sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

De modo que ficamos assim

Alguém que avise as dos baby blogs que as criancinhas, apesar de extraordinariamente inteligentes, verdadeiramente avançadas para a idade, sobre-dotadas, até... ainda não sabem ler. Caramba, é que já não se aguenta, as putas das cartas, as crianças não as leem pá!

(eu avisaria, mas a vida é como é, depois viriam aqui as donas Joaquinas, dizer que isto é só inveja, que eu queria era ter filhos para lhes escrever cartas, ainda que eles tivessem só dois dias, ou dois meses, ou dois anos...)

15 comentários:

  1. As pessoas não têm de ter blogs só para ter leitores e comentários.. Por isso, cada um escreve o que bem lhe apetece. No entanto, eu gosto de os ler..

    ResponderEliminar
  2. É o que eu digo, coitados dos meus filhos.... Quando crescerem, e todos os outros tiverem 10225588 cartas das mães para ler, fotos de todos os min de existência para ver, sessões de fotos profissionais na relva, na cama, com o pai a a mãe a olharem para o infinito... Vão apresentar queixa da mãe!!!Tão negligente mãe lhes calhou!!!!
    Todas estas mamãs explicam aquele fenómeno de certas mulheres que quando são mães julgam que foram as primeiras e únicas no mundo, olham tudo de forma diferente, têm sentimentos altamente altruístas, enfim uma ridicularia pegada... Graças a Deus, e depois ter feito a proeza de ser Mãe duas vezes, essa panca não me atacou yuuupppppiiiiiiii

    ResponderEliminar
  3. Mas as cartas não são para as crianças, só servem para receber o pagamento da limetree.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora está entendido. A Limetree deve pagar bem.

      Eliminar
  4. Nem de propósito, ainda ontem escrevi um post acerca do assunto. São os novos posts para encher chouriços.

    ResponderEliminar
  5. Pipocante Azevedo Delirante28 de fevereiro de 2014 às 15:17

    Eh pa, a PmP está a um passo de ir à bola (mas à selecção, que é mais chique) com um cartaz "CR faz-me um filho".

    ResponderEliminar
  6. "Iana... Iana... Iana.... Se me estiveres a ler lembra-te que a tua manhe só escreve estas m#$#*.... Hum... Estas belas missivas, porque perdeu parte dos neurónios no parto e... Porque há uma cambada de otá#$... Errr... Leitoras, isso, que precisam destas palavras delicodoces como de oxigénio para respirar... E isto da maternidade é uma coisa nova, com tanto para descobrir, afinal a Humanidade SÓ produz criancinhas desde o início dos tempos. Claro que antes, entre caçar mamutes e fugir de predadores, pouco tempo sobrava para dramas existenciais, agora temos Facebook, blogs e afins... Onde todos querem sorver as nossas pérolas de sabedoria, quais gotas de água neste deserto que é a vida moderna. Mas Iana no fundo a tua manhe gosta é de guito... Deixa lá as tontinhas... Errr... As leitoras suspirarem com estas cartinhas bonitas, que apelam tanto ao sentimento, que a tua MÃE (assim em maiúsculas, como deve ser) está a ver se tira a família da suburbia. Não precisas de agradecer Iana."

    ResponderEliminar
  7. Há quem seja pago ao mês, à semana ou à hora. Esta deve ser paga à carta...

    ResponderEliminar
  8. Os posts surgem de acordo com a necessidade e outros por simples divertimento eu gosto mais dos segundos são melhores!

    ResponderEliminar
  9. e na volta, enquanto escreve a carta, está a criança a pedir atençao e a mãe a dizer "oh pah tu cala te pah"

    ResponderEliminar
  10. ele são as cartas e agora a declaração de felicidade. Os comuns mortais têm de preencher as declarações banais impostas pelo sistema, outros, para além destas sentem a necessidade de declarar oficialmente que são muito felizes.
    Esta necessidade é quase compulsiva, tal a sua frequência.

    ResponderEliminar
  11. (o baby blog está com acesso restrito. terá alguma coisa a ver com a publicação d'"o livro de 265 páginas que se perdeu juntamente com o computador e agora, meu deu, como é q'eu vou fazer?"?)

    ResponderEliminar
  12. Fixe, fixe é escrever carta aos rebentos ainda por conceber. Isso sim, é muito à frente!

    ResponderEliminar
  13. mas isto dos blogues não é suposto ser livre e algo que cada um faz para si, diz o que quer e não tem que estar preocupado se "as mais populares" acham fixe ou não. É que na verdade, e acreditem ou não, há pessoas que se estão literalmente borrifando para o que os outros pensam delas, mas tão borrifando que nem perdem tempo a falar disso nos seus blogues. Qual é o verdadeiro problema de escrever cartas aos filhos, ainda q eles n saibam ler? Provavelmente as cartas são p elas próprias. so what? É mto mais positivo que passar a vida a ver se apanha o outro em falso ou a desdenhar dos blogues e vidas dos outros, a destilar ódios e invejas disfarçadas de superioridade intelectual. malta, sério, tenham bebés, façam amor, pintem as unhas, corram,ou não corram, façam bolos, sky, dancem ou não façam nada. mas não sejam implicativos, não se preocupem tanto com as pirosices e saloiadas dos outros que eles também não se preocupam convosco. Fazer posts com os posts dos outros é que são os novos posts para encher chouriços.
    Na verdade a superioridade intelectual é conseguir viver/conviver com os outros, ainda que sejam diferente, mais ou menos cultos que nós. desde que não interfiram nas nossas vidas. calma, pessoas. gastem essa energia com coisas boas, coisas vossas.

    ResponderEliminar
  14. Como não sabem ler??? Que blasfémia!!! Toda a gente sabe que aquelas crianças são todas superdotadas de grande inteligência!
    Não sabem ler.... a sério, ainda estou tonta!!

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.