terça-feira, 15 de abril de 2014

Se isto fosse um blogue Rosinha (IV)

Eu teria de recomendar livros de outras bloggers, ainda que não os tivesse lido, ainda antes de a autora os publicitar, ainda que antes tivesse gozado à descarada com o facto de haver quem fizesse livros de blogues, caramba... ainda que antes tivesse gozado as próprias bloggers. Mas lá está, o quê é que uma pessoa não faz por uma amiga de toda uma vida, não é verdade?

49 comentários:

  1. Se está com intenções de lançar um livro, já não pode gozar as bloggers que lançam livros certo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora perdi-me. Mas ontem não se dizia neste blogue que afinal ela não estava a escrever livro nenhum, que era tudo peta e que se safou dessa dizendo que tinha perdido o computador?

      Eliminar
    2. Pois não sei. Mas alguém que esteja a escrever um livro e não faça no minimo um backup, é um bocado esquisito para não dizer outra coisa.

      Eliminar
    3. Podia ter o back up no pc...
      (Coisa inteligente e que me lembra que tenho de fazer um back up ao meu)

      Eliminar
    4. E existem umas coisas muito giras chamadas discos externos.

      Eliminar
  2. Bloggers que lançam livros? Para onde? Isso não estragará os livros, ou fazem-se no jeitinho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por mim, lançariam os livros para um buraco escuro... Ainda que sejam livros...

      Eliminar
    2. Lançam livros como quem lança o dardo, ou o peso. Pensando que não, sempre fazem algum exercício.

      Eliminar
  3. "ainda antes de a autora os publicitar"

    você também, Picante, a dar estes erros básicos!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lhes fazer publicidade?
      Qual é o erro? A palavra publicitar existe, poderia ter escrito divulgar...

      Eliminar
    2. Penso que o anónimo se referia ao "de a".

      Eliminar
    3. Ó caramba... É que nem reparei. Vou corrigir, é escrever como muitas vezes se fala.
      (Ele há gente que deve andar com uma lupa, internet fora...)

      Obrigada

      Eliminar
    4. No meu caso, não tenho que andar com uma lupa, é simplesmente saber escrever português correcto e por isso detectar automaticamente um erro. Acredite que notei o erro mal passei os olhos pela frase, não foi preciso nenhum esforço.

      Eliminar
    5. Na verdade, quando a preposição “de” surge antes de uma forma verbal no infinitivo, a mesma não se contrai com o artigo. Isto acontece porque o elemento que é regido pela preposição é o verbo e não o sujeito.
      Ou seja, sendo a forma verbal "publicitar", “de” e o “a” devem manter-se independentes.

      Eliminar
  4. Mas gozava com as bloggers como?? Assim à vontadinha? (Sou "nova" nisto dos blogues, já sabes...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hum. hum faz de ingénua, faz...

      Eliminar
    2. :DDDDDD Sei de quem se trata e de quem se fala.... Só nunca vi os tais posts, só isso! (Esses sim suponho que sejam anteriores a eu ler blogues porque eu nunca vi nada disso.)

      Eliminar
    3. Sim, só podes ser nova por aqui. Para tanta bajulação à Picante não pode haver outra explicação. É ir lá mais atrás, ver o que aconteceu à Izzie, que já se fartou, já começou a perceber um bocadinho quem esta é.

      Eliminar
    4. Olhe anónimo estou aqui indecisa... Nem sei se o mande à merda se só o ignore...

      Eliminar
    5. Ah ah ah ah ah ah ah
      Ó Anónima, tranquila, é tipo o clube das não Rosinhas. Vai-se a ver e temos algumas opiniões em comum. E outras completamente díspares, que a vida é como é.
      (É não ligar afilhada, a dona Joaquina sente-se melhor quando as pessoas vêm aqui ao insulto...)

      Eliminar
    6. E os post?? Mas eu queria ver os posts... Fui mãe há pouco tempo.... Alguém tenha dó de mim... :DDDDDD

      Eliminar
    7. Anónima, era brincadeira minha.
      Acabou. Não publico mais comentários com troca de galhardetes, sejam eles de quem forem. Ide em paz

      Eliminar
    8. NM é cuscar o blog há uns anos..

      Eliminar
    9. Ela foi mãe há pouco tempo, não tem tempo para isso.

      Eliminar
  5. Opá! e as amizades destas são eternas. (pois) Feitas de humor, muito humor e também de loucura - (momento ahahahahahahaaha)
    Ainda sou do tempo em que amigo é ir lá a casa e ficar contente quando vem à minha. É mandar uma piada e o outro apanhar do nada, é ligar quando doi ou só porque sim e conhecermos a tia mais chata ou o primo mais maluco.

    ResponderEliminar
  6. Acho graça aos comentários que apontam erros.
    A sério, tenho imensa pena que não me vaiam* corrigir lá ao blog. Dava-me imenso jeito.
    Pipoca, gabo-te a paciência, mulher, Isso e os 55 kg, mais coisa, menos coisa ;)
    Não comento o post canão estava aqui todo o dia que estas gajas passam a vida a dizer uma coisa e a fazer outra e isso, para uma gaja da minha idade, é cansativo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filipa: É que ele há pessoas que nasceram para correctores ortográficos. Fazer o quê?

      Eliminar
    2. Eu também acho graça: uma pessoa detecta um erro e automaticamente é apelidada de correctora ortográfico, em vez de reconhecerem o serviço público. Queria ver se fosse uma Rosinha a cometer o deslize (como já aconteceu). Ah, pois, aí já é permitido corrigir :)

      Eliminar
    3. Mas quem fica insensível ao "correctora ortográfico".? Quem sabe , sabe,... e ensina. Serviço público, agradeço pela parte que me toca.

      Eliminar
  7. quando a Excelsa escrever uma publicação, eu compro :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será seguro dizer que escrever só por aqui. Penso eu de que...

      Eliminar
  8. E eliminar comentários de leitoras mas depois responder-lhes, qual é o objectivo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é a Picante. A que publicita o livro da amiga. :)

      Eliminar
    2. Penso que foram as próprias comentadoras que apagaram os seus próprios comentários (diz algo como "apagado pelo autor" e não "apagado pelo administrador do blog"). E eu ainda vi todos os comentários antes de serem apagados.

      Eliminar
  9. Mas porque é que não chamam nomes às coisas? É que assim não posso brincar convosco porque não sei de quem falam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que há ursas que usam fraldas (ou deveria dizer: aproveitam-se das fraldas?...) Tudo na base da amizade, claro!

      Eliminar
  10. Eu cá digo e repito: Os portugueses lêem poucos livros porque se sentem mais entretidos a escrevê-los...

    :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito boa. É que não há uma alminha que não lance um livro...

      Eliminar
  11. Pipoca, já a leio há tempos e acho-lhe piada, que acho. Infelizmente acho que não leio blogues suficientes, porque às vezes estou completamente a apanhar do ar. Estou a ver que tenho que andar mais atenta ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora... Eu poucos blogs sigo, falta de tempo, vai que daí as musas inspiradoras acabam por ser sempre as mesmas...

      Eliminar
  12. Na volta, a polar vai aproveitar alguma coisa, já que perdeu o seu livro.

    Acho muito lindo como estes jornalistazecos usam testemunhos de outras pessoas, normalmente leitores do blog, para terem algo que publicar.

    Tb gosto do facto da criatura em questão neste caso publicar 463782910 posts a explicar como é muito exigente com os filhos e tal, mas depois acha que já é suficiente organizar depoimentos para fazer um livro.

    A Ursa ainda irá cumprimentar a mais doce, se for necessário, sem esquecer o emproadinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que ela já refez o livro, Filipa..

      Eliminar
    2. ahahaha, a mais doce está-se borrifando para ela!

      Eliminar
  13. Sim, tanto gozou tanto gozou e agora isto! E toda a gente tem de comprar...ahah, mas elas esquecem-se do que dizem ou apagam os posts?????

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.