sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Há quanto tempo não tinha dúvidas?

Isso dos reposts é para quê, exactamente? É que se for para não termos saudades dos posts antigos, desde já informo que não temos, que isto dos blogs não são exactamente os livros da nossa vida que lemos e relemos, até que fiquem velhinhos de tanto uso. Mas, ainda assim, no caso altamente improvável de suceder que uma vontade incontrolável de reler os vossos antigos posts se apodere de nós, eles estão disponíveis no histórico dos blogs, não há necessidade de os prantarem de novo. 
Ou será que não têm nada para escrever e não resistem a continuar a publicar? Não é isso, pois não? Não, não deve ser, toda a gente sabe que os blogs só existem pelo gozo de escrever.

19 comentários:

  1. Se não estou enganada, nem todos estão disponíveis no histórico do blog. Por vezes, tens de os "pescar" através do Google. Seja como for, gosto muito de ler posts antigos das piquenas e ver a transformação que o dinheiro (através do casamento) traz. Por exemplo, há quem diga (escreva) palavrões no blog, sem problemas, gente que por tudo e por nada se transforma em furacões, gente que "mata e esfola", gente que tem inveja dos irmãos, gente que não tem pejo em dizer que anda com homens casados e depois, de um momento para o outro, torna-se zen, supra-sumo da felicidade, da bondade, da felicidade e do camandro, como se tudo aquilo que era antes tivesse desaparecido, a sua personalidade, o seu caracter, numa clara tentativa de nos enganar a todos. Triste, não? Daí, talvez, nem sempre os históricos estarem disponíveis, nem às 9, nem à meia-noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, não faço ideia do que fala, para além disso dos palavrões, conheço uns 3 ou 4 blogs que os usam, só a Filipa tem graça.

      Eliminar
    2. Porquê so a Filipa tem graça? Palavrões são palavrões e não deixam de ser menos se forem ditos pela Filipa ou qualquer outro.
      Aliás a menina tem para aí um post em que se insurge contra os palavrões e agora já os palavrões da Filipa têm graça.
      Tem tanta graça os palavrões da Filipa como têm os da Pseudblog, da Ursa e de quem os usa. Palavrões é má educação e péssima formação. Essa é que e essa, é uma maneira de auto-afirmação pela negativa.

      Eliminar
    3. Muito triste! Mudou radicalmente e nao ha paciência para a nova personalidade! Tudo perfeito, so amor e paz e felicidade. Ate pensei que andava enganada e que era outro blog q lia antigamente. E eu que gostava tanto de a ler...

      Eliminar
    4. É verdade que não gosto de textos cheios de palavrões, acho que não há necessidade nenhuma. Mas também é verdade que acho graça à Filipa, usa o jargão com graça, não parece que é forçado como outros blogs que também os usam. É o que eu acho, não quer fizer que os outros achem o mesmo.

      Eliminar
    5. Claro. Cada um come o fiambre como mais gosta.
      Penaltie assinalado contra a nossa equipe é roubo, contra os outros é boa arbitragem.
      Um bom Natal

      Eliminar
    6. Tem toda a razão, provavelmente é por gostar do conteúdo e da cabeça de quem escreve o que escreve. Há coisas que não se explicam, não digo que isto faça sequer sentido. É apenas o que sinto ao ler uns e outros.
      Feliz Natal para si e para os seus.

      Eliminar
  2. Oras, toda a gente sabe que a frequência das publicações é importante para manter o nível das visitas. E a cabeça às vezes também se cansa.

    ResponderEliminar
  3. Preciso de andar mais atenta! Até porque sou verde neste mundo! : )

    ResponderEliminar
  4. como disseram aí para cima, tem que se manter as visitas ou a publicidade não paga tão bem.

    pior que isso é aquelas metidas a rosinhas que têm 27 blogs e fóruns e cenas e espetam o mesmo post em todo o lado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só conheço um blog assim. Já gostei mesmo muito, hoje em dia acho-o muito infantil, não tenho paciência.

      Eliminar
  5. É a vontade de não estar calado. Há que escrever qualquer coisa. Nem que seja o que já se escreveu 20 vezes!

    ResponderEliminar
  6. Olha... então a sua amiguinha Sexinho também faz reposts?

    Ai, não, espere. Ela pode. Esqueci-me que quando são as suas amigas está tudo bem. Só as Rosinhas é que não podem fazer nada daquilo que vossemecê critica. Se são as amiguinhas há sempre uma justificação qualquer. É como com os palavrões: ditos pelas amigas soam bem e têm graça. Pelas outras, é má educação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, ainda estou imersa na magia Natalícia, parece que a ironia se me foi. Boas Festas, sim?

      Eliminar
    2. Ficou sem resposta, portanto. Bem me queria parecer.

      Eliminar
    3. Raramente isso acontece. Qualquer pessoa é livre de fazer o que lhe dá na real gana. Assim como eu sou livre de não gostar. Não gosto de 100% dos posts das minhas "amigas" , como insiste em apelidar os bloggers de quem eu gosto, assim como haverá muita coisa que eu escrevo e as pessoas não gostam.
      Sinceramente já estou cansada dessa tentativa patética de usar o que escrevo para atingir a Sexinho, ou a Pedrinha, como eu lhe chamo. É de tal maneira patético e desesperado que basta ter em conta que este post foi publicado antes do post da Pedrinha.
      Felicidades

      Eliminar
    4. Já está cansada?
      Ainda a procissão vai no adro...

      Eliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.