segunda-feira, 23 de junho de 2014

Nunca esquecemos o primeiro

O primeiro beijo, a primeira vez que olhámos para um rapaz e pensámos que sim, que era ele O Tal, a primeira medalha que ganhámos, o primeiro ordenado, a primeira promoção, a primeira vez que chorámos, abraçadas a ele, porque é tudo tão perfeito que apetece chorar em vez de rir, a primeira vez que nos espetámos a duzentos e cinquenta, sem travões, porque confiámos e nos partiram o coração em mil pedaços, a primeira vez que nos reerguemos e levantámos a cabeça, o primeiro concerto a que assistimos, a primeira viagem só com amigas, a primeira vez que nos puseram um ser minúsculo ao colo, a primeira vez que dissemos amo-te, a primeira vez que nos despedimos de alguém que sabíamos não tornar a ver, a primeira vez que arriscámos e ganhámos, o primeiro blog que escrevemos, a primeira vez que pensámos que isto, afinal, às vezes não são só blogs.
É por isso que gosto de estreias, as estreias são de valor.
(e, para além do mais, ficam-nos na memória, é bom que nos façam sorrir, com saudade e não de tristeza..)

8 comentários:

  1. Ohhhhhhh, temos coração de manteiga...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coração? Que é isso de coração?

      Eliminar
    2. Ai que absurdo, peço desculpa, Picante. Não voltarei a fazer uma sugestão tão descabida.

      (ponto e vírgula, fechar parênteses)

      Eliminar
    3. Obrigada Mirone.
      (afinal, há toda uma reputação em causa...)

      Eliminar
  2. E descobrirmos que se esqueceram, sempre, de incluir o manual de utilizador em cada estreia -- ou pelo menos de enviar o PDF para leitura prévia.

    (Nessa parte do ser minúsculo, então, não vir com manual, é uma omissão gritante -- literalmente).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Xilre,
      E qual seria a graça se a coisa fosse programada? Onde ficaria a adrenalina? Aquele frio fantástico que sentimos no estômago? Não. Viver é bom que se farta, assim mesmo, sem pdf.

      Eliminar
    2. Devia mostrar disto mais vezes, este post para mim perante si, foi uma estréia! ;)

      Eliminar
    3. Se isto se torna recorrente as pessoas começam a achar que estou a abichanar, ou pior ainda, que tenho um coração. Não pode ser...

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.