terça-feira, 3 de dezembro de 2013

E quando uma pessoa frequenta workshops...

Uma pessoa tem de se deslocar a um workshop, palavra bem mais em voga que formação, uma pessoa tem um coffee break com desconhecidos, uma pessoa tem de almoçar e fazer conversa com esses mesmos desconhecidos, e de repente uma pessoa dá por si a desejar que as crises políticas não aconteçam em países como Ucrânia, onde os nomes das personagens são completamente "impronunciáveis", caramba uma pessoa só se lembra que o presidente era pedreiro ou electricista, ou lá o que é, que um dos da oposição era campeão de boxe, só sabe que os nomes acabam todos em "itch", uma pessoa quer fazer bonito e pensa que não deveria ter desistido do curso de russo ao fim de 6 meses.

9 comentários:

  1. E lembrar-se do nome da senhora da trança, Iulia Tomichenko (tive de ir googlar)...

    ResponderEliminar
  2. Illich. Ivan Illich. Em caso de dúvida, um nome de um personagem de Tolstoy fica sempre bem. E Illich tem aquela dose de sofrimento associada que leva as pessoas a arrepiarem-se levemente e com ar compungido sussurrarem: "Sim... tadinho..."

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. O trabalho de fazer este post com aquele sabedoria que a picante sabe bem!

      Eliminar
    2. O trabalho de fazer este post com aquele sabedoria que a picante sabe bem!

      Eliminar
  4. Nem me atrevo a tentar dizer o nome deles. Prefiro dizer "o presidente". Ao menos não faço má figura. :P

    ResponderEliminar

Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos comentadores.
A autora do blog eliminará qualquer comentário que ofenda terceiros, a pedido dos mesmos.