pessoa se estava a comportar como tal. Logo chamou-o de imbecil. Isso não é ser bem educada. Acredito em muitas coisas que escreve, mas não nesta.

      Eliminar
    9. Picante, neste caso não acho que tenha sido mal educada, nem consigo entender o porquê do comentário não ter sido publicado, até porque não é a 1ª vez que vejo por lá comentários a referirem-se à si.
      Além disso, concordo plenamente quando dizem que a pessoa em questão deveria ter mais atenção ao que escreve e como trata as pessoas, não só por uma questão de respeito, mas também devido ao facto de ter um negócio. Nunca sabe quantos possíveis clientes estará a perder.

      Eliminar
    10. Anónimo, ele há determinado tipo de provocações tão baixas e gastas que só me merecem esta adjectivação. São provocações imbecis e mesquinhas. Poderia ter dito pouco inteligentes. Mas são mesmo imbecis.

      Eliminar
    11. Mandar alguém para "a real puta que a pariu" é ser bem educada. Tá bem...

      Eliminar
    12. Eu devo ter dito isso, directamente a alguém, uma vez. Uma. Um comentador que se fez passar por outra pessoa. E tornaria a dizer. Sem qualquer problema.

      Eliminar
    13. Picante, eu até nem ponho em causa que aquilo que foi escrito pelo anónimo é mentira. Provavelmente é. O problema é que quando nos arrogamos publicamente de determinadas qualidades o nosso comportamento não deve ser contraditório. Diz que foi provocada de tal forma que se limitou a adjectivar da forma mais apropriada.
      Pois, se assim é, porquê criticar a blogger que serviu de inspiração a este texto pela forma como trata/adjetiva os seus comentadores no seu blog? A única coisa que eu vi foram pessoas que a destrataram, em alguns casos insultaram-na. A única coisa que eu vi foi uma pessoa que respondeu à altura. É certo que grande parte das vezes baixou ao nível de quem a maltratou, mas lá está não haverá "...determinado tipo de provocações tão baixas e gastas que só me merecem..." um certo tipo de adjetivação?

      Eliminar
    14. Anónima, não é bem por isso que a crítico.
      No meu caso específico ela foi desonesta, pelo menos por duas vezes deixou que fosse atacada, quando nem lá fui, não me deixou defender.
      Quanto à arrogância dela, eu acho que ela tenta ridicularizar quem discorda dela, independentemente da educação com que o comentário é feito. É muito diferente de responder à letra a alguém que entra num blog com um insulto e uma mentira.

      Eliminar
    15. Picante,

      Lamento, mas quem comenta naquele blog revela um nível de inteligência... zero.
      Não digo todos, não digo os (supostos) comentários não aprovados, não podemos esquecer ambas que há muito comentário enviado que já é enviado com o propósito de não ser aprovado (percebe o que quero dizer? acredito que deve receber muito comentário ordinário que não é suposto ver a luz do dia, comes with the job), e depois eu só leio coisas como "adeus, nunca mais cá venho", "desiludiste-me" entre outras que tais. Para um comentário ridículo, resposta ridícula, até porque não há grande espaço para argumentar o que quer que seja (verdade seja dita). De resto, fez-me voltar ao dito textos, só para o caso de eu estar a ser injusta nas minhas observações. Não vi uma única resposta a ridicularizar quem discordou de uma forma inteligente (ou o mais próximo disso).

      Eliminar
  10. O que eu acho fantástico é esse argumento (também usado no blogue ali ao lado, o da afilhada) do copy-paste. Lembro-me de em tempos ter dito (tanto aqui, como ali ao lado) que tinha usado esse recurso caso os meus comentários não fossem aprovados nos vossos blogues e fui achincalhada, gozada, ridicularizada pelas duas até ao limite. Agora são vocês que vêm aqui gabar-se (e repito: gabar-se) de fazer o mesmo!

    A sério, não passam de umas criançolas, logo vocês que se dizem tão inteligentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe que eu não a devo ter gozado... Acho isso do copy paste uma atitude bem previdente se quer saber. Até acho que o blogger devia ter essa opção. Até fico a pensar que às vezes as pessoas investem muito tempo nos comentários e se aquilo falha ou não é publicado uma pessoa fica a pensar... "E agora?" Agora olha... "Sei lá", digo eu... É escrever tudo outra vez.

      Eliminar
    2. NM, não me faça perder horas à procura daquilo que eu SEI que me respondeu, que, ao contrário de si, eu não tempo para perder com isto (a sério que ontem esteve (pelo menos) até às 01:40 de volta deste assunto lá nos comentários do seu blogue?).

      (revirar de olhos)

      Eliminar
    3. Eu uso o meu blog. O meu. Não ando bloga fora a tentar publicar ofensas que não são aprovadas noutros blogs. Quer comparar?

      Eliminar
    4. :)) Pois.... A outra também insinuou que eu andava lá sempre metida e que tinha dito não sei quê... E sabe porque é que eu sei dos 3 comentários e do que disse ou que deixei de dizer? Porque perco pouquíssimo tempo com isto dos blogues. Leio os da minha lista (e a partir de agora o da Maçã). Vou espreitar o da Pipoca e leio quando escreve coisas dela porque gosto muito. Também vou à SMS porque gosto e leio quase tudo. De resto vou para perceber posts e por indicação de 3os. E pronto. Ponto final, parágrafo, é isto. Por isso, eu não posso ter gozado com isso do copy paste porque acho previdente fazer (como disse em cima acho que se devia perceber se o comentário foi submetido com sucesso, para se perceber se foi rejeitado ou se pura e simplesmente não entrou, não raras vezes recebo comentários em duplicado, com uma outra palavra diferente). Posso ter gozado por me ter dito que achava que eu não ia publicar ou outra coisa qualquer, mas pelo acto em si tenho a certeza que não gozei. Mas lá está... Primeiro manda-se o bitaite de achincalho mas depois ir procurar as coisas para ter a certeza do que se diz. eh pah... Isso dá muito trabalho e falta o vagar.

      Eliminar
    5. Ah e outra coisa... (Revirar de olhos duplo que eu não tenho que lhe justificar nada, mas lá está, eu sou uma boa alma, um coração de manteiga como já não há...) Sabe porque é que ontem andei de volta dos comentários àquelas horas estranhas? Porque passei a noite nas urgências de um hospital público porque o meu filho caiu e escavacou o queixo. Passei lá mais de 5 horas imagine... Ainda por cima só podia estar com o miúdo um dos pais e eu ia-me revezando com o meu marido. Depois de algum tempo e de ter percebido que aquilo não devia ser nada além do grande hematoma e enquanto estava eu fora na sala de espera. e para me distrair e passar o tempo, entretinha-me com isto dos blogues.

      E então? Estou perdoada disso das horas? (Revirar de olhos triplo.)

      e a paciência que eu tenho para aturar este gente, hein?

      Eliminar
    6. PORQUE GOSTO POUCO QUE FAÇAM DE MIM ESTÚPIDA:

      Tome lá caríssima anónima, a ÚNICA vez que falei de copy paste de comentários nesta meretriz desta bloga:

      http://calmacomoandor.blogspot.pt/2014/01/nesta-altura-da-minha-vida.html#comment-form

      Agora diga-me onde é que eu achinca-lho ou gozo alguém...

      Eu já lhe disse: eu perco muito pouco tempo com isto dos blogues, sou boa de cabeça e sei EXATAMENTE o que disse e a quem... A sério... Gosto mesmo muito pouco que façam de mim estúpida!

      Eliminar
    7. Afinal isto não são só blogs... Achincalhar os outros é bom mas quando se trata de nós, alto e pára o baile! NM acalma-te lá senão essa veia saliente no pescoço rebenta... Já estás a baixar o nível.

      Eliminar
    8. Já sei que não vão responder, mas quem é a SMS?

      Eliminar
    9. Tanta coisa com a não publicação de comentários teus por parte da maçã e agora fazes o mesmo... É pela NM ser tua amiguinha? Acho que ela tem tomates para se saber defender. Tudo farinha do mesmo saco. É o que eu digo, achincalhar os outros é bom mas quando nos bate à porta já não gostamos. Pois...

      Eliminar
    10. Ahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahah "Já estás a baixar o nível." Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah Exactamente anónimo (23:05) o que importa reter desta troca de comentários é que a NM disse "meretriz"... Imagine se tivesse dito "put@"...

      Eliminar
    11. Acha mesmo que foi por causa da "meretriz"?!? A sério que acha?!? Afinal não é tão inteligente como eu pensava que era ;)... Enfim continuem com o baixo nível a achincalhar outros blogers que vão no bom caminho.

      Eliminar
    12. Até lhe ia dizer para ir procurar onde é que eu achincalhei alguém, mas já sei que não tem tempo! (E se não foi com o "meretriz" foi com o quê mesmo? Com as caps? Assustou-se com o berro, foi?)

      Eliminar
    13. O quê que eu rejeitei? Diz-me? Queixa-se do quê, exactamente?

      Eliminar
  11. A Fruta Podre é uma pessoazinha cheia dela própria. Só ela sabe tudo. Nem se deve aperceber do quanto é ridícula e tão mal formada, meu deus... E a forma como ela trata o homem? Sempre a humilha-lo, tratando-o como uma criança. E ele feliz da vidinha dele, permite.

    Então eu, pela teoria dela, mãe de 3, todos seguidinhos, sem família ou outros por perto, com quem contar, tendo agora a mais nova 11 anos, só agora, que estão todos "civilizados", poderia ir a um restaurante? De fim de semana? De férias? ...?

    Se assim fosse já estaria maluquinha da cabeça há muito, com essa vida de isolamento social.

    Ela sabe lá a história daquela família? E se a criança é bem comportada habitualmente e naquele dia teve uma qualquer crise? Se aquela família estava de viagem e precisou de fazer uma paragem para uma refeição?

    Ela que continue a falar de cocós e puns! Mas penso como muitas outras. Ela deve estar a precisar de visitas e numa altura em que há tanta gente de férias, o número de visitas ao blog devem piorar. Não é tolinha nenhuma, sabia perfeitamente que o tema ia ser polémico. Ela adora provocar! Só não gosta de certas respostas.

    Ela que se faça mulherzinha. Ela que cresça... bem longe!!

    ResponderEliminar
  12. Nós temos, invariavelmente, dois pesos e duas medidas, especialmente quando são as nossas costas em jogo. Acho ingenuidade dizer que não se faz isso.

    As pessoas inteligentes são as que sabem dizer tudo e criticar sem recorrer a insultos ou má educação - é um predicado que já filtra muita gente. O mesmo não implica que não incomodem ou que automaticamente os outros tenham de querer lidar/argumentar com o que foi dito. Não têm.
    É um blog, para lidar com aquilo que não queremos, já temos a vida, que chega e sobra.
    No máximo poderá querer dizer mais de quem não quer lidar, do que quem falou. Mas pouco mais é que isso.

    Quanto ao blogómetro recorda-me um pouco os meninos de 11 anos a fazer xixi para ver quem chega mais longe.

    ResponderEliminar
  13. Não comentei o post sobre as criancinhas - falha grave de mãe, talvez, não ter ido em defesa de um mundo melhor, com miúdos nos restaurantes e tal. Mas a verdade é que isso é um bocado como as ondas argumentativas da amamentação e outros bichos papões tabu do mundo da parentalidade, para as quais tenho zero paciência. Não deixo de fazer a minha vida por isso, nem pretendo evangelizar ninguém a agir como eu - muito menos na lógica do porque como eu faço é que é bom.
    Mas só para levantar a mãozita no ar e dizer que já comentei a discordar da autora, mais que uma vez, e os meus comentários foram sempre aprovados.
    Quando achei que tinha razão, defendi o ponto de vista, quando achei que tinha de dar a mão à palmatória, também o fiz. Não me caiu nenhum santo lá em casa, por isso acho que estou safa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe, sorte a sua. Eu não caí nessa graça. É aproveitar que não toca a todos.

      Eliminar
    2. Pois eu nunca vi nenhum dos meus comentários rejeitados em lado algum excepto no blog dela quando discordei. E por isso deixei de a ler frequentemente pois para mim perdeu toda a credibilidade ao não ser capaz de ler uma opinião contrária, que não era rude ou mal-educada, ou seja, não era como as que ela publica para depois poder ofender quem escreveu.

      Simplesmente demonstrou (e com estes copy-paste tem sido mais vezes comprovado) que não é capaz de lidar com uma opinião contrária à sua quando a mesma não é escrita de forma rude ou mal educada.

      Eliminar
  14. Bom, bom é ter um blog 'Henriqueta free', foi ela própria quem mo disse. Queres que me vá embora daqui também?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu? Ora essa... Por quem sois. Entrai, entrai.

      Eliminar
    2. Henriqueta não te faças de coitadinha porque foste tentar arranjar confusão num post ao puxar o tema crianças quando não tinha nada a ver com as mesmas. Acabaste por levar a resposta. E agora vens para aqui lavar, a as feridas? Epá deixem o assunto morrer, por amor à santa. Já é bater no ceguinho!

      Eliminar
    3. Por acaso, fui agora ver. A resposta de sempre, arrogante e mal educada. E, provavelmente, mentirosa, também, aquilo demora algum nível de irritação.

      Eliminar
    4. Ao anónimo de 19/8 às 20.36, é tão pequenino não ter o que fazer... e andar atrás do anonimato...
      E não preciso de lavar feridas, apenas me deu vontade de rir a mesquinhez da resposta e a mediocridade da autora!

      Eliminar
    5. Por acaso até estou de férias e ontem não tinha nada que fazer. Qual é o mal? Você também comentou no tasco da outra com o intuito de arranjar confusão (e ela é que foi mesquinha e medíocre, está certo...), e isso é o quê? É ter que fazer? Qual é o mal de comentar em anónimo? Mas se quiser só para si posso ser Joana(também não é o meu nome verdadeiro), assim já tenho alguma credibilidade? Ora.... E já agora vi o seu comentário e lembrei o que tinha lido no post da maçã. E sim continuo a achar que veio para aqui lavar feridas e fazer queixinhas/pôr achas na fogueira. Passar bem.

      Eliminar
  15. Henriqueta, eu nem concordo com a maçã nesta dos restaurantes, mas és uma sonsa. Foste procurar sarilho, mandaram-te embora e ela é que é mal-educada. Estou como a Rosa Cueca, experimentavas enviar um comentário normal dizendo que não concordavas sem provocações à mistura e a ver se ela não te aceitava. Já muitas vezes comentei a dizer que não concordava com ela e nunca vi um comentário meu que não fosse aceite. Vocês também abusam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, a resposta é arrogante e mal educada, sim. E não é por causa do "Henriqueta free". É óbvio que o comentário é provocador mas é uma arte, não ao alcance de todos, responder com ironia sem cair no insulto.Era só uma provocaçaozinha, nada de grave...

      Eliminar
  16. Nunca vi nenhum comentário meu não publicado por lá, mas nunca parti para a ofensa gratuita nem dirigida a ela nem a outro comentador. Coisa que me mexe com os nervos são os comentários com o propósito de magoar (ela toda contente porque está mais magra e vai um grupo de gente má dizer que é feia ou mal feita ou que fica um bode com x roupa - juro que não percebo este género de comentários, isto não é discordar de um ponto de vista, é ser mau!) Não sei qual é o fim desses comentários, sendo o blog meu, nunca veriam a luz do dia porque não lido bem com falta de educação e de respeito. Nunca comentários que consubstanciassem algum tipo de falta de educação veria a luz do dia.

    Mas não aceitar críticas e ainda passar um atestado de burrice a quem discorda de si, bem, nem sei que chame a isso. É de uma presunção que nem sei quantificar. Faz-me imaginá-la uma pessoa que só pode julgar que dita o modo como o mundo gira, que emana as regras. E esta pessoa, para mim, é absolutamente insuportável. E eu achava-a do bem, franca, directa e não politicamente correcta, mas afinal é absolutamente quadrada e só.

    Não concordo com o post dela, porque revela quase desprezo pelas crianças, como se padecessem de um mal que é ser infantil na idade própria. Além de que, na minha opinião, o mal não está nas crianças (a serem crianças) mas nos adultos que não são assim tão adultos e não lhes impõem regras. Concordo que há crianças insuportáveis em sítios públicos, é educá-las. E não acho nada mal que existam certos meios que sejam baby free, de todo - é o mercado a dar resposta às solicitações, à procura. Mas os termos em que se expressa... Vai muito além de ser franco e honesto e bla bla bla, demonstra a frieza que vai para ali.

    E não gostei mesmo nada da forma como responde a certas pessoas (que discordaram e viram os seus comentários publicados, já agora...), alguns anónimos - se bem me lembro - e não gostei da forma como achincalhou outra comentadora (com blog), não lhe dando resposta ao comentário e sendo absurdamente infantil, como não se esperava de alguém com mais de 30 anos.

    Uma criança mal educada e mimada, foi o que ela revelou ser. Além de barulhenta.

    ResponderEliminar
  17. Além de que ela insultou, pelo menos, uma comentadora e disse que não era insultar mas sim constatar um facto (ou expressão equivalente). Isto é, quem lhe disse coisas semelhantes, estava a insultá-la, já ela estava a constatar factos. Até onde pode chegar a presunção de uma pessoa? Medinho de pessoas sem noção...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não gosto da forma como responde às pessoas. Ela tenta ridicularizar quem discorda. E sim, parte para a agressão, dizendo que não está a agredir porque aquilo é um facto.
      Realmente, depois daquele discurso fica tudo dito...

      Eliminar
    2. Concordo em absoluto com tudo o que diz sobre a criatura (e olhe que é raro) mas aqui há uma questão que me deixa perplexa... é que a Picante tem um blogue em o principal objectivo é precisamente ridicularizar outros bloggers. E, se por vezes o faz porque acha (nas suas palavras) que é quase como que um dever cívico e moral, como quando acha quea as crianças estão a ser expostas e incluídas nos blogs pelos objectivos publicitários das mães, outros casos há em que a única razão para ridicularizar as pessoas é serem, na sua opinião, pessoas desinteressantes, pacóvias e "sem mundo". E, acredite, eu concordo também nisto consigo, de facto o moço em questão é de uma pobreza de espirito patética, mas caramba...que temos nós a ver com isso? Trata mal alguém? é mal educado? Prejudica alguém com aquilo que escreve e publica (a não ser a si próprio)? Essa é uma coisa que também eu chamo de "falta de coluna vertebral", vai-me desculpar. Quanto a cometários não publicados também não pode falar muito porque também já vi um ou dois dos meus comentários feitos a posts seus ficarem por publicar e não foi por má educação ou baixo nível porque, eu sim, posso garantir que nunca o fiz, mas apenas porque acertei demasiado "na mouche".

      Eliminar
    3. Anónima, até terá razão. Realmente o homem nunca me fez mal nenhum e não creio que faça mal a alguém. A minha única desculpa é que aquela falsa modéstia, aquela arrogância toda, mexe comigo. Cada vez que me chamam a atenção para aquilo sai um post, tanta banalidade armada ao pingareu junta só me dá para o satirizar.
      Quanto aos comentários, por norma aprovo quase tudo. Ficam de fora os ataques à S que já me enjoam, a miúda não pode abrir a boca sem que lhe caia alguém em cima, ultimamente à Filipa, também e pouco mais. Mas houve uma altura em que a caixa ficou esquizofrênica, um ou dois anónimos apostados em dar-me cabo do juízo. Nessa altura cortei o mal pela raiz e rejeitei uma série de comentários a dizer mal gratuitamente. É natural que haja quem tenha apanhado por tabela, pode ter sido o seu caso, não sei..
      E, por ultimo, eu sou humana, a aprovação de comentários é subjectiva, por vezes aprovo o que nunca deveria ver a luz e elimino coisas injustamente. Devo dizer-lhe que hoje em dia não eliminarei mais que um ou dois comentários por post, é realmente raro usar o lápis encarnado, mas isto também tem fases....
      As minhas desculpas se eliminei algo indevidamente, se o fiz foi porque na altura achei o melhor. Mas lhe garanto que não foi por ter acertado na mouche, não tenho medo de opiniões contraditórias, há posts em que extremo posições só mesmo para provocar. Eu gosto de discussões na caixa, desde que educadas.

      Eliminar
    4. Desculpas aceites. Não terá sido seguramente mais do que duas ou três vezes e sempre, ao que me lembro, em posts extremamente polémicos.
      Seja como for eu entendo essa sua vontade de fazer sátira com a pessoa em questão, mas às vezes até chego a ter pena do rapaz, a sério. É que ele parece-me apenas inofensivo, não o acho gabarolas e muito menos arrogante, apenas patético.

      (confesso que quando li os dois últimos posts da criatura também me apeteceu gozá-lo. Aquilo é levar a silly season a extremos).

      Eliminar
    5. Eu vejo-o como uma cópia do Arrumadinho mas em muito mau. E posso ser injusta, que posso, mas tudo ali me parece falso, desde a simpatia à falsa condescendência quando é contrariado. A única altura em que achei que esteve realmente bem foi quando ganhou o BILF e se marimbou na PN que esteve a adiar a coisa até à exaustão. Não republicou o discurso e bem.
      Mas efectivamente tem razão, ele é realmente poucochinho e eu às vezes sou dura em demasia.

      Eliminar
  18. Pois é, a quem diz não acreditar que ela não publique comentários educados e razoáveis que discordam dela, saibam que o faz sim, e muito! Eu,por exemplo,devo lá ter comentado uma dúzia de vezes, algumas em concordância,outras não. E nos comentários que discordavam,sempre escritos no mesmo tom,uns foram aprovados outros não,sem qualquer razão aparente. O que me parece é que quando há muita gente a discordar,ela responde no seu habitual tom "toma lá que já te lixei" e outra pessoa vai lá defender a ideia da primeira que discordou ela já não pública. Para dar a entender que depois da sua argumentação infalível (cof cof cof própria de uma adolescente na idade do armário que tudo sabe cof cof cof) ninguém mais tivesse tido o atrevimento de ir lá dizer que sua sabedoria não tem razão,o que,por ser mentira e pretender criar uma conversa diferente da que realmente existiu,é intelectualmente desonesto. Sara

    ResponderEliminar
  19. Minhas senhoras, meus senhores. Os meus respeitos.
    Cento e quatro comentários, com o meu, cento e cinco; é obra!
    Ora que conclusão proveitosa, ou pelo menos aceitável, se tira desta prolixidade?
    Que quanto mais gente envolvida numa discussão sem nexo, mais burra se torna cada uma delas?

    Muito obrigado!

    anti.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O anti tem andado a colaborar, e bem, para a burrice colectiva. Continue que está no bom caminho!

      Eliminar
  20. Bonito, bonito era assistir a uma discussão entre a Luna e a Maçã.
    Seria um derby perfeito.

    ResponderEliminar
  21. A ver se desta vez eu percebi, já que não é a primeira vez que sou acusada de não acertar uma:

    A Picante escreve este post, tem variadíssimos anteriores com conteúdo idêntico sobre a personagem, coloca-a na lateral direita no separador "musas" e depois admira-se de ela não levar em conta os mails que lhe escreve a apelar a não sei o quê? É isto?

    E admira-se que ela aprove um comentário onde o seu nome é referido, por acaso sem ofensa nenhuma, apenas a mandar uma das suas "amigas" regressar à base? A aprovação desse comentário surpreende-a, mesmo quando aprova amiúde comentário ofensivos que visam outros bloggers (caso, por exemplo, da S*, que ali em cima até referiu não gostar que isso aconteça...)? É isto?

    ResponderEliminar
  22. Respostas
    1. Gosto das suas respostas, bem fundamentadas, apresentando argumentos válidos e coerentes. Parabéns pela capacidade de argumentação, Picante, assim vale a pena ler um blogue.

      Só para que conste: não acreditei quando disse que lhe escreveu mails a interceder por isto ou aquilo. Não passou de uma mentirola, obviamente. A sua cobardia não lhe permitiria tal atitude vertical.

      Eliminar
    2. Na verdade, por incrível que pareça, estou-me positivamente nas tintas para as suas crenças.
      Vá lá ler o que eu digo e não coloque palavras na minha boca, por favor. Desonestidade intelectual é feio.

      Eliminar
    3. "Não é a primeira vez que isto acontece. E já lhe chamei a atenção para o caso, acontece que ainda publicou mais comentários de anónimos com insultos." Palavras suas aqui em cima.

      Isto vinha na sequência de alguém lhe ter dito que devia ter enviado um mail a pedir para retirar o comentário. Deduzi que essa chamada de atenção no passado tivesse sido por mail.

      É a isto que chama desonestidade intelectual? E o que dizer de alguém que no mesmo post por 3 vezes confunde intencionalmente visitas com pageviews? É a isso que chama honestidade, da intelectual ou outra qualquer?

      Eliminar
    4. A miúda não pode abrir a boca que lhe cai tudo em cima, a menina do asterico.
      Mas o Bruno, a Maçã, a Luna, a leididi, a ursa não podem escrever nada que a menina cai-lhes logo em cima.
      Gosto muito da sua coerência.

      Eliminar
    5. Pois eu gosto da sua. Leididi? Luna? Ora tenha paciência... Mesmo a Maçã deve ter aqui quatro ou cinco posts. Em mil e cem não é muito.
      Passar bem.

      Eliminar
    6. 4 ou 5?????????'

      AH AH AH AH AH AH AH AH

      Ouça lá, você não é lá muito boa em contas, pois não?

      Eliminar
    7. O problema está quando as pessoas se põem a fazer deduções. Eu disse que a alertei. E é verdade. Fi-lo sob a forma de comentário e por mais que uma vez.
      Quanto ao resto são mais deduções suas. O que não quer dizer que estejam oorrectas, pois não?
      Ainda que sejam page views, variam entre as seis e sete mil.

      Eliminar
    8. Sou. Sou mesmo muito boa.
      Pode sempre ir buscar os links. Divirta-se.

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.