segunda-feira, 2 de junho de 2014

Gracinha

Gracinha, meu anjo, não precisava de vir a correr, sujeita a cair e magoar-se. Respire fundo, beba um pouquinho de água, devagar, não vá fazer-lhe mal. Quando tiver retomado o fôlego diga-me, para eu lhe explicar com calma porque parecem tão grandes os peixinhos dourados quando estão num aquário redondo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.