terça-feira, 13 de maio de 2014

Mas agora pergunto...

Quão maduro será uma pessoa esperar vários anos para dizer a um amigo que realmente se ficou sentido com uma atitude? 
E quão revelador de, como é que é? Raivinha nos dentes, não é? Pois... quão revelador, de raivinha nos dentes, será não falar com o amigo e esperar anos para lhe pagar na mesma moeda?
Just saying....

48 comentários:

  1. Só perguntas difíceis, Picante. Ou não.
    PrimeiraS outra vez!

    ResponderEliminar
  2. Ressabiamento, para psicóloga deveria resolver melhor os seus assuntos internos... (é ela que é psicóloga não é? se não é, está na altura de começar a fazer terapia!)

    ResponderEliminar
  3. É como no casamento. Ou falam no momento, ou calam-se para sempre.

    ResponderEliminar
  4. Excelsa, sois terapeuta? Mundo do demo ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre tive um fascínio por essas coisas da psicologia... é uma frustração que carrego não ter tirado o curso de psicóloga...

      Eliminar
    2. há um dentro de cada pessoa

      Eliminar
    3. Um terapeuta? Então mas não é um médico e um louco? Ou está a entender terapeuta no sentido mais lato?

      Eliminar
    4. "acaredito" que sim, Excelsa. Vê-se a milhas.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Eu só acho coisa de criança pequena.
      Mas às tantas, é a noção de amigo que está completamente errada, que aquilo para dizer que são amigos de uma vida basta um café....

      Eliminar
    2. Vir escrever para o blogue sabendo que a outra vai ler aquilo?
      Acho baixo.

      Eliminar
    3. Ai... Espera... mas a outra é leitora do blog?
      É pior que reles, é falta de coragem, é vergonhoso.
      ( e confirma tudo o que penso da personagem, é o quanto mais te conheço menos gosto de ti....)

      Eliminar
    4. A outra pediu para ela divulgar qualquer coisa no blogue...suponho que o leia.

      Eliminar
    5. Quem pá? contem lá!!!

      Eliminar
    6. Pipocante Azevedo Delirante13 de maio de 2014 às 23:27

      Pistas?

      Eliminar
    7. Já li. Falta de coragem? lol, eu acho que é mas é coragem a mais. Mas na mesma situação também teria a mesma atitude, mas provavelmente pela calada. Assim é mesmo só ressabiamento.

      Eliminar
    8. É espírito vingativo aliado a falta de coragem sim, é o "agarrem-me que eu vou-me a ele"
      Está averiguar-se no blog e nas poletes, que dizem amém a tudo, na internet é muito valente, contudo é incapaz de dizer a uma pessoa importante um " o teu egoísmo está a magoar-me"
      Às tantas a pessoa não é tão importante assim, que ainda hoje foi a um curso e fez mais uma amiga daquelas à seria....
      Tristeza...

      Eliminar
    9. Está a refugiar-se no blog para dar recados, era o que eu queria dizer....

      Eliminar
    10. Quando só se vive para o blog, é normal que as "amizades" venham daí. A amiga vegan e o ex humilhado pelos vistos pertencem à outra vida. Começo a concordar que é muita coisa mal resolvida, aliada ao deslumbramento de criança com o sucesso que a sua personagem conseguiu, vai se a ver e dá nisto.

      Eliminar
  6. Só gostava que não associassem as atitudes pessoais de uma pessoa com um curso na área da psicologia com o que um verdadeiro psicólogo é (ou deve ser que isto há sempre alguém com falta de profissionalismo)

    Para a dúvida da Picante: Um amigo não faria isso. Um conhecido, um colega talvez. Um amigo não. Por isso é que só devemos manter na nossa vida quem nos faz bem, quem é tóxico para nós e para o nosso bem-estar deve ser expulso das nossas vivências ou mantido na margem das mesmas mas sem possibilidade de interferir nas mesmas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão, eu assumo uma certa comichão face a psicólogos, é preconceito, eu sei, e foi uma piaducha.
      Como em qualquer profissão há bons e maus profissionais. E também acredito que independentemente do que revela até possa ser boa profissional, que isto uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

      Eliminar
  7. Sabes o que pensei quando li o post? Que aquilo é uma mentira pegada. Que é ela a querer armar aos cucos. Mas então se fosse verdade escrevia, sabendo que a "amiga" vai ler?
    Não sei, ela tem pinta de quem gosta de contar histórias, armar em fanfarrona, coisa de gente com falta de auto estima.

    ResponderEliminar
  8. Achei a atitude da amiga muito feia e se fosse comigo ficava logo ali esclarecido. Se continuasse amiga era porque a situação teria sido esclarecida e esquecida.
    A atitude de estar à espera que a amiga precisasse de alguma coisa para se vingar é simplesmente triste. Vangloriar-se publicamente de uma coisa destas é deplorável. Saber que há tanta carneirada que fazia exactamente o mesmo é assustador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pipinha, às tantas o problema está na definição de amigo. Nenhuma das pessoas a quem chamo amigo faria isso. É que nem que tivessem de levar uma caixinha com legumes e bifes de soja ou lá o que é...
      Mas há quem se torne amigo a partir de um café, como tal...

      Eliminar
    2. Exactamente. Aliás vê-se pela tantas novas amigas que tem.

      Eliminar
  9. Mais um "momento" daqueles, não é verdade?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São tantos... cada vez mais.. Dá vontade de dizer "Por qué no te callas?"

      Eliminar
  10. Se não é a do às nove, é a Pólo, isto já começa a ser um bocadinho repetitivo, não? Pronto, vá, recomponha-se lá mas é da sua raivinha dos dentes, sim?

    (ohhh ohhh que coisa horrível desabafar de algo que nos ficou entalado no blog, ohhh ohhh ainda bem que aqui são tudo pessoas suuuuuper íntegras, que nuuuuuuuunca na vida fariam tal coisa, excepto vir aqui para as caixas de comentários cascar em pessoas que não conhecem, chamar gorda a uma, chamar reles a outra, só porque podem, com grande apoio aqui da pessoa-séria-íntegra-respeitável-wannabe-pipoca-mor picante)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cala-te Polo. Não respondas Picante.

      Eliminar
    2. Não acredito que ela fizesse isso..

      Eliminar
  11. Eu também concordo com o anónimo ali de cima: há para ali muita imaginação. Vou lá, há algumas coisas a que acho piada mas também há outras que me parecem tão forçadinhas. Dá a ideia que volta e meia anda a inventar coisas para ter o que publicar. Eu devo ter uma vida muito monótona, se calhar é isso, mas as vezes parecem-me acontecimentos a mais para uma pessoa só :P *Rita

    ResponderEliminar
  12. Que vergonha! "Toma, toma agora ganhei eu".. arghhh a mandar recadinhos pelo blog.... MS

    ResponderEliminar
  13. Que vergonha, o ultraje, mandar recadinhos pelo blog... isto num blog que a única coisa que faz é mandar recadinhos a outros bloggers. Oh the irony...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este blog não manda recadinhos. Goza. Assim, com todas as letras. Não confundir, não?

      Eliminar
    2. Ah bom, entendi. E o outro não, não goza? Não conta situações caricatas exactamente com esse propósito? Ah, espera, aqui a picante pode gozar com toda a gente e ter caixas de comentários onde as mui buenas personas se referem a outras que não conhecem como "a gorda" e é muito bem formada, já a pólo não pode gozar com ninguém - família, clientes, amigos, whatever - que é logo muito mal formada e cai-lhe a maralha toda em cima. Ai os double standards...

      (dado que o relato foi de uma conversa com a pessoa em questão, hmmm xacáver... se calhar o recado não foi mandado pelo blog, não? foi apenas descrever uma situação. cá pra mim, que sei ler, claro. )

      Eliminar
    3. Se acha que é a mesma coisa gozar com atitudes, que se acham ridículas, de desconhecidos ou com a família, ainda por cima quando a família são os pais do marido. Ou postar fotografias de amigos no blog só para os ridicularizar... Bom, se acha que é o mesmo então não tenho nada para lhe dizer. Fique na sua.

      Eliminar
    4. E já agora, vou contar-lhe uma novidade: este blog não goza, manda bocas, e vive dos comentários que daí vêm. Gozar implica humor, e isto não é humor, não é engraçado, não faz rir, são pura e simplesmente ataques directos.

      Gozar goza a palmier, que o sabe fazer, e o faz de forma inofensiva e com muita piada. É descobrir as diferenças.

      Eliminar
    5. Inteiramente de acordo com este anónimo. São, simplesmente, ataques diretos.

      Eliminar
    6. Caros anónimos, double standards têm os bloggers que gozam e criticam quem querem e depois se amofinam com o facto de serem gozados ou criticados. Afinal, somos todos iguais. Se tirarem os óculos pónei de certeza que concluem a mesma coisa.

      Eliminar
    7. Mas eu não me amofino... Mais... até lhe lanço o repto: abra um blog e goze comigo.
      (mas com inteligência, está bem?)

      Eliminar
  14. Não me lembro o que comi na semana passada, quanto mais ir rebuscar à memória estórias-de-calimeros-passados com o objectivo de "um diiiiiiaaaaa, um diiiiiaaaa verás!".
    A máxima do amor com amor se paga revela muitas vezes mais falta de espírito, que aquela outra coisa gira do dar a outra face e manter a classe.

    ResponderEliminar
  15. Não sei porque reclama tanto cara MP.
    Estão-lhe sempre a fornecer material de primeira, devia levantar os bracinhos ao céu e agradecer.
    Só tenho pena, tendo em conta a sua imensa capacidade para nos arrancar umas gargalhadas, se dedique quase só a 2 ou 3 personagens.

    Há coisas tão boas por aí. Ou deveria dizer tão más?

    AB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu evito meter-me com blogs pequenos. Uma questão de equilíbrio de forças...

      (mas a verdade é que também não conheço assim tantos blogs..)

      Eliminar
    2. Também não conheço assim tantos vá. Sofro de curiosidade mórbida por alguns e por isso vou lá visita-los quando não tenho mais nada de que fazer.
      Mas tivesse eu o talento da cara PMP e acho que me conseguia dedicar quase em exclusivo a um. E olhe que não é dos pequenos.
      (convenhamos que não é gigante, mas já tem uma dimensão).

      Valha-nos a riqueza e variedade deste mundo dos blogs para haver comediantes para todos.

      Eliminar
    3. Diga lá qual é...
      (eu não publico o comentário...)

      Eliminar
    4. Ah esse... Tenho-o aqui no feed, mas nunca me puxou o post...

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.