sexta-feira, 25 de abril de 2014

Coisas que uma pessoa aprende em escrevendo blogs

Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar. Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar. Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar. Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar. Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar. Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar. Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar. Nunca mais fazer posts que gerem buzz a um dia em que efectivamente tenha de se trabalhar.

77 comentários:

  1. Respostas
    1. Se visse as coisas que tive de rejeitar...

      Eliminar
    2. Vi as coisas que não rejeitou. E não foram bonitas.

      Eliminar
    3. Tirou coisas que não faz qualquer sentido. A Picante chama burra a alguém, mas não apaga, nem faz censura a si própria, mas depois, quando alguém (que não fui eu) escreve "só se for os pontos da cabeça" (ou qualquer coisa do género) já apaga.
      Chamar burra pode ofender, certo? Agora, os pontos da cabeça já ofende?
      Livra! Se for assim no seu dia-a-dia, vai lá vai...

      Eliminar
    4. Verdade. Mas eu não sou responsável pelo que as pessoas escrevem. E não rejeito os comentários só porque os acho disparatados ou a roçar o mau gosto.

      Eliminar
    5. (mas no meio do buzz passaram coisas indevidas que tive de eliminar posteriormente, a partir do Tm não é fácil gerir este tipo de buzz)

      Eliminar
    6. Quanto a mim fez sentido. Eliminei comentários desagradáveis a outros comentadores, só pelo prazer de desagradar.
      É o meu blog e é o meu critério. É subjectivo e aceito que o que me parece bem a mim, possa não parecer a outrem.
      E sim, chamei burra a uma comentadora que foi lá deixar o mesmo comentário algumas 20 vezes, e que me chamou nomes por eu não permitir que divulgasse pormenores da vida pessoal de uma comentadora.

      Eliminar
    7. Atenção que ainda ali ficou muita coisa desagradável, quer para a miss quer para os comentadores, nomeadamente quando se fala de cio, o que demonstra a preocupação que a autora do blog teve em agradar a gregos e troianos.

      Eliminar
    8. Isso do cio não era para ninguém em particular. Por isso passou.
      Para a miss ficaram coisas desagradáveis. Decorrentes das conclusões que as pessoas tiram perante o que lhes é exposto. Não concordo com todas, não teria escrito muitas. Mas acho-a uma fraude. E desonesta.

      Eliminar
    9. Pior do que isso é a forma irónica com que comenta 3 posts do face, dirigindo-se a uma leitora que bloqueou, agradendo o link deixado e mandando um beijo e o famoso coração rosa.
      Num dos posts dirige-se à pessoa em causa, dizendo-lhe que o passatempo vai decorrer na página do Ikea. Esta pessoa é perigosa e manipuladora. Assusta.

      Eliminar
    10. Picante, imagino. Mas não entre por aí, Picante. Perdemos a razão facilmente, se permitimos insultos fáceis. Criticar uma atitude desonesta (que, honestamente, nem comento o post que eu origem à polémica, porque não sei a verdade dos factos, se pôs o link ou não da imagem original...) é aceitável, criticar o aspecto físico, a vida, o estilo de alguém... isso é só reles.

      Eliminar
    11. Inteiramente de acordo S. Nao subscrevo o que para ali vai. Mas também não os rejeito só porque não concordo, damesma maneira que não rejeito is que fazem sobre mim, exactamente do mesmo teor.

      Eliminar
    12. Deixe-me rir...
      Inteiramente de acordo e não subscreve o que para ali vai, quando foi a primeira a fazer um post a dizer que a visada era gorda.

      Eliminar
    13. Nunca chamei gorda a ninguém. Disse que a felicidade engorda. O que é a mais pura das verdades. E por mim falo.
      Aquilo que vocês concluem não me pode ser imputado, só sou responsável pelo que escrevo.

      Eliminar
    14. Eu não sei se a felicidade engorda... mas sei que viver junto engorda. ahahahah

      Eliminar
    15. A S* é uma santa! Deus no céu, S* na terra.

      Eliminar
    16. Essa regra do "ah criticar umas coisas tá bem, criticar outras já é reles e falta de vida" é um bocado parva porque se baseia num subjectividade atroz. Mas se vos faz sentir melhor, então sejam felizes a criticar com base nessa máxima suprema que vos faz serem melhores pessoas que as anónimas ressabiadas e infelizes! Tão má é quem diz nesse contexto em que foi dito que "a felicidade engorda" (parabéns pelo charme com que fez a brincadeira, Picante) como quem diz que a gorda isto ou aquilo.

      Eliminar
    17. "Aquilo que vocês concluem não me pode ser imputado, só sou responsável pelo que escrevo." Isso poderia ser uma frase da brilhante. Ela não mente, escreve é de maneira a que quem lê tire conclusões erradas mas ajustadas aos seus propósitos.

      Eliminar
    18. Anónima das 14h, acho que é diferente dizer não gosto de ti por que és feia ou dizer não gosto de ti porque tentas enganar as pessoas..

      Anónima das 16h pôr links à socapa, a ver se a coisa passa, é feio. Bastaria ter feito um post dizendo que se tinha esquecido e acabava logo ali o buzz. Aquilo é um negócio, como tal deveria ser transparente.

      Eliminar
    19. "Disse que a felicidade engorda. O que é a mais pura das verdades. E por mim falo."
      Então é por isso que é magra? Por ser infeliz?

      Eliminar
    20. Respondo a sério? Ou com ironia? Dúvidas...

      Eliminar
    21. Responda como quiser, mas não deixe de responder.

      Primeiro diz que é magra e pesa 55kgs. Depois diz que a felicidade engorda. Então, é infeliz ou não?

      Primeiro, diz que é pela verdade e que foi por isso que desmascarou as mentiras da das Nove. Depois, diz que deixou de publicar comentários sobre a sua inexistência da sua vida sexual. Então, tem ou não vida sexual?

      Eliminar
    22. Obviamente que não lhe vou falar sobre a minha vida sexual, lamento desiludi-la, mas posso elucidá-la quanto à minha massa gorda. O meu posso normal anda à roda dos 55k, sim oscila uns 2 para baixo quando estou demasiado magra e uns 3 para cima, quando entro em alerta encarnado.
      Quando me sinto infeliz, às vezes acontece, não consigo comer. Quando me sinto feliz, sou uma rapariga optimista, é a maior parte das vezes, apetece-me comer. Daí que diga que a felicidade engorda.
      Não sou gorda porque me controlo e só faço avarias ao fim‑de‑semana. Ah... E mexo o rabo. Contente?

      Eliminar
    23. "Mexo o rabo", uma expressão que tanto utiliza ultimamente, é uma alusão, ainda que disfarçada, à sua vida sexual, de que diz não falar?

      Eliminar
    24. Gosto tanto de gente bem educada....

      Eliminar
  2. Ah, mas foi tão linda aquela coisa da Glittering. Adoro quando as máscaras caem e o circo pega fogo. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A máscara não caiu. Continua igualzinha a si mesma, a dormir tranquilamente e a comer as suas sementes, estando nas tintas para o que dizem sobre si. Há muita mais gente a acreditar no seu conto de fadas, do que gente iluminada.

      Eliminar
  3. Foi um post que deu para muitos comentários de todo o tipo e feitio,mas cada um tem direito à sua opinião,nisto dos blogs!

    ResponderEliminar
  4. É só uma modesta opinião e a Picante é que sabe, pois o blog é dela, mas acho que em vez de apagar os comentários, valia mais não os publicar. Quem esteve a assistir ontem sabe bem de que comentários se tratam, pois já leu, e quem vem depois até pensará que se trata de algo grave, o que nem é o caso. Mas a Piri-piri é que sabe, torno a dizer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram comentários que passaram sem que me apercebesse do contexto. Foi tudo gerido através de Tm, cheguei a ter 50 comentários para aprovar de uma vez.
      Tem toda a razão, o ideal seria não terem sido publicados, foi incapacidade minha.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Ahahhahahhahahhahahhahahhahahhahaahhahahahahahahahahahahahhahahahahhahahahahahahhaahhahahahahahahahahahhahahhahaha

      Eliminar
    2. Uma decisão. Que circo... Sabia que iria gerar buzz, nunca pensei que o resultado fosse aquele...

      Eliminar
  6. Não sei se ajuda à discussão, mas... o melhor sexo que já tive até hoje foi com uma gorda.
    (e é um tremendo de um cardio-fitness)

    ResponderEliminar
  7. Picante, deixou claro que acha desonesto alguém apropriar-se de imagens ou textos fazendo-os passar por seus para criar um blogue de sucesso, enganado descaradamente os mais incautos.
    E então e criar um blogue apropriando-se do nome de uma bloguer de sucesso conseguindo, com isso, 250 comentários num post, isso não é intrujar as pessoas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, não insulte a minha inteligência nem a sua.
      Acha mesmo que os 280 comentários se devem ao nome que eu já nem uso?
      (Se quiser discutir a temática do nome eu agora tenho vagar... em calhando posso até fazer um post sobre a Pipoca que não é pipoca mas já foi, só na tentativa de enganar as pessoas)

      Eliminar
    2. Não se mace, até porque já o fez, o que não quer dizer que tenha convencido alguém. Sabe tão bem como eu que se aproveitou dela para subir a escada. Nunca o admitirá, claro. Mas a sua proverbial teimosia já não é segredo para ninguém.

      Eliminar
    3. Está a ver como é mazinha? Estou careca de dizer que usei o nome porque o mesmo despertava a curiosidade das pessoas e eu não tinha tempo de andar de blog em blog a depositar comentários extraordinariamente inteligentes e que gerassem curiosidade. O nome PMP desperta curiosidade.
      Mas olhe que ninguém se engana e entra aqui a achar que está a entrar no blog na mais doce. Estou fartinha de ir às estatísticas, por vezes a procura de palavras dá bons posts. Mas não, ninguém vem aqui só engano, todos digitam mais picante ou pipoca picante. E lá perco eu a oportunidade de fazer uns magníficos posts de encher chouriços...

      Eliminar
    4. E que eu saiba a PMP não faz dinheiro (ainda!) aqui com o tasco...já as rosinhas, como a visada no post dos 200 e tal comentários...é outra coisa, oh Anónimo.

      Eliminar
    5. Não se arme em ingénua que ambas sabemos que não o é.

      Não é à procura da Mais Doce que as pessoas aqui vêm, mas sim da Mais Picante, que, para se tornar conhecida, usou um nome que ela tornou uma Instituição na blogosfera (o que, aliás, reconhece ali em cima, chamando-lhe não plágio ou desonestidade, mas "curiosidade". Só que enfeitar as palavras não enfeita a situação).
      Fê-lo você e mais uma meia dúzia dos que pra aí andam, Salgado incluído, simplesmnete você foi a única a retirar o Pipoca quando começou a ser muito atacada de se ter servido dela para chegar onde queria.

      No fundo, fez o mesmo que a visada de anteontem, que quando se viu cercada foi a correr colocar os créditos nas imagens. Vê como é igual a ela?

      Eliminar
    6. Esta a dizer tolices. Enganar é completamente diferente de tirar proveito de uma situação.
      Não sou de todo igual à outra.
      E retirei o nome, não por ter sido atacada mas porque o detesto, é tolo.

      Eliminar
    7. Detesta-o tanto e acha-o oão tolo que se serviu descaradamente dele durante todo o tempo que mais lhe conviu. E a diferença entre enganar e tirar proveito é tal que até um ceguinho vê. Tudo nobres atitudes, dignas de quem é possuidor dos mais elevados valores e padrões morais, claro!

      (vocemessê faz-me lembrar um trator, fica ali tra...tra...tra...tra... e não sai do mesmo sitio)

      Eliminar
    8. É preciso um teimoso para reconhecer outro...

      Eliminar
    9. Exacto. Obrigada por me ter dado razão.

      Eliminar
  8. Perguntas para queijinho:
    1 - As pessoas que vivem nos bogues são só pessoas sem vida real de interesse, ou padecem de insanidade mental?
    2 - Como é que se avalia o carácter, saúde e até massa gorda dos autores dos blogues, sem os conhecer na realidade?
    3 - Se isto são só bogues porque é que alguém se dá ao trabalho de gastar parte da sua vida com tata estupidez, em vez de, por exemplo, fazer o amor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah ah ah ah aha ah ah ah

      Eliminar
    2. Pois... só sabe o que são blogs. Compreende-se, pelas criticas que faz (se bem que chamar criticas a tanto insulto grosseiro é generosidade). Se for capaz de ler o Expresso, edição digital, vai ver que tem um separador de seu nome Blogues. Ah, mas eles estão errados, os do Expresso. A Sô Dona Picante não reconhece blogues. Só blogs. Arrrrrg... Isto não é picante. É estragado!

      Eliminar
    3. Perdeu uma excelente ocasião para estar caladinha. Eu blogues conheço, já bogues...

      Eliminar
    4. Bogues são blogues com gralha. Mas não surpreende a sua reação. Pelo que li por aqui é muito previsível.

      Eliminar
    5. Gosto tanto de gente com sentido de humor...

      Eliminar
    6. Ó Picante, para quem passa a vida a desculpar as suas próprias gralhas com o tm, parece-me que quem perdeu uma boa ocasião para estar calada foi você!

      Eliminar
    7. Gosto tanto de gente com sentido de humor....

      Eliminar
  9. Ui que animado isto por aqui esteve... Até podia dizer que não vi mais cedo porque estive entretida com actividades altamente estimulantes. Mas não... Estive a limpar cocó das paredes e a levar com vómito em cima mesmo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Credo... Mãe sofre.
      (Mas olha que merde por merde...)

      Eliminar
    2. Ahahahahahahahahahahahahah... (Não sei que lhe deu hoje coitadinho, que ele nem é nada destas coisas... Mas agora já está tudo tranquilo.)

      Eliminar
    3. Ainda bem, meu rico sobrinho.
      (Às tantas leu a mítica caixa de comentários, não? Aquilo revolve as entranhas...)

      Eliminar
    4. Sim, sim... Nem imaginas... Apanhei-o a ler aquilo à sucapa... Ele disse que havia ali muito erro "ortográfico" e muita falta de amorrrrrr..... :DDD

      Eliminar
    5. Ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah
      Falta de abraços, é o que é.

      Eliminar
    6. Resolveu-se tudo rápido anónimo... Foi uma indisposição depois de uma mamada (que raios que não me habituo a esta palavra nem por nada) que felizmente não voltou a repetir-se. :)

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.