terça-feira, 18 de março de 2014

Quando eles...

...começam a dissertar sobre cuecas quando vão mais longe e têm a amabilidade de nos informar sobre o tipo de roupa interior que usam e como aquilo os faz sentir, aconchegados ou não, uma mulher pensa, cá de si para consigo, que eles, ao invés de estarem à vontade, estão mesmo é à vontadinha, que tarda nada acharão bem informar-nos sobre as suas medidas. Uma mulher estremece perante tal possibilidade, ele há coisas que são too much information, pardon my french mas... who the fuck cares?

(ia escrever a coisa em Português, sempre seria mais relacionado com a temática do post, mas achei por bem repensar os termos, afinal este blogue não usa jargão..)

18 comentários:

  1. Olha olha... Eu cá não queria ser queixinhas mas eu bem me lembro que um dia a madrinha disse "putas" com as letras todas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah ah ah ah ah pois disse mas esta sairia bem mais pesada, não há necessidade...

      Eliminar
  2. a palavra cueca por si só já é um terror.

    Paulinha

    ResponderEliminar
  3. Umas cuecas chegam perfeitamente, um dia para a frente, outro dia para trás, um do direito e outro do avesso para poupar detergente, a não ser que possam ir à máquina da louça.

    ResponderEliminar
  4. E o que é pior é que depois, às vezes vê-se uma pessoa obrigada a explicar-lhes que aquilo é apenas uma amostra…assim a modos que um amuse bouche...

    ResponderEliminar
  5. Pipocante Azevedo Delirante18 de março de 2014 às 17:30

    Going commando!!!!
    Facilita a escolha (e um angliscismo fica sempre bem).

    ResponderEliminar
  6. De quem se fala neste post? Alguém me ilumine.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas...mas há assim tantas opções??? Os visados são sempre os mesmos!!

      Eliminar
  7. A senhora descobriu o Tinder, foi?
    Sua marota...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tive que ir googlar, Pedrinho.
      (mas eu sabia o que era um pirafo...)

      Eliminar
    2. As coisas realmente importantes, que fazem a diferença, eu sei, Pedrinho...

      Eliminar
    3. Por isso sou tão fascinado por si...

      Eliminar
    4. Todos são, Pedrinho, todos são... É a minha graça natural, às tantas deviam ter-me chamado Gracinha...

      Eliminar
  8. Pronto, sou apenas mais um, não é?
    Boa noite, então.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora, Pedrinho.. veni, vidi, vici? Terá de se esforçar que isto as coisas são como são..

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.