quinta-feira, 3 de julho de 2014

Sou uma Musa Picanteana para..

Ensinar a Picante que falar sobre puns é uma coisa perfeitamente normal. E é giro, também. Talvez, um dia, ela chegue ao meu nível e elucide as pessoas nessa coisa que é o paradigma das relações amorosas. Apesar de não ter qualquer competência no assunto, claro, mas isso das relações é intuitivo, não é? Pelo menos eu acho que é... E se eu acho que é, ensino e mais nada! Não admito discussões, ouviram? E, já agora, façam o favor de remover o pelame, suas grandes macacas...
Quem sou eu?

77 comentários:

  1. Respostas
    1. Vou aumentar o nível de dificuldade. Quando até a Filipa adivinha a coisa está demasiado facilitada...

      Eliminar
    2. Só a mim é que não me chamas isso. Vou amuar. :(

      Eliminar
  2. fácil fácil :D Olha a maçã fresquinha!

    ResponderEliminar
  3. Tenho nome de fruta? E vendo sandálias?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah!...são sandálias?
      (note to self, nunca mais lhes chamar xanatos...)

      Eliminar
  4. Deixa ver. Pelame, pêlo, pêlo é bicho, bicho é gato, gato tem pêlo...??? AH! Dúvidas co...coloridas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abusa abusa, e espera pela pancada!
      Nem sabes às quantas andas!

      Eliminar
    2. Brinca brinca.... Depois não chores que ninguém te vem acudir...

      Eliminar
    3. Isso é uma ameaça? Sério? E bananinhas? Hum?

      Eliminar
    4. Essa line (bananinhas) é da Pipinha, Picante!
      Só a Pipinha é que pode dizer bananinhas.

      Eliminar
    5. Cheguei, meus pequenos senãos. Isso é tudo saudadinhas minhas ou o quê?

      Eliminar
    6. o felídeo do acutilante3 de julho de 2014 às 17:26

      Mau. Mas isto agora é tudo o da Joana, ou quê?
      Então a bananinha não era da Pimpinela?

      Eliminar
  5. Pipocante Azevedo Delirante3 de julho de 2014 às 15:15

    A Fruta, no Jardim do Eden, com uma sandalia (ou com uma paralitica)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paralítica? errr... talvez seja melhor dizer "diferente", não? Antes que apareça aí a brigada do politicamente correcto.

      Eliminar
    2. Pipocante Azevedo Delirante3 de julho de 2014 às 16:25

      "Pimbas, enfiei-lhe uma paralítica na perna que ficou ali 5 minutos a ganir sem respirar, tombado sobre as próprias pernas com o corpo torto."

      É o golpe de eleição.
      Fatality!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Eliminar
    3. Sim, também li essa pérola. Agora, imaginem que era um blog masculino e que essa conversa se referia à mulher...giro, não?

      Eliminar
    4. Estais a falar de quem? Partilhem por favor amigos....

      Eliminar
  6. A que foi expulsa do Paraíso, com o fruto proibido ? (e lotes de baton de cieiro)

    ResponderEliminar
  7. A Maçã de Eva - essa especialista em flatulência e em sandálias também.

    ResponderEliminar
  8. É a Maçã. E eu sobre puns não falo nem com a família. Há coisas que ninguém tem de saber.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ém compensação, há outras que espalhas aos 4 ventos em vez de guardares para ti.

      Eliminar
    2. ahahahah muito bom anónimo!!!

      Eliminar
    3. Gosto muito de ver esse amor. Só amor... Não se cansam?

      Eliminar
    4. Tanto quanto a maçã se cansa das suas musas....:)

      Eliminar
    5. Anónimos, não sejam assim! Um dos maiores encantos da S* é justamente o oversharing!

      Eliminar
    6. Sim, sim... vem sempre fingir que acode por ela. Mas lá vai publicando os comentariozinhos a gozar com ela...

      Eliminar
    7. Em não sendo ofensivos, e não são, publico.
      A S sabe bem que, caso ache qualquer demais, basta pedir para retirar. Ou qualquer outra pessoa.

      Eliminar
    8. Picante, e acha que eu ainda me importo? Aturo isto há dois anos, tenho calo. ;)

      Eliminar
    9. Neste caso não acho mesmo que os comentários tenham sido ofensivos ou que a S* esteja a aturar o que quer que seja (a não ser na maneira um pouco bruta como as coisas podem ser ditas). Foi apenas comentado um facto: a própria S* conta coisas ao mundo que a maioria das pessoas optaria por não partilhar (eu ainda me lembro da dica do creme nivea nas partes íntimas após a depilação....), pelo que é bastante irónico que diga que há coisas que os outros não precisam de saber. Fora esta ironia, há quem goste e não goste de ler sobre puns e há quem goste e não goste de ler sobre ser incapaz de fazer amor de manhã sem se ir lavar primeiro....São gostos.

      Eliminar
  9. Cara Picante, uma pessoa não consegue chegar aqui a tempo, que está um trânsito que não se pode. Vejo que chego atrasada para a descoberta da fruta. Ao menos não são bananas do Lidl...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que não! Isso é que não! Isto é um blog de respeito, aqui não há linhas brancas...

      Eliminar
    2. À pois é! Mas se for a pipinha a pôr verborreia abre-se uma excepção e não se elimina o comentário com a desculpa da verborreia.
      É muito isenta, a picantetezinha, é!

      Eliminar
    3. Tento ser. Mas sou humana. Vai dai que nem sempre sou.
      Acontece que achei que aquilo ia dar mau resultado. E cortei o mal pela raiz. Acha que posso? No meu blog?

      Eliminar
    4. Mais Picante

      Que coisa feia: não ser isenta no seu próprio blog.
      Segguindo ao lógica no anónimo das 16h31 vai-me dizer que também só deixa entrar na sua casa quem quer, não?

      Eliminar
  10. A irmã da amiga da namorada do filho da Judite de Sousa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francamente! Que comentário de mau gosto!

      Picante, como é que aprova um comentário destes depois de ter feitos os posts que fez a cair em cima da PN sobre este assunto?? COMO?

      Eliminar
    2. Também não gostei. Mas eu não rejeito tudo aquilo de que não gosto.
      E dado que se trata de um comentário num blog, sob um post acerca de outro tema, a visibilidade será mínima.
      Mas não gostei.

      Eliminar
    3. Também foi apanhada pela histeria da morte do filho de uma pivot de um telejornal?
      Sabe que todos os dias morre o filho de alguém, não sabe? É preciso esse alguém apresentar um telejornal para ficarmos todos tristes e solidários com quem não conhecemos nem nunca pusemos a vista em cima?
      Nesta era da internet e redes sociais todas as comoções são tão fortes quanto passageiras, diria mesmo semanais.

      Eliminar
    4. O Pedro tem razão, mas mantemos ainda um espirito de compaixão, que vem da herança cultural cristã, que se há-de fazer ? É a inercia das mentalidades.
      Mas não é feio, pelo contrario, e se as comoções passam depressa, não quer dizer que no momento não sejam comoções, quand même.

      Eliminar
    5. Eu não sofro pela morte de desconhecidos. Não sofro, no verdadeiro sentido do sofrimento. Mas estas mortes, muito antes do tempo, causam-me sempre alguma comoção.
      Achei desnecessário, só isso.

      Eliminar
    6. O comentário do Pedrito foi de tão mau gosto como a capa da revista sábado desta semana. Vê-se mesmo que o arrumadinho trabalha lá...

      Eliminar
    7. Se quer saber, o meu comentário até é baseado numa entrevista que uma amiga do tal "filho da Judite de Sousa" deu à CMTV (onde mais!?) e onde conta como tudo se passou ou se terá passado naquela noite aparentemente de copos.

      O que acho ridículo é que nestes tempos tudo se torna numa palhaçada, por mais ou menos sérias que sejam as coisas, tudo mas tudo acaba em palhaçada.
      Veja-se o exemplo das tais miúdas raptadas pelo Boko Haram e aquela coisa do bring back our girls. Ainda alguém se lembra das miúdas?
      Até a Irina Shayk apareceu em topless a fazer pose com aquela merda do papel branco com o #bringbackourgirls... puta que pariu!

      A partir do momento em que na própria TVI a tragédia do rapaz foi A notícia de abertura do telejornal... e ainda é a própria TVI que filma a missa e o velório... o que dizer?
      Acho isto tudo ridículo.

      Hoje fiquei triste com a notícia de uma morte, Rui Tovar.
      Foi alguém que me entrou pela casa dentro desde que lembro de ver futebol na TV e até quase à minha idade adulta.
      Trouxe-me tristeza e nostalgia saber da sua morte, mas não quero ver o seu velório, não quero ver a sua viúva a chorar, não quero que não se fale de outra coisa a semana toda.

      Vivemos tempos muito estúpidos.

      Eliminar
    8. Vê Pedro, respondeu no fim à sua própria indignação, "a pivot de telejornal", como lhe chama, também nos entra pela casa dentro, a mim, desde pequena e o que chama de palhaçada, eu digo-lhe que é empatia, toda a gente sabe que morrem filhos de alguém todos os dias, mas os pais desses filhos, não entram pela nossa casa dentro, mesmo que através da televisão e portanto há um maior distanciamento, como sabe perfeitamente. Vê como lhe trouxe tristeza e nostalgia saber da morte do Rui Tovar, a mim também e agora se eu lhe disser que é ridículo, porque teve determinados estados de espírito, por alguém que era "só", olhe " um pivot de relatos e programas desportivos" e que não conhecia de lado nenhum? estou a ser parva não estou...pois, há, mas no outro caso era "só" o filho, pois, mas o processo empático é o mesmo, funciona da mesma maneira.
      Por aquilo que já por aqui li, você é um tipo inteligente e com piada, porque é que vem agora borrar a pintura toda com raivinhas desnecessárias, homem, as pessoas que sintam o que quiserem e falem do que quiserem e você deixe-se disso e continue mas é a comentar com piada.

      Eliminar
    9. Perfeitamente desnecessário discutir aqui o tema ou discutir se o Pedro tem ou não compaixão pelo que quer que seja. Isso é lá com ele e que seja muito feliz com as suas opções.

      A questão é como é que a Picante aprova um comentário destes e que moral tem para falar, quando fez pelo menos 3 posts (não fui contá-los, mas foram pelo menos 3) a bater na PN por esta ter falado do assunto no blogue. Se é a PN é porque se está a pôr em bicos de pés, se é a Picante a aprovar comentários desagradáveis está tudo bem e não se passa nada.

      Caramba, Picante. Para poder manter um blogue destes, sempre cheia de moralismos a bater em certa gente por "atitudes que acha desprezíveis" (palavras suas para justificar os posts venenosos), não pode permitir-se incoerências destas. Não pode. Senão, lá voltamos ao mesmo: é igual a ela.

      O "eu sou eu e posso o que a outros não é permitido" não é para quem quer. É para quem pode.

      Eliminar
    10. Anónima das 9.33h:
      Para começar não há qualquer comparação possível. Não fui eu que escrevi o comentário, foi o Pedro, não sou responsável pelo que ele escreve.
      Em segundo lugar o comentário do Pedro não é ofensivo, eu acho que seria escusado e não gostei muito do que li mas não é ofensivo. Não sendo ofensivo é publicado e não há mais conversa, é essa a regra que eu sigo quanto a todos os comentários. Há imensos comentários com os quais eu não concordo e que são publicados... aliás, o seu é um bom exemplo disso. Foi publicado, não foi? Também não concordo com o que diz.
      Finalmente, ao contrário da PN que montou uma acção para mostrar que é tão solidária, tão boa e tão sensível que sofre tanto como a mãe do morto, o Pedro limitou-se a fazer um comentário, podendo atá passar por insensível. São polos opostos. Não vejo aqui ninguém aos pulinhos, a tentar dar nas vistas.
      Finalmente, eu não "bati" na PN por ela ter falado no assunto. Imensa gente falou no assunto. Eu "bati" nela por ela, mais uma vez, querer tomar as dores dos outros como suas, numa estúpida e egocêntrica tentativa de dar nas vistas. Pensei que tivesse percebido isso, é bastante óbvio....

      Eliminar
    11. Pedro, é normal que se sinta mais empatia por uma pessoa que nos entra todos os dias casa dentro, mesmo que só através dos meios de comunicação social. Eu lamento a perda da Judite de Sousa, como lamento a perda de qualquer mãe.Acontece que, a ela, conheço a cara.
      Mas tem razão, são tempos ridículos, não entendo esta necessidade dfe escrever nos murais de mortos, nem destas demonstrações de profundo pesar e desgosto por absolutos desconhecidos. Uma coisa é lamentar, outra coisa é mostrar. Os tempos são ridículos porque está tudo muito preocupado em mostrar. Dou-lhe razão.

      Eliminar
    12. o cunhado do acutilante4 de julho de 2014 às 10:10

      "Em segundo lugar o comentário do Pedro não é ofensivo, eu acho que seria escusado e não gostei muito do que li mas não é ofensivo. Não sendo ofensivo é publicado e não há mais conversa, é essa a regra que eu sigo quanto a todos os comentários."

      Em que eram ofensivos os meus dois comentários a elogiarem os olhos e o sorriso da S*?
      Em que critérios se baseou para não serem por si aprovados?

      Como com certeza deduzirá, aparecerão algures por aí quando a ocasião se justificar.

      Eliminar
    13. Pareceram-me ironia pura. E, dado que falava de características físicas, não viram a luz do dia. Se de facto era um mero elogio, aceite as minhas desculpas.
      Mas, na dúvida, achei melhor rejeitar.
      (e quanto a isso, de ir depositar a outro lado coisas que eu não aceito aqui, é coisa que não me diz respeito, nem me interessa)

      Eliminar
    14. o cunhado do acutilante.4 de julho de 2014 às 10:42

      OK, Picante. Se foi essa a sua leitura, só tenho de aceitar; se bem que tratando-se de ironia não é a Picante a pessoa mais indicada para reprovar a dos outros, mas enfim, adiante.
      Deixe então que os outros façam a leitura deles, se tal me for permitido, claro.
      Era mais ou menos assim, logo após os ataques de que a S* foi alvo.

      " Não ligues, S*. Quem tem uma dentição tão perfeita como a tua e um sorriso tão bonito omo o teu, está muito acima da maldade do mundo."

      Eliminar
    15. Eu aceitarei toda e qualquer ironia para com a minha pessoa. Já destratar/ ironizar comentadores, em função de atributos físicos, e não do que eles digam, são outros cinco tostões, certamente perceberá a diferença.
      Mas está publicado, se me diz que não gozava a rapariga eu acredito...

      Eliminar
    16. o cunhado do acutilante.4 de julho de 2014 às 11:08

      Claro que percebo. E a S* também, seguramente. E de caminho todas as pessoas sinceras que ainda acreditem que o mundo não é tão ruim como o pintam.

      Eliminar
    17. Anónima, lamento. Essa discussão já era. É que nem pense.

      Eliminar
    18. Já lhe disse para não pensar. Esqueça. Já foi tudo explicado vezes e vezes sem conta. Cheira mal. Vá fazer queixinhas a outro lado.
      (e não lhe tornarei a responder, a partir de agora é só eliminar...)

      Eliminar
  11. Até agora, foi a única que descobri logo, (os outros não os conhecia) até porque grande parte dos,(para mim) bons blogues, a indica como blogue por onde passam e já espreitei e fiquei parva, ou ainda mais parva do que já era, principalmente com tudo o que alvitra sobre relação amorosa alheia, bem, reconheci ali boa vontade, mas por uma qualquer razão, que não sei explicar, não fiquei com vontade de lá voltar. E já agora Picante, a descrição que fez não podia estar melhor, só peca por ser tão elucidativa que acaba logo com o jogo de adivinhação.

    ResponderEliminar
  12. Eu gosto da maçã, não a vejo assim como a pipoca. das sandálias não sou fã, mas isso é outro assunto.

    ResponderEliminar
  13. O que já me ri com estes 3 últimos posts!
    Quer queiramos, quer não ficamos a saber os predicados das musas.
    Quero acreditar que alguns são caricaturados!
    Decididamente nunca estive à altura! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caricaturados ? (infelizmente a cena dos p...está lá, detalhadamente)
      O pelame ? uma obsessão (e links...) .
      Expulsa do Paraíso descalça, mas agora tem um belo lugar ali ao lado. E calçado não lhe faltará.

      Eliminar
  14. Reforço os meus parabéns pela inclusão da musa dois, com um nome de musa que está uma categoria !!!! Tão guru.

    ResponderEliminar
  15. À margem do tema : o Rentes de Carvalho, não tendo caixa de comentários, não pode alcançar a "relativa profundidade" destes comentários, que, parecendo de gente de baixo QI, não são.
    É um território curioso este, acredite, Escritor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo, o que é tido como uma característica de gente de baixo QI, é a falta de sentido de humor, pelo que, o Escritor, caso tivesse a caixa de comentários aberta, iria receber este comentário seu e decerto que seria o caro anónimo alvo de severa reprimenda, isto, caso lhe desse o Escritor, alguma resposta, já eu, disse-lhe qualquer coisa, sabe que a generosidade, também é característica de um baixo QI...

      Eliminar
    2. Afinal caro anónimo, (por causa de si hoje deito-me tardíssimo) tenho de lhe pedir desculpa, porque o Escritor é que motivou o seu comentário, fui ver e li e já lhe mandei um mail, se há coisa que consigo detestar mais que a ignorância e a estupidez é a arrogância intelectual, essa não a suporto, sim comentamos, logo existimos e ainda bem.

      Eliminar
    3. Caro Anónimo que se deitou tarde, agradeço muito o seu tempo e os seus comentários . São estes momentos que o Escritor não vive, através dos quais não existe. Comentemos pois, pois existiremos.
      Obrigada Anónimo a quem tirei um bocado de sono. E à Picante que publicou.

      Eliminar
    4. Também não gostei do que li. Aquilo é efectivamente arrogância intelectual, apesar de muitos dos comentários se enquadrarem no que o Escritor descreve. Aqui ou em qualquer outro blog.
      Dá-se o desconto devido à respeitável idade, os idosos têm direito a alguma falta de paciência e tolerância, já toleraram muito.
      (e, a ele, pelo bem que me faz quando o leio, estou disposta a dar um pouco mais de desconto...)

      Eliminar
    5. E obrigada aos dois (duas?), é por causa destes momentos que nunca fecharei o blog a Anónimos.

      Eliminar
    6. ObrigadA sou eu, sou umA , a que fez o comentário das 20.10 ,e hoje 9.57.
      Tenha um ótimo dia, Picante, e venha a musa quatro, que estamos todos aqui à espera.

      Eliminar
    7. Obrigada eu, Mais Picante, também sou uma, já temos conversado por aqui :), obrigada também à outra Anónima pela simpatia.
      Assina: A anónima que se deitou tarde e que hoje se viu aflita de manhã...

      Eliminar
    8. Fui ler o post do nosso Escritor.
      Não contive um sorriso, talvez porque já me habituei à sua escrita mordaz.
      Sorriam. :)

      Eliminar
  16. Continuo a acha isto muito fácil.
    AB

    ResponderEliminar
  17. A fruta é saudável e se for de qualidade melhor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás bater -te ao lugar de musa? :)

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.