sexta-feira, 30 de maio de 2014

Os meus comentadores? Gosto deles, pois que gosto

Há algo de errado quando num texto sobre uma acção solidária a palavra que mais salta à vista é "eu".

(Em querendo identificar-se faça o favor, eu não o vou fazer, não vão cair aqui as donas Joaquinas do costume)

Ó senhora... Senhora... Ó senhora... Senhoraaaaaaaaaaaaaa

Sim... a senhora mesmo, queria aqui fazer-lhe uma perguntinha, estou aqui com uma duvidazinha, senhora, ouvi falar disso da festinha e fiquei aqui com uma interrogaçãozinha...
E medulazinha? Recolhe?

Quereis saber o que realmente me irrita?

Pois então ide aqui
Ide sem demora que aquilo é um blog em bom. Uma coisa comme il faut, a Filipa escreve que é uma maravilha, é uma verdadeira delícia lê-la, já para não falar das caixas de comentários que são de ir às lágrimas, verdadeiramente hilariantes.

(aquilo sim... uma verdadeira categoria, nada como uma boa gargalhada para estimular a produção de endorfinas, além do que trabalha o abdominal .. cá agora sementes e workshops... pffff)

Ainda as dúvidas, ai meu Deus, as dúvidas...

Também notam um vazio profundo e escuro, uma ausência incomodativa, um deserto abrasador, um zero redondinho, no que aos blogues masculinos diz respeito ou é só de mim, que gosto de subir a puta da fasquia?

Das coisas serem como são

Até onde se está disposto a ir em prol de um afago ao ego? Qual é o limite para se mostrar que se é tão grande, tão boa pessoa, tão maravilhoso? E já que estamos em maré de perguntas, porque raio há quem só se sinta feliz a impigir aos outros que é tão grandioso?
Dúvidas. A minha vida é isto.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

E ainda que mal pergunte...

E então aquilo dos barretes mitra era o quê? Uma ideia extremamente criativa e original? Ou mais um daqueles mil trezentos e sessenta e sete negócios do facecoiso, que nem impostos pagam? Pois...

A ver se eu percebo a ideia...

As coisas que vêm da Fe e da Fi são verdadeiramente originais e criativas, se vierem da So ou da Su, provavelmente também serão, por razões que a própria razão desconhece. Agora a Pi, a Xa, a Ne, a Mi ou a Se... é que não, Deus nos livre de fazerem o mesmo que a Fe ou a Fi, até porque, a Fe e a Fi, para além de verdadeiramente diferentes, entre si, são também as inventoras da coisa, tudo o resto são imitações rascas.
É isso? Terei percebido bem?

(e eu a pensar que era uma tentativa pouco subliminar de dizer "Aqui, estou aqui, aqui, AQUI, estou aq...")

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Pronto, pronto... já passou

Se por acaso, te equivocares e fizeres o post errado não desesperes, não peças desculpa, não te entristeças. Depois do post errado tornarão a vir os posts certos, as pessoas olvidam, depois da Jonet veio a Pepa, seguiu-se a Cristina, com aquilo dos pobrezinhos, a Doce com os Óscares, não te preocupes, já ninguém se lembra, os poucos que ainda recordam já não se indignam, a tua imagem sairá intacta.

(mas, só aqui entre nós que ninguém está a ouvir, vamos começar a dar mais atenção aos pormenores, sim? os pormenores fazem tanta diferença...)

Quem me explica a puta da utilidade disto #125.25


E eu, que sempre quis ter um blog colectivo...

Agora tenho.
(uma espécie de blog colectivo, vá...)

Acabei de decidir...

Um dia que me enfastie da Picante, vou ter um blog com um alter ego masculino, há-de ser uma coisa assim em bom, hei-de ter um monte de meninas a suspirar, que isto na blogo, em se sendo homem, saber escrever é apenas um detalhe de somenos importância.

terça-feira, 27 de maio de 2014

Do fim de semana que passou

Primeiro o tipo disse "will you dance with me" e eu disse que sim. Depois o tipo perguntou "do you love me" e eu quebrei uma regra. E depois cantou Sinatra e Queen e U2 e Blur e foi magnifico. E, no fim, cantou Angel e levou-me ao céu.
Foi um concertão, ao nível dos melhores que já vi. Apesar de não ter tirado as luvas brancas e de não ter puxado uma rapariga para o palco. Mas caso o tivesse feito, teria sido eu. Tenho a certeza.

Longe vai o tempo...

Em que eram os iniciados, nisto dos blogs, os únicos que se preocupavam em ir prantando comentários nos blogs dos consagrados, na tentativa de nos chamar a atenção, de atrair visitas até aos seus próprios blogs. Mas os tempos mudam, hoje em dia é frequente ver uma espécie de consagrados aos pulinhos, gritando "Aqui, estou aqui, aqui, AQUI, estou aq...", na vã tentativa de chamar a atenção, de se mostrar amigo dos consagrados à séria.
Valha-nos a atitude dos realmente consagrados, continuam a bocejar, perante tanto pulinho e patético esforço em ser aqui da malta, em mostrar que se é amigo de toda uma vida.
Os verdadeiros consagrados? Fácil... todos os blogs que participaram naquilo do Super Ego, visados e mentores... e mais um, claro,  toda a gente sabe que às senhoras em estado de graça só se dá miminhos, cá felicidades, Sónia e bebé eme.

E então?

Pois que temos mudanças na casa, uma mulher aborrece-se de andar meses a fio com os mesmos sapatos, vai daí que resolveu encomendar uns sapatinhos novos. 
Espero que gostem, em não gostanto, olhem... gostassem. Sim, que este novo header custou-me os olhos da cara, sô dona Palmier é uma designer carérrima que dói, com os preços que pratica não admira que ande aí a comprar casas e viaturas, só para depois os poder ostentar no blog.
Obrigada Palmier! És top. Está muy hermoso e tudo e tudo.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

E daí....

Aquilo da mixórdia dos temas acaba com o Super Homem e o médico a combinarem um encontro, não é?

(talvez tenha razão.... as minhas desculpas...)

O Ricardo Araújo Pereira lê o quê?

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH.

(o menino é tãaaaaooooooooo engraçado...)
(já a minha mãe usava a expressão kryptonite para designar algo que a enfraquecia mas, lá está, a minha mãe é a minha mãe, uma visionária...)

Pardon my Portuguese

Em uma pessoa ouvindo alguém usar termos ingleses (será que deverei dizer English?), a torto e direito, de tal maneira que não profira uma única frase sem que use um bonito (será que deverei dizer pretty?) must-have, nesting, baby, mom to be e mais uma série de preciosidades que agora se me esquecem,  uma pessoa (será que deverei dizer person?), poderá ser levada a pensar (será que deverei dizer assume?) que outra pessoa é invulgarmente instruída (será que deverei dizer learned?). Acontece que uma pessoa é observadora (será que deverei dizer observer?) e uma pessoa nota, com algum pesar (será que deverei dizer regret?), que outra pessoal mal sabe escrever Português.
E vai daí, que uma pessoa sorri condescendentemente, enquanto lhe passa pela cabeça a tenebrosa imagem de alguém que veste um Valentino alta costura, enquanto se calça na Sapatolândia e usa uma clutch da loja do Wong Chin Fon

domingo, 25 de maio de 2014

Que vais fazer agora, Picante?

Vou buscar os meus bilhetinhos e vou ver este senhor. Nem é que goste muito de o ouvir, que não gosto, acontece que ele, em palco, é verdadeiramente brilhante.


(e diz que puxa sempre uma rapariga para o palco, que a beija... um beijo daqueles em que uma pessoa descobre o sabor da língua de outra pessoa e dá-se o caso de acontecer que eu sou uma optimista incorrigível...)

sábado, 24 de maio de 2014

Do dia de hoje

E aquele six pack, hã?....

Onde estás agora, Picante?


Triste ideia a minha, para qualquer lado que me vire só ouço castelhano, a minha cidade foi tomada, pessoas, isto é verdadeiramente grave...

De como tudo na vida se resume a matemática

De acordo com a numerologia Pitagórica, nove significa inspiração. É o final de um ciclo e começo de outro, que ironia deliciosa, senhores!... A partir de ontem, nove passou a significar desespero, embora esteja em crer que se mantenha isso dos ciclos a acabarem.

(e não, isto não tem nada a ver com horas, é bem mais subliminar que isso...)

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Das coisas que me aborrecem

As Rosinhas, hoje, estão imparáveis, só pérolas. Umas atrás das outras, cada uma maior que a anterior. E eu sem tempo.... Avizinha-se uma segunda-feira bombástica. Em me apetecendo, claro.

Gracinha, era só uma gracinha...

Então minha querida? Que é feito dessa maravilhosa qualidade humana que é o poder de encaixe? Aquilo era só uma gracinha, Gracinha... olha... outra gracinha.. ahahahahahahahah Pois então a menina não vê que a humor tonto, se responde com humor ainda mais tonto? Acha mesmo que eu perco tempo a cortar tomates para a salada? Mas então não se está logo a ver que é a dona Joaquina que faz a salada? Ó minha Santinha, que ingenuidade a sua...
Mas agora, que estamos só aqui as duas a falar, de pessoa de saberes acumulados para pessoa tontinha, diga-me lá que triste ideia foi a sua em ir apagar o comentário? Caramba, minha Santinha, mas então não sabe que existe aquela coisa do print screen? Agora, além de as pessoas acharem que a menina tem umas gracinhas tontinhas ainda poderão cometer a injustiça de pensar que tem uma enorme falta de poder de encaixe. Ou pior... que tem um super-ego sem fundamento... oco, percebe? Veja lá isso, sim? Mais atenção aos pormenores, olhe que as coisas são como são e os pormenores são tudo na vida...

(mas a menina é engraçada... isso de dizer que até recusa noites em hotéis de luxo com menus de degustação e tudo... ahahahahahah... tão engraçada... também brinca aos pobrezinhos?...)

E se um desconhecido te oferecer um poema?

Um dia já foi Pipoca,
Agora é a mais Picante,
E mesmo sem mostrar a pernoca,
Consegue ser elegante.
Diz-se que é da Amadora,
Isso é o menos importante,
Doméstica ou mesmo doutora,
Para o caso é irrelevante.
Os blogs são isto mesmo,
Instrumentos de diversão,
Com bagas de goji ou torresmo,
E  sumo de uva ou limão.
Até a donas Joaquinas,
Têm a sua piada,
Elas bem tenta coitadas,
Mas só dizem saloiada.
Ficam as palavras singelas,
De uma visitante fiel,
Que não sendo de Odivelas,
Gosta mais de si que de mel.

A Arrumadinha, que é um mimo de pessoa, teve a gentileza imensa de me enviar esta preciosidade. E eu, que não passo de uma pessoa simples, fiquei comovida, que fiquei. É que já me escreveram cartas de amor, já me dedicaram canções, já me dedicaram poemas de autores famosos, eu sei lá... Mas, um texto assim em verso, só escrito para mim, nunca ninguém tinha feito. É uma estreia e eu sou pessoa que valoriza estreias.
Muita saudinha, Arrumadinha, bem haja.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Às vezes, muito raramente, lamento ter deixado cair o Pipoca, a coisa teria sido ainda mais enfática...




Les uns...

E é por causa dessa genuinidade, que "les uns", serão sempre "les uns", uma pessoa até pode nem se divertir com o que dizem, desgostar do leite que bebem, aborrecer-se com uma ou outra coisa que fazem, mas depois... bem depois choram porque têm um problema, riem de felicidade com o que a vida lhes traz e a empatia volta. É verdade que só falo por mim, não sei nada das outras, mas "les uns" serão "les uns" que isto a vida é como é.

Les uns et les autres

Gosto de gente genuína. Gente que chora, em estando triste, gente que ri com vontade, gente que perde a paciência porque está cansada. Gente cuja casa se suja ou cujas roupas se rasgam. Gente que é humana. Eu cá só falo por mim, mas é exactamente por isso que eu gosto dessa gente, por ser humana e genuína.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

The day after the day, after the day after, which was only, after all, an ordinary day

Aqui há uns anos, fiz uma road trip por Marrocos, não me hei-de esquecer da sensação de desembarcar em Ceuta e ser rodeada por guias, todos a tentarem chamar-me a atenção, que nos alugavam automóveis, recomendavam hotéis e restaurantes e o diabo a quatro. Aquilo, às tantas, começou a entediar-me e dei por mim a reprimir bocejos. O mesmo aconteceu em Marraquexe, quando tive a infeliz ideia de distribuir esferográficas bic, em pleno souk. Fui imediatamente rodeada por dezenas de crianças, todas queriam esferográficas e rebuçados. E eu? Bom... na verdade eu não tinha mais rebuçados para dar, tinham-se acabado, de nada adiantava os petizes gritarem ou esbracejarem, na tentativa de me chamarem a atenção, de me dizerem que estavam ali. A vida é como é e a festa já tinha acabado...

A propósito de tudo ou de nada

May the force be with you.

terça-feira, 20 de maio de 2014

Not over till the fat lady sings


Estou para aqui convencida que este blog só voltará a estar activo para a semana, isto é muito duro, uma mulher não aguenta, não que escrever custe, não custa, mas doem os abdominais de tanto que ri ontem. Foi um prazer, espero que se tenham divertido tanto quanto eu.
(Céus! Usei a palavra gorda... e agora?)

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Sete Blogo-Pecados







 

Noventa anos de blogs...

Já vos disse o que é preciso para se ser uma sumidade, nisto dos blogs?....

Porque leio blogs?

Porque, em lendo blogs, fico a saber quem tira as fotografias mais estilosas, quem dá cartas, nisso de satirizar, como fazer os cachinhos mais bonitos da blogoesfera, que migalhas não são, necessariamente, restos de pão, quem observa quem, que Yolanda não é nome próprio e que o homem aranha pode ser uma patologia extremamente grave.
E claro, porque me apetece. E em me apetecendo....

Que vês da tua janela?


Sonhei com um Skoda Octavia

Era um jantarinho de bloggers, estavam lá todas... as doces, azedas e picantes, saltos altos incluídas, havia bolos e letras, havia quem só olhasse, havia quem brilhasse. Vi por lá gente de fralda, princesas, ursos brancos, gatos, preguiças e desportistas. Não sei o que lá fui fazer, nunca vou a eventos, disto dos blogs, mas a verdade é que as coisas são como são e eu sonhei com um Skoda Octavia.
E lá estavam elas, conversavam animadamente, pareciam amigas de uma vida.
E lá estava eu, tentando chamar-lhes a atenção, ansioso... gritando "Aqui, meninas, estou aqui, aqui, AQUI, meninas, estou aq..."

A verdadeira razão do meu lendário optimismo...


Em verdade te digo Ruben Patrick

Não há nada mais estimulante que uma mulher inteligente.

(desde que faça esqui, não adoce o café, use óculos de massa e tailleurs Prada, conduza uma viatura alemã, recite passagens de Eça, distinga Bach de Mozart, não ponha os cotovelos em cima da mesa, não diga éle ó éle, não descure os pormenores, goste de Goya, prefira Londres...)

Não percebes nada disto, Tio Salgado

Ouve com atenção Tio Salgado, eu sei que não estás habituado a ouvir-me, pensas que sabes tudo, disso de conquistar uma mulher, que sabes fazer as escolhas perfeitas, passei anos a ouvir os teus conselhos e para quê, Tio Salgado? Para quê?
É verdade que me ensinaste a escolher vinhos, a abrir as portas dos automóveis, fui buscá-las a casa, entreguei discretamente o cartão de crédito ao empregado e quase ia à falência, de tanta conta que paguei em restaurantes caríssimos, desliguei sempre o telemóvel, olhei-as nos olhos por mais tentador que fosse o decote, tirei o casaco quando tinham frio, abracei-as carinhosamente sem lhes tentar conhecer o sabor da língua, cozinhei para elas revueltos com farinheira de porco preto, jantei inúmeras vezes ao som da Bartoli e de Aznavour, renovei o guarda roupa, camisas brancas com botões de punho, fatos às riscas, falei-lhes de Bizet e de Saramago, até joguei xadrez com elas, caramba!
E sabes o que aconteceu, tio Salgado? Queres mesmo que te diga? Pois adormeceram todas. Todas, Tio Salgado!...

O verdadeiro objectivo da guerra é a paz

Não sei se sabem, mas Sun Tzu foi um general filósofo. Talvez o único.

O Picante Salgado faz serviço público e aconselha razoáveis blogs

A Dúvida mais Arrumadinha
Calma com a Carlota
Maçã Pasmada
Mirone sem Blog
O Palmier mais Doce
Sexinho às Cinco

(não tão bons como o meu, mas eu sou eu, afinal já levo setenta anos disto dos blogs..)

Tem razão, mas é que tem mesmo muito razão

Isto dos blogues anda um tédio, começo a ficar verdadeiramente maçado, logo eu que só me permito ficar maçado com as derrotas do Sporting.
As das roupas lá continuam, dia após dia, mês após mês, a publicar as mesmas fotografias com vista para a Reboleira, em roupas medonhas adquiridas em lojas de centro comercial, nada de novo.
As dos baby blogs falam-nos dos seus filhos, sobre-dotados, crianças lindas e adoráveis, já sabem contar até dez e só têm cinco anos, tudo igual.
As das promoções continuam a tentar impingir-nos cremes que não emagrecem, falam-nos das estadias maravilhosas que tiveram em hotéis de segunda categoria, alisamentos de cabelo e depilações de alexandrite, dizem-nos que pagaram e gostaram, que aquilo é mesmo em bom, e nós a ver que não... e nós a ver que não.
As irónicas mantêm-se iguais, repetidamente espreitam os blogs consagrados, no patético objectivo de fazer as mesmas piadas sobre os mesmos assuntos, acham que nos divertem, que são muito engraçadinhas, mas as coisas são como são.
As dos diários de bordo insistem em contar-nos a sua vidinha, lá continuam a dar-nos pormenores sobre o que comem, dizem-nos como os seus pseudo machos alfa as fazem felizes, cinema sábado à noite depois de um jantar num desses restaurantes inenarráveis de centro comercial... cuidam que nos interessamos.

E eu? Eu ficarei bem, não se preocupem comigo, fico sempre bem, continuarei a escrever o mesmo post, nos próximos cinquenta anos.

Dupond & Dupont


Fecha os olhos...

Dá-me a mão, não tenhas medo, não te deixo vacilar, confia em mim, sou o género de homem que não te deixará tropeçar, ensinar-te-ei o prazer dos sentidos, a distinguir a Callas da Bartoli, logo aos primeiros acordes, é importante que não as confundas, sabes? Aprenderás a apreciar a textura dos taninos, sente os aromas, saboreia.... Não.. não abras ainda os olhos, guiar-te-ei enquanto dançamos, sente a magia, aspira os perfumes e confia. Confia sempre. Não há nada mais estimulante que conquistar a confiança de uma mulher.

(talvez te espetes na primeira curva mas as coisas são como são...)

Os problemas das mulheres

Em um tipo sabendo escrever, perdem o discernimento, em um tipo insinuando que tomará conta delas, fecham os olhos e começam a sonhar.
E em verdade vos digo, poucas coisas há mais divertidas que fazer sonhar as tolas das mulheres.

Pois não?

No amor e na guerra não vale tudo, por muito que gostemos de pensar o contrário.

Setenta anos de blogs...

Não sei se já vos falei da aposta? Estava com os amigos de uma vida, no Museu do Arroz, disseram-me que perdi uma aposta....

domingo, 18 de maio de 2014

E a sensação?...

De passar umas três horas enfiada numa livraria, completamente sozinha, a folhear livros, com toda a calma do mundo, e a decidir o que vou comprar, na feira do livro?

sábado, 17 de maio de 2014

E agora só aqui, entre nós, os consagrados...

Finalmente andamos a ler os blogs certos, hã?...

(ou queria um post com mais de quarenta comentários... há quanto tempo isso não acontecia?...)

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Diz que este blog é considerado extremamente divertido, estiloso e inteligente

Eu queria agradecer à minha mãe e ao meu pai. Na verdade, eu queria agradecer ao condutor do autocarro que levou a porta do automóvel da minha mãe, o que fez com que a mesma lhe batesse violentamente, ao voltar para trás. Sem o condutor do autocarro, não me recorda o número, a minha mãe não teria ido parar ao hospital. Sem ter ido parar ao hospital, não teria conhecido o meu pai e eu não teria nascido. Obrigada senhor motorista do autocarro que agora não me recorda o número, não sei se já disse. Sois grande.
Também queria agradecer ao meu amigo Jorge. O meu amigo Jorge escreve num blog, daqueles dos bons, ele tem jeito para isto das palavras. Um dia, estávamos a almoçar, e o meu amigo Jorge confidenciou-me que tinha um blog. Foi o meu amigo, chama-se Jorge, não sei se sabem, mas foi o meu amigo Jorge que me despertou o bichinho, para isto dos blogs. Gostei tanto do que fui descobrindo que decidi escrever o meu próprio blog. E, de blog em blog, lá nasceu a Mais Picante.
Não me posso esquecer de agradecer aos meus leitores, as pessoas que diariamente vêm aqui ler-me. Sem eles nada disto seria possível. E aos meus comentadores, pessoas que vêm aqui, diariamente, comentar o que escrevo. Alguns comentadores gostam muito do que escrevo. São pessoas quase tão inteligentes, divertidas e estilosas como eu. Outros comentadores não gostam, são na sua maioria as donas Joaquinas, coitadas, chegam a dar-me dó, nunca serão verdadeiramente estilosas, sempre ocupadas a ver as estatísticas do meu sitemeter, a bater palminhas quando as visitas caem, a suspirar de raiva quando sobem, um desassossego... pobres donas Jioaquinas.
Mas neste momento em que me sinto tão feliz que só apetece gargalhar eu quero agradecer a todos os que aqui passam. Não me posso esquecer do Anónimo das 15.21, bates forte cá dentro! E do Anónimo das 10.45, sabes que és especial, não sabes? Ah... e o Anónimo das 22.34, não há palavras para descrever o teu carinho... muito e muito obrigada!
E finalmente para ti, o meu último agradecimento, tu que me inspiras todos os dias, que me fazes querer ser uma blogger melhor mais divertida e estilosa. Temos aqui uma relação para a vida, obrigada meu blogger luz, sem ti nada disto era possível.

(ai, não era ainda para agradecer? e agora? mas então já está tudo preparado... até já comprei os camarões e o Raposeira... e agora senhores? não se faz isto a uma mulher...)

Futurologia Picanteana

A julgar pelo desacostumado silencio, da criadora de tão importante distinção, prevejo que este ano, seja o último ano, daquilo dos bloggers com quem as parvas das leitoras gostariam de praticar o amor.

(aqui que ninguém nos ouve, diga lá, minha querida, ficou para morrer não ficou? é natural... é natural.... eu também ficaria, ter de dizer que já comeu pior e não lhe fez azia, não é?...)

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Sobre aquilo do BILF

Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahshahahahahahahahahahahahshahahahahah

(peço desculpa, sim? Isto não costuma acontecer-me...)

Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahshahahahahahahahahahahahshahahahahah

(vou ali respirar fundo...)

Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahshahahahahahahahahahahahshahahahahah

(só mais um minuto que já me recomponho, eu consigo! eu acredito!)

Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahshahahahahahahahahahahahshahahahahahahahah 

(pronto, é escusado.... pode ser que amanhã a coisa tenha passado...)

Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahshahahahahahahahahahahahahahahhahah

Sim, isto é um post sobre marcas

Achei que gostassem de conhever algumas das marcas que uso. Eu gosto de marcas, ele há umas melhores que outras e eu, que apenas quero o vosso bem e felicidade, resolvi, a título excepcional, abrir as portas da minha intimidade e partilhar com vocês algumas das minhas experiências.

Por exemplo, em falando de gelados, eu gosto de Haagen Dazs, gosto muito de um de menta e do srawberry cheese-cake, mas na verdade não sou esquisita, e gosto de quase todos os sabores (HAAGEN DAZS, leram bem?). Em se tratando de chocolates, a minha preferência já cai nos Godiva, são um pouco caros, é verdade, mas aquilo é coisa para levar uma mulher ao céu (GODIVA). E as sobremesas? Upa, upa, sou fã de A Tarte e de o Melhor Bolo de Chocolate de Mundo (A TARTE e MELHOR BOLO DE CHOCOLATE DO MUNDO)..

A minha manteiga preferida é a President, com sal grosso, hummm... aquilo no pão quente é a bela da maravilha. Não recuso um Esporão, está entre os meus favoritos, assim como Mouchão ou Tapada de Coelheiros, verdadeiros néctares dos Deuses. Já nos whiskys a minha preferência vai para o James Martin's, Bushmills se tiver de descer de divisão, vá... Mas a minha bebida favorita é mesmo o champagne, Veuve Clicquot, se não for incómodo que o Cristal está pela hora da morte,

Não gosto de roupa dessas lojas a metro de centro comercial, nem é por nada mas a qualidade deixa muito a desejar, vai daí que casacos, sobretudos ou tailleurs é tudo Calvin Klein ou Armani. É aquilo do pouco mas bom, bom que é bom dura para cima de vinte anos.

Em falando de automóveis não há nada como os Mercedes, venham cá falar-me dos outros alemães, está bem abelha.. quem guia um Mercedes não quer outra coisa na vida (MERCEDES, MERCEDES, MERCEDES, MERCEDES). Claro que, se dinheiro não fosse um problema, se fosse para me oferecerem um automóvel, então eu queria um Aston Martin, lindos não é verdade?

E pronto, não vos aborreço mais, de maneiras que ficamos assim, uns a fazer publicidade encapotada, outros a falar das marcas que usam e PAGAM, ou que gostariam de usar mas não têm dinheiro para PAGAR. Em ambos os dois casos é um aborrecimento de morte, essa é que é essa, de maneiras que o blog voltará à sua edição normal. Não é tão bom?

(ah... esqueci-me de dizer que uso ténis Asics (ASICS) e equipamento Nike (NIKE), para correr)


Palmier, cuidado com o que desejas, sim? Acabou de se realizar..

E eu, que sou uma pessoa extremamente focada e inteligente, só consegui apreender o seguinte:

Parar... zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz Parar zzzzzzzzzzzzzz Recomeçar zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

E foi isto.
(havia mais?..)

terça-feira, 13 de maio de 2014

Mas agora pergunto...

Quão maduro será uma pessoa esperar vários anos para dizer a um amigo que realmente se ficou sentido com uma atitude? 
E quão revelador de, como é que é? Raivinha nos dentes, não é? Pois... quão revelador, de raivinha nos dentes, será não falar com o amigo e esperar anos para lhe pagar na mesma moeda?
Just saying....

É só a mim?...

Que este pessoal do wordpress irrita? Cada vez que fazem um post novo, fico com o feed cheio dos posts que fizeram nas ultimas duas semanas. Caramba isto é que é querer aparecer e ser lido, e os outros bloggers? Não pensais nos pobres dos outros bloggers? Tanto egocentrismo, caramba, coisa mais feia...

Ando aqui com uma dúvida...

Mas afinal, as pessoas dos blogs, são figuras públicas ou não?

segunda-feira, 12 de maio de 2014

E que tal o fim‑de‑semana?

Tão bom que ontem adormeci anormalmente cedo. Não tenho um único post agendado, às tantas já dávamos férias ao blog.

Foi mais ou menos isto...


E isto....

E também isto....

Vou poupar-vos ao Palácio da Brejoeira, gin tónico e outras coisas que tal, também não há necessidade...

sábado, 10 de maio de 2014

Uns são filhos da mãe, outros nem por isso...

Quer dizer... eu faço uma graçola, que nem era minha, por sinal, mas dado os comentários que recebi nem identifiquei o autor da mesma (gosto de ti blogo-amiga), mas dizia eu que faço uma graçola, digo que a felicidade engorda e é um Deus me acuda. Ai que é tão rude... ai que as pessoas não têm culpa de ser como são... isto é a genética e as doenças e o mau metabolismo... (o caraças é que é... é mas é o chocolate, o rabo no sofá, os scones e os bolinhos, querem lá ver que os obesos agora são todos doentes em vez de gulosos?)... Já o outro, fala da gorda no cemitério e que acontece? Nada, não é verdade? Continuam todas a suspirar por quem todas suspiram...
E com os sentimentos da Anna? Ninguém se importa? Só as dos blogues é que têm sentimentos, é? Só aqui é que ninguém pode criticar sem ser invejoso e ter falta de homem? É que, a julgar pelo que vi, nos últimos dois dias, todos os blogs são hate-blogs. Ou quase todos, vá... Eu não gozei com a pobre Anna, afinal, eu tenho compaixão pelos sentimentos alheios...

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Desculpe, é engano

O Ikea envia-me um mail, dizem os senhores que é a nova decoração da minha casa, abro o mail, deparo-me com esta fotografia, sorrio enquanto o fecho e penso que se enganaram no blog...


Coisas que aprendo em lendo blogs

O cor de laranja é o novo must have da estação, principalmente se for usado na cara.

(apostamos como amanhã já muda a base?....)

Os que seguem a palavra de Picante

São pessoas pessoas inteligentes, divertidas, com sentido de humor e dotadas de um extraordinário bom gosto, mas é que isso nem se discute. São,enfim, pessoas cheias de sucesso na vida, que são ou serão extremamente felizes.
Mas para além das pessoas bonitas e inteligentes que por cá passam, umas comentando sempre, outras nem por isso, descobri que há uma série de bloggers que seguem as sábias palavra Picanteanas, pois vai-se a ver e uma pessoa fala da falta de links e consequente tentativa de induzir os leitores em erro et voilá... os links materializam-se. Uma mulher afirma a sua estranheza por, em seiscentas e setenta e nove fotografias, nunca ter visto mais que um sorriso amarelo, sem dentes... E que acontece? Pois que os dentes se materializam e aparecem fotografias de sorriso rasgado (fez muito bem minha querida, fica muito mais bonita a sorrir).
Uma pessoa quase que pensa que o seu dever está cumprido, que já poderia morrer em paz... É todo um culminar em apoteose de uma carreira blogoesférica de sucesso! As Anónimas Más, vulgo donas Joaquinas dizem que ninguém quer saber, que ninguém liga ao que digo, mas lá está, estão erradas... (what's new?) Pois se até a rainha das Rosinhas segue os sábios conselhos Picanteanos...

(e no entanto não me leem... estranho, não é?...)

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Pardon my French mas...


...1000 page views por dia, mas é o caralho!

(pedimos desculpa pelo linguajar, este blog voltará à edição normal dentro de momentos)

No café

A rapariga que se sentou na mesa ao lado da minha disse, três ou quatro decibéis acima do meu limite do conveniente, que a setora Graça a tinha  posto na rua por ela ter dito fónix. Acrescentou, logo de seguida, um "já viste, mano? foda-se, não é normal...")
Eu, ergui os olhos do telefone, de onde despachava a trintena de mails, para a olhar, trazia uns calções de ganga tão curtos que se lhe via a parte de cima dos collants, um top que terminava logo abaixo do soutien, umas unhas enormes em azul cueca, uns brincos em forma de flor a fazer matchy-matchy com as unhas e uns botins de salto. Pensei, que não, que não era normal e apercebi-me de que tinha pensado alto quando ela me sorriu de volta. Levantei-me para voltar ao trabalho enquanto lhe desejava um bom dia. Já viste, mano?

A Picante explica por que razão é tão má para as bloggers fofinhas ou... porque escrevo blogs?

Porque, vai-se a ver, e fico aborrecida quando me tentam fazer de otária, as meninas que passam a vida a fazer publicidade a falar de sites de férias extraordinários, dos magníficos hotéis onde vão, dos fantásticos restaurantes que frequentam, das aborrecidas lojas onde comprariam colecções de roupa ou sapatos, assim por inteiro, de leite para intolerantes a lactose, ou de detergentes tão inofensivos que até servem para as crianças brincar... acham o quê? Que o resto do mundo é estúpido que nem um calhau? Até será verdade que há meia dúzia de póneis, dispostos a aparecer de bikini no Cais do Sodré ainda que esteja a nevar, a dizer que as amam, afagando os seus frágeis egos, mas caramba... a maioria de nós não gosta de ser tomado por besta. Não é que tenhamos nada contra, que ganhem dinheiro à custa do que escrevem, mas custaria dizer que dizem que gostam porque alguém lhes ofereceu os produtos ou dinheiro?
Depois, há as outras, as dos baby blogs, que vão expondo a vida e intimidade dos filhos em prol de views que se traduzem no envaidecimento do próprio ego, os bebés são tão giros, não é verdade? Ou no envaidecimento da conta bancária, os views geram publicidade, pois não geram? E a mim, que pouco tenho a ver com isso, aborrece-me que quem tenha o dever de proteger os mais indefesos os exponha desta maneira, perante amigos e desconhecidos.
Uma outra categoria, que me aborrece, são as miss perfeição, as meninas felizes, que têm uma casa que nunca se suja, umas crianças hiper bem educadas, uma carreira profissional maravilhosa, uns hábitos alimentares mega saudáveis, enfim... tudo ali é simplesmente perfeito, tão perfeito que não é real, vai-se a ver e ganham uns cobres à conta de gente que se sente realmente infeliz, gente que está fragilizada porque está desempregada ou porque o amor da sua vida lhe espetou um valente par de cornos. E o que fazem as Miss perfeição? Fácil... vão à internet ou a uns livros de citações, arranjam uns mantras motivadores do tipo "a felicidade está dentro de ti", "o impossível não existe", "tu podes fazer acontecer"... e vá de organizar cursos onde se ensina a felicidade a quem se sente realmente infeliz.
Não me posso esquecer dos wannabe, são os mais inofensivos é verdade, mas caramba, vão andando, de blog em blog, a dizer "bom post" ou "concordo", quer concordem ou não, são bimbos que dói mas acham-se os maiores lá da rua, no fundo não querem mais que lançar livros e fazer publicidade a gravatas ou lá o que é.
Finalmente, a cereja no topo do bolo, muito desprezo, desprezo a rodos, para quem, à conta de supostas iniciativas solidárias se aproveita da onda de generosidade para lançar os negócios que antes criticava, quem agora faz o que sempre criticou porque agora já pode. Fica a ideia de que, se não fazia antes, era apenas porque não podia. Agora que pode mostra outra faceta, bem menos agradável ou desinteressada.

E por isso, caras donas Joaquinas, aqui a vossa Picante goza. Goza sem qualquer tipo de pudor ou comiseração pelo que sentem estas gentes que me são antipáticas. Porque isto é quase um dever e serviço público. E porque, parafraseando o grande Rhett Butler, frankly, my dear, I don't give a damn.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

É que desta vez tem razão, é que tem mesmo muita razão...

Tenham juízo, putos!

Aos meus queridos Anónimos carraças, com amor

Toda a gente sabe que alguns Anónimos são umas verdadeiras carraças, dizem as mesmas coisas vezes sem conta, vai daí que eu, a vossa Picante, resolvi fazer uma espécie de resumé. A partir de agora, cada vez que me fizerem as perguntinhas do costume, levam com o link deste maravilhoso post, parecendo que não poupa-me uns minutos e o tempo será o meu bem mais precioso.
Preparados? Ora então aqui vai, por pontos, a ver se não se confundem, a julgar pelas vezes que me fazem as perguntas em questão, uma mulher até poderá cometer o erro de pensar que são lentos de raciocínio...

Perguntinha primeira: Ah e tal, porque é que te chamaste Pipoca?
- para me aproveitar da curiosidade gerada pelo nick
- para ter visitas de quem pensasse que este blog era um ataque cerrado à mais doce
- para imitar o Pipoco

Perguntinha segunda: Ah e tal, porque é que já não te chamas Pipoca?
- porque já não preciso
- porque nunca gostei do nome
- porque, excluindo aqueles nicks do género "gatinha ronronante" ou "mulher sexy caliente", mais tolo que Pipoca, só Pipoco

Perguntinha terceira: Ah e tal, porque é que és tão má?
- porque tenho falta de homem, é um desassossego e ninguém me pega, aliás, nem sei o que é isso de ter um homem
- porque as coisas são como são e me falta a paciência para a falta de integridade
- porque fico aborrecida quando me tentam fazer de otária

Perguntinha quarta: Ah e tal, porque é que ninguém te pega?
- porque sou o verdadeiro do destroço humano. Vai daí e não há necessidade de me enviarem mails com pedidos de chat, troca de fotografias, jantares e afins. Não vale a pena, a sério. Nem é por mim, é mesmo por vocês.
- Ah!... e também não tenho linkedIn, toda a gente sabe que isto dos blogs ocupa demasiado tempo, vai daí que só faço isto na vida, talvez não valha a pena enviarem-me convites para ser vossa amiga ou lá o que é.

Satisfeitos? Então ide em paz e deslargai-me, por obséquio.

terça-feira, 6 de maio de 2014

Os problemas dos homens ou... não acreditem, é mentira

Vai que depois de me ter rido à gargalhada, os meus comentadores são giros que se farta e alinharam na brincadeira, só não sei o que hei-de pensar por ninguém me ter vindo dizer que aquilo foi um ataque cerrado àquele por quem todas suspiram, mas enfim, as coisas são como são e não se pode ter tudo, não é verdade? Mas dizia eu que ia desvendar-vos as três maiores mentiras dos marotos dos homens, aquilo é uma raça que não interessa a ninguém, mas com tanta conversa ainda não disse o que queria dizer mas direi já de seguida. Ora pois então cá vai, se alguém vos disser isto fujam a sete pés, ou a dois, é indiferente....
- amanhã telefono
- eu aviso, antes
- não vai doer 

E é isto. Simples, não é?

Por causa disto, dos blogs

Uma pessoa fica repleta de dúvidas, e não são dúvidas passageiras, não... são mesmo daquelas dúvidas importantes, ando há uma série de horas a pensar quantas vezes se poderá escrever num post "acredito" e "na minha opinião" e, já que vem ao caso, que raio terá a outra nos dentes da frente para nunca os mostrar? Às tantas, ou os tem cariados, ou nem sequer os tem. É que não entendo... uma pessoa deu-se ao trabalho de ir à procura, aquilo é só sorrisos amarelos com boquinhas, porque será que ela não ri como o resto do mundo? Será para ser diferente? Não consigo viver em paz com estas dúvidas. Uma pessoa não está habituada a ter dúvidas e, desde que lê blogs, é só isto a minha vida.

Nunca se olvide Gracinha

Gracinha, minha querida, por mais que eles lhe abram a porta e lhe deem passagem, por melhor que seja o restaurante e mais acertada a escolha do vinho, por mais que eles insistam em pagar a conta, a olhem nos olhos ou desliguem o telemóvel, por melhor e mais agradável que seja a conversa, ainda que a façam sentir única e especial, não se esqueça que ele há três frases que, em sendo proferidas por um homem serão mentira, as tais três mentiras universais. Sabe quais são, não sabe? Nunca se olvide...

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Continuo a aproveitar os Sábados para decidir coisas

Não mais ir correr durante o dia sem me besuntar em protector solar, estou gira que dói, com um escaldão nos ombros, peito, braços e parte inferior das pernas, as costas cheias de riscos, tenho cá para mim que deveria passar os próximos dias de gola alta.

Mudam-se os tempos ou isto são só blogs mas às vezes não

Uma vez passado o buzz da última semana, com uma mítica caixa de comentários que chegou praticamente aos trezentos, não contando com os mais de cem comentários eliminados, até eu que sou eu, fiquei  com alguma dose de azia, face ao que tive de ler. 
Mas o pior nem foi o que tive de ler, o pior foi mesmo o facto de haver uma atrasada mental que, só por não gostar do que lê aqui, decidiu ir aborrecer outros bloggers que crê meus amigos, apenas por essas pessoas não me virem aqui desancar. A falta de coluna vertebral, de nível e de educação não tem limites e houve quem se tivesse tentado passar por uma comentadora habitual (também minha amiga, isto aqui é só amigos de uma vida, não é verdade?) nem sei com que vil e reles objectivo.
Vai daí que tenho a comunicar-vos que decidi apertar violentamente o crivo da aprovação de comentários e que, a partir de hoje, será rejeitado todo e qualquer comentário que:
- contenha referências pouco abonatórias ou links de blogs que não sejam os visados nos posts
- contenha referências à família ou vida pessoal dos visados nos posts, a menos a mesma tenha sido fornecida pelo próprio visado
- seja minimamente incorrecto para outros comentadores
- contenha qualquer menção a gravidezes. hormonas ou crianças, isto não é um baby blog, temos pena, há maneiras mais educadas de dizer "não concordo"
- contenha insultos gratuitos aos próprios dos visados nos posts, pelo mero prazer de insultar 
- forneça indicações óbvias sobre quem são os visados dos posts
- contenha recados ou queixas acerca de outros bloggers

Acho que é isto, dado o respeito que me merecem a maior parte dos comentadores, não vou excluir os comentários de anónimos. A verdade é que não ganho nem mais um cêntimo por ter caixas com mais de cem comentários mas, não ganhando cêntimos, ganho paz de espírito, em não aprovando verdadeiras alarvidades.

domingo, 4 de maio de 2014

sábado, 3 de maio de 2014

Aproveito os Sábados para decidir coisas

E eis que acabo de decidir nunca mais perder duas horas de uma magnífica tarde a fingir que sou manicure. As coisas são como são, há quem tenha nascido para fazer coisas de mãos e há quem tenha nascido para fazer coisas de cabeça. Os da cabeça tentarem fazer coisas de mãos ou os das mãos tentarem as coisas da cabeça dará provavelmente asneira. E deu. Os meus pés parecem os de uma criança, quer ao tacto quer à vista.

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Vim só aqui dizer...

Que a minha blogo-amiga, do meu antigo bairro, é top. Na verdade ela é maravilhosa, inteligente, com um sentido de humor caustico que eu adoro. Gosto muito dela mesmo quando está mal disposta. Aliás, também gosto muito dela porque, às vezes, acontece que está mal disposta. Tal como eu.

(está bom assim?)

Adenda ao post do pleonasmo

Queria só dizer que aquela fotografia não é a minha pessoa, eu não engoli um vibrador, também não fui eu que pesquei o bacalhau, aquilo é uma notícia tirada da net. sim?
Era só isto.

O verdadeiro do pleonasmo vicioso...

Norueguês descobre vibrador dentro de bacalhau.
Tudo aqui.