quarta-feira, 4 de junho de 2014

Bullying

Bullying (anglicismo, bullying) é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (do inglês bullytiranete ou valentão) ou grupo de indivíduos causando dor e angústia, sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder.
bullying é um problema mundial, onde a agressão física ou moral repetitiva, deixam marcas para o resto da vida.
In wikipedia

(tão entendida nessas coisas do amor e não sabe o que é bullying...)

57 comentários:

  1. Respostas
    1. Estava a pensar o mesmo....mas vou dizer de outra forma: Quem o diz é quem o é... seguido de língua de fora!

      Eliminar
  2. "Complexo do pombo enxadrista"

    O conceito psicológico do complexo do pombo enxadrista foi criado na internet como uma ironia especialmente relacionada com debates sobre a questão "Criacionismo versus Teoria da Evolução" dos seres vivos, mas é expansível seu uso como um comportamento em qualquer debate. É usado para descrever o comportamento de um dos lados em uma discussão, onde um lado (invariavelmente o menos provido de referências e embasamento técnico-científico, ou formalismo), sem mais contra-argumentos, age com infantilidade.

    Seu comportamento é descrito pela seguinte frase:

    "Discutir com Fulano é o mesmo que jogar xadrez com um pombo: ele defeca no tabuleiro, derruba as peças e sai voando cantando vitória."

    Fonte: Wikipédia

    (Agora pense, Pipoca...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que engraçado... Ontem tive uma conversa, numa caixa de comentários ali em baixo , com uma pessoa que cai que nem ginjas nessa descrição.
      Soubesse eu desse conceito e tinha-lho dito...

      Eliminar
    2. Ainda bem que achou graça a isto. Aproveite e aplique o que eu escrevi (fonte via wikpédia) e aplique-o a si, que também pratica, de certa forma, bullying contra outros. De nada, ora essa!

      Eliminar
    3. Não viu isso na wikipedia e foi escrever em blog próprio, portanto?

      Eliminar
    4. Lá está, só está bem a dar respostas infantis. Andamos no ensino primário, é? Anda mesmo a dar as últimas (salvo seja! Desejo-lhe muitos anos de vida!) :) :)

      Eliminar
    5. Obrigada.
      É que vi isso hoje, num blog, achei coincidência. São engraçadas as coincidências, não são?
      (E a minha resposta é que é infantil,... Está certo)

      Eliminar
    6. Picante, posso garantir-lhe, com toda a certeza, que não fui eu que escrevi. Como mencionei, anteriormente, eu não possuo blogue. A minha palavra vale o que o que vale, é certo. Posso garantir-lhe que foi pura coincidência (ou então essa pessoa leu aqui e desenvolveu o assunto). Alguma pista sobre o blogue em questão? Agora fiquei curiosa...

      Eliminar
    7. Não seria correcto dizer-lhe qual é o blog. É uma pessoa que me segue, não sei se por boas ou más razões, chamaram-me a atenção para isso, eu nem conhecia o blog.
      Achei coincidência, foi só, no mesmo dia estar lá o post e este comentário aqui. Igualzinho.
      (às vezes há mesmo coincidências..)

      Eliminar
    8. Picante, acredite (se quiser, claro) que foi pura coincidência. Mas, como disse anteriormente, a minha palavra vale o que vale. Depois da sua resposta, sou levada a crer que sim, que ele há coincidências inexplicáveis. Agora fica ao seu critério acreditar ou não, na minha palavra.
      Até porque, eu tinha "tomates" (perdoe a brejeirice) para afirmar (caso fosse eu, a autora do blogue em questão) com o nick name do blogue. Fica ao seu critério acreditar ou não. Mas continuo curiosa acerca de qual será o blogue... É inevitável, digo e assumo eu.

      Eliminar
    9. Ai, Picante, essa pontuação está cada vez pior...

      Eliminar
    10. Parece que sou eu, assumidissima, creio. Picante, gosto de si, ja lhe disse. E disto tudo. E gostei tanto da historia do pombo que copiei para o meu tasco. So isso. Este anonimo nada tem a ver com o assunto. Eu comentei uma vez e so hoje este espaço. Nada mais.

      Eliminar
    11. Ah! Obrigada MJ, pelo esclarecimento. Eu bem disse à Pipoca, que não tinha nenhum blogue, logo não poderia ser eu a fazer tal post acerca do assunto. Bem-haja, já agora. ;)

      Eliminar
    12. Ah ah ah ah
      Coincidências.
      (não duvidei de si, a resposta pareceu-me genuína e eu não tenho como provar nada portanto... Achei estranho, foi só. Eu sei que há quem tenha blog e comente aqui sob anonimato pela única razão de não querer publicidade no seu próprio blog.... Nada de mais)
      E bom dia às duas, já agora.

      Eliminar
    13. Quem tem blogue, mas prefere comentar anonimamente, está no seu direito, nada contra. "Mas a César o que é de César" - isto porque a MJ esclareceu as coisas.

      Bom dia para si também, Pipoca, já agora.

      Eliminar
  3. Esta merda do bullying, aí há uns meses, ia-me desgraçando a filha. Não é fácil. Não sei como é que ela ficou (ainda é cedo de mais), já a mim, é como dizes, deixou-me marcas para o resto da vida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que sempre houve, em maior ou menor escala. Mas hoje em dia, com as redes sociais, a coisa complicou-se sobremaneira,
      Do fundo do coração, espero que não deixe marcas. Mesmo.

      Eliminar
  4. Sim senhor, isto é que é cultura...e cobardia, afinal vêm sempre mascarados de anónimos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E usar um nick name ("gloripi", como podia ser o "diabo a quatro") que dá acesso somente ao perfil, sem acesso directo a um blogue, é o quê? Tenha juízo, minha senhora. Repense nas tontarias que escreve.

      Eliminar
    2. É semi-anonimato. Tal como a Picante. Toda a gente atribui os ditos a um alter-ego. Já os anónimos só se distinguem pelas horas.

      Eliminar
    3. A gloripi diz é que há anónimos que aqui andam são pessoas que têm alter egos na blogosfera e escolhem não os usar. Deve ser bruxe.

      Eliminar
    4. Gabo-lhe a audácia para escrever posts cheios de infantilidade (ou não, ainda não sei...)

      Eliminar
    5. Eu entendo, tal como pode ser o caso dela. Ter esse perfil e comentar aqui, mas ter um outro blogue sobejamente conhecido, por exemplo, e nunca comentar com esse (atenção: não estou com isto a dizer que a Gloripi o faz ). Quem é quem aqui na blogosfera? Pois, nunca se sabe verdadeiramente. Mas no caso dela, mantenho aquilo que disse: é o mesmo que ser um/a anónimo.

      Eliminar
    6. Não duvido mesmo nada que haja quem comente sob anonimato. Apostaria, mesmo.
      (logo eu que nunca aposto sem ter a certeza de ganhar. Mas nunca saberemos quem.

      Eliminar
    7. Não sejamos inocentes, cara Pipoca, perdão, cara Picante. Cerca de 97% das pessoas que aqui comentam anonimamente têm, seguramente, blogues. No meu caso, uso o anonimato porque não possuo blogue. Acredite quem quiser, claro.

      Eliminar
    8. Eu comento anonimamente e tenho um blogue. Algum problema com isso?

      Eliminar
    9. Não há problema rigorosamente nenhum. Aliás, só comprova a minha afirmação ali em cima, ao fazer parte desses 97% que comentam anonimamente, mesmo tendo blogue. Está no seu direito.

      Eliminar
    10. Porquê 97% e não 94%?

      (just asking...)

      Eliminar
    11. E porquê 97% e não 98%?
      Eu comento anonimamente e sou do rol das más e tenho um blog onde somos muiiiiiiito amiguinhas.
      Dou-te um doce, ou um palmier se gostares mais, se descobrires.
      Tonta, mas é mesmo muito tontas que vocês são.-;)

      Eliminar
    12. Ai, esta Picante mata-me! Olhe, fica nos 95,5%, pode ser? Assim só se estraga uma casa, ora! Tanta piada que a menina tem! :)

      Eliminar
    13. Por acaso, modéstia à parte, até tenho.
      Mas não acho, de todo, que seja uma percentagem tão elevada.
      (mas que andam aí, andam....)

      Eliminar
    14. Se não é, anda lá perto. Digo eu, a avaliar pela quantidade de comentadores anónimos. E, embora não possua um blogue, já ando nisto dos blogues há anos, já sei o que a "casa gasta". Mas acredite, a percentagem deve andar entre os 94% a 97%. :)

      Eliminar
    15. Pipoca, acha mesmo que tem essa piada toda? Ora repense lá a sua vidinha... (Eu espero).

      Eliminar
  5. Se um puto é gozado ou discriminado por ser diferente, e se isso o perturba ou o deixa angustiado, pode ser enquadrado no conceito de bullying.
    O post de origem não explica tudo (acho até que fala demais) pelo que este, que derivou do outro, tanto pode ser uma mera discussão semântica como um tiro ao lado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas. Vocês são impossíveis. Do que fala, mesmo?

      Eliminar
    2. (e, palavra de honra que não li post nenhum, não tenho tido tempo, isso que descreve enquadra-se bem no bullying )

      Eliminar
    3. ganda ( como diria o JJ ) confusão, sou menos anónima do que os anónimos e há pessoas que me conhecem e que sabem quem é a Glóripi e isso basta-me, agora anónimo é anónimo como o próprio nome indica

      Eliminar
  6. Gabo-lhe os anónimos. Sério, é que ali o das 16:36 por segundos baralhou-me os neurónios que o meu vocabulário não chega para tanto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, há vida além de blogues, Facebooks e que tais, sabe? Chama-se a isto cultura geral, minha cara.

      Eliminar
    2. nheca nheca nheca
      (estou infantil, hoje, nada a fazer...)

      Eliminar
    3. cultura geral é como quem diz.
      Com o google e a Wikipédia à mão, todos são cultos e doutorados.

      Joaquina Faustina.

      Eliminar
    4. Já reparei. Pior que isso, é que é quase sempre. :)

      Beijito de Moçambique, Picante!

      Eliminar
    5. Sim, sim, cara anónima das 21:12. Então com o tem acesso a ambas as coisas, já conhecia, portanto, o conceito de "Complexo do pombo enxadrista", presumo...

      Eliminar
  7. Este post é dirigido lá para os lados do paraíso.
    Estou certa?

    JM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Giveaway Picante para quem for o primeiro a acertar!

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Fico parva com as respostas dessa blogger.......nomeadamente no post acerca das brincadeiras com o marido.....

      Eliminar
    2. Pipocante Azevedo Delirante5 de junho de 2014 às 00:25

      Paraliticas contam como violencia domestica?
      Ha ali material para um processo... coitado do homem :(

      Eliminar
  9. Bullying tem que ser praticado de forma constante e persistente. Por norma, num periodo de 6 meses ou mais. (Vejam lá bem que nem tive que ir à Wiki para saber disto).

    ResponderEliminar
  10. Onã, porém, soube que esta descendência não havia de ser para ele; e aconteceu que, quando possuía a mulher de seu irmão, derramava o sêmen na terra, para não dar descendência a seu irmão.

    Gênesis 38:9

    ResponderEliminar
  11. E o que fazia era mau aos olhos do Senhor, pelo que também o matou.

    Gênesis 38:10

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, tem conhecimento geral da bíblia, ou da biblia em geral?

      Eliminar
  12. Picante, poucas qualidades superam o dom da hospitalidade. A menina sabe receber, é uma bela anfitriã.

    Qual etérea bufa que se dispersa ao vento me despeço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A que eu gosto mais é a generosidade. E eu, pecadora me confesso.
      (Obrigada)

      Eliminar
  13. O bullying é um fenómeno social cada vez mais comum. Infelizmente.

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.